A sorte não quis nada connosco (crónica) | Relvado

A sorte não quis nada connosco (crónica)

Caímos de pé, nos penáltis, diante da campeã mundial e europeia. Mas se a Espanha fosse eliminada ta
 
Euro 2012: Portugal-Espanha (Moutinho falha grande penalidade)
FRANCK FIFE/AFP/GettyImages

Portugal foi eliminado pela Espanha nas meias finais do Euro 2012, na terrível decisão por grandes penalidades. A verdade é que seria injusto qualquer equipa ficar pelo caminho... A sorte quis que fossem os espanhóis a seguir em frente.

Foi a primeira vez em fases finais que Portugal foi eliminado nas grandes penalidades, depois de ter ultrapassado a Inglaterra no Euro 2004 e no Mundial 2006.

A equipa nacional começou pressionante e a ganhar dois pontapés de canto seguidos. No primeiro, Miguel Veloso quase marcou, atirando diretamente para a baliza e obrigando Casillas a boa defesa.

A Espanha tinha dificuldades em apresentar o seu habitual futebol curto de trocas de bola constantes, dada a enorme pressão dos médios portugueses e também pela forma como os centrais Pepe e Bruno Alves subiam no terreno, jogando em antecipação.

No entanto, aos 9' os espanhóis tiveram grande ocasião de golo, com o remate de Arbeloa a passar perto da barra.

Aos 13' Cristiano Ronaldo "soltou-se" pela primeira vez, arrancando pelo lado esquerdo e cruzando com perigo, mas sem o desvio na área que se pedia.

A partida era muito tática e notava-se que os espanhóis não tinham o habitual à-vontade, perdendo mais bolas do que é usual. Iniesta era o mais perigoso e aos 29' Portugal pode agradecer aos deuses, pois o remate do médio passou a poucos centímetros da baliza.

Logo a seguir, resposta de Cristiano Ronaldo, com remate muito perigoso.

Até ao intervalo, o jogo manteve-se superequilibrado. O grande destaque português era Moutinho, um mouro de trabalho, a roubar muitas bolas. Bem secundado por toda a equipa, entenda-se...

O empate que se verificava no final dos primeiros 45 minutos era justo, pois houve duas oportunidades de golo para cada lado e até na posse da bola havia equilíbrio, com ligeira superioridade espanhola. Dava a ideia que a primeira equipa que marcasse sairia vencedora.

Del Bosque impaciente

Vicente del Bosque não esperou muito tempo para operar a primeira substituição, com Fabregas a render Negredo aos 54'.

Hugo Almeida, que até então não tivera oportunidade de se mostrar, apareceu com dois remates no espaço de dois minutos. O primeiro relativamente perigoso, o segundo nem tanto.

Aos 60' nova alteração na Espanha, com Jesus Navas a substituír David Silva, que estava a protagonizar  exibição apagada.

O meio campo português continuava a funcionar na perfeição no capítulo defensivo. Mas aos 64' já havia três defesas portugueses com amarelo: Coentrão, Pepe e João Pereira.

Durante cerca de cinco minutos, entrou-se numa fase de algum desnorte português, com passes falhados em zonas comprometedoras, que felizmente não tiveram consequências nefastas. E num lance até se viu Hugo Almeida a defender... entre os centrais portugueses, atrasando uma bola para Rui Patrício.

Mas logo Portugal voltou a crescer, sempre comandado por um Super Moutinho e com todos os jogadores com os níveis de concentração no topo. Mas sem correr grandes riscos. Aliás, também o nosso rival não os corria, pois já estavamos no último quarto de hora do tempo regulamentar e qualquer erro poderia ser a morte do artista.

Aos 81' Paulo Bento mexeu pela primeira vez na equipa, com Nelson Oliveira a entrar para o lugar de Hugo Almeida.

Cristiano Ronaldo continuava a ter força para uma ou outra arrancada e ganhou dois livres ao seu jeito, que se transformaram em três, porque na sequência de um deles houve falta de um jogador da barreira. Mas decididamente, a pontaria não estava afinada...

