O que esperar do FC Porto frente ao Leixões? | Relvado

O que esperar do FC Porto frente ao Leixões?

 

Segundo avança a comunicação social, apenas 2 habituais titulares farão parte do 11 que esta noite entrará de início para defrontar o Leixões: Álvaro Pereira e Varela. Com um lote alargado de indisponíveis, entre eles jogadores como Fernando, Hulk ou Falcão, Jesualdo Ferreira teria sempre de mexer na equipa. No entanto, até porque fez o mesmo na anterior edição da prova, aproveitará a ocasião para utilizar jogadores menos rodados e que ainda podem vir a ser muito importantes no que resta da temporada, casos de Nuno A.Coelho, Miguel Lopes, Prediguer, Valeri ou Orlando Sá.Este é daquele tipo de jogos que pouco interessará - a meu ver - para adeptos de outros clubes que não Porto ou Leixões, mas creio que é uma daquelas oportunidades que os portistas não gostam de desperdiçar para poderem ver em acção alguns dos jogadores com menos minutos somados. Terá o jogo mais ou menos interesse do que se jogasse a equipa habitual? Entrarão estes jogadores mais motivados do que os outros? O que tem o espectáculo a ganhar com isso? Em suma... o que esperar do FC Porto esta noite?artenigma

Taça da Liga:

Comentários [33]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Porto C para ganhar a taça herminio

Apesar de esta ser mais descredibilizada competição do futebol nacional, não deixo de torcer pela vitória azul e branca. Ao contrário do que acontece na Taça de Portugal onde defendo que joguem os melhores, aqui percebo e concordo com a opção de Jesualdo de rodar o plantel e chamar 3 ou 4 juniores à equipa principal. Esta taça serve para isso mesmo, dar minutos aos jogadores menos utilizados. Aliás é o que as grandes equipas europeias fazem nas taças da liga dos respectivos países. Curiosamente em Portugal os grandes de lx fazem de tudo para a conquistar. O que apesar de tudo compreende-se.. Aqui fica o meu 11 para mais logo: Beto M.Lopes Maicon NAC A.Pereira Prediguer Guarin Valeri Rodriguez Varela Orlando Sá

Uma competição menor

Em todos os países assim é encarada,não vejo porque em Portugal seria diferente.Sobre o jogo de logo espero ver aplicação e rigor. Uma oportunidade para os menos utilizados,veremos em que forma se encontram,porque é neste jogos que se começa a ganhar a titulariedade.Curioso para ver Valeri,Nuno André e pricipalmente Orlando Sá.

Re: Uma competição menor

Não é bem em todos. Em Inglaterra até é bem acarinhada.

Re: Uma competição menor

Em Inglaterra todo o futebol é acarinhado.Agora a taça da liga é vista tb lá(pelos maiores clubes),como uma competição onde são dadas oportunidades aos menos utilizados.

Nunca gostei muito da atitude do FCP em relação a

esta Taça. Em 1º lugar, o facto de fazer tudo por mostrar que esta Taça não interessa e á custa disso faz logo uma divisão no plantel entre as "estrelas do plantel" que têm que ser poupadas e os tonhós que podem perder tempo nesta tacinha... Depois nunca percebi qual é o beneficio destas revoluções no onze titular. É mau para o espectador que vai ver uma equipa sem rotinas que nunca dá bom resultado e espéctaculo e é mau para os próprios jogadores que vão jogar numa equipa sem rotinas, com companheiros sem ritmo de jogo e provavelmente desmotivados, cada um vai é querer mostrar-se e não pensar propriamente no jogo de equipa e ainda de certeza que na "ânsia" de meter os suplentes todos no onze ainda se vai meter um ou outro jogador fora da sua posição natural. Estas revoluções são boas é para queimar jogadores e levar no pelo, que no fundo é que tem acontecido desde que o Jesualdo começou a fazer isto pelo que já devia ter percebido que assim não.

Re: Nunca gostei muito da atitude do FCP em relação a

Gostei muito de ler a entrevista com a "Miss Tripa",uma peça muito bonita. O FC Porto tb é isto. Cumps e bom ano.

