EXCLUSIVO RELVADO: Cadete "disponível para o Sporting" | Relvado

EXCLUSIVO RELVADO: Cadete "disponível para o Sporting"

Antigo avançado deseja regressar a Alvalade e revela que o seu voto nas eleições de dia 26 será para
 

Jorge Cadete, sócio do Sporting e antigo jogador do clube, tem acompanhado a campanha para as eleições do Sporting com todo o interesse. E neste momento hesita entre dois candidatos: Dias Ferreira e Bruno de Carvalho. Uma coisa é certa: gostaria de regressar aos leões, quem quer que seja o vencedor a 26 de Março.

"Estou disponível para servir o Sporting em qualquer área. E gostaria de receber um convite de um dos candidatos, porque acho que fazem falta antigos atletas que tragam a mística de volta", confessa ao Relvado. Mas Cadete faz questão de dizer que não gostaria de ser mal interpretado. "Esta disponiblidade não pode ser entendida como alguém à procura de um "tacho". Muitas vezes esquece-se o que os antigos futebolistas fizeram pelo clube e a mais-valia que podem ser em outros cargos. Estive no Sporting 12 anos, foi lá que me formei e me afirmei como jogador", realça.

E dá o seu próprio exemplo para justificar essa necessidade de referências. "Quando estava nas camadas jovens do Sporting olhava para os técnicos que lá trabalhavam e pensava que um dia queria ser como eles, grandes figuras do clube. Estou a pensar em pessoas como Vitorino Bastos, Marinho, Hilário da Conceição... São homens como estes que fazem falta ao Sporting", defende.

Rijkaard e Futre agradam

Jorge Cadete elogia o candidato Dias Ferreira. "É alguém que tem estado dentro do clube nas últimas décadas e por isso tem um conhecimento profundo dos problemas e sabe o que está mal e tem de ser alterado". E concorda com a escolha para treinador. "Frank Rijkaard é um representante da escola holandesa que foi implementada com muito sucesso no Barcelona por Cruyjff e depois prosseguida por ele e Pep Guardiola. Rijkaard, apesar de ter poucos títulos como treinador [dois campeonatos, duas supertaças espanholas e uma Champions, todos ao serviço do Barcelona] é uma boa aposta", frisa.

Jorge Cadete cumpria a primeira época como profissional no Sporting em 1987/88, quando Rijkaard passou alguns dias a treinar-se no clube. "Lembro-me que realizámos algumas sessões de trabalho em Tróia e até tenho lá em casa uma fotografia minha ao seu lado. Mas depois houve aquele problema com a inscrição e ele foi para o Saragoça", recorda.

Paulo Futre é o vice-presidente para o futebol de Dias Ferreira, uma escolha que também agrada ao antigo ponta-de-lança. "Ele já deu provas da sua capacidade como director desportivo no Atlético de Madrid. Realizou um excelente trabalho, ainda para mais se nos lembrarmos quem era o presidente [Jesus Gil Y Gil]. Não deve ser fácil trabalhar com ele...", atira. E acrescenta que "está na hora de acabar com o preconceito de não aceitar de volta ex-jogadores que alinharam em clubes rivais". Um perfil em que o próprio Cadete encaixa, pois como se sabe passou pelo Benfica.

Reaproximação aos adeptos

Bruno de Carvalho, o mais jovem candidato à presidência leonina (38 anos), agrada igualmente a Cadete. "Já li o seu programa eleitoral e penso que vai de encontro aos valores do Sporting de antigamente, haverá uma tentativa de reaproximação aos sócios . Uma das suas prioridades é a aposta na formação, contando para isso com a ajuda de grandes figuras do Sporting. E também o reforço do departamento de 'scouting', algo que considero essencial porque o Sporting não pode contratar por dvd e tem de estar mais interventivo no mercado nacional", defende.

Cadete afirma que "é essencial que o clube se volte a aproximar dos seus sócios, porque sem eles tudo fica mais difícil". Para isso, defende que se realizem mais treinos abertos ao público. "No meu tempo o campo de treinos era o lado do estádio e passavámos pelas pessoas todos os dias. Desde a construção da Academia, houve uma barreira que levou ao afastamento dos adeptos", destaca.