Aos 85' toda a defesa portuguesa ficou amarelada: só faltava Bruno Alves, que viu a cartolina à quarta falta que cometeu.

Aos 86' Del Bosque esgotou as substituições, colocando Pedro no lugar de Xavi.

Em cima dos 90' Ronaldo desperdiçou a melhor oportunidade de todo o jogo, isolado perante Casillas - embora, diga-se, sem o melhor ângulo de remate - depois de um rapidíssimo contra-ataque de quatro para dois.

Portugal tinha uma importante vantagem para o prolongamento. Para além de ter mais dois dias de recuperação relativamente ao último jogo, Paulo Bento ainda podia fazer duas substituições. Mas não voltou a mexer antes do início do prolongamento.

No prolongamento, cautela e caldos de galinha por parte das duas equipas, pois claro... Miguel Veloso já acusava cansaço e pedia a substituição.

Patrício salvador

E após 505 minutos de competição no Europeu, Rui Patrício foi obrigado à sua primeira grande defesa (enorme defesa!) a remate de Iniesta, o que diz bem do bom comportamento defensivo português. Logo a seguir, Sergio Ramos atirou muito perto da barra, de livre direto.

O final da primeira parte do prolongamento, logo a seguir, foi uma benção para a nossa equipa. A Espanha estava claramente por cima!

No recomeço, Custódio rendeu o superdesgastado Miguel Veloso, que ainda por cima já tinha amarelo. Quem continuava com a "corda toda", a fazer pressão alta, era Moutinho.

Aos 111' nova grande defesa de Rui Patrício, desta vez a remate de Jesus Navas e logo a seguir, Varela substituiu Varela. Nani derivou para uma posição mais central.

Fábio Coentrão também era um gigante: foram 120 minutos em correria constante e com vários cortes decisivos, um dos quais nos últimos minutos, quando a Espanha estava muito perto do golo.

Os espanhóis foram mais perigosos no tempo extra, com Pedro em grande plano, mas Portugal respondeu sempre com grande abnegação e em momento algum o domínio do nosso rival foi esmagador. E lá fomos para a terrível decisão nas grandes penalidades...

Patrício defendeu o primeiro penálti, de Xabi Alonso, mas Casillas respondeu, parando o tiro de Moutinho. Na nossa quinta grande penalidade, Bruno Alves atirou à barra e depois Fabregas pôs a Espanha na final, com a bola a tocar ainda no poste.

Seleção:

Comentários [54]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

loles,

mas vários de vocês não disseram que os íamos comer? o que esperavam, nabos?

Não foi só SORTE o treinador Espanhol deu um baile ao P.B. nas

substituições. Quando ainda nos 90 minutos e mesmo antecipando o prolongamento, gastou todas as substituições e mete dois alas, que deram cabo de nós.
Só não venceram no prolongamento, porque a SORTE bafejou-nos a nós..., agora espero dos defensores do Nani a análise ao jogo deste MERDAS, neste Europeu só teve um jogo acima da mediania com a Dinamarca, nos restantes os media é que tentaram elevá-lo a protagonista...
O Moutinho (Maçã Podre) não merecia ter falhado a penalidade, fez um Europeu soberbo.

P.S. - Para quem partiu como cá o "JE" sem nenhumas expectativas nesta equipa (o melhor seria sair-mos de lá com um empate com a Dinamarca), honra lhes seja feita, fizeram com que os respeitasse, embora sempre com a pulga atrás da orelha (este Paulinho Tranquilidades é fraco, nem para aprendiz do Vicente Del Bosque serviria...), a FINAL, já se foi..., agora como foi possivel manter o Nani no jogo, quando não estava a fazer nada (a este tipo de jogadores, pede que desequilibrem e não baralhem/compliquem, só que o estatuto (qual??? o que é que já fez o Nani???), são é os lóbisque obrigam/ levam a que jogue SEMPRE...)!!! LOL
Quem não mereceu ser seleccionado ( só dos que jogaram, ou entraram...), Hugo Almeida, Nélson Oliveira ainda (piores que o Postigol), a espaços João Pereira e Nani (só jogou bem contra a Dinamarca), nos restantes enormes Pepe, Ronaldo, Moutinho e muito perto Coentrão, "Brutus" Alves, segue-se o Prison Break e o Pastorício uns patamares abaixo o da zona J de Chelas, Nani e o Postigol (embora sem comparação com os outros dois podões, grandes são, jogar à bola, sabem pouco...)!!!
Tiveram mais uma oportunidade única, afirmo tal acabou-se a chegada a quartos de final meias finais das grandes competições (Europeus e Mundiais), a fornada que aí vem não tem capacidade para ultrapassar as fases eliminatórias para lá chegar, não quiseram apostar em Guineenses (alguém achou ali a nova árvore das patacas) e demais estrangeirada nas camadas jovens, agora colhem o que semearam...???!!! NADA de NADA ou muito esporádicamente um jogador jovem que valha a pena e PORTUGUÊS (não de segunda ou terceira...) Só TRETALOLANDO

concordo e estava a pensar o mesmo

estivemos sempre perto de chegar a um título, deixámos sempre as oportunidades fugirem-nos por entre os dedos (a final em CASA contra a GRÉCIA então, foi de bradar aos céus... só faltava terem-nos colocado a jogar contra 11 espantalhos na final, para o adversário ter sido mais em conta!)...

tão cedo não voltamos a cheirar a meta, e dizes bem acerca da continuidade: não há. Não há ninguém a sair dos putos. Nada. Zero.

Quando tivemos as oportunidades de fazer algo com a qualidade de jogadores que tínhamos, não as aproveitámos (a final contra a puta da grécia e a jogarmos em casa, por amor de deus!!!). Agora? ... só na playstation.

...

...olha o zezinho da caravela.

"Não vamos torcer"?!?!?!?!? "Contra ventos e tempestades"?!?!? O que eu me ri, pá... :)
Pedestais de cartão, indeed...

tens razão, realmente

a jogar em casa contra a colossal selecção grega... mau de mais... sempre estivemos perto de chegar a um título? desde quando?

Afinal deixam o Bruno Alves

Afinal deixam o Bruno Alves marcar um penalty todo a tremer...esperavam o quê? Ronaldo ficou "guardado" para marcar um pseudo-penalty decisivo que nem chegou a existir!!!
Não é vergonha nenhuma perder quando se joga assim, mas um jogador ir marcar uma penalidade hesitante...

a

culpa é do oliveira, então...

Do Oliveira? Não vejo

Do Oliveira? Não vejo como...nem sequer marcou penalty nenhum,
Se o culpas pela ineficácia...concordo e não concordo.
Concordo porque enquanto avançado não marcou nem deu a marcar nem destabilizou.
Não concordo porque sendo ainda um jovem, era um grande "peso" fazer dele o artilheiro num jogo de tamanha importância, e logo contra a Espanha!
O único culpado foi mesmo o Bruno Alves porque falhou, mas principalmente por ter ido marcar uma penalidade a tremer como varas verdes

tadinho

dele...

Tremenda desilução

Que tremenda desilusão.

O sonho estava ali tão perto.. maldita falta de sorte..

Parabéns a todos os jogadores.

Apesar de não concordar com muitas das decisões, verdade é que ultrapassamos os objectivos iniciais.

Que desilusão..

quando...

...no subconsciente dos jogadores esta em ajudar o ronaldo a ser o melhor do mundo,so podia dar nisto...mas a culpa nao é so dos jogadores,ve la bem o que foi a nossa c.social(escrita e falada), e tira as tuas conclusoes...foram dias e dias com capas do cr, ate parecia que so existia cr na seleçao...em varios jogos ou neles todos, o moutinho,coentrao e pepe, foram os melhores em campo!!! agora pergunto! quantas foram as 1ªs paginas com eles???

Parabéns Portugal

Fizeram muito mais do que aquilo que eu estava à espera, sinceramente duvidei que Portugal passasse da primeira fase, talvez também por não esperar uma Holanda tão fraca, passaram com muito mérito assim como jogaram muito bem contra a Rep.Checa e o resultado até foi escasso.

