Eusébio o melhor de sempre... ou não! | Relvado

Eusébio o melhor de sempre... ou não!

 

A década de 60 foi rainha para Eusébio e o SL Benfica. O Sporting dos "cinco violinos" havia acabado há muito e o FC Porto, ostracizado pelo Estado Novo, não oferecia concorrência a ninguém.Provavelmente isso contará muito no palmarés do clube encarnado. Eusébio ficou conhecido por ser o melhor marcador do Mundial de 1966 em Inglaterra, com nove golos, isto apesar de a Selecção Nacional ter ficado pelo 3º lugar. Ora depois disso Portugal esteve duas décadas sem participar no Mundial, isto quando nos anos seguintes o "Rei" estava em grande forma e o Benfica europeu também.A Geração de Figo já conta com duas presenças num evento desta natureza, tendo este ano atingido igualmente as meias-finais. A propósito, há uma diferença entre jogar contra a Alemanha e contra a União Soviética...Eusébio afinal não será mais que produto de marketing? Não pondo em causa o seu valor como futebolista, penso que não fez mais por este pequeno país do que Luís Figo ou Cristiano Ronaldo...Os dados estão à vista:- Eusébio - 3ºlugar do Mundial 1966- Figo - semi-finalista do Euro 2000; vice-campeão europeu em 2004; semi-finalista do Mundial 2006- Cristiano Ronaldo - vice-campeão europeu em 2004; semi-finalista do Mundial 2006
Joca Leão

Seleção:

Comentários [88]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Eusébio defenido

