A sorte não quis nada connosco (crónica) | Relvado

A sorte não quis nada connosco (crónica)

Caímos de pé, nos penáltis, diante da campeã mundial e europeia. Mas se a Espanha fosse eliminada ta
 
Euro 2012: Portugal-Espanha (Moutinho falha grande penalidade)
FRANCK FIFE/AFP/GettyImages

Portugal foi eliminado pela Espanha nas meias finais do Euro 2012, na terrível decisão por grandes penalidades. A verdade é que seria injusto qualquer equipa ficar pelo caminho... A sorte quis que fossem os espanhóis a seguir em frente.

Foi a primeira vez em fases finais que Portugal foi eliminado nas grandes penalidades, depois de ter ultrapassado a Inglaterra no Euro 2004 e no Mundial 2006.

A equipa nacional começou pressionante e a ganhar dois pontapés de canto seguidos. No primeiro, Miguel Veloso quase marcou, atirando diretamente para a baliza e obrigando Casillas a boa defesa.

A Espanha tinha dificuldades em apresentar o seu habitual futebol curto de trocas de bola constantes, dada a enorme pressão dos médios portugueses e também pela forma como os centrais Pepe e Bruno Alves subiam no terreno, jogando em antecipação.

No entanto, aos 9' os espanhóis tiveram grande ocasião de golo, com o remate de Arbeloa a passar perto da barra.

Aos 13' Cristiano Ronaldo "soltou-se" pela primeira vez, arrancando pelo lado esquerdo e cruzando com perigo, mas sem o desvio na área que se pedia.

A partida era muito tática e notava-se que os espanhóis não tinham o habitual à-vontade, perdendo mais bolas do que é usual. Iniesta era o mais perigoso e aos 29' Portugal pode agradecer aos deuses, pois o remate do médio passou a poucos centímetros da baliza.

Logo a seguir, resposta de Cristiano Ronaldo, com remate muito perigoso.

Até ao intervalo, o jogo manteve-se superequilibrado. O grande destaque português era Moutinho, um mouro de trabalho, a roubar muitas bolas. Bem secundado por toda a equipa, entenda-se...

O empate que se verificava no final dos primeiros 45 minutos era justo, pois houve duas oportunidades de golo para cada lado e até na posse da bola havia equilíbrio, com ligeira superioridade espanhola. Dava a ideia que a primeira equipa que marcasse sairia vencedora.

Del Bosque impaciente

Vicente del Bosque não esperou muito tempo para operar a primeira substituição, com Fabregas a render Negredo aos 54'.

Hugo Almeida, que até então não tivera oportunidade de se mostrar, apareceu com dois remates no espaço de dois minutos. O primeiro relativamente perigoso, o segundo nem tanto.

Aos 60' nova alteração na Espanha, com Jesus Navas a substituír David Silva, que estava a protagonizar  exibição apagada.

O meio campo português continuava a funcionar na perfeição no capítulo defensivo. Mas aos 64' já havia três defesas portugueses com amarelo: Coentrão, Pepe e João Pereira.

Durante cerca de cinco minutos, entrou-se numa fase de algum desnorte português, com passes falhados em zonas comprometedoras, que felizmente não tiveram consequências nefastas. E num lance até se viu Hugo Almeida a defender... entre os centrais portugueses, atrasando uma bola para Rui Patrício.

Mas logo Portugal voltou a crescer, sempre comandado por um Super Moutinho e com todos os jogadores com os níveis de concentração no topo. Mas sem correr grandes riscos. Aliás, também o nosso rival não os corria, pois já estavamos no último quarto de hora do tempo regulamentar e qualquer erro poderia ser a morte do artista.

Aos 81' Paulo Bento mexeu pela primeira vez na equipa, com Nelson Oliveira a entrar para o lugar de Hugo Almeida.

Cristiano Ronaldo continuava a ter força para uma ou outra arrancada e ganhou dois livres ao seu jeito, que se transformaram em três, porque na sequência de um deles houve falta de um jogador da barreira. Mas decididamente, a pontaria não estava afinada...

Aos 85' toda a defesa portuguesa ficou amarelada: só faltava Bruno Alves, que viu a cartolina à quarta falta que cometeu.