Nesta meia final estivemos bem, sempre algo receosos mas compreensivelmente das únicas vezes que demos mais espaço à Espanha eles iam marcando golo, não sou da opinião que a derrota é injusta, as equipas equivaleram-se dentro dos 120 minutos, a oportunidade mais clara até é para a Espanha com uma enorme defesa do Rui Patricio, qualquer equipa merecia ter ganho, agora que custou perder assim lá isso custou.

Grande jogo de Moutinho mais uma vez, fez um Europeu fantástico, falhou o penalty(um dos seus pontos fracos, nunca vou perceber porque é que o escolheram para marcar, será que os outros acobardaram-se?), grande jogo de Veloso talvez o seu melhor jogo neste Europeu, Coentrão uma máquina, Pepe e Bruno Alves fantásticos mais uma vez, João Pereira um Europeu sempre em crescendo, Meireles apesar de mais apagado que Veloso e Moutinho esteve bem, Nani muito irreverente, só lhe aponto o que apontei nos outros jogos falta-lhe soltar mais a bola, CR7 sempre muito nervoso a dar a ideia que queria resolver tudo sozinho, acabou o jogo em claro desgaste fisico, Hugo Almeida muito esforçado elogio-lhe isso mas pouco acerto.

Nelson Oliveira tal como ALmeida muito esforçado mas pouco acerto, Varela entrou mal no jogo numa fase que Portugal já começava a ficar encostado às cordas, Custódio entrou para dar alguma frescura ao meio-campo.

Paulo Bento, é um treinador que eu não gosto mas teve o seu mérito, levou Portugal ao Europeu quando parecia que tudo estava perdido, passamos uma fase de grupos teoricamente dificil, chegamos às meias-finais onde estavam presentes 3 das potências do futebol Mundial.
Parabéns a todos.

Cumprimentos

"a sorte nao quis nada conosco"???

...deve ser para rir!!!passamos 120 min. sem criar uma oportunidade de golo, e foi falta de sorte???falam do postiga, que nao vale nada??? pode nao valer nada,mas é o melhor dos tres...mas o mais gritante, é a maneira como a nossa seleçao joga,parece que teem obrigaçao de passar a bola ao cr..podem ir isolados(estilo meireles)e com grandes chanses de marcar,mas nao., passam a bola ao cr...basta uma equipa estudar esta seleçao para perceber que ate podem estar de frente ao gr, mas passam a bola ao cr...prontas a seleçao de ronaldo perdeu, agora quando a seleçao,voltar a ser a seleçao portuguesa, pode ser que consigamos atingir a gloria...

ele

quando a tem não faz nada de jeito, também...

Quando voltar a ser a seleçao portuguesa?

Então esta é o quê? Turca?

a resposta..

...esta mais acima...mas eu repito...esta é a seleçao de ronaldo...

?

que bem que ele joga nela...

soubemos cair de PÉ!!! muitos

soubemos cair de PÉ!!! muitos parabéns aos jogadores, equipa técnica e adeptos ( aqueles que acreditaram ).
joga-mos contra 2 equipas, uma joga muito a outra foi fraquinha....
Se ganhasse-mos dava um gozo tremendo... ainda assim fizeram-nos sonhar e acreditar que é possível um dia chegar lá.

MUITO OBRIGADO SELECÇÃO!

deve

ser, deve...

ainda me admira não haver um

ainda me admira não haver um abaixo assinado na SAD do Benfica para te mandar abater....

admira-me

não haver um portista que te tenha matado!

é verdade... olha deixa-me

é verdade... olha deixa-me adivinhar, porque eu não sou Portista, você não é Benfiquista você é parvo.... aliás ainda me pergunto porquê de o tratar por você.... puto jarila.... tenha mais orgulho naquilo que é nosso, ou não gostas da selecção?? torces-te pela espanha por estar no Benfica o Nolito, o Capdevilla, o Rodrigo e o Garay que jogou lá até há pouco tempo?

Tal

como tu és, puto rabeta? Não, não torci, burro!

Tem que ser

Platini Rules.