Eusébio era uma locomotiva em campo. O “génio”, o “rei”, a “lenda”, como tantos lhe chamam, tem um lugar reservado na história de Portugal - e do mundo. O seu trono jamais será usurpado. A sua alegria com a bola era um vírus incurável, a que juntava um talento sublime. No campo, tinha um olhar felino e era inteligentíssimo. Foi em 25 de Janeiro de 1942 que nasceu, num bairro pobre dos arredores de Maputo Eusébio da Silva Ferreira. “Nasceu com um dom”, acredita o cineasta Fernando Lopes. Na realidade, o moçambicano cedo percebeu que o seu futuro estava no futebol. Por isso, tantas vezes faltava à escola para jogar com os amigos na rua. Descalços, com quatro pedras a fazerem de baliza e a pontapearem uma bola de trapos, passavam horas a treinar os melhores passes, remates e fintas. Ao sair das aulas, Eusébio corria para o campo improvisado com fome de golos. Exibia invulgares capacidades físicas: velocidade, potência, colocação de remate, grande sentido de baliza. Eusébio teve uma família humilde, mas muito unida, onde nunca faltou afecto. Diz-se que, da sua mãe, Elisa, herdou um atributo: a bondade. Aos 6 anos, com os seus sete irmãos, ficou órfão de pai. O futebol está-lhe no sangue e, já adolescente, Eusébio teve uma primeira experiência em Os Brasileiros, clube onde permaneceu até ser convidado, aos 15 anos, a entrar para os juniores do Sporting de Lourenço Marques (filial do Sporting Clube de Portugal). Três anos depois, era campeão de Moçambique pelos seniores do mesmo clube. “É, efectivamente, um predestinado”, comenta o cineasta Lauro António. “Um artista com a bola.” Por isso, foi cobiçado pelos mais importantes clubes portugueses. Depois de uma guerra aberta entre o Sporting e o Benfica, o moçambicano acaba por aceitar o convite dos encarnados. A “Pantera Negra” estreia-se nas reservas do clube, frente ao Atlético, no dia 4 de Fevereiro de 1961. “Sou um nortenho assumido e apaixonado, mas, por culpa de Eusébio, sou benfiquista”, admite António Sousa Cardoso, director da Associação de Jovens Empresários. Ainda nesse ano, em 23 de Maio, o Benfica sagrou-se campeão europeu frente ao Real Madrid, com uma vitória histórica por 5-3, dois dos golos pelos pés do novo marcador. Mas Eusébio não se tornou apenas num símbolo benfiquista. Quando passou a vestir a camisola de Portugal, fez o País alcançar metas nunca antes conseguidas. Em 1966, no Mundial de Inglaterra, foi eleito o melhor do Campeonato, com nove golos marcados. “Eusébio fazia tudo em força, em instinto, em improviso. Tinha um poder de arranque em direcção à baliza que empolgava adeptos e, sobretudo, adversários. Rematava quando ninguém estava à espera”, lembra o fadista João Braga, sportinguista e admirador do craque. Além da sua forma felina de chutar: colocava o tronco quase paralelo ao chão. Mais. Sempre foi olímpica a sua atitude de lutar até ao último minuto de jogo. A sua prestação no mundial é para sempre recordada devido às extraordinárias exibições que fez contra a Hungria, a Bulgária e, principalmente, contra a Coreia do Norte. Um jogo impróprio para cardíacos. Portugal ficou com o terceiro lugar no torneio, mas Eusébio sagrou-se campeão. O mundo ficou tão impressionado com o talento do português que o Inter de Milão ofereceu 90 mil contos pela sua transferência. Por interferência de Salazar - que o considerava “património de Estado” -, o negócio nunca se concretizou. Assim se manteve no Benfica. Em 1967 o “rei”, como lhe chama a jornalista Leonor Pinhão, chegou aos 31 golos e foi, pela terceira vez, o melhor marcador nacional. No ano seguinte, foi “bota de ouro” nacional e europeu, com 57 golos marcados. Um feito inacreditável para um jogador que tinha sido quatro vezes operado ao joelho esquerdo. “O que é notável naquele homem é que, sendo modesto, com meios artesanais e sofrendo lesões, consegue atingir os píncaros da fama. Uma fama justa”, admira Marcelo Rebelo de Sousa. Apesar de ter tido uma carreira relativamente curta, marcou 733 golos nos 745 jogos dos campeonatos nacionais em que participou e 41 ao serviço da selecção portuguesa, em 64 partidas. “É um símbolo de sucesso, inteligência em campo, capacidade de concretização, no pé, na cabeça, na marcação de livres e ‘penalties’, nos arranques, na capacidade de se libertar dos adversários. Um dos melhores do mundo!”, afirma Marcelo Rebelo de Sousa. Ao Benfica ofereceu várias glórias. Isso valeu-lhe uma justa homenagem, em 1973, no antigo Estádio da Luz. Com a camisola encarnada, Eusébio conquistou 11 campeonatos nacionais e cinco taças de Portugal. Enquanto jogou, foi distinguido com duas “botas de ouro” e sete “botas de prata”, além de uma “bola de ouro” oferecida pelo “France Football”, troféu internacional de relevante importância. Mesmo no final da sua carreira, nunca perdeu a determinação que sempre o caracterizou. “Foi um jogador como nunca houve outro. É uma imitação da natureza, uma explosão de vida, saúde, beleza, espontaneidade, franqueza”, elogia João Braga. O futebolista conquistou o seu último campeonato na época de 1974-1975, despedindo-se do Benfica no ano seguinte. Jogou ainda no Beira-Mar, União de Tomar e em três clubes norte-americanos. Em 1979 resolveu arrumar as chuteiras. No dia da comemoração do 50.º aniversário, o “Pantera Negra” inaugurou a sua estátua em frente ao Estádio da Luz. Ainda nesse ano, foi celebrada a festa de “consagração nacional a Eusébio”, revelando o afecto do povo português. Com ele, “aprendemos a ser suficientemente grandes e a sermos simples. Só as pessoas simples podem ser grandes”, diz o presidente da Câmara de Sintra, Fernando Seara. Pormenor relevante: Eusébio tem Portugal no coração. Um sentimento visível quando assiste a um jogo da selecção nacional. “Aquela coisa de agarrar a toalha branca e, cada vez que um avançado falha um golo, dobra-se todo… Parece que ao dobrar a toalha, dobra o joelho”, lembra o autarca. Eusébio é hoje uma lenda viva do futebol. É um justo embaixador de Portugal no mundo. Fernando Lopes vai mais longe: “Provavelmente fez mais pelo nome de Portugal do que a maioria dos nossos ministros dos Negócios Estrangeiros.” (retirado do site da RTP) Acho que este texto diz tudo.

