Selecção: Carlos Queiroz desmente críticas à Federação | Relvado

Selecção: Carlos Queiroz desmente críticas à Federação

 


Selecção: Carlos Queiroz desmente críticas à Federação
Carlos Queiroz assegura que nunca criticou a Federação Portuguesa de Futebol e que as declarações que o jornal Sol lhe imputa são «falsas e mentirosas». A publicação divulga alegadas palavras do treinador a culpar a «estrutura amadora» da Federação pela saída do Mundial nos "oitavos".




«Tendo em conta a estrutura amadora da Federação as coisas correram muito bem». Eis a frase que causa polémica e que o jornal Sol divulga atribuindo-a ao seleccionador de Portugal.

Carlos Queiroz reage com violência à notícia, assegurando na Rádio Antena 1 que nunca proferiu tais declarações e considerando que «isto é uma desonestidade, uma vigarice, é execrável, isto é de uma baixeza que não tem limites». «Não tenho dois tons, nem duas caras», atesta o seleccionador, realçando que «a Federação Portuguesa de Futebol fez um trabalho excepcional relativamente à preparação da Selecção Nacional» e que está «satisfeitíssimo com o trabalho e com as pessoas que contribuíram de uma forma competente e apaixonada para a prestação da Selecção nacional».

Repudiando veementemente a notícia do Sol, o treinador fala do jornalista que escreveu o artigo como «vigarista, desonesto, aldrabão e execrável», ideias que repetiu por diversas vezes na conversa com a Antena 1. «É tempo de dizer basta a pessoas que gostam de brincar com a dignidade, com a integridade e com a honra das pessoas», diz ainda Queiroz, dando a entender que vai processar o jornal.

Em reacção à posição do seleccionador, o Sol já veio reafirmar a verdade das declarações, notando que a transcrição do jornalista «corresponde fielmente às afirmações prestadas» pelo treinador. O autor do artigo, Pedro Prostes da Fonseca, assegura na Antena 1 que «a entrevista foi gravada», apontando «estranheza» perante a postura de Queiroz. «Presumo que deixou cair uma frase inadvertidamente e está à custa do semanário Sol a tentar recuperar isso», diz o jornalista.

O seleccionador admite ter conversado telefonicamente com o jornalista sobre eventuais alterações na estrutura técnica da Selecção, realçando que lhe respondeu que não estão previstas quaisquer mudanças e que qualquer questão relacionada com a equipa nacional só será pensada depois das férias, em Setembro.


Foto: FIFA


Seleção:

Comentários [121]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

O Sol diz que não divulga a conversa

Então quem fica mal são eles.

Percebe-se e de que maneira...

o porquê do comum do adepto tripeiro ao presidente o apoio a este incompetente. Ele representa tudo de subserviente que pinto da costa aprecia. Se se lembrarem, a primeira deslocação que fez como seleccionador foi ao dragão numa fase em que pinto da costa ainda se encontrava suspenso, logo, mostrou que a sua posição seria de subalterno a interesses de alguém que sempre quis uma selecção montra para os seus activos e desvarios pessoais. Foi de certa forma um regresso ao passado onde qualquer perna de pau, como o Rolando, era convocado sem qualquer tipo de mais valia para a selecção ou mérito para isso, sem contar com o relacionamento promiscuo como se viu na não convocatória do Moutinho promovida pelo pinto da costa com a conivência do seleccionador com grandes dividendos para ambos. Desta forma e com a falta de coluna vertebral deste seleccionador acredito piamente que tenha proferido estas declarações, como as já tinha feito 18 anos atrás, e que finalmente se revele a verdadeira capa deste individuo que tem incompetência no middle name. Concluindo, a FPF e o Madaíl terão que tomar medidas para exonerar este incompetente com o risco de: a) minar o pouco de bom que a selecção tem b) não nos qualificarmos para o Euro 2012 c) a selecção tornar-se numa sucursal de pinto da costa correndo o risco de nos tornarmos uma selecção de activos de um só clube Saudações Leoninas

Re: Percebe-se e de que maneira...

Como podes dizer que os portistas são os que apoiam o Queiroz, quando eram os primeiros a criticar um treinador por este ser considerado defensivo e "inventivo" (tal como o Queiróz), mas este já tinha ganho 3 títulos de campeão nacional (Jesualdo) ?

Re: Percebe-se e de que maneira...