Aos 86' Del Bosque esgotou as substituições, colocando Pedro no lugar de Xavi.

Em cima dos 90' Ronaldo desperdiçou a melhor oportunidade de todo o jogo, isolado perante Casillas - embora, diga-se, sem o melhor ângulo de remate - depois de um rapidíssimo contra-ataque de quatro para dois.

Portugal tinha uma importante vantagem para o prolongamento. Para além de ter mais dois dias de recuperação relativamente ao último jogo, Paulo Bento ainda podia fazer duas substituições. Mas não voltou a mexer antes do início do prolongamento.

No prolongamento, cautela e caldos de galinha por parte das duas equipas, pois claro... Miguel Veloso já acusava cansaço e pedia a substituição.

Patrício salvador

E após 505 minutos de competição no Europeu, Rui Patrício foi obrigado à sua primeira grande defesa (enorme defesa!) a remate de Iniesta, o que diz bem do bom comportamento defensivo português. Logo a seguir, Sergio Ramos atirou muito perto da barra, de livre direto.

O final da primeira parte do prolongamento, logo a seguir, foi uma benção para a nossa equipa. A Espanha estava claramente por cima!

No recomeço, Custódio rendeu o superdesgastado Miguel Veloso, que ainda por cima já tinha amarelo. Quem continuava com a "corda toda", a fazer pressão alta, era Moutinho.

Aos 111' nova grande defesa de Rui Patrício, desta vez a remate de Jesus Navas e logo a seguir, Varela substituiu Varela. Nani derivou para uma posição mais central.

Fábio Coentrão também era um gigante: foram 120 minutos em correria constante e com vários cortes decisivos, um dos quais nos últimos minutos, quando a Espanha estava muito perto do golo.

Os espanhóis foram mais perigosos no tempo extra, com Pedro em grande plano, mas Portugal respondeu sempre com grande abnegação e em momento algum o domínio do nosso rival foi esmagador. E lá fomos para a terrível decisão nas grandes penalidades...

Patrício defendeu o primeiro penálti, de Xabi Alonso, mas Casillas respondeu, parando o tiro de Moutinho. Na nossa quinta grande penalidade, Bruno Alves atirou à barra e depois Fabregas pôs a Espanha na final, com a bola a tocar ainda no poste.

Seleção:

Comentários [54]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

diesel mens jeans

Top women Diesel and men Diesel jeans for sale on Diesel uk outlet. Hundreds styles of Diesel jeans are available for you . They come in various styles, designs and finished with top quality. Believed you would love them. Save 40% off by ordering fashion Diesel jean . Menwhile, Diesel sale jeans with free shipping and no sale tax. Come to choose your favourite Women Diesel jeans or Men Diesel denim now.

bento não pareceste foste mesmo um bimbo

bento , nas grandes penalidades não se agrada o patrão
meter o noddy e o caneladas a marcar as penalidades é mandar o jogo à merda

O que é que o Bruno Alves tem

O que é que o Bruno Alves tem a haver com o "patrão"?

mas o pior disto tudo...

...é que agora vamos voltar a ter que levar com a bola e o rascord... ja estou a ver os titulos dos proximos dias...PORTO rouba jogador A ao benfica,PORTO rouba jogador B ao benfica....bla bla bla...ate nisto foi uma desgraça a saida de portugal do euro...pelo menos nao tinhamos que levar com a imprensa vermelha no dia a dia...

parem

de não ter olhieros decentes, seus rasca! estamos fartos de levar com a imprensa azulada todos os dias!

Vamos lá por os pontos nos is

Portamo-nos bem mas isso basta? Toda a gente a congratular-se pela bonita prestação da nossa Seleção. Sejam Sportinguitas, Bracarense, Vitorianos ou benfiquistas todos a bater palmas à Seleção.

Eu não festejo uma derrota, eu não festejo uma ida a uma meia final..

Será por ser Portista?! Aqui no trabalho, todos falam maravilhas mas fui o único a ver que a Espanha quis algo mais no prolongamento? Os penalties é pura sorte, só os azelhas é que batem no jogadores que não tiveram tanta sorte.

Bem, apesar do meu avó paterno ser Espanhol, o meu apelido ser espanhol não ligo muito à sua Seleção.

