Couceiro: Sporting entra sempre para ganhar | Relvado

Couceiro: Sporting entra sempre para ganhar

O treinador do clube de Alvalade reconheceu que o FC Porto é favorito para o encontro deste domingo,
 

José Couceiro reconheceu que o FC Porto é favorito para o clássico deste domingo, mas considera que a sua equipa tem "muitas hipóteses para vencer".

Na conferência de imprensa deste sábado, o treinador do Sporting avaliou as possibilidades das duas formações e a postura que os leoninos deverão ter: "O Sporting tem que assumir que entra em todos os jogos preparado para ganhar. Temos que nos preparar para vencer, não podemos pensar que um empate é um bom resultado, pois pode ser mau, uma vez que não sei como vai decorrer o jogo. O FC Porto é favorito, mas isso não significa que não tenhamos hipóteses, pois temos muitas".

Elogios aos novos campeões nacionais não faltaram: "O FC Porto está a fazer um campeonato fantástico, é a equipa mais forte em Portugal e, por jogar em casa, é favorito, mas o Sporting tem a obrigação de disputar o jogo com qualquer adversário".

Os nortenhos estão a seguir um percurso sem qualquer derrota no campeonato, mas Couceiro lembrou que isso não significa que a turma de André Villas-Boas é imbatível: "O FC Porto já perdeu em casa para todas as competições, exceto campeonato, por isso não é uma equipa imbatível".

Dez jogadores formados no Sporting na Europa

O feito histórico de FC Porto, Benfica e Sporting de Braga na Liga Europa não foi esquecido por José Couceiro, que lembrou os vários jogadores formados no Sporting presentes nas fases decisivas das competições da UEFA.

"É importante para Portugal e para o nosso futebol, até pela situação em que o país está. É importante também estarem quatro treinadores portugueses nas oito equipas das meias-finais, mas também o facto de estarem 10 jogadores formados no Sporting nessas equipas", referiu o técnico leonino.

Os atletas em causa são: Beto, Miguel Garcia, Emídio Rafael, Custódio, Hugo Viana, Carlos Martins, João Moutinho, Varela, Ronaldo e Nani.

Sobre a estreia de Izmailov aos convocados, esta época, Couceiro garantiu que o russo pode ser utilizado e explicou que este era o melhor momento para a sua reintegração: "Izmailov sentiu-se bem melhor, o que é normal, pois tem mais uma semana de trabalho. Não joga há muito tempo, é normal que não esteja na sua melhor condição, mas é o momento para começarmos a sua integração. Pode ser utilizado. Não está a 100 por cento da qualidade que nos habituou, mas, se não estivesse em condições, é evidente que eu não o chamaria".

"Tinha, enquanto diretor-geral, a obrigação de tudo fazer para trazer um excelente jogador de volta ao seu clube. Penso que todos nos sentimos satisfeitos, fiz o que tinha que fazer", concluiu José Couceiro, lembrando a sua anterior função, que coincidiu com o momento do regresso de Izmailov aos trabalhos com o plantel.

Acompanhe os artigos do Relvado no Facebook e no Twitter.

Sporting:

Comentários