Mercado Argentino | Relvado

Mercado Argentino

 

De Yazalde a Beto Acosta. Do fanatismo exacerbado do benfiquista comum a Cannigia. Passando pela tríade Lucho-Licha-Tecla, são muitos os casos de sucesso de jogadores argentinos no nosso país. E que, além de demonstrarem uma qualidade acima da média, não se comportam de forma leviana e mercenária, comparativamente com os seus vizinho brasileiros, na gestão séria da sua profissão e no respeito pelos clubes que representam. Basta ver o exemplo Duscher que ao ser contactado para representar um clube em Portugal, recusou pelo simples argumento de que cá só vestirá a camisola leonina! Comportamento, aliás, muito mais íntegro e moral do que em muitos jogadores portugueses formados no clube.Com este tipo de mentalidade e com uma postura recta, o jogador argentino preconiza uma espécie de espírito futebolístico já muito raro no futebol mundial, demonstrando ser uma espécie em vias de extinção, mas que incorpora muito daquilo que nós chamamos o amor à camisola!Ou seja, andamos nós em Portugal a fazer a mesma aposta contínua no mercado brasileiro, em que são mais as perdas do que os ganhos, e procuramos novos mercados como os de Leste e o africano, quando na "Terra das Pampas" existem jogadores de classe inegável e com uma dedicação única no mundo!Saudações Leoninas.skin69

Sporting:

Comentários [17]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

se for feita regra desse mercado...

...passa a haver erros como em todos os outros É a regra das probabilidades

Mercado da moda!

Nos anos 70, o que estava a dar era ir ao comércio (mercado) da rua Augusta ou rua do Oiro. Nos anos 80, surgiram as primeiras empresas do tipo Grandela entre outras, um pouco à imagem do hoje El Corte Inglês. Nos anos 90, muito do melhor comércio fez-se sobretudo nas feiras! No novo século, o mercado mais solicitado e mais frequentado é o dos centros comerciais. No futebol, como em quase tudo na vida, é tudo uma questão de moda! Em todo o mundo existe, em qualquer país, em qualquer lugar existe sempre um grande jogador. Poderá é ser grande lá na sua terra e não o ser aqui. Quero com isto dizer, que prefiro mil vezes apostar primeiro no jogador Português (já agora essa do jogador Português parecer um "pesetero" tem muito que se lhe diga, pois vir ganhar para o futebol Português 1000€ para um Argentino ou um Brasileiro não é o mesmo que para um Português em Portugal, com toda a sua vida aqui feita!). 10G

Um mercado como outros!

O mercado argentino é um mercado como os outros que necessita, antes do mais, de bons olheiros capazes de detectar jogadores com bom futuro e de preço interessante! Esse é, aliás, o principal problema de qualquer mercado e o motivo porque, os clubes portugueses se viram quase sempre para o Brasil! É que no país irmão é sempre possível arranjar alguém que seja capaz de dar informações sobre jogadores que possam interessar! Os clubes portugueses, mesmo os melhores, têm pouca organização de scouting (com alguma exocepção do FC Porto) e ficam assim dependentes dos jogadores que empresários, alguns bem pouco escrupulosos, lhes tentam vender! Da Argentina já vieram bons e maus jogadores mas se se pretender uma posição forte nesse mercado, importa ter boas e credíveis informações que ponham o clube interessado na pista certa!

Re: Um mercado como outros!

Os clubes portugueses, mesmo os melhores, têm pouca organização de scouting (com alguma exocepção do FC Porto)... Olha que tanto, Benfica como Sporting, já lá têm uma verdadeira legião de estrangeiros nas camadas jovens.

Re: Um mercado como outros!

Amigo, eu vou só responder em relação ao meu Sporting e ao teu Porto. Porto: Juniores A - 8 Juniores B - 2 Juniores C - 1 Total - 11 Sporting: Juniores A - 6 Juniores B - 5 Juniores C - 1 Total - 12 Como se vê a diferença não é assim tão grande como deduzo que tinhas pensado que fosse. Cumps.