Ai agora todos os portistas gostam do Queirós. Eu sou portista e acho o Queirós um incompetente. Mas também acho injusto os sportinguistas criticarem o gajo só porque teve uma má passagem pelo Sporting. Numa selecção que nunca ganhou nada e que teve apenas uma grande prestação (Euro 2004) que é que vocês querem? Que vença o mundial? Com que selecção? Não tínhamos defesa direito, o esquerdo foi uma boa adaptação (mas que surgiu à ultima hora) e ponta de lança muito menos. Deco que é o melhor organizador de jogo da selecção foi para lá sem poder arrastar o cú, Simão teve uns furos abaixo e o CR9 fez um mundial péssimo. Penso que acabou por condicionar imenso a táctica de Queirós, e com bastante azar, as lesões de Bosingwa, Micael, Varela e a situação estranha de Nani Agora falam em convocar jogadores do Sporting e do Benfica?????? Quem? Do Benfica Quim merecia ir, mas não para titular. Martins fez uns bons jogos, mas além de me parecer que está preso por arames, é daqueles jogadores que só rendem com um determinado tipo de treinador. Amorim lá foi e aguentou 2 treinos... Do Sporting quem tinha de ir foi, excepto Moutinho. Patrício é frangueiro e Carriço um jogador normalíssimo (parece-me que querem fazer dele um novo Beto). Abria uma excepção para João Pereira, visto que a condição física de Miguel foi a que se viu

Re: Percebe-se e de que maneira...

A tua cabeça ainda não passa na porta por causa do Moutinho para vires com essa provocaçãozinha? Não sei quem é o comum portista mas a maior das pessoas que eu conheço não gostam do Queiroz e se o vissem numa vala a arder eram capazes de bater palmas...

Re: Percebe-se e de que maneira...

"o porquê do comum do adepto tripeiro ao presidente o apoio a este incompetente. " Não generalizes. Que tenhas ficado lixado com isto do Moutinho, aceito. (devias era ter ficado lixado com a vossa estrutura e não só com o JEB) Agora fazer disso um móbil cego para "atacar" os portistas (e não tripeiros), é errado. Tou mesmo a ver o tom do teu discurso este ano... Cumps

Re: Percebe-se e de que maneira...

Está tudo dito!! Só os gajos do Porto é que apoiam esse mitra, vá-se lá saber porquê!!

Re: Percebe-se e de que maneira...

É isso! Até lhe vamos fazer uma estátua ali prós lados do Bairro do Cerco... Cumps

Re: Percebe-se e de que maneira...

O que é que o que o Queiroz disse tem a ver com o presidente do Porto ou, mais ainda, com os adeptos do Porto? Apeteceu-te?

Re: Percebe-se e de que maneira...

a escrever assim só podes ser jornalista do sol e que, tambem acreditas no pai natal?

Re: Percebe-se e de que maneira...

isso vai de em conta as razoes que dei para que o moutinho nao fosse chamado ao mundial em detrimento dum tipo de ferias no dubai que nem nunca tinha ido aselecao. E eu como benfiquista sempre disse q a chamada do amorim nao fazia sentido! O porto ja andava a sondar o jogador ao tempo, ate se encontraram no porto. A nao ida ao mundial fez o moutinho destabilizar-se emocionalmente e assumir a ruptura beneficiando o porto da aquisicao a um preco assessivel. Se moutinho vai ao mundial tornaria o negocio inviavel. Ja o mesmo se passou com o ruben micael, estava numa forma brutal no nacional, ninguem compreendia a sua nao chamadas, queiroz sempre a desdenhar, e quando assina pelo porto foi imediatamente integrado na lista de pre convocados. Queiroz nao quiz influenciar o valor do passe do jogador quando estava no nacional por isso nao o chamava. Funcionou da mesma forma que com moutinho, gerar indignacao do atleta com o clube para forçar a saida para um clube que lhe de mais visibilidade. Porque achas que muitos portistas defendem acerrimamente o queiroz. Tudo tem uma razao de ser!

Re: Percebe-se e de que maneira...

So agora eh que voces comecaram a ver isto? Andam por ai adeptos de outros clubes ha anos a dizer o mesmo, mas voces (Sportinguistas em geral, nao todos) e aliados dos corruptos ainda desculpavam certas situacoes que nao tinham desculpa. Chegaram ao ponto de chamarem o vosso proprio presidente de Senil Olha que esta manobra do Moutinho foi mais uma bela encenacao, utilizando todos os meios "baixos" para o desviar para o Porto. Desde a birra que ele fez ao nao ser convocado para o mundial (tinha lugar de caras) o polvo continua bem vivo. Agora foram-se os aneis de graca, mas ainda vao a tempo de ficarem com os dedos. Abram a pestana.

Re: Percebe-se e de que maneira...

