Sporting, Adrien e a sina do desperdício | Relvado
Lead: 

O Sporting parece não querer aprender com os erros. Desperdiça talentos
provavelmente como mais

Ainda antes da construção da Academia, já o Sporting era um clube conhecido por conseguir ‘formar’ bons jogadores.

Desde os tempos do Passadiço.

Mesmo nos pelados do ‘velho’ José Alvalade, o Sporting ‘formou’ alguns jogadores que se notabilizaram na sua equipa mais representativa.

A construção da Academia, para quem era sensível aos modelos de desenvolvimento do futebol francês na década de setenta, sob as dinâmicas de Sastre e Boulogne, fazia todo o sentido. Mesmo aparecendo com 20 anos de atraso em relação à Europa desenvolvida e às necessidades, a Academia permitiria, em tese, sistematizar e optimizar a capacidade do clube ‘leonino’ em achar jogadores para poder rentabilizar, desportiva e financeiramente.

A Academia, no Sporting, como noutros clubes portugueses, apareceu numa altura de reformulação relativamente à utilidade dos ‘centros de formação’. Nos últimos três decénios muita coisa se alterou no Velho Continente e as pessoas passaram a gozar do privilégio de passar as fronteiras com muito poucas restrições. Isso mudou tudo. Mudou, também, o futebol.

As Academias continuam a ter utilidade, mas os condicionalismos impostos ao seu (mau) funcionamento, considerando as larguezas consentidas ao profissionalismo, colocam sérias interrogações à rendibilidade dos investimentos.

O Sporting achou muitos jogadores, mas a percentagem de aproveitamento dos seus atletas na equipa mais representativa de futebol é baixa. Grande fama, pouco proveito.

Se o Sporting encerra um fenómeno do ponto de vista da detecção dos talentos, também é verdade que a imagem de fenómeno se mantém, mas de uma forma negativa, considerando os maus negócios que entretanto se fizeram, desportiva e financeiramente.

A verdade é que o Sporting parece não querer aprender com os erros. Desperdiça talentos provavelmente como mais nenhum outro clube em Portugal e na Europa. E o mais grave é que alguns dos jogadores formados nas suas fileiras vêm sendo rentabilizados em clubes concorrentes, no espaço nacional. Não é grave; é gravíssimo -- e demonstra ausência de competência na gestão dos ‘activos’.

Depois do ‘caso’ Moutinho -- uma aberração... --, está a querer precipitar-se o ‘caso’ Adrien.

O Sporting não consegue resistir e contornar coisinhas muito pequenas que nada têm a ver com o valor dos atletas.

A última polémica foi porque, a propósito da final da Taça de Portugal, o jogador falou enquanto jogador da Académica-emprestado-pelo Sporting e não deveria ter falado.

Criou-se uma polémica evitável, que Ricardo Sá Pinto não deveria ter ajudado a potenciar.

Adrien é um belíssimo jogador. Não fica atrás de nenhum dos jogadores de meio-campo que fazem parte do actual meio-campo do Sporting. É um jogador competitivo, eu diria na senda de João Moutinho, talvez até um pouco melhor. Tem um ‘problema’: nacionalidade portuguesa.

Desde os tempos de Paulo Bento no Sporting que Adrien nunca foi muito benquisto. Mais um caso de desperdício, que promete consumar-se se ninguém com bom-senso dentro do Sporting não fizer o suficiente para estrangular mais uma situação amplamente penalizadora para os interesses do clube.

Os desencontros pessoais, com empresários e/ou jogadores, não devem pôr em causa o essencial -- e o essencial é o valor dos futebolistas em causa. Ora o valor de Adrien é inquestionável e dessa realidade o Sporting não deveria afastar-se.

Já chega de tanto desperdício. É mais do que uma sina. É insistir numa dinâmica sem sentido.

(Rui Santos escreve de acordo com a grafia do português pré-acordo ortográfico)

Acompanhe os artigos do Relvado no Facebook e no Twitter.

Rui Santos no Relvado 1 (fundo verde)
Taxonomia: 
Rui Santos

Adrien...

Emquanto esteve no Sporting foi uma nulidade absoluta...é verdade que agora merecia uma oportunidade , para testar as suas capacidades num clube com objectivos grandiosos ( que nao seja os de nao descer de divisao)

Moutinho ?...Mas voce percebe o que fala ou fala ou que nao percebe ?
Moutinho pediu pra sair 1..2 vezes ....o Sporting ainda fez 11 milhoes com ele..que mais queria?

Que falta de credibilidade os seus comentarios ultimamente.

O Sporting desperdiça talentos..o Porto e Benfica nunca os teve nem tenta ter..porque nao faz um artigo assim?
Tudo o que é que Colombiano,Brasileiro ,Argentino,Equatoriano etc é que é bom.
O Benfica teve por milimetros de conquistar o campeonato junior...pelos vistos ninguem vai ser aproveitado ..so sul americanos da treta com 16 , 17 anos é que são bons!
Veja a nossa selecçao!
Até nos juniores já nao ha espaço para os portugueses...o Sporting tenta aproveitar os talentos..OS OUTROS nem sequer tentam!

Anti SCP e anti PB!

Não entendo esta antipatia do Senhor Rui Santos, quer com Paulo Bento, quer com o Sporting.

Já aqui me tenho manifestado algumas vezes, a denunciar o discurso errático do Senhor Rui Santos, e ele surge recorrentemente, e sobretudo "recheado" de incoerencias. Repito, Paulo Bento de 05/06 a 08/09, em 4 temporadas, foi 4 vezes Vice-Campeão do Sporting, ganhou 2 Taças de Portugal, e 2 Supertaças, e onde se abastecia? Pois, com um orçamento de tostões na Academia: Patrício, Moutinho, Nani, Veloso, Yannick, Pereirinha entre outros, são belos exemplos. PB deu títulos, estava na Liga dos Campeões, e potenciou jovens, e garantiu mais valias ao Sporting com essas vendas. Curiosamente, e estranhamente o Senhor Rui Santