Saviola apanhado a conduzir com álcool | Relvado

Saviola apanhado a conduzir com álcool

Javier Saviola foi "apanhado" no teste do balão, acusando uma taxa de alcoolémia de 0.80, superior a
 

O jogador do Benfica foi interceptado numa operação stop em Lisboa, quando conduzia o seu carro depois do jantar de aniversário da namorada Romanella Amato.

A notícia é avançada pelo Correio da Manhã, que cita uma fonte próxima do jogador, que dá conta de que o avançado argentino "está muito triste e arrependido".

"Na altura, não se apercebeu que tinha bebido demais", diz a fonte não identificada, revelando ainda que "foi apanhado com 0.80 [gramas]".

O Benfica já terá conhecimento do caso e Saviola arrisca ter a carta de condução suspensa durante três meses.

Benfica:

Comentários [72]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Boa

A comida portuguesa é boa, a pinga é ainda melhor que ninguem resiste!
Mas as regras sao para cumprir, seja o saviola, pinto da costa ou mesmo o papa!

0,8???

Isso foi um espirro do Luisão!!!

muito bom!

boa boca! ;)

aaa

streams de qualidade em:

http://www.tv-xat.com/

acompanhe os jogos na nossa companhia e comente-os aqui.

É para afundar

As magoas

oh!

Quem daqui que nunca tenha sido apanhado com álcool, que levante o braço (o chalana, o toni, o eusébio, o jorge máximo, o luisão e o vilavinho podem abster-se)!

Não sabia que 0,8 dava para ficar sem carta! Acho ridículo...
só falta pôr polícia à porta dos restaurantes, que não falhará um no balão... a menos que se beba água com uma feijoada, ou com um assado, ou com um estufado, ou com um cozido...

O Drama... o Horror !!!!!

O Drama... o Horror !!!!!

é a imprensa cor de rosa que

é a imprensa cor de rosa que temos, fosse um jogador do Porto e estaria estampado na capa de A Bola

Sim mas aí a taxa de alcoolémia

subia para os 8!!!

e ainda

tentavam converter isso em pontos perdidos no campeonato
:)

e uma exposição à Uefa

..

Para esquecer

Quem bebe para afogar mágoas nunca deve ser castigado. Vai mais um caneco pah!!!

0,8?!

Porra...0,8 é o que eu devo ter neste momento.... :)

G dá um lição a esse gajo sobre Vinho alentejano....menino! :)

:)

Não dou lições a ninguém, pá...mas se ele quiser vir cá provar um Monte das Servas, garanto-te que não sai daqui só com 0,8... :)

Fui num

"herdade das pias" maduro branco este fim de semana num restaurante italiano aqui da zona.

Depois foi um "monte dos ca...." também muito bom mas como poderás verificar, por razões puramente "técnicas" não me consigo recordar do resto do nome... :)

Herdade das Pias...

...bom vinho. Mas eu vou mais para os tintos. Branco só se for um Alvarinho com um belo de um camarão...

E será Monte dos Carvalhos?! Ali do Fundão?
Caso seja esse, essas tuas dificuldades técnicas têm razão de ser... :) e se lhe juntares um queijinho dessa zona, está o baile armado...

Tenho ideia que não....era sem

dúvida outro "puro" alentejano que o meu "estomago" é fraquinho e não gosta dessas misturas/atentados.

Fui no branco porque ia comer uma pasta com camarões. Desgraçadamente, o vinho era realmente bom (14º) e a massa em menor quantidade. Quanto aos camarões estavam nitidamente a jogar à sueca a meio do prato (e eu não os quis incomodar, esperei que terminassem!)

Como a "patroa" estava com alguma sede e queria uma sobremesa lá tive que pedir mais uma garrafinha (a tal que não me recordo e não consigo encontrar online!) e pronto lá saí do restaurante muito feliz/contente e com a carteira mais leve. :)

A noite teminei-a no Porto com uns favaítos. Regular. :)

:)

Se te mantiveste nos alentejanos, devo dizer que também estou a achar difícil associar «monte dos ca»...com algo aqui da zona.
Monte dos Cabaços, ali de Borba?! Mas isso é uma reserva de 2003. Aí ficaste de certeza com a carteira bem mais leve... :)

E essa dos camarões a jogar à sueca já vi que é transversal a muito restaurante italiano hoje em dia. Aqui por baixo também andamos com o mesmo problema. Anda tudo com medo de meter comida no prato, raios os partam...
Abençoados restaurantes típicos alentejanos, que continuam enfarta-brutos...

