O Benfica e os jornais de ficção desportiva | Relvado

O Benfica e os jornais de ficção desportiva

 

São inúmeras as primeiras páginas dos 3 jornais desportivos escritas a letras vermelhas garrafais. À maior parte nem se podem chamar notícias, porque as notícias devem ter fundo de verdade, ter citações, ter confirmações dos visados e estas primeiras páginas não passam de especulações, pois têm o mesmo valor dos boatos.Temos em primeiro lugar os contentores de jogadores que quase vieram para o Benfica. Hoje (23/01/08), por exemplo, acordámos com o Benfica a querer Goufran, um jogador que até encaixava na necessidade de um ala-direito, além disso mandam para o ar o valor da transferência, 4 milhões de euros. Fundamentos da notícia? Zero, em nenhum lado mencionam uma fonte concreta, assim é facil fazer/criar notícias...Mais tarde o Benfica desmente oficialmente através do seu site e o que faz o Record, como exemplo, na sua imaculada busca pela verdade? O Benfica emitiu um comunicado onde desmente qualquer interesse em Yoan Gouffran, avançado francês do Caen que, como Record noticia na edição de hoje, é um dos alvos encarnados para reforçar a frente de ataque. No entanto, o nosso jornal sabe que nas últimas horas o jogador subiu a parada no que diz respeito aos valores que pretende auferir na Luz, facto que está a atrasar o processo.Hilariante! O Benfica desmente, mas o jornal Record sabe que o jogador quer tanto vir para o Benfica que se está a vender que nem uma velha prostituta... Citações? O nosso jornal sabe....Basicamente os jornais quase escolhem quem o Benfica pode ou não comprar, criando insatisfação na massa adepta que até pode criar expectativas infundáveis em ver um determinado jogador a vestir o equipamento vermelho. O jogador até pode já ter contrato com outro clube, o jogador até pode nem ser grande coisa, o jogador até pode ir para o Porto e esta notícia servir para poderem dizer que roubaram um jogador ao Benfica (não seria a primeira vez...).Os diários de ficção desportiva devem ser omniconscientes, pois sabem de tudo ou melhor tudo inventam...Mas a pergunta mais importante em todo este artigo é o que deve o próprio clube fazer quanto a isto?Como dar rédea curta à imaginação destas fontes de desinformação?Como obrigá-los a cruzar informações com o próprio clube?E os próprios adeptos em geral, não são culpados por nada fazerem e por alimentarem estes papagaios criadores de realidades muito alternativas?Não podemos nós tomar medidas, dizer "Basta!"?
Zé Bentão

Benfica:

Comentários [35]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

O que pode fazer o Benfica?

Em primeiro lugar pode mudar a sua política de comunicação que é péssima. A começar pelas declarações populistas e imponderadas do seu presidente e a acabar com as amarras impostas aos jogadores, passando pelos "tiros nos pés" de treinadores, médicos, juristas e outros dirigentes. A prática mais ou menos recente dos comentários de desmentidos só vem acentuar o problema, pois em vez de uma manchete surgem duas. O presidente tem de se conter quando encontra um microfone ou uma câmara de televisão (nos aeroportos, então, parece que ele é atraído para o disparate). Causa mais pressão à equipa o anúncio diário de novas contratações nos jornais, que na maioria das vezes se sabe serem infundados, ou uma declaração do presidente a dizer que vai contratar 3 jogadores de topo? Causa mais desconforto ao plantel o anúncio em manchete de jornal que está para chegar um novo prodígio sul-americano ou a declaração do treinador dizendo que não conhece o mais recente reforço apresentado com pompa e circunstância exibindo o cachecol que afirma ser o Benfica o maior clube do mundo? Cobre-se o clube com maior ridículo quando surge a notícia que está para chegar um Soldado ou Delgado ou aperecer um Sepsi a dizer que é o novo Maldini? E sem desmentido... Alguém acredita nas palavras ditas por qualquer novo reforço? Que era um sonho de criança chegar ao Benfica; que ansiava ingressar no maior clube do mundo; ou o já tradicional "Sou do Benfica desde pequenino!"... Não sabemos já todos que isso não passa da repetição de um qualquer manual ou cartilha que é imposta como declarações do novo reforço? O exemplo do Di Maria é paradigmático. Quando o jornalista lhe perguntou no Aeroporto de Madrid onde ele fez escala (sem ter sido sujeito à sessão de iniciação ao «ser benfiquista») qual a sua maior ambição ele respondeu: "Mostrar o meu valor para ingressar no Chelsea". Mais tarde diria que o seu maior objectivo era ficar no Benfica muitos anos... Pois! Não basta queixarem-se dos jornais. Há que ser moderno e transparente na relação com a Comunicação Social. O Benfica tem um potencial enorme em termos de massa adepta e não pode ser mesquinho e pequenino a esse nível. Só para terminar: os jornais não inventam nomes. Os jornais apresentam as "notícias" conforme as suas fontes lhas indicam. Muitas vezes são os jogadores e seus empresários que têm interesse em que a notícia surja. Para valorizar o atleta, para pressionar eventuais interessados. Outras vezes são os clubes rivais que encontram formas de publicar. Para sobre-valorizar os jogadores e impedir a contratação por parte do seu rival. Outras vezes são os clubes onde os jogadores actuam. Para valorizar o negócio. Os jornais são, demasiadas vezes, apenas os veículos desses interesses. Não deviam? Não! Mas também o jornalismo está em crise. Em crise de identidade.

Ao contrário do que o autor pensa...

Jornais e jornalistas não marcam golos, não ganham jogos e menos ainda vencem campeonatos! Mas dão um jeito enorme para arranjar uns culpados externos para as desgraças de clubes mal geridos! Pobres dos que acreditam! Cumprimentos!

Muito bom artigo

Se fosse possível moderar um artigo dava-te pontos, mas já conseguiste 5 pontinhos... :) Subscrevo o que dizes e apraz-me ver que as pessoas em geral (não só benfiquistas porque a imprensa pode ser usada como arma contra todos os clubes) abrem cada vez mais os olhos em relação a esta questão. Tenho dito que muita da instabilidade do Benfica também vive de não se saber precaver com estes abutres e isso gera demasiada pressão. Reconhecer este "inimigo" é fundamental para uma nova lógica no Benfica, basta de parangonas diárias nos jornais, o que eu quero é que o Benfica apareça com títulos e com uma imagem de Grande Instituição que é. O resto não me diz nada. Como combater??? Fazer o nosso dever cívico quer como cidadãos quer como benfiquistas(neste caso falas do Benfica) de não comprar este lixo, que assim isto desaparece garanto-vos. E falo de dever cívico, porque não sei se já repararam(aproveito este post para dizer isto) que nada sabemos dos Apitos,casos Mantorras, casos JVP pelos pseudo-jornais desportivos. Em 40 páginas, 38 são sobre futebol, enchidas com mixórdices, m****s que não interessam a ninguém, entrevistas com a mãe,o paí,o avô do novo pseudo-craque que veio em Janeiro, penteados de jogadores, a cadela de Mourinho, viagens do jogador até ao novo clube, mas que é que isto interessa???? Será isto futebol??? Curiosamente nenhum dos casos e das grandes e reais questões do futebol são discutidas e não duvidem que isso é por haver controlo, medo, subserviência, corrupção e interesses estalados das mais variadas ordens. Perdemos nós, amantes de futebol, que andamos á anos liderados por abutres e corjas de dirigentes podres, que se mantém á conta destes pasquins que só nos desinformam com pseudo-notícias como "os jogadores que vêm para o Benfica", ou o caso da cadela de Mourinho... O jornalismo tem como nobre missão informar. O jornalismo bem exercido é um garante de democracia e clareza, pois quando se sabem as verdades, a podridão nunca se mantém muito tempo. Mas o que temos são pasquins fabricantes de lixo, intoxicação, mentiras,quezílias, que servem interesses obscuros muitas vezes e que nos têm mantido na ignorância daquilo que interessa ser debatido. São dos grandes responsáveis pelo actual estado do futebol. Cumps.

fazem ficção porque há quem a compre!

todos sabemos que a imprensa vai de encontro ao comprador,está bem enraízado na sociedade que os adeptos benfas compram qualquer coisa que seja vermelho ou até mesmo que seja antiporto,esta forma de estar da imprensa tem raizes nos tempos da ditadura. como todos sabemos a corja vermelha basta ouvir a palavra benfica que têm logo um orgasmo,a comunicação sabendo dessa forma de estar da corja usa a para ganhar dinheiro!

Off-topic resultados da liga intercalar

FC Porto 1 - 1 Leixoes Boavista 2 - 4 Aves Sporting Braga 1 - 3 Gondomar Guimaraes R 2 - 1 Trofense

Re: O Benfica e os jornais de ficção desportiva

Como adepta o que posso fazer é não comprar esses jornais cada vez q sai um nome. Já n vale a pena. Isto é como a história do Pedro e do lobo. Saem tantos nomes que qd acertarem já ninguém acredita.

Toda a gente sabe que o Benfica...

Vende jornais. Eu por exemplo já há muito que deixei de comprar o jornal de papel. Então nestas alturas de transferência é com cada coisa... P.S Aconselho-vos a fazer como eu. Nestas alturas guardem a capa (via site do jornal) desse tipo de manchestes com "jogadores pseudo contratados" e depois daqui algum tempo é que dá um gozo relembrar isto! xD cumps

Faca de dois gumes

Ter 5 milhões de sócios tem muitas vantagens (kits sócios, operações coração, etc) e desvantagens (especulação jornalistas) Ou julgam que os jornais é só para anunciarem que o Sepsi já marcou um golo no primeiro treino? Não há rosas sem espinhos.

Epoca alta

Que para os jornais é a pré-epoca (Junho, JUlho e principio de Agosto) em que se não estou em erro os jornais de ficção desportiva como tu lhe chamas põe centenas de jogadores no Benfica e ao contrário do que devia de acontecer em tantos nomes arriscam-se a acertar em algum! Depois há que aproveitar Janeiro, na reabertura do mercado, para carregar ainda mais com umas dezenas de jogadores. Ao contrário de outros o Benfica é o clube do povo mas vende e oa jornais aproveitam-se disso para a (des)informar sobre tudo o que mexa seja perna de pau ou craque da bola serve para encher páginas e vender papel. Penso que o Benfica nem se deviam dar ao trabalho de estar diariamente a desmentir os nomes que vão surgindo na imprensa porque isso é dar importância a mais a alguns jornalistas que não passam de grandes inventores de noticias e factos ficcionados.

e o burro sou eu?

Burro é quem compra os jornais e dá €€ a esses animais, que se dizem jornalistas!! Alguns jornais metem tanto nojo, que os comparo ao jornal "O Crime"!! Se se deixar de comprar esses jornais, pode ser que isto melhore... mas ter 3 jornais desportivos diários num país como o nosso, dá azo a estas situações...

tudo já foi dito

no artigo e por comentários ao mesmo. Uma coisa é certa o Record é nojento! PURA E SIMPLESMENTE NÃO É JORNAL DESPORTIVO.... O record é uma revista cor de rosa "desportiva" record=marca..... Só tretas mentiras capas todas pipis pra vender

Re: tudo já foi dito

Mas as gajas descascadas que lá traz às vezes, são melhores que as do Jogo.

Citação...

Permito-me citar um comentário que escrevi ontem: Como não sou do SCP não conheço tão profundamente as razões das suas dificuldades actuais. Vamos ao SLB que é o meu clube: O SLB está sujeito a uma tremenda pressão por parte dos média. Semana onde 4 manchetes de cada jornal não sejam do SLB não é semana. É sem dúvida nenhuma o clube com mais adeptos e de longe o que tem maior peso social. Penso que nem os adversários põem este facto em causa. Como todos percebem é mais fácil dirigir um minimercado que uma cadeia de hipermercados. O SLB é de há uns anos a esta parte uma fogueira de vaidades. É mais relevante do ponto de vista da importância social ser-se responsável do SLB do que se ser ministro ou empresário. Quem seria o Sr. Vieira neste país se não fosse o SLB? Ou o Sr. Damásio? Ou mesmo o Sr. Luís Tadeu ou o Sr. Vale e Azevedo? Figuras anónimas! A verdade é que esta pressão mediática tem causado as suas mossas. Olhemos os jornais de hoje. O Porto renovou com o melhor jogador que actua no campeonato português e de que falam os jornais? De um franciú no qual a direcção do SLB já negou interesse. Isto cria instabilidade. Cria dispersão. Não permite que a casa seja organizada. No Benfica não se age. Reage-se!!!! Não se planifica. Gere-se mediaticamente!!! Cada erro é uma tragédia nacional. Cada bola no poste uma fatalidade imensa. Cada divergência directiva um drama de cordel. No Porto a direcção serve o clube. Pelo menos do ponto de vista mediático. No SLB as direcções servem-se do clube. Até pode nem ser por mal. A pressão é tanta que todos os dias é necessário sossegar os milhares de adeptos. Meus caros: A minha teoria é a seguinte e vejam lá se não concordam: O S. L. Benfica mergulhou nesta crise com o advento dos 3 jornais desportivos diários. Este é um facto indesmentível e para o qual ainda ninguém olhou com olhos de ver. Resolvam a relação com a imprensa, a gestão do circo mediático e o GIGANTE ressurgirá. Cumps…

Muito se pode fazer...

Para começar temos que visualizar as consequências de toda esta ficção desportiva, muitos negócios já foram abortados pelo aparecimento da impresa, algumas crises podem ter sido criadas (quando inexistiam) ou agravadas (quando existiam) por terem sido noticiadas. Um clube como o Benfica que está constantemente nas luzes da ribalta tem que profissionalizar a informação que sai do clube para fora, e sobre isso já muita gente falou neste artigo. É preciso um departamento de informação, é preciso descobrir e eliminar as fugas de informação, é preciso que as contratações passem por apenas o director desportivo, treinador e mais poucas pessoas de maneira a manter o secretismo essencial para conseguir contratar bem. Outra parte importantissima é tentar obrigar que os jornais tenham interesse em confirmar antes com o clube. Como se consegue isso? A meu ver os jornais enchem páginas e páginas com o Benfica, com entrevistas, declarações, etc, etc. Porque não "recompensar" o sígilo da imprensa, souberam que um determinado jogador interessa ao Benfica, a meu ver é normal que a imprensa tente saber contactar o Benfica para obter mais informações... Se o Benfica, por exemplo, em troca do sigilo prometer uma entrevista exclusiva com o jogador assim que o tiver contractado será que não é interessante para o jornal manter-se calado? O problema é quando existe interesse do empresário do jogador ou do clube que está a vender... Mas neste caso, apesar de ser dificil, não é possivel oferecer o suficiente aos 3 jornais? Os simples desmentidos, apesar de mostrar que o clube se preocupa com o papel dos jornais, parece-me insuficiente. No papel do Benfica, eu desmentiria juntamente com a ridularização dos jornais, género: "É vergonhoso como os jornais desportivos ao saber esta notícia não procura confirmações da mesma perante a nossa Instituição, até parece que têm interesse em publicar notícias sem ter a certeza da sua veracidade. Enquanto continuarmos a alimentar este mau tipo de jornalismo comprando os seus jornais, continuarão a viver à custa de notícias que causam instabilidade no nosso clube". Basicamente o que é exigido é uma reacção, se a mesma é de diálogo ou de guerra não me interessa, só é exigido uma posição forte e não um meio termo como tem vindo a ser utilizado.

O jornalismo em Portugal

Quando era pequeno e me perguntavam o que queria ser quando fosse grande respondia sempre que queria ser jornalista. E é por isso que, hoje em dia, mesmo tendo seguido outros caminhos, mais precisamente o caminho do Direito, sou sempre muito crítico com o jornalismo em Portugal. Ainda à uns dias atrás ouvi o médico Pinto da Costa, irmão do presidente do FCP, dizer o seguinte: "O jornalismo é muito importante. Mesmo o mau jornalismo. O que seria de nós sem o mau jornalismo? Provavelmente ainda estaríamos na idade da pedra..." Gostei muito de o ouvir e acho que, de certo modo, tem razão. Mas, sinceramente, acho que é possível fazer melhor. Muito melhor! Particularmente na área do desporto, se chegámos a uma altura em que os jornalistas que nos servem diariamente julgam que só conseguem vender jornais ao anunciar todos os dias um novo reforço para o Benfica, então só consigo pensar "Ao estado a que isto chegou!" Todos os dias pagamos por um serviço que não nos é prestado convenientemente. Qual é a solução? Sinceramente não sei... Mas se tivesse de arriscar, diria que passa por NÃO PAGAR MAIS para ler lixo! Parabéns pelo artigo!

