Pontas-de-lança made in Portugal | Relvado

Pontas-de-lança made in Portugal

 

Num futebol como o nosso que consegue formar nos últimos 15/20 anos grandes extremos ou segundos avançados, como João Vieira Pinto, Futre, Figo, Simão, Quaresma, Cristiano Ronaldo; um futebol que consegue formar grandes defesas e médios como Paulo Sousa, João Moutinho, Rui Costa, Jorge Andrade, Ricardo Carvalho, Fernando Couto, etc... Como é possível não surgirem pontas-de-lança de qualidade?O futebol português apenas nos conseguiu fornecer em 20 anos meia dúzia de pontas-de-lança com alguma qualidade internacional, mas longe da categoria dos atletas que temos noutras posiçoes (Rui Águas, Domingos, Cadete, Pauleta, Nuno Gomes, Postiga).Lembro-me que quando jogava à bola em criança e na adolescência ninguém queria ir para a baliza, nem para a defesa, toda a gente queria jogar na frente. Porque é que o gosto que os jovens têm em jogar a ponta-de-lança não se reflecte nas camadas jovens do nosso futebol?Será que em Portugal não se trabalha na formação de futuros pontas-de-lança?Nada me tira da cabeça a ideia de que com um Van Nilsteroy ou um Drogba Portugal teria sido campeão da Europa e teria feito ainda melhor figura no Mundial 2006.Gostaria de saber o que pensam os relvas sobre este assunto.Saudações,caravele

Seleção:

Comentários [14]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Hugo Almeida

Que época deslumbrante está ele a fazer na Alemanha, onde practicamente cada equipa joga com 10 avançados. Se no campeonato alemão um tecnicista brilha, como é o caso de Diego, ainda mais dada a falta de concorrência, já no que toca a pontas de lança a luta é bem mais feroz.

os treinadores portugueses

estão COM MEDO de lançar jovens e isso resente-se na seleção! Claro que não se encontram grandes avançados em todas as esquinas mas porra, em 20 anos, com a tal geração de ouro pelo meio, grandes medios e defesas mas avançados , NADA. Até o Peru tem melhores pontas:Pizzaro e Santa Cruz França: so luxo: Anelka Henry Trezeguet Saha Cissé e muitos jovens que ai vêem. Holanda: para o Mundial nem convocaram o Makaay nem Huntelaar. A culpa sim senhor é dos clubes porque não têem colhões para lançar as feras jovens pontas. Como conseguimos ter Ronaldos, Quaresma, Simão, Figos, Rui Costas, e outros medios, e a unica solução valida na frente é Postiga o Pauleta agora retirado da seleção. E não me venham falar da menina de N. Gomes,que ela não tem jeito para nada, so serve para me levar os nervos ao nivel maximo na escala de Richter. Haja coragem, ha muitos putos que ja se perderam nos escalões de base...

Re: os treinadores portugueses

o Santa Cruz é paraguaio! o Peru tem um bom ponta, o Pizarro e depois têm um mais jovem José Paolo Guerrero que já jogou no Bayern.

Re: Re: os treinadores portugueses

mea culpa.

Sempre nos faltou...

Ainda me recordo de ver o Gomes jogar e dessa ideia que tenho ele para mim foi o último PL que vi jogar... Vi grandes avançados,excelentas finalizadores como Cadete,Domingos,JVP,Nuno Gomes,Pauleta entre mais alguns que não refiro aqui... Nos últimos anos temos vindo a ver uma filosofia de PL a surgir na escola azul e branca com o Postiga e Hugo Almeida,Esperemos que desta tenhamos Pontas de Lança á altura do resto da selecção!

Quantos dos clubes grandes têm um verdadeiro...

... ponta de lança português? Penso que é aí que reside o problema. Tanto Nuno Gomes como Hélder Postiga são "pontas-de-lança" para jogarem num esquema de 4-4-2 ou algo parecido. Ora Portugal para aproveitar a qualidade de jogo dos seus médios joga num esquema de 4-3-3 e o estilo de ponta-de-lança deveria ser um estilo tipo Jardel, tinhamos o João Tomás e agora o Hugo Almeida, mas sem experiência competitiva de ambos nunca tinham hipóteses na selecção. Aliás, acho mesmo que foi essa a verdadeira razão do Scolari apostar tanto no Pauleta, pois em estatística é o melhor ponta-de-lança português. Outra forma de jogar em 4-3-3 é o tridente da frente ser muito móvel tal e qual como o tridente ofensivo do Barcelona, aí poderia entrar um jogador mais agressivo e móvel aproveitando a veia goleadora de Simão e de Cristiano Ronaldo, por exemplo. Em suma, se os três grandes tiverem coragem em apostar num jovem português para jogar na posição de ponta-de-lança, creio que resolvêmos esse problema em curto e médio prazo, vejam o exemplo do Fernando Torres no Atlético de Madrid. Cumprimentos Futebolísticos!