Re: Nunca gostei muito da atitude do FCP em relação a

Desculpa mas não percebi. Cumps e igualmente.

Re: Nunca gostei muito da atitude do FCP em relação a

Desculpa,pensei que fosses outro relva.É que saiu uma entrevista com a mãe de um relva,na revista Dragões. Cumps

Tico tico

Ai do Leixões se se atrever a dificultar a vida ao papão! Quarto escuro com ele, que é o mesmo que dizer, descida de divisão. É verdade, este ano não há nenhum guarda-redes a comprar aos de Matosinhos na véspera do jogo? Fazia um grande geito. Era frango pela certa, se é que não vai haver...

Espero que percam obviamente

e por muitos se fôr possível. Desde que as transcrições das escutas do apito dourado vieram a público e principalmente quando se assumiram como corrutos, com um sorriso nos lábios, enquanto diziam que mesmo castigados com -6 pontos, ou lá o que foi, ficavam a não sei quantos pontos de avanço dos rivais de Lisboa acho que ficou tudo dito. Desculpem mas FCP=clube da corrupção.

Re: Espero que percam obviamente

Desculpa típica de derrotado.

Re: Espero que percam obviamente

tás a falar da derrota de dia 20? lololol

Re: Espero que percam obviamente

essa significa tanto como as outras são menos 3 pontos

Re: Espero que percam obviamente

Portugal distingue-se dos outros países por só ter um clube corrupto não é? Até estamos bem...

Penso que tanta mexida no onze...

... só trará problemas para o Jesualdo e para o Porto. As equipas de reservas podem até jogarem bem, mas estas só o fazem por 60 minutos. É isto o que acontece aos jogadores sem ritmo de jogo, mesmo com boas cargas de treino competitivo durante a semana. Não obstante, tirando o onze titular do Porto e face a um Leixões competitivo, estou para ver como é que o novo meio-campo e defesa do Porto jogará. É que se for verdade que os internacionais portugueses Bruno Alves e Raul Meireles não jogam, creio que facto inédito nesta temporada, vamos ter uma grande possibilidade de ver como os "reservas" se comportam, nem que seja por 60 minutos.

OFF-TOPIC

Será verdade? http://translate.google.pt/translate?u=http%3A%2F%2Fricerca.repubblica.it%2Frepubblica%2Farchivio%2Frepubblica%2F2010%2F01%2F03%2Foperazione-veloso-centrocampo-gia-accordo-con.html&sl=it&tl=pt&hl=&ie=UTF-8

Re: OFF-TOPIC

Aqui fica o link.... não sei por directo! _h**p://translate.google.pt/translate?u=http%3A%2F%2Fricerca.repubblica.it%2Frepubblica%2Farchivio%2Frepubblica%2F2010%2F01%2F03%2Foperazione-veloso-centrocampo-gia-accordo-con.html&sl=it&tl=pt&hl=&ie=UTF-8 substituam os ** em h**p por tt Ja agora se houvesse uma alma caridosa que me explicasse como por os links correctamente aqui agradecia!

Re: OFF-TOPIC

É fácil chegar lá, caraças... :p Basta clicar no início do endereço e depois fazer copy/paste do restante... é o que faço sempre! De resto, para traduções destas, mais vale ler em italiano... :p Mas nem sequer consegui passar além da 6ª linha de texto, quando referem que Veloso é o capitão do Sporting!!

Re: OFF-TOPIC

Em links muito compridos da erro. Eu utilizo o http://tinyurl.com/ para resolver o problema. Abraço

O que esperar do FC Porto frente ao Leixões?