Agora venha o Mundial e não outra vitória moral (blá blá, batemo-nos bem contra os campeões europeus/mundiais).

Isto deve ser por ser Portista. Quero é títulos, quero é vencer.

Quando não se joga para ganhar...

Portugal tinha algumas hipóteses de ganhar o jogo se verdadeiramente o tentasse. Para isso tinha que ser agressivo no ataque. Jogou cheio de medo , com uma lentidão de caracol e não conseguiu criar ocasiões de golo. A Espanha fez o mesmo até ao prolongamento, altura em que acordou para o golo mas já era tarde.
Aos 5 minutos de jogo disse para a minha mulher que, salvo qualquer imponderável, o jogo ia decidir-se nos penalties pois dada a lentidão das duas equipas só por um acaso haveria um golo que fosse.
Quando Paulo Bento retirou Hugo Almeida para fazer entrar um Nélson Oliveira com potencialidades mas muito inexperiente e "tenrinho" para um jogo destes, acabou com a equipa portuguesa. Não mais houve quem fosse capaz de segurar a bola na frente para permitir que outros jogadores subissem. Os defesas espanhóis agradeceram e libertaram-se. Ao invés, Del Bosque (com quem eu estaria irritado se fosse espanhol) tentou ganhar o jogo com as substituições. Conseguiu criar uma oportunidade de golo, mas foi pouco e muito tarde. A Espanha ganhou nos inevitáveis penalties e pronto. Podíamos era ter tentado ganhar e assim perdemos sem tentar ganhar! Uma pena!

..........................................

No computo geral a seleção esteve bem, apenas ontem se viu esta seleção vergar um pouco fruto tb do peso do "estar numa meia final", faltou-nos ontem ter aquela estrelinha que molda os campeões.
A arbitragem esteve bem em quase todo o encontro exceptuando na questão de dar a lei da vantagem, que por duas vezes beneficiou o infractor ( a do Nani quando ia sozinho em progressão para a Baliza), ontem faltou a seleção ser equipa no ataque, porque se a nivel defensivo estivemos implacáveis, já a nivel ofensivo os mais vistos eram o Coentrão o Nani e o Moutinho, isto porque CRonaldo e Hugo Almeida estavam muito marcados (Hugo Almeida entrou para isso mesmo, para ser marcado) , mas mesmo assim a equipa de todos nós lá ia chegando a baliza lá ia fazendo uns ataques lá encostando os espanhóis a rede.
Ontem faltou a Bento aquilo que Mourinho sabe ver como ninguem, que são os timings e a leitura de jogo, fruto talvez da sua falta de experiencia em jogos deste calibre, porque Hugo Almeida tinha que sair aos 65 minutos, porque nesta altura a espanha já tinha a frente de ataque bem mais aberta e com isto o seu meio campo passou a jogar mais sobre a zona central ( a saida de Xavi colocou a espanha a jogar em 4-3-3 clássico com Iniesta a jogar como nº10) logo Hugo Almeida deixava de ser necessário porque os centrais espanhois deixaram levar bola para a frente porque Busquets ou Alonso passaram a ser eles ir buscar a bola atrás fazendo com que por vezes Moutinho fosse fazer a pressão fora do seu habitat, Bento nesta altura deveria ter tirado o Hugo Almeida e fazer entrar Varela que é um jogador mais incisivo e bem mais rápido, com isto a Seleção passaria a jogar com o Ronaldo com falso ponta de lança Nani e Varela nas Alas depois mais tarde (aos 80 m) deveria ter tirado o Meireles e fazia entrar o Nelson para ponta de lança fazendo a equipa Nacional começar a jogar com Nani no Meio como 2º avançado, Ronaldo jogando como Avançado esquerdo e o Varela a extremo direito assim a equipa poderia ter não só Ronaldo mas tb Nani e Nelson na zona de finalização, mas a trocas de Bento pecaram por tardias e ele próprio equivocou-se, nada que não seja normal dada a sua ainda curta experiência como seleccionador e treinador, Bento tem que receber o mérito de ter pegado numa equipa esfrangalhada pelo Mundial 2010 e tê-la tornado num misto de qualidade querer e coragem como a muito não se via por estas bandas, Bento sai com um amargo de boca mas com a sua de cabeça erguida, porque acertou e falhou, e se há algo que nos dá alento é que em norma o Bento só erra uma vez, acredito num futuro sorridente com o Bento ao leme da seleção, mas por favor os clubes portugueses tb têm que o ajudar porque sem jovens não há futuro e sem futuro.......acontecerá a esta seleção o que já aconteceu nos inicios da década de 90 onde sermos qualificados para uma fase final era já por si um milagre.......