Pauleta

O melhor marcador de sempre da Seleção, um ponta de lança sem qualidade...opiniões.

Re: Pauleta

Nao digo que nao tenha qualidades que as tem concerteza(É um exelente goleador)mas não ao nível de outros PL que ja tivemos no passado.

Re: Re: Pauleta

Os números são como o algodão, não enganam... Portugal nunca viu Pauleta jogar na I Divisão ou na SuperLiga, eu acompanhei a par e passo a sua ida para o Salamanca, onde fez uma dupla terrível com César Brito, sendo o pichichi da prova... Poucos jogos se viu de de Pauleta, excepção feita aos da seleção, em Portugal, como titular no Salamanca, Deportivo da Corunha, Bordéus e no PSG, onde foi só o "nome" escolhido pelos parisienses para substituir Ronaldinho. Basta atentar que Pauleta foi o melhor marcador e jogador do Campeonato francês por mais de uma vez... Bastava só ter ultrapassado os números de golos de Eusébio para terem mais respeito pelo ciclone dos Açores...

Re: Pontas-de-lança made in Portugal

Penso que tem mais a ver com a nossa mania de jogar futebol com rendinhas, é disso que gostamos finalmente, rendinhas fintinhas e depois perde se a bola. Nao acredito que seja por causa dos clubes, hoje em dia os clubes querem é encontrar essa ave rara que é um ponta de lança de raiz

Concordo contigo em parte...

... pois, por exemplo se no caso do meu Benfica, tivessem aproveitado o João Tomás no ano seguinte ao ano em que ele jogou ao lado do van Hoojidonk, teria não só assegurado uma certa continuidade do ataque, mas acima de tudo talvez tivessemos um verdadeiro ponta-de-lança. O mesmo poderia dizer do Porto no caso do Hugo Almeida, que sempre combinou bem com o Quaresma, num estilo próximo do Drulovic-Jardel. Estes dois exemplos são de avançados que são muito objectivos e pouco pensam em frente do golo, ou seja, rematam! Relativamente a termos futebol rendelhado... enfim, diria mesmo que os jogadores portugueses e o público em geral ainda pensa que o protótipo de excelente jogador é aquele que corre metade do campo com a bola para fazer um passe de 5 metros. Não penso que temos assim tão bons jogadores do meio campo, particularmente extremos. Tirando Figo, Simão, Quaresma e Cristiano Ronaldo, todos os extremos portugueses que vemos a jogar, na minha opinião deveriam ser defesas laterais, pois só jogam com a bola posta em velocidade à frente deles no espaço vazio. O um para um com grandes equipas, ficam intimidados na maior parte das vezes. Muito poderia acrescentar sobre alguns dos pequenos defeitos do futebol português (o jogado!). Não deixes de comentar. Cumprimentos Futebolísticos!

Travassos?

Deves estar a falar do Peyroteo porque o Travassos era organizador de jogo. Com o resto concordo,à excepção do FCP(Hélder Postiga)já me esqueci da última vez que se formou um PL de jeito. Também te a ver com aquilo em que o futebol se tranformou...agora interessa mais ter bons defesas estilo Italiano.Não é à toa que na história do futebol transalpino existem dois ou três avançados de jeito.

Pontas-de-lança made in Portugal

A verdade é que a culpa de não termos pontas-de-lança made in Portugal é dos clubes portugueses. Pois ao contrário dos outros países, em Portugal os clubes preferem apostar em jogadores vindos da terceira divisão do Brasil do que em jovens acabados de formar. Se repararem a única forma de um ponta-de-lança português se safar no mercado de trabalho é ir para o estrangeiro: Pauleta, Moreira, Furtado, João Paiva e mais recentemente um jovem do qual não me recordo o nome que trocou o Sporting por um clube da 2ª divisão italiana. Se continuarmos assim claro que teremos de recorrer à naturalização de jogadores originários de outros países. A única equipa que se tem visto a apostar em lançar pontas-de-lança tem sido o Porto, como os casos de Hugo Almeida e Postiga.

Pois

tem sido esse o problema da selecção dos últimos anos.Ainda assim, deposito as minhas esperanças em postiga que, em forma, é um bom avançado. Parece-me a mim que ser avançado é das posições mais difíceis.E muitas ocasiões, um avançado de qualidade não tem que ser bom tecnicamente, algo que por estes lados os fãs não gostam muito..Temos um pouco a mania que as fintinhas são o melhor do futebol..O que está mal.. Pode ser que a situação mude, agora com Vaz tê e Djaló..Já agora, porque não H. Almeida à selecção?Em 3 escolhas cabe de certeza,eu diria até em duas, se tivermos em conta as recentes exibições do nosso "avançado" titular.

Re: Pois

Por muito q nao gostem de Joao Tomas, faz falta a qq equipa da super liga e tb a selecção!! Não sabe correr com bola nos pés, mas tb só tá lá pra por la dentro...

Tanta Preocupação!!!

Inda havemos de usar a famosa tactica do Parreira, o 4-6-0.