Uma derrota, como espero sempre que joga esta equipa. Assinado, "erva daninha"

Pedagogia

Confesso que nunca fui muito à bola com essa distinção entre "competições para ganhar" e "competições para rodar"... Aparte a Liga Intercalar, que, como o próprio nome indica, é uma competição paralela e que se destina a "ocupar" elementos menos activos dos planteis e jovens promessas, não deveria haver menosprezo por mais nenhuma outra competição. Se já existe esta, para quê criar mais?... Quando se fala em "rodar" jogadores menos utilizados, atentemos numa coisa muito importante: Rodar já rodam eles diariamente nos treinos que fazem em conjunto com os jogadores principais. Nestes jogos, acabam até por "rodar" e aprender menos, uma vez que os seus professores estão ausentes. Assim, atrevo-me a sugerir: Não seria muito mais benéfico para esses tais "marginais" (sem o sentido prejorativo, obviamente) serem lançados aos poucos, um à vez, digamos assim, e com os professores por perto?? Tomando o exemplo do jogo de hoje, não seria mais pedagógico para o Sérgio Oliveira, que parece querer despontar, ter ao seu lado um Raúl Meireles ou um Fernando, que sempre poderiam ir corrigindo o miúdo, do que um Valeri ou um Prediguer, que, como ele, querem é aprender o que é jogar na equipa principal do FCP? O mesmo se aplica a Nuno André Coelho, por exemplo, que ficaria bastante mais enriquecido com uma oportunidade ao lado do sempre fiscal Bruno Alves ou até do sabido Rolando do que do coleguinha Maicon, que, como ele, não saberá bem a quem pedir instruções... Se Jesualdo quer puxar dos seus galões de Professor tem que perceber isto, acho eu. Porque lançar jovens é fácil, até eu os lançaria - é só redigir a ficha de jogo. O mais difícil é suavizar-lhes a aterrisagem...

Re: Pedagogia

É bom voltar a ter-te aqui no relvado com a antiga dedicação. :) Quem lê agradece, sem dúvida. Muito bem escrito, se bem que a Taça da Liga ainda não tem o devido tempo de forma a instalar-se de forma preponderante no calendário competitivo. O seu formato não ajuda...e toda a polémica em que está envolta a transformou numa taça de cariz claramente secundário. Isso reflecte-se nas equipas e treinadores. Enquanto não for levada a sério por ambos (e aqui ambos é para ser lido como clubes e responsáveis do nosso futebol), iremos ter uma coisita insonsa, que acaba por ter a mesma atenção que a tal Liga Intercalar. Nesta perspectiva, disseste tudo e concordo em pleno...pelo que fica nova dívida de um bem escrito. :) Abraço.

Re: Pedagogia

Eheh... obrigado pela achega! ;) Sabes que este laivo de dedicação já me custou meia manhã de trabalho, porque eu não sou pessoa de atirar um comentário e deixá-lo ganhar pó... lol. Mais do que redigir um comentário, gosto é de responder às respostas (:p), o que origina um debate enriquecedor mas sorvedor de tempo... ;) Quanto a esta amaldiçoada Taça da Liga, eu acho que inha tudo para vingar, menos a sua regulamentação amadora. Se reflectires bem, chegas à conclusão que poderia funcionar como uma espécie de troféu-prémio dos melhores da época transacta, filtrando ao máximo intrusos menores, que, se quisessem lá figurar teriam que passar por muito mais etapas (qual Champions... lol). E se reflectirmos todos, concluímos que são os clubes que fazem as competições. Ou seja, se os três grandes começassem a poupar jpgadores no Campeonato para os utilizar na máxima força na Taça da Liga, por exemplo, já viste a importância que ela ganharia?... ;) Nem tanto ao mar, nem tanto à terra. Mas acho que os investimentos dos maiorais devem cobrir um leque o mais vasto possível de competições. Se querem ser mesmo grandes, mostrem que têm arcaboiço para estar em paralelo em várias competições ao mesmo tempo, todas as épocas, não achas? Abraço!