Quanto à equipa de futebol, o antigo avançado diz que não é tão má como muitos a pintam. "Evidentemente que são necessários reforços, mas não é preciso uma revolução. E às vezes os grandes nomes que chegam do mercado internacional não se conseguem impôr e praticamente não jogam. E insisto: é preciso dar mais atenção ao mercado nacional, inclusivamente a divisões secundárias", diz.

Sporting:

Comentários [7]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

ESTE QUER TACHO

como ponta de lança eras bom mas nao assim tao bom como o liedson, se queres tacho vai para a campanha do godinho lopes, se votares no BC AGRADECEMOS, porque de resto não trazes nada de valor ao SCP

É um mito

Eu acho que os clubes não podem ser albergues ou asilos de todos os grandes jogadores que por lá passaram! Obviamente, que é importante ter na estrutura ex jogadores mas apenas e só aqueles que tenham competência profissional para o ou os cargos que se encontrem por preencher! Infelizmente, nos últimos vinte cinco anos não encontro muitos jogadores de referência no SCP, exceptuando talvez Oceâno e Carlos Xavier e mesmo estes pouco ganharam pelo clube.
Cadete está disponível, ainda bem que está, mas isso não basta, tem que ter qualificação e competência para um lugar! Mais que Cadete terão, com toda a certeza, Balacov, Litos, Inácio, Paulo Torres, José Lima, Pedro Gomes, Manuel Fernandes, etc, etc e não há, nem pode haver, lugar para todos. Cadete que se fique com as suas boas intenções e que se prepare e começe a mostrar resultados para um dia, quiçá, ser útil ao clube. Dizer que se quer não chega!

Quem não se lembra de este

Quem não se lembra de este individuo rescindir com o SCP para ir para o Benfica, e festejar um auto golo do Beto como se o própio metesse numa final da liga dos campeões.
Gente desta não faz falta nenhuma, este Cadete faz parte dos idolos que foram idolatrados no SCP sem nunca terem nem categoria nem caracter para jogarem no clube.
Faz parte como o Oceano do periodo mais negro da historia do clube onde não se ganhou nada.

Ora cá está um homem

Que sempre admirei

Seja bem vindo a este forum Cadete

Serei mais um a juntar-me aos

Serei mais um a juntar-me aos que criticam estes gajos, porquanto trata-se efectivamente de pessoas que querem um tacho. Triste Sporting que só tem sabido formar crápulas.
Em atenção ao jornalista: a um jornalista compete-lhe transcrever o que outrem disse mas não da forma incorrecta como o disse, como é o caso desta passagem: "Já li o seu programa eleitoral e penso que vai de encontro aos valores do Sporting de antigamente…” Um bom jornalista, que domina a sua língua, saberia escrever em bom português, isto é, deveria ter escrito: vai ao encontro de. E nunca “de encontro a”, que é justamente o contrário, contra a.

Sportinguismo...

De súbito, começam a aparecer ex-"glórias "do clube que agora confessam o seu Sportinguismo!...mas no momento em que podiam ter regressado aindas como atletas, preferiram o nosso rival, como é o caso de Futre e Cadete ( já sei , são profissionais precisavam de ganhar a vida!...) mas não será que querem voltar outra vez porque estão precisando de ganhar a vida ?...Será que não entendem que os sócios e adeptos que os aplaudiram no passado como eu, têm "coração verde " e não perdoam traições... estou a lembrar-me de forma como Futre festejou o ultimo golo que marcou com a camisola vermelha ao Sporting!... temos muitas "velhas glórias que deviam voltar, daquelas foram e são sempre fieis, cabe ao candidato que ganhar, saber escolher...

Cadete, em vez de falares,

Cadete, em vez de falares, vai mas é dia 26 votar no Bruno de Carvalho!
O Dias Ferreira também não serve - apoiou o Bettencourt durante anos, esteve directamente ligado à merda em que estamos e, ainda por cima, trouxe o traidor do Futre.
Bruno de Carvalho!