Só é pena

Já não ter pontos para moderar.... Este artigo merece estar bem lá no cimo.... Saudações Benfiquistas NePPer

Merece sim e já o pus...

Cada coisa no seu sítio...

Se o Eusebio

jogasse hoje o Figo e o Cristiano Ronaldo não eram nada ao pé dele. Tenham vergonha na cara de comparar o Eusébio com os jogadores de hoje. O Eusébio vai ficar na memória de todos em todo o mundo, o Figo e o Cristiano Ronaldo nunca vão ser recordados depois de já não jogarem mais. Podia dizer tanta coisa, mas quem faz estas comparações é melhor não dizer mais nada

epa tu deves ser comediante certeza

todo o mundo sabe quem é figo e cristiano ronaldo. agora eusebio?Quem é? So os mais velhos que sabem quem é eusebio. os mais novos sabem la quem é eusebio ,so se virem os jogos a preto e branco do eusebio agora quem foi melhor se eusebio,figo ou ronaldo nem ha comparacao porque nao se compara jogadores de epocas diferentes. no tempo de eusebio por exemplo nao existiam substituicoes nem cartoes e as equipas quase todas jogavam ao ataque pouco defendiam e muitos nem sequer eram profissionais nao ha comparacao possivel

Eu pessoalmente até...

...acho que foi um excelente jogador e considero-o uma pessoa humilde, mas estou em crer que nunca seria o jogador que foi se a sua formação como futebolista tivesse sido feita em Portugal, pois chegar aqui com 17 ou 18 anos não é bem a mesma coisa, mesmo tendo em conta que Moçambique fazia parte do Império na altura... Uma coisa tenho a certeza: se tivesse vindo para o FC Porto da altura, hoje certamente que não estaria a comentar este artigo...

era impossivel eusebio ir para o fcp na altura

pq na altura o benfica raptava todos grandes jogadores da africa para o benfica,o fcp e o scp ficava a ver navios o proprio eusebio ia para o scp mas no aerporto lisboa foi raptado por 1 dirigente do benfica e ele ate ficou durante 1 semana retido num hotel sem poder sair a rua foi assim que ele foi obrigado a assinar pelo benfica o scp ficou a ver navios!!!

Re: era impossivel eusebio ir para o fcp na altura

lol O Sporting não quis Eusébio depois de este lhe ter sido oferecido, como tal foi oferecido ao Benfica que aceitou. Depois dos dirigentes do Sporting verem o disparate que tinham feito sairam com essas desculpas da tanga. Enfim, Benfica clube do Povo antes, agora e sempre, enquanto Sporting ainda hoje é um clube de elites. Por isso os «diferentes»...

Re: Re: era impossivel eusebio ir para o fcp na altura

o sporting nao quis eusebio???? ora esta é boa.

Re: Re: era impossivel eusebio ir para o fcp na altura

Que disparate é esse? O Eusébio foi para o Benfica porque lhe deram mais dinheiro isso sim! Quanto a essa de clube do povo o que eu mais vejo quando vou ao Alvalade XXI é médicos,engenheiros,arquitectos e bancários sem dúvida não esquecendo o Capitão América e o Tsubasa. Diferentes,sem dúvida,começando na noção do ridículo.

Re: Re: Re: era impossivel eusebio ir para o fcp n

O Tsubasa é o Liedson ? :-P

Re: Re: Re: Re: era impossivel eusebio ir para o fcp n

entao o ricardo é o benji nao???

Re: Eu pessoalmente até...

Só uma pequena pergunta: Achas que a Metrópole - mormente Angola e Moçambique - estava mais ou menos desenvolvida que a Metrópole? Norton de Matos não queria em 1912 transferir a Capital para Angola? Por que seria?

Disseste...

...1912?!

Re: Disseste...

Ele queria dizer 1900 e trocópasso...

Re: Eu pessoalmente até...

Lá está a mania da perseguição ...

Não achas estranho...

