Portugal fora de um Mundial sub-20 "africano" | Relvado

Portugal fora de um Mundial sub-20 "africano"

Grandes penalidades terminaram com vitória brasileira. Alemanha também perdeu.
 
Hélio Sousa, FPF

O Brasil voltou a levar a melhor sobre Portugal num Mundial sub-20 deste século. Depois da final de 2011, na Colômbia, desta vez foi na Nova Zelândia que os brasileiros ganharam, após um desempate nas grandes penalidades: 0-0 durante os 120 minutos e 3-1 nos penáltis.

Desfecho injusto, tendo em conta o que se viu no relvado. Portugal foi mais forte, foi a melhor equipa e teve várias oportunidades claras para marcar. Rony Lopes apareceu três vezes isolado em frente ao guarda-redes adversário e enviou uma bola ao poste, com André Silva, Domingos Duarte e Gelson a terem também situações de golo. O Brasil só foi mais perigoso no prolongamento, quando cresceu um pouco; mas sem colocar em causa a superioridade dos concorrentes lusófonos.

Nas grandes penalidades Portugal voltou a não ser eficaz. Apenas Rony Lopes marcou, logo na primeira tentativa; depois André Silva, Raphael Guzzo e Nuno Santos falharam, permitindo o triunfo ao Brasil, que desperdiçou um penálti.

À mesma hora, surpresa no encontro entre Alemanha e Mali. Os alemães e campeões europeus sub-19 (venceram Portugal na final) empataram a uma bola frente ao Mali, sendo derrotados também nas grandes penalidades. Sérvia e Senegal afastaram, respetivamente, Estados Unidos da América e Uzbequistão.

Na quarta-feira quatro equipas vão lutar por dois lugares na final: o Brasil defrontará o Senegal e a Sérvia terá pela frente o Mali. A final, marcada para sábado, pode ser assim totalmente africana.

Seleção:

Comentários