E um favaíto...cai sempre bem...mas neste tempo, quem me tira a aguardente velha em balão aquecido depois de uma boa refeição...corre risco de vida. :)

Ora aí está

falei com a patroa à hora do almoço e é altamente provavel que fosse "Monte dos Cabaços" mas nada como passar no restaurante depois e confirmar que isto é informação de qualidade. (deviam-nos pagar por ela :) )

Já agora a sobremesa foi um "Creme Brulée" com uma camadinha de framboesa por cima que estava um mimo (ou pelos menos pareceu-me que sim...)

Ah os abençoados "tascos" alentejanos...olha comi há pouco tempo num escondido ali para a zona da Venda Nova/Queluz (o propietário/cozinheira são alentejanos) muito muito bom. É raro comer-se bem em Lisboa. :)

Ui...

...se recebessemos por isto, 80% do país fazia concorrência aos Amorins e aos Belmiros.
E quando a sobremesa te "pareceu" um mimo, regra geral quer dizer que a refeição foi bem regada... :)

E, apesar de não ser grande apreciador da cidade de Lisboa, vou ter que contestar essa de que é raro comer-se bem na capital. Lá que não saibas onde procurar, ninguém tem culpa, pá.
Ali para os lados do Campo Grande, há um restaurante delicioso, que faz uma perdiz em tacho de barro que é simplesmente divinal. Sem palavras, mesmo...

E na zona de Alfama, tens tascos fabulosos, que aliam a tradição gastronómica com a própria cultura da zona. São acima de tudo experiências...que se querem sempre repetir. Se fores numa noite de Verão então, e tiveres a sorte de entrar num onde se cante o fado vadio...tens grande noite pela certa...

Oh G

realmente já tive azar nalgumas vezes que comi em Lisboa mas ultimamente (talvez com a experiência da idade :) ) tenho mudado de opinião e comido bem melhor. Mas regra geral, come-se melhor fora da capital. :)
Zona de Alfama sinceramente (ainda) nunca comi por lá. Campo Grande faz o favor de chutar o nome do Tasco que vou a Lisboa na próxima sexta....

Pois...

...estava aqui a tentar lembrar-me do nome do dito.
É ali para os lados da Universidade Lusófona, pá...mas estou em crer que, se perguntares por aí, te dirão onde é que é...
Junto do Coliseu dos Recreios, e caso consigas ignorar a quantidade monumental de restaurantes indianos, paquistaneses, vietnamitas e afins...tens dois ou três espaços de grelhados que não podia recomendar mais. Se calhar fruto das memórias de puto quando ia para ali ver tantos e tantos concertos...

Mas, e caso vás com tempo...vai ao D´Avis em Xabregas. Cozinha alentejana na sua essência, como é óbvio...mas tem mais...muito mais para degustar. É bem capaz de ser o restaurante que mais aprecio na capital.

Ah, e concordo com a tua regra geral...come-se melhor fora de Lisboa. Talvez se sinta um pouco mais de genuinidade...

Ora...

Uma conversa construtiva no Relvado ;-))

Eu costumo ir numa CRF, mas se for um "casca de carvalho" também fico contente.

Abraço

a CRF

reserva é top....
o meu pai tem n garrafas de aguardente que lh e ofereciam, volta e meia lá me abasteço com umas muito boas... é a unica bebida branca que bebo
abraço

Bem melhor que algumas...

...recentes, lá isso é verdade.

CRF foi a minha escolha sábado à noite, depois de um bifinho na tábua regado com uma bela de uma garrafita de Moinhos do Céu de Arruda dos Vinhos (belo nome para uma terra vitivínicola)...mas não sou um gajo esquisito.

Contudo, cada vez que apanho uma aguardente de zimbro de Valença...é trigo limpo, farinha amparo. Nada bate esse néctar...tenho saudades de um balão de um coisita dessas...

Um abraço...

Xiii ...

Que conversa maravilhosa !!! Continuem por favor ... ;)

És doido??!

Com o almoço a aproximar-se (e com um longo dia de trabalho em perspectiva)...esta conversa é a pura da tortura... :)

só de ler este post

já estou com 0.6 de alcool no sangue
eheheh
Abraço

Eheheh...

...és tu e eu.
Já estamos em estágio para Julho... :)

Abraço, meu caro...

eh eh

... e com uma tarde de sol destas a ajudar, não podia estar mais de acordo !!! :)