Re: Pedagogia

Acho. Claro que sim! Aliás, quando a ideia germinou, achei-a fantástica, podendo almejar a que os clubes granjeassem níveis de competitividade que nos permitissem ombrear com os campeonatos de topo. Mas cedo me apercebi que isto é um bébé do Loureiro, que pode ter muita coisa boa...mas que não passa de um pavão em busca de poleiro maior. De qualquer das formas, quero acreditar que, com o tempo e após uma reformulação da organização da prova, esta Taça da Liga poderá entrar de forma coerente no calendário futebolístico português. Esta treta de grupos desaparecia; era a eliminar como a Taça de Portugal; exigência de mais portugueses nas equipas titulares e um prémio considerável...ias ver os cães todos a um osso! E ainda poderíamos assistir em prime time à qualidade de jovens e jogadores que não estamos assim tão habituados a ver. Inglaterra e Espanha fazem isto. Porque não Portugal...até porque temos a fama de sermos exportadores de grandes talentos do futebol? Gostei do que falaste sobre a integração de jogadores. Dava tudo para ver o puto Camara a jogar ao lado do Javi e do Aimar, por exemplo. E já nem falo do Roderick ao lado do Luisão ou do David Luiz, ou mesmo do Oliveira com o Saviola. Mas não. Éder Luis é que é bom!!!

Re: Pedagogia

Eu não abolia os grupos, antes pelo contrário, é isso que lhe dá graça. Continuando a nossa analogia de ontem, se vires bem, tanto no PES como no FIFA, os modos de jogo são "Campeonato", "Taça" e "Torneio". este último é uma junção dos dois anteriores, e poderia ser a nossa Taça da Liga. O que lhe mudava era a calendarização. Poderia ser engraçado disputar-se, por exemplo, na pré-época ou imediatamente antes da época começar (espécie de "Torneio de Abertura" argentino). O que achas? Redige-se a proposta para entregar na Liga de Clubes, que é mesmo à beira da minha nova casa?... Lol

Re: Pedagogia

Epá, esse posicionamento estratégico tem que ser aproveitado. :) Eu sinceramente não consigo achar grande piada a isto dos grupos. Não sei muito bem porquê, devo apontar... de qualquer das formas, também estou contigo. A calendarização disto parece que foi feita a pontapé...e seria sempre o primeiro passo para uma mudança coerente. Assumir esta taça como uma primeira competição, como disses, poderá ser interessante. Dava uma motivação extra para o arranque do campeonato e obrigava a indíces de competitividade iniciais à partida. Mas eu pessoalmente aproveitaria o mês de Dezembro para isto. Concordo com o Jesus quando ele diz que aquele mês é para se jogar futebol! Porque não aproveitar um arranque na pré-época da Taça da Liga, seguindo-se Dezembro e princípio de Janeiro, terminando na Quaresma?? Quase que ficava uma competição sagrada. :)

Re: Pedagogia

Também é uma ideia a explorar. Uma paragem durante o mês de Dezembro. Mas aí não poderiam haver chico-espertos que se eleminassem d epropósito para passar um Natal mais tranquilo?... Eheh...

Re: Pedagogia

Muito boa análise das coisas , tens toda a razão . E mais, se a estes jogadores ,que quase nunca jogam , se lhes corre mal o jogo ficam logo com o rótulo de "flop", e injustamente . Porque até os melhores jogadores do mundo foram entrando aos poucos nas equipas mais rotinadas casos de Ronaldo e Messi por por exemplo e agora são eles que ajudam os colegas mais novos . Agora meter estes menos rotinados todos de uma vez , isto não é uma equipa , mas sim um grupo de jogadores ,e ou muito me engano ou vai ser um desafio fraco , pastoso e sem fio de jogo algum . Cumps

Re: Pedagogia

É o que se pode chamar de fazer uma fogueira grande para queimar todos de uma vez... :p Também acho que a verdadeira ciência da rotatividade está em incluir 2 ou 3 novidades de cada vez, que com o tempo deixam de ser novidade... Abraço!

Re: Pedagogia

concordo contigo... embora uma ressalva, esta é uma competição para ganhar com os menos rodados ;) já na altura critiquei quando se dizia que o Bollati nunca rendeu quando jogava... para mim uma coisa é por um 11 que nunca esteve junto, nunca treinou junto, sem rotinas , sem nada... isto para mim não é uma hipótese ou chance, é queimar o jogador... devia se deixar a base da equipa e substituir sim 5 ou 6 jogadores.