O que é Nacional é bom..

e não me refiro ao clube da Madeira que a partir deste ano se voltou mais para o mercado nacional e com os resultados que saltam à vista. Nós somos tão bons ou melhores do que eles.. O que nos distancia é que com um Juan temos mais tolerância do que com um João,e isso meus caros relvas, é algo que ultrapassa os jogadores e se extende a treinadores e tudo o que vem além fronteiras.

Vejamos....

...exemplos de sucesso são dignos de destacar, mas não nos esqueçamos que existem igualmente flops. Portanto, em nada são diferentes dos vizinhos Brasileiros que obviamente têm um idioma e cultura diferente. O mercado Brasileiro está para o futebol Português assim como o mercado Argentino estava para o mercado Espanhol. É fácil perceber porquê. Felizmente conseguimos trazer do mercado sul americano excelentes jogadores e desde que se traga qualidade, nada contra. Duscher, desculpa que o diga, não vem porque o dinheiro que lhe pagam lá fora é bem superior do que o dinheiro que iria ganhar por cá em qualquer um dos ditos "grandes". É bonito ouvir essas palavras de simpatia a um clube que representou e que certamente guarda um enorme carinho, mas não nos devemos esquecer que ele é um profissional e na hora da verdade, em vez de ir para o desemprego e optar por um rival... acham, que ele escolheria o quê ? A escolha de jogadores estrangeiros deveria ser em último recurso escolhendo de preferência jogadores de potencial elevado e baixo risco, porque a opção principal deveria recair sempre no mercado nacional e nos jogadores formados nos clubes. É claro que as coisas têm de ser feitas com pés e cabeça, mas já se demonstrou que o equilíbrio é possível tal como aconteceu com o FCP de Mourinho que muitas alegrias deu ao Porto e a Portugal.

Re:Quantos argh!entinos tinha naquele

Time do Mourinho? E quantos brasucas? Paulo Araújo

há jogadores que não enganam!

e há também clubes que não enganam!

Re: há jogadores que não enganam!

Vá..ainda te falta ai...12-1=11..dass..tristeza..

Re: há jogadores que não enganam!

O mesmo se passa com os clones!

Re: há jogadores que não enganam!

na percas tempo a responder a estes palhaços. filho de pai bebado e mae puta só pode sair assim atrasadinho

No Porto a ida ao mercado argentino não é regra,..

..é decreto! O problema para muitos clubes em virarem-se para este mercado é o preço dos jogadores que está claramente inflacionado comparativamente ao mercado brasileiro. Da minha parte e salvo uma ou outra excepção (benitez e bolatti) estou muito satisfeito com os argentinos do Porto, em particular obviamente com a fabulosa dupla Lucho e Lisandro.

O que mais aprecio

nos jogadores argentinos, é mesmo a raça, em regra geral, que sejam bons ou maus futebolistas, dao sempre o litro em campo. Quanto aos jogadores de qualidade, existem sim ! Mas sao dificeis de alcançar, pois a concorrência dos clubes com mais possibilidades nao dao hipoteses ! Mesmo assim, "os nossos" clubes conseguiram recentemente jogadores como Lucho, Lisandro, Mariano ou Di Maria… Com isto tudo, nao podemos nos esquecer do mercado português, pois o jogador Português, bem trabalhado e bem motivado, é maquina ! Cumps.

Existem mais

Grande qualidade: Mareque Benitez Bolatti

Re: Existem mais

LOL

Meu caro,

o mercado Argentino é bom Sim Senhor. Os jogadores normalmente têm uma qualidade bem acima da média, têm raça, atitude e determinação (o que falta a muitos brasileiros, por exemplo) mas também há flops... e não são poucos! Desde Bossio, Benítez, Esnaider, Kmet, Hanuch, Andrés Diaz, Mauro Airez, Lucas Mareque, Walter Paz, etc... Diria até que em Portugal passaram mais flops que os bons jogadores, mas não há uma regra a seguir em nenhum país quanto a bons jogadores.