"Chegaram ao ponto de chamarem o vosso proprio presidente de Senil" Agora nós é que lhe chamávamos senil... enfim, a eterna necessidade de reescrever a história. A minha parte preferida é quando fazem tudo por mudar a aliança entre Pinto da Costa e Fernando Martins, no início dos anos 80...

Re: Percebe-se e de que maneira...

Em que parte do meu comentario eh que eu digo que eram os Portistas a chamarem-lhe de senil?

Re: Percebe-se e de que maneira...

E em que parte do meu comentário é que que eu digo isso?

Re: Percebe-se e de que maneira...

Agora nós é que lhe chamávamos senil..

Re: Percebe-se e de que maneira...

Mas nós quem?

Re: Percebe-se e de que maneira...

Julguei que eras Portista as minhas desculpas.

Re: Percebe-se e de que maneira...

Ah bom! A ofensa é profunda, mas eu perdoo. :) abraço.

OFF - ainda há mulheres de palavra

É bom saber que há mulheres cumpridoras da sua palavra... ;) http://www.maisfutebol.iol.pt/horas-vagas/larissa-riquelme-adeptas-paraguai-nudez-mundial/1175578-1478.html

tristeza

Que saudades de scolari e ate humberto coelho,ser seleccionador e ser o espelho de um povo,ser imparcial e ser honesto,este queiroz em nada representa isso,mal educado ,arrogante,incompetente,etc,etc,a culpa e unica e exclusivamente de GILBERTO MADAIL

Queiroz e a dupla personalidade

Gosto da palavra mais descritiva de que uma pintura do Eça. Não gosto do olhar nervoso, assustado e desconfiado do Queiroz. Gosto das Farpas do Eça com o Urtigão. Não gosto da desculpa fácil de Queiroz. Gosto do Primo Basílio e do pecado na versão do Eça. Não gosto da imaculada falta de pecado onde Queiroz se emproa. Gosto das paixões carnais e do Crime do Padre Amaro de Eça. Não gosto da apatia e da morbidez de Queiroz. Gosto do avô Afonso Maia e do seu gato quase tão velho como Lisboa, criação e lavra de Eça. Não gosto do medo de morrer na praia de Queiroz. Gosto da saudável alegria do João da Ega, feito à imagem de Eça. Não gosto do branco lacrimejante do fado de Queiroz. Gosto do “Oh yes, oh yes” da empregada inglesa doida por sexo, doida por Eça. Não gosto da frágil arrumação de certezas, oh yes, na cabeça de Queiroz. Gosto do arrebatamento apaixonado de Carlos e do arrebatamento poético do Eça. Não gosto da falta de coragem e do ar sisudo, à Eusébiosinho, de Queiroz. Enfim, gosto de Eça por ser um retrato de uma época e não gosto de Queiroz porque, do alto da sua arrumação ideológica, tem ar de catedrático mas não sabe mais do que um asno. P.S. – Esta minha opinião de Queiroz foi formada há muito tempo. Já tem séculos. Era verde ainda a esperança e o seu clube e já se via o néscio de Queiroz. P.s.2 - Isto nã vos faz lembrar o filme "Há merda na Federação II"

Re: Queiroz e a dupla personalidade

muito bom! As palavras aliadas à imaginação. A cultura. Muito bem, Manny!

Re: Queiroz e a dupla personalidade

Muito bom Manny. E se o grande Eça por ai andasse, sabendo que o nome Queiroz seria tão enxovalhado por causa deste tipo, reservar-lhe-ia carinhosamente um espaço numa obra, entre um Damaso e um conselheiro Acacio.

Re: Queiroz e a dupla personalidade

Sobre o p.s2,a frase não foi assim,mas sim "é preciso limpar a porcaria na selecção".Tinhamos acabado de perder em San Siro..... Ainda hoje ouvi um "jornalista",que disse que o madail já era presidente da Federação.Pois...

Re: Queiroz e a dupla personalidade

Fiquei na dúvida entre o "bem escrito" e o "interessante". O problema é que mais de metade dos utilizadores actuais não faz puto de ideia do que estás para aí a falar. :) Fica aqui o reconhecimento e o respeito pelo simultâneo elogio a uma das nossas grandes figuras literárias (hoje em dia já ninguém o lê. Preferem o comuna do Saramago que nem escrever sabia, mas enfim...), bem como o jogo de palavras utilizado. Excelente... Abraço.

Disparate autêntico.

Essas palavras ficam-te mal, GVF. Nunca li Os Maias, e, coincidência, estou para pegar nele este fim-de-semana, já que há muito estava para o ler, mas outros sempre se opuseram. Li no entanto A Relíquia e As Cidades e a Serra. E não foi preciso ter lido Os Maias para perceber do que o usuário estava a falar, como também me bastou ter lido aqueles dois para fazer uma comparação com Saramago e ver que este está ao mesmo nível do Eça e ao nível da melhor literatura do mundo e de todos os tempos. Não é exagero, e se uns têm dúvidas, ou tem-nas porque nunca o lerem, ou lerem sem o entenderem. Quem lê Saramago sem nunca deixar de lado o seu lado político, nunca o lerá bem. Saramago era comunista assumido, mas eu prefiro dizer que ele era antes de tudo marxista. Quem o lê e não consegue ver o humanista que ele era, é porque também não o leu bem. Quanto a Saramago não saber escrever, bem, eu não sei que te dizer, senão que ou lês muito pouco ou não és exigente quanto à leitura. A propósito disto, confesso-te aqui algo que ainda ontem antes de adormecer estava a pensar e que por coincidência tem que ver com o Saramago e com o defeito que lhe apontas. Pensava eu, e acredito verdadeiramente nisto, que a morte dele mais do que deixar um vazio na literatura, deixa um vazio na língua. Explico: não havia nem há ninguém no Portugal contemporâneo que tivesse tanta noção da língua como Saramago; que a trabalhasse tão bem como ele: que sobretudo escrevesse sempre preocupado com a língua. Pois, há muitos escritores e bons, mas grande parte deles escrevem mais emocionalmente do que com noção da língua. Quero dizer, escrevem bem no que toca à história que pretendem retratar, o romance propriamente dito, não descurando a gramática, embora alguns nem essa a saibam, mas descurando o trabalho da língua. Dir-me-ás porventura que escrevendo está-se já a trabalhar a língua. Mas digo-te que não, pode-se escrever sem trabalhar a língua. É o que muitos fazem. E isto é com efeito preocupante, porque a língua se não for trabalhada, regada, adubada, não cresce.

Re: Disparate autêntico.

Meu caro, não estava a falar para ti... Mas louvo e aplaudo o facto de ires ler os Maias. É uma obra fabulosa (ainda que os dois primeiros capítulos sejam um hino a descrição literária e ao bocejo), digna de se sobrelevar bem mais alto que as obras de Saramago. Este último autor é, lá está, aquele ícone do paradoxal: ou se ama ou se odeia. Eu teci a minha consideração relativamente à minha experiência com o homem. Li, até ao fim, somente o Ensaio sobre a Cegueira...obra que até me agradou, aponte-se. Achei o Memorial do Convento horrível. Nem o acabei... O Evangelho segundo Jesus Cristo poderia facilmente mudar o nome para Manifesto Comunista que era a mesma gaita... Caim está simplesmente mal escrito... Este último tenho lá em casa, mas ainda não ganhei coragem para o folhear...e mantenho algumas reservas quanto à Jangada de Pedra. Eu conheço a obra de Saramago. Podes fazer o elogio da dança das palavras que ele enceta; a forma como as trabalha ou como subverte de forma "genial" as regras gramaticais. Para mim, indíviduo que foi ensinado no Português em cima das letras e ideias de um Eça, de um Júlio Dinis, de um Ramalho Ortigão, de um Camilo Castelo Branco, de um Alexandre Herculano, de um Pessoa, de um Antero de Quental, de um Bocage (este sim, brincava com o português)...José Saramago é um insulto à nossa língua. É um insulto o povo português elogiar Saramago e não conhecer a obra de Pessoa ou de Camões. É um insulto cantarem odes a quem renegou a Pátria...e nem um livro do António Lobo Antunes (curiosamente um dos autores estrangeiros mais vendidos nos EUA) sabem pegar para ler. É uma violência intelectual chorarem lágrimas por quem só queria ver Portugal a chorar...e não saberem citar a tristeza de Antero. Tens a tua opinião sobre José Saramago. Respeito-a, como é óbvio...mas não posso concordar com ela. Um misógino, revolucionário, endeusado pelo marketing e suportado pelas editoras, deixando na penumbra escritores portugueses de extraordinária capacidade criativa e literária. Não tenho nada contra a existência de Saramago e de escritores do seu género. Aliás, defendo-a, pois são o contraponto ideal. Mas vejo as coisas de outra maneira: a sua escrita é o que permite identificar o que é necessária para a adubar. São perspectivas diferentes, meu caro... :) Abraço.

Re: Disparate autêntico.

Até hoje ainda não soubeste separar o Homem e a sua obra. Enfim..

Re: Disparate autêntico.

Se ele o tivesse conseguido fazer...talvez todos nós estivéssemos mais bem habilitados para tal...