...que mesmo tendo-se passado 40 anos, ainda hoje Eusébio, seja a grande estrela do futebol português. Agora repara que na década de sessenta não existia internet, nem a parafernália de equipamentos que permitem captar mil e uma imagens em foto ou vídeo... Euséebio só não atingiu um patamar maior na sua carreira, a nível internacional, porque na altura não existia a Lei Bosman ou por exemplo a Itália durante anos - precisamente os do aparecimento e apogeu de Eusébio - que fechou as portas a jogadores estrangeiros. Quando em Itália permitiu-se novamente a inscrição de jogadores estrangeiros e o Inter de Milão o queria a todo o custo, Salazar impediu a sua saída para o estrangeiro... Património do Estado. Eusébio, nos dias de hoje, com toda a proteção que actualmente existe com a violência e entradas por trás, seria uma referência do futebol mundial. Eusébio foi operado aos joelhos vezes sem conta, com o avanço em termos de medicina e equipamentos, teria recuperado melhor das lesões que prejudicaram-no na última década da sua carreira. Quantas lesões graves já sofreram Luís Figo e Cristiano Ronaldo? O Benfica corria mundo fazendo jogos particulares e se Eusébio vestisse o ,o cachet era um - quantas vezes jogou infiltrado no seu joelho? - se Eusébio ficava no banco o cachet sofria uma redução astronómica. Eusébio, é, e será sempre, o maior embaixador do futebol português.

Re: Não achas estranho...

...que mesmo tendo-se passado 40 anos, ainda hoje Eusébio, seja a grande estrela do futebol português. Agora repara que na década de sessenta não existia internet, nem a parafernália de equipamentos que permitem captar mil e uma imagens em foto ou vídeo... Euséebio só não atingiu um patamar maior na sua carreira, a nível internacional, porque, na altura não existia a Lei Bosman, ou, por exemplo, a Itália que durante anos - precisamente os do aparecimento e apogeu de Eusébio - fechou as portas aos jogadores estrangeiros. Quando em Itália permitiu-se novamente a inscrição de jogadores estrangeiros e o Inter de Milão o queria a todo o custo, Salazar impediu a sua saída para o estrangeiro... Património do Estado. Eusébio, nos dias de hoje, com toda a proteção que actualmente existe com a violência e entradas por trás, seria uma referência do futebol mundial. Eusébio foi operado aos joelhos vezes sem conta, com o avanço em termos de medicina e equipamentos, teria recuperado melhor das lesões que prejudicaram-no na última década da sua carreira. Quantas lesões graves já sofreram Luís Figo e Cristiano Ronaldo? O Benfica corria mundo fazendo jogos particulares e se Eusébio vestisse o equipamento,o cachet era um - quantas vezes jogou infiltrado no seu joelho? - se Eusébio ficava no banco o cachet sofria uma redução astronómica. Eusébio, é, e será sempre, o maior embaixador do futebol português.

Na Ski Sports

Houve uma votacao dos 100 melhores jogadores de sempre. O Eusebio estava nos 30 primeiros, o Figo nos 100 primeiros e o Ronaldo nao aparecia (ainda).

se o cristiano ronaldo tivesse aparecido é que

seria muito estranho afinal o gajo so tem 22 anos e ainda tem muitos anos pela frente.

nem merece komentario

se há coisas despropositadas esta é uma delas....

Acho que é muito subjectivo

e será sempre dizer que foi o melhor, seja de Portugal seja do Mundo... O futebol vai evoluindo (infelizmente as mentalidades nao) vai havendo menos espaço para jogar, como jogaria um Eusebio? Um cruyff? Um Maradona? Um Pélé? Um Platini? Um Beckenbauer? Um Puskas? hoje em dia... acho que teria um estilo de jogo totalmente diferente... Seria mais justo falar em melhores de cada geração sendo assim Eusebio foi o melhor da sua geraçao e Figo foi o melhor da sua...

O Baia é o melhor!

Como já aqui alguém aqui disse, se formos pelos títulos, o Vitor Baia é o melhor jogador português de sempre. Porque é que só jogadores de campo podem ser os melhores? Alguém me explica? Sou da opinião de que o melhor jogador de todos os tempos é o Vítor Baia - afinal de contas, está no Guiness, como o jogador com mais títulos conquistados em todo o mundo; nem o Eusébio nem o Figo o conseguiram. Agora vou criticar a minha resposta: LOL!

Se formos pelos titulos....

O Vitor Baia é o melhor de sempre.

Ora sendo assim...

Costinha é melhor que Eusébio! Postiga é melhor que Eusébio! Pelo amor de Deus.... Esquece-te que essa geração era diferente da actual, Portugal não era uma tão grande potência futebolistica como é hoje. Portugal só recentemente se impôs no futebol europeu e mundial. Esquece-te que com este Senhor o Benfica conquistou 2 Taças dos Campeões Europeus. Esquece-te que este Senhor é dos poucos que se podem gabar de ter marcado mais golos que jogos feitos. Melhor jogador Português de todos os tempos só há um, e esse é Eusébio.

O Rei...

Eusébio foi o maior, mudam-se os tempos se Eusébio tivese jogado na última década verias como tinha sido. E é de relembrar(sem tirar mérito a selecções), que antigamente quase só existiam selecções fortes, não haviam "pêras doces".

Como alguém já aqui disse

São alturas diferentes e tempos diferentes. É óbvio que hoje em dia Eusébio talvez não marcasse tantos golos... ou será que marcaria o dobro? É que se por um lado hoje em dia as defesas são mais organizadas, também não é menos verdade que muito provavelmente Eusébio nunca teria massacrado tanto os seus joelhos com os avanços da medicina. E no entanto vejam o que ele fez. Mas isso para mim não me interessa. O que interessa é que 40 anos depois continua a ser chamado de "rei". O que interessa é que quem o viu jogar, Benfiquista ou não, diz que ele foi brilhante em campo. Da minha parte, infelizmente, nunca o vi. Só em videos naturalmente. Mas quanto a Figo e Ronaldo, o primeiro é um senhor do Futebol e terá concerteza a sua página guarda na História do futebol. Duvido que daqui a 40 anos tenha a fama que Eusébio tem hoje, mas sem dúvida é e foi um jogador excelente. Já Ronaldo tem 21 anos. Tem o potencial todo para ser um jogador com uma carreira excepcional também. Mas ainda lhe falta percorrer muito caminho. Pode ainda muito acontecer, e daqui a uns anos dizermos: "lembram-se daquele puto, o Ronaldo, que passou ao lado de uma grande carreira?". Exemplos desses não faltam, mas espero que ele aproveite os pézinhos que tem...

Eheheheheh, mauzinho...

Não te esqueças que estás a mexer com a alma do Benfica e... do Sporting. Afinal de contas Eusébio foi o que permitiu a existência do Benfica, coisa que nós sportinguistas deveremos estar gratos para sempre. Sem o Benfica a quem teríamos nós dado 7-1??? A quem chamaríamos lampiões? Já imaginaste que tipo de gente teria de ser adepta do Sporting se não houvesse Benfica? E como ficaríamos nós no Sporting sem poder ser diferentes de ninguém? Bem vistas as coisas acho que aquilo foi tudo combinado. O SCP recebeu uma chamada da sua delegação de Lourenço Marques a dizer que tinham um jogador jeitoso que comia tremoços por marisco. A sede, em Lisboa, disse: "epá, mandem lá o gajo mas arranjem as coisas de forma a que o Benfica o possa roubar. Com a mentalidade deles, se aparecer algo a jeito para roubar eles deitam logo a mão. Assim pode ser que eles não desapareçam como clube e poderemos ter alguém a quem dar uma "pinga" de vez em quando"! Se bem o pensaram melhor o fizeram e por isso hoje, o Sporting, é o orgulhoso detentor de um clube em Lisboa, privativo só do SCP, a quem dar uma coça de vez em quando e soltar umas boas gargalhadas. Por tudo isto acho mal que fales... mal do Eusébio.

Re: Eheheheheh, mauzinho...

Realmente nunca pensei no teu primeiro comentário e depois de reflectir um pouco realmente ainda bem que existe o benfice

Eusébio foi o que permitiu a existência do Benfica

o cosme damião era moreno, mas nao tanto