BASTA! PUM! BASTA!

Mas a pergunta mais importante em todo este artigo é o que deve o próprio clube fazer quanto a isto? O que tem feito, aguentar e desmentir. Mas os clubes (todos) fazem muito mais, como pressões para sairem determinadas notícias, ou para os jornalistas "chatos" serem demitidos. E isso é bom? Outros exemplos, como ter um presidente a irromper perante um directo de um estúdio de televisão, também não são bons. Dêem liberdade aos jornais para escrever as invenções que querem. Os jornais deviam era ter também liberdade para escrever as coisas que NENHUM clube quer. O CONDICIONAMENTO ECONÓMICO EXISTE, E NÃO É SÓ NO FUTEBOL (que bom era se fosse SÓ no futebol). E nem é preciso falar no condicionamento físico. O que os adeptos podem fazer? Não gostam, não compram.

Re: BASTA! PUM! BASTA!

Sai um muito pertinente virtual.

Agora são os Jornais

Mas será que os benfiquistas vão andar a vida toda com a cabeça metida na areia.O GRANDE PROBLEMA È O TEU CLUBE SER DIRIGIDO POR UM INCOMPETENTE QUE DE FUTEBOL PERCEBE ZERO. P.S(1)-Os jornais fazem o papel deles. P.S(2)-ATENÇÃO espero que Vieira continue muitos anos a frente do benfica e nem me importo que em 5 ganhe 1.

Re: Agora são os Jornais

pobres provincianos com os seus complexos...

Re: Agora são os Jornais

Essa pergunta tem piada, tendo em conta que tanto acusam o Benfica de "ser levado ao colo pela imprensa". Não me lembro é da imprensa alguma vez ter marcado golos.

Re: Agora são os Jornais

e de exercer pressão, lembras-te? olha que eu lembro-me... para ai de umas 3 ou 4 ou 10.000 vezes com capas de jornal a fazer pressão de lances pró-Benfica...

Re: Agora são os Jornais

E depois? voltaram atrás e rectificaram esses lances? Náo, pois não?

Re: Agora são os Jornais

mas pressionavam todo e qualquer árbitro que apitasse o benfica nas jornadas seguintes e acicatavam os ânimos, provocando as massas adeptas ao clube para a revolta ao mínimo erro do pobre do árbitro que tivesse que apitar um jogo do benfica na jornada seguinte é sem querer, não é?... claro que é...

Re: Agora são os Jornais

os jornais fazem o papel deles? achas isso algum trabalho? eu assim tambem sou jornalista!

Re: Agora são os Jornais

caramba, só sabes falar do vieira, já parece fixação... tem calma, o homem tem mandato até 2009, depois vê-se o que decidem os sócios.

Re: Agora são os Jornais

Apesar de ele andar calado que nem um rato e com o rabinho entre as pernas ,eese arruaceiro do teu presidente pode ter a certeza que os Portistas têm memória.

Re: Agora são os Jornais

E daí? Os portistas agora votam nas eleições do Benfica?

Re: Agora são os Jornais

já parece fixação Parece? Lol...

Re: Agora são os Jornais

Abre os olhos rapaz e deixa de ser um pau mandado da "direcção Vieira",não percebes que és o unico benfiquista que ainda defende o dirigente Vieira.

Quando os jornais...

e a imprensa em gearl levam o SLB ao colon eles não se queixam... Já o disse aqui o SLB é o clube que mais beneficia com a imprensa, mas também acaba por ser o que tem mais pressão devido á mesma, agora não podem é andar nas nuvens quando esta só diz bem e valoriza mais uma vitoria sobre uma equipa suiça dos regionais na pre-epoca do que uma vitoria na champions do FCP e virem chorar quando aparecem jogador x ou y na capa do jornal ligado ao SLB, haja coerencia... Cumps


www.casasdeapostas-portugal.com