Obrigado Seleção
Obrigado Bento

Força Portugal

Perdemos uma boa oportunidade...

..para arrumar com os nojentos espanhois. Agora a verdade tb é uma,não me lembro de uma defesa do Casillas durante os 120 minutos.

Faltou claramente volume atacante,eu que sou fã de Nani,não compreendo como fez o jogo completo. O enorme Moutinho(claramente o melhor tuga do torneio) não merecia......

..................................

Moutinho é um relógio suiço, mas viu-se que as substituições de espanha na 2ª parte trocaram as voltas ao Bento, o Meireles desiludiu-me imenso, João Pereira conseguiu ontem fazer o seu melhor jogo a dupla de centrais parecia uma parede de Betão, o Coentrão parece que anda numa Kawasaki 1300cc e os outros andam em Famel's Zundapp's e sempre presente quer a atacar quer a defender, Veloso em mim ganhou um fã quando ele quer é um complemento exacto ao Moutinho.....faltou mais Ronaldo e mais Nani, neste genero de jogos estranhamente os nossos extremos vão se sempre abaixo....é uma cena estranha.

PB nunca....

...teve uma carta na manga,nunca surpreendeu Del Bosque. Coentrão faz um grande euro,está fresco nesta fase,mas Moutinho foi para mim a estrela desta selecção.O mais regular.

Sim Veloso,para mim é a surpresa.

...............................

Ele ter cartas na manga tinha....não soube foi como as usar

Porquê nojentos?

Chamar nojentos aos espanhóis é um completo disparate! São profissionais, jogam bem e são campeões da Europa e do Mundo e merecem o respeito de todos como aliás tambérm merecem os portugueses.
Respeitar os outros é o primeiro passo para sermos respeitados.
Quanto ao jogo, creio que fizemos muito pouco para ganhar. E a Espanha também. Aos 5 minutos de jogo já eu dizia à minha mulher que salvo algum imponderável íamos a penalties.

Porra...

...mas agora tu é que defines quem devo respeitar ou não? Não gosto deles,estou no meu direito.

Quanto ao que realmente interessa,tens toda a razão. Apesar que Del Bosque arriscou e mexeu muito mais no jogo.

PAH!

Caímos de pé, fizemos um grande europeu. Quando ninguém dava nada por nós, e quando nem íamos cheirar por estarmos no grupo da morte, chegamos até às meias finais e fizemos a campeã do Mundo e da Europa sofrer..... A sorte não quis nada connosco nos penaltys, mas verdade seja dita, a Espanha foi um pouco superior e se calhar nem merecia ir aos penaltys............ Parabéns Portugal!

Acabamos por fazer um belo

Acabamos por fazer um belo europeu, as expectativas eram baixas e chegar ás meias-finais é um prémio!!

Ao contrário do que dizem, não estamos a fechar um ciclo, no próximo mundial (e eu acredito que lá estaremos) a base da equipa será a mesma, com a introdução de alguns jovens valores que irão certamente despontar!!

Acho que no essencial o que nos faltou foi um pouco mais de magia no meio-campo e um ponta de lança capaz, porque dos 3 convocados, o Postiga esteve assim-assim e os outros 2 estiveram assim para o fraco, fraquinho!!

Para mim, os melhores de longe foram Pepe, Moutinho e Coentrão, com o Ronaldo a aparecer a espaços, 2 bons jogos em 4!!

Além desses

acrescento Patricio e Veloso (este ultimo surpreendeu-me muito)

O Veloso fez um campeonato em

O Veloso fez um campeonato em crescendo e efectivamente acabou em grande! Não sou grande fã do jogador, acho que o gajo peca por ser demasiado pesado e que o torna algo lento! Ainda me lembro quando foi lançado na equipa do Sporting, o ver jogar e achar que era um jogador extrordinário, no entanto os anos passaram e quanto a mim não lhe vi grande evolução!!

Quanto ao Patricio, apesar do gajo não ter sido chamado muitas vezes a intervir, sempre que o fez esteve bem e também gostei da sua prestação! Nesta posição podemos dormir descansados, porque temos um GR de futuro!!

Mas é claro que

para tudo é preciso alguma dose de sorte mas, há que reconhecer que:
PRIMEIRO-Tal como pelo menos outro comentador já disse, foi uma "chinesice" a escala dos marcadores
de penaltis inventada(?) por Paulo Bento...Então o "melhor do mundo" não tem que ser o primeiro a marcar?
SEGUNDO-E o árbitro? Então se o homem do apito tivesse posto na rua, como merecia, um tal de B.Alves
ele desperdiçava o penalti? Também é claro que não... Assim, Paulo Bento e o turco terão que se penitenciar
e pedir perdão...Cumprimentos e saudações desportivas e benfiquistas.

Bora la

Abrir uma garrafinha de champanhe Sr. presidente.

afinal Portugal perdeu, nao ha nada como celebrar.

Cair de pe ou deitado e' igual

Portugal jogou para o prolongamento, e depois para os penaltis.Criou 1 oportunidade de golo pelo cr7 e mais nada.A espanha tem melhor equipa,mais solucoes e quis ganhar o jogo desde do minuto 1.Hoje o Rpatricio foi o melhor tuga em campo.
Quanto ao B alves, ele nao foi confiante e depois foi o que se viu.

Tu viste mesmo o jogo?

Estou de acordo que Portugal jogou para o 0-0 e acabou por ir aos penalties que foi para o que jogou desde o início. Mas a Espanha fez exactamente o mesmo! Rui Patrício que escolhes como o melhor português, não fez uma única defesa durante os 90 minutos. Fez depois duas no prolongamento, uma sem dificuldade, detendo um remate de longe e outra, num lance de Iniesta, de maior dificuldade. Como consegues ver que a Espanha jogou para ganhar desde o 1º minuto é mistério! Será que consegues esclarecer?

vi

Quantas defesas fez o casilhas durante todo jogo?
Oportunidades de espanha? ate o livre o s ramos foi mais bem marcado do que os do cr7, remate de iniesta (2) etc

Guardar o suposto melhor

Guardar o suposto melhor marcador de penalties para o fim, só para amanhã aparecer nas capas do jornais como "o penalty que nos deu a final" é uma ideia que a mim não me assiste. Foi arriscado e deu para o torto. Quem sabe marcar penalties vai em primeiro, tão simples como isto... e acho que toda a gente sabe que o Moutinho não é um desses. Ia tendo um ataque de nervos quando o vi pegar na bola.
Mas enfim, agora é chover no molhado. Parabéns por terem chegado às meias.

Concordo

Concordo plenamente, pois guardar o Ronaldo para último para ser ele o herói foi uma grande treta, na minha opinião deveria ter sido o primeiro e disse-o ontem logo que o Moutinho pegou na bola, outra coisa que não entendo é o Bruno Alves, não percebo como é que um treinado mete um pés tortos daquele a marcar penalties, não percebo, e nitidamente notou-se que ele não estava à vontade pois até ia marcar na vez do nani, quando ele lá foi a 2ª vez advinheir que iria falhar.
Outra situação que ninguém nesta porra de imprensa fala é na hrande oportunidade que o Ronaldo teve nos pés mas que não teve cabeça devido à sua mania de estrela de egoísmo puro pois ao minuto 90 poderia ter assistido um dos três colegas que estavam isolados e preferiu rematar torto, mesmo com o pé esquerdo... se fosse outro jogador a ter esta atitude gostaria de ver os paineleiros do costume a arrasa-los...

que nabos,

os outros a inventar desculpas que tinham menos dias de descanso e depois vencem-nos... os nossos são mesmo nabos, nem com mais dias de descanso...

O Michael Jackson voltou para

O Michael Jackson voltou para marcar um penalty contra a Espanha...mas falhou.
Já diziam ao gajo "beat it", mas no final foi um "thriller"

...piada sequíssima.

...piada sequíssima.

lol,

até teve piada...

lol.

AHAHAHAHAHAHA.