Carlos Queiroz diz-se vítima de "justiça governamental" | Relvado

Carlos Queiroz diz-se vítima de "justiça governamental"

 

O seleccionador Carlos Queiroz acusa a Autoridade Antidopagem de Portugal (ADoP) de ser o rosto de uma "justiça governamental que ninguém sabe como funciona". 

"As pessoas que me acusaram tomaram uma decisão em causa própria de me condenar a seis meses de suspensão", lamenta o treinador depois de ter sido condenado pelo ADoP sob a acusação de ter perturbado um controle anti-doping à Selecção antes do Mundial 2010. Em entrevista ao Jornal da Noite da SIC, Queiroz considera que o ADOp "atropelou uma decisão do Conselho de Disciplina" (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), frisando que pôs "em causa a dignidade do CD". Por isso o treinador acredita que "a Federação irá estar ao [seu] lado".

Lamentando não ter recebido a disponibilidade de Laurentino Dias, secretário de Estado do Desporto, para o receber numa audiência, o seleccionador acredita que "no final, as pessoas que provocaram este equívoco, sejam responsabilizadas" pelos "danos" causados à sua reputação e "ao futebol português", conforme sublinha.

Queiroz volta a assumir "a forma deselegante" com que diz ter expressado a sua "frustração" relativamente aos elementos do controle anti-doping, justificando contudo que tal se deveu à "impotência e frustração para fazer prevalecer o bom-senso" de modo a que se desse mais tempo aos jogadores para acordarem. O treinador alega que agiu ao abrigo da "responsabilidade como seleccionador nacional" no sentido de "defender os interesses dos jogadores e da Selecção".

Na mesma entrevista, Queiroz recusa ter dito que o vice-presidente da FPF, Amândio de Carvalho, é a "a cabeça do polvo", conforme publicou o Expresso num artigo a propósito de uma entrevista com o treinador. O CD ainda não decidiu o processo aberto ao treinador com base nesta declaração e o Diário de Notícias anuncia que este caso poderá culminar com o despedimento do seleccionador por justa custa e com um pedido da indemnização ao mesmo da ordem dos 3,5 milhões de euros, o mesmo montante que a FPF teria que pagar ao técnico se rescindisse unilateralmente o contrato.

E quanto a euros, Queiroz assegura que "se estivesse em causa o dinheiro, já estariam as coisas resolvidas nos bastidores", argumentando que poderia ser sido ele próprio a tomar a iniciativa nesse sentido. Notando que o seu lugar esteve sempre à disposição "em todas as circunstâncias", alerta que neste momento não equaciona bater com a porta. "Não admito sair com o nome, a honra e a reputação manchados", diz.

Sobre as renúncias de Paulo Ferreira e Simão Sabrosa à Selecção, Queiroz atesta que os jogadores trataram do abandono da equipa das quinas consigo, considerando que "a partir de determinada idade é completamente normal" tal acontecer "em todas as Selecções". O seleccionador refere ainda que ambos invocaram "razões pessoais" e que "os termos das cartas enviadas à Federação foram tratados" consigo.

Foto: FIFA

Seleção:

Comentários [17]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Amândio de Carvalho

Enquanto houver "Amândios de Carvalho" neste país isto nunca irá para a frente. Onde estava este senhor quando houveram casos de putas nos quartos de jogadores? Onde estava quando houve agressão de seleccionador a jogadores de equipas adversárias? Este senhor já tem idade é para estar na reforma ... está de hora de darmos um basta neste tipo de tachos. Independentemente da competência que achamos que o Carlos Queirós tem as coisas têm que ser feitas em condições e não mexer "cordelitos" para pressionar a sair sem qualquer tipo de direito e compensação. É bom não esquecer que o CQ saiu de um cargo praticamente vitalício. Cumprimentos

Juro que não é um clone

Juro que não é um clone meu...Mais um gajo que também constanta o óbvio, isto é, que a competencia dele não tem nenhum tipo de relação com o processo vergonhoso que temos vindo a assistir. Estamos em franca minoria meu caro. Sei bem o que fazia a esses Amandios...sei sei.

Engraçado o povinho

Quando um seleccionador manda um soco num jogador de outra selecção, não se passa nada. Quando outro seleccionador tem um "desabafo mais deselegante" cai-lhe tudo em cima, processos e mais suspensões, críticas, etc. Será que ninguém é capaz de ver, independentemente da opinião pessoal de cada um acerca de Queiroz, que isto não passa da vendetta de um organismo que não quer perder a autoridade? Que é que a selecção ganha com um seleccionador suspenso? O que é que Portugal ganha com um seleccionador suspenso? QUe é que a candidatura Portugal-Espanha ganha com isto? NADA! Vence apenas a ganância e pretensiosismo de um orgão que está disposto a fazer de tudo para não perder autoridade, nem que isso implique prejudicar Portugal. Entretanto o povinho assobia para o lado e recusa-se a ver a "big picture", só porque o Queiroz não convocou o Quim

Lol

"Entretanto o povinho assobia para o lado e recusa-se a ver a "big picture", só porque o Queiroz não convocou o Quim " No fundo a culpa é sempre dos Benfiquistas. Já a questão com o Scolari para os Portistas era "diferente". haja paciência para esta gentalha

uiiii

no que tu te estás a meter rapaz..... Se houvesse sondagem no relvado meu amigo, o Queiroz não era despedido, era enforcado...

O Queiroz também andou ao soco...

...com o Jorge Batista num aeroporto quando estava em representação da selecção. Mas que raio de argumento é esse que apresentam falando do episódio Scolari-Ivica Dragutinovi?, e omitindo o episódio Queiroz-Jorge Batista, como se nunca tivesse existido e o seleccionador actual nunca tivesse tido mau comportamente e nunca se tivesse envolvido em agressões físicas? Esse episódio sim foi abafado completamente, sem sequer uma palavra da Federação... A hipocrisia de alguns, como por exemplo o Rui Moreira no Trio de Ataque, é clamorosa... Só enganam os tolos, com suas papas e bolos... Isso não são argumentos, apenas desculpas... Já agora, o que ganha Portugal em prender criminosos, em prisões sobre-lotadas? Tem de lhes pagar refeições, alimentá-los, dar-lhes guarida, e eles praticamente nada fazem, não produzem, não trabalham, etc... ainda por cima mancha-se a imagem externa do país e ainda se aumentam as negras estatísticas do sub-desenvolvimento e da criminilidade. Será que mais vale fechar os olhos e fazer vista grossa, como nada se passasse e este país fosse uma mar de rosas? Mas isto é argumento válido para não se fazer justiça? Lá porque andam habituados a brincar com a justiça e com a lei e com a ordem, não quer dizer que tudo seja perdoado e se deixe passar todo e qualquer comportamento impunemente. Não sou a favor desta autêntica palhaçada, como não fui a favor da contratação de Queiroz para seleccionador e não gostei do seu trabalho, como fui dizendo ao longo da sua passagem... E a federação, não é ela sim neste momento um orgão podre, ferido de incompetência e ilegalidade, não perdeu o estatuto de utilidade pública? E apontam o dedo ao ADOP? Mas na Federação está tudo bem, tem sido bem gerida e direccionada e recomenda-se? O que é ridículo e demais não presta... Tenham vergonha!

Concordo em parte. Concordo

Concordo em parte. Concordo no que dizes sobre Scolari. Esse agrediu em pleno jogo e nada foi feito. Este diz umas bocas ao controlo anti-doping e é o que se vê. Mas uma coisa é certa, Carlos Queirós não serve para a selecção e tem de sair. Mas não desta forma!

Sr. Queiroz,

O senhor diz-se vitima da justiça governamental. Tem toda a razão. O que lhe estão a fazer não se faz pois sempre defendi que um incompetente nunca deve sair de cena como vitima mas sim como culpado e a federação está a fazer um esforço tremendo para lhe dar razão em todo este processo. Mas agora se me permite também eu me sinto vitima: da sua incompetencia e falta de humildade. Da sua ganancia e sede de protagonismo. Do facto do sr. Prof. ter falhado em toda a linha na Africa do Sul e mesmo assim não ter abdicado do seu chorudo prémio de participação e de assobiar para o lado no que toca a responsabilidades. A justiça governamental está a fazer das suas, é verdade, mas não acha, Prof. Queiroz, que já era hora do nosso governo fazer algo por nós já que o sr não teve coragem de o fazer? Abraço e fique bem. Miguel C.

Nem mais.

Nem mais.

senhor Carlos Queiroz é mas é um incompetente

O senhor Carlos Queiroz é mas é um incompetente, e por sê-lo, seria de grande humildade reconhecer a sua incompetência e demitir-se. Depois, trataria da sua honra, já que isso, segundo o próprio, é o que aqui está em causa.

fiquei triste

e eu que andava cheio de esperança que com o novo relvado tu até fosses começar mais simpatico para ele...

fiquei triste

e eu que andava cheio de esperança que com o novo relvado tu até fosses começar mais simpatico para ele...

Mas ele é simpático para alguém

Mas ele é simpático para alguém? Como dizia o Vingador, parece o Sócrates.

Fdx...já te ouvi dizer muita

Fdx...já te ouvi dizer muita coisa sobre ele mas há um limite que não convém ultrapassar...

Queiroz

Limite tem a nossa paciência. Há uma coisa que é preciso que estejamos conscientes: Queiroz desde que está à frente da selecção só esteve envolvido em merdas. Foi o caso no aeroporto, foi agora isto do ADoP, foi enfim e o mais importante a caminhada miserável de qualificação que só se conseguiu sabe-se lá como, foi a miserável prestação no Mundial, foi a incompreensível convocação para o Mundial, foi o Polvo, enfim demasiada coisa. Não lhe baste vir dizer que lhe estão a fazer isto ou aquilo, que os resultados estão à vista, porque não só o que lhe estão a fazer é consequência do seu mau trabalho e incompetência, como os resultados não se vêem, por muito que ele diga que sim. Com a entrada dele para a selecção coincidiu a entrada de Oceano, Paulo Alves, Rui Bento, tudo tachos e treinadores cujo currículo é manifestamente inferior a outros que por cá já andavam. Depois vem dizer que há porcaria na selecção, e que de resto há, mas ele tem contribuído para isso também, porquanto é homem que dá tachos a amigos, que não é só de agora mas também de outrora. Aliás, ele próprio no Manchester arranjou tachos. Mas veja-se ainda a contratação de Bebé pelo Manchester, que pelo que se sabe tem dedo dele, e sendo ele seleccionador julgo que era seu dever não se envolver nessas coisas. É que depois de sabermos isso, podemos questionar por que razão Bebé foi para o Manchester, depois de este estar a segui-lo há imenso tempo, só depois de se ter transferido para o Guimarães e pelos valores que se sabe. Não terá ele recebido um pouco? É que depois de toda esta conjuração podemos enfim também questionar ainda mais os convocados do Mundial. Em suma, Queiroz não é apenas o seleccionador, Queiroz tem sido mais do que isso em proveito próprio.

Houvesse pontos e moderava-te já

com um bem escrito :P Cumprimentos, Not_me

.

Acabou-se os pontos hehe agora os senhores dos pontos devem andar tristes :)