Marco Silva: “Estamos confiantes para o Jamor” | Relvado

Marco Silva: “Estamos confiantes para o Jamor”

Treinador do Sporting fez a antevisão do jogo com o Nacional.
 
Marco Silva (Sporting) em conferência de imprensa

Marco Silva, treinador do Sporting, fez esta terça-feira a antevisão do jogo com o Nacional, amanhã, em Alvalade. O técnico assegurou que o empate frente ao Paços de Ferreira não vai ter reflexos no jogo da segunda mão da meia-final da Taça de Portugal.

Destaques da conferência de imprensa:

Nacional – “Não estou na cabeça do Manuel Machado, não espero diferenças. Não se altera o trabalho de meses em poucos dias. É uma equipa muito forte em ataque rápido, mas terá de ter algumas cautelas. Espero um Nacional à imagem do que foi na Choupana. Vamos assumir o jogo e o Nacional a espreitar a possibilidade de sair em contra-ataque. É uma meia-final, um jogo que tem algum peso. Queremos estar ao nosso nível, temos um adversário bom pela frente”.

Estratégia do Sporting – “A estratégia passa por garantir a presença no Jamor para poder conquistar a Taça de Portugal. Queremos vencer, mas sabemos que outro resultado nos pode dar a passagem à final”.

Consequências do empate com o Paços de Ferreira – “Ficámos desiludidos com o resultado, sabemos que houve situações que nos poderiam dar a vitória de forma natural, mas o pormenor faz toda a diferença. Já estamos noutra competição, esquecendo o resultado mas não os pormenores que nos têm causado dissabores. Estamos confiantes para o Jamor. É o sentimento que vejo no grupo, com ambição tremenda”.

Pressão da Taça – “A pressão tem de fazer parte da vida diária, é saudável. Trabalhamos tanto para chegar a esta fase da prova, não faz sentido estar agora a pensar na pressão. Temos de saber conviver com isso”.

Continuidade no clube – “Não me vou estar a referir a isso, não faz sentido entrar por esse caminho. Faz sentido é estarmos todos focados na nossa determinação. Importante é o jogo de amanhã. Nada mais nos pode tirar o foco ».

Slimani em condições? – “Ontem e hoje treinou. Teve um desgaste grande, quando chega aquele limite podia contrair uma lesão e não era bom. Não podíamos correr riscos. Fez trabalho de recuperação e estará, à partida, em condições”

Boicote dos árbitros na Liga – “Fui confrontado com a situação hoje e não tenho muito a dizer. Espero que quem tem responsabilidade que resolva os problemas para bem do futebol nacional”.

Sporting:

Comentários