Fernando Santos e o grupo da Grécia: "Não é o mais difícil..." | Relvado

Fernando Santos e o grupo da Grécia: "Não é o mais difícil..."

Selecionador dos helénicos reconhece que sorteio poderia ter sido pior. Já quanto a Portugal... as c
 

Ao contrário de Portugal, o sorteio da fase final do Euro 2012 colocou a Grécia num grupo teoricamente acessível. Os helénicos vão lutar pelo apuramento com Polónia, Grécia, Rússia e República Checa.

Fernando Santos, o português selecionador da Grécia, reconhece que o sorteio poderia ter sido mais complicado. "O Grupo A está totalmente em aberto. Não é, teoricamente, o mais difícil, mas as quatro equipas têm todas as possibilidades. Está tudo em aberto e cada jogo será uma final", sublinhou.

“É a segunda vez que a Grécia tem a honra de abrir um Europeu (venceu 2-1 Portugal, em 2004). Se as tradições valessem alguma coisa, seria um bom prenúncio, mas o nosso título foi há oito anos, não foi propriamente ontem. Estamos a falar em algo que aconteceu há algum tempo e a atual equipa é diferente, tem jogadores diferentes. Acredito que nos vamos preparar bem e que vamos estar prontos, com ambição para fazer alguma coisa", acrescentou.

Relativamente a Portugal, as contas são complicadas mas não impossíveis, sublinha: "Acredito que Portugal tem todas as hipóteses de conseguir alcançar o seu objetivo, que é seguir em frente, apesar de se tratar do grupo mais forte".

Questionado sobre o significado da presença de dois treinadores portugueses entre os 16 da fase final, respondeu: "É uma honra estar aqui, mas isto é apenas mais um reforço do papel dos treinadores portugueses, porque no topo já estão há muito. José Mourinho no Real Madrid, Villas-Boas no Chelsea... Muitos outros pelo Mundo fora. Sim, existe a prova de que há qualidade no trabalho dos treinadores portugueses”.

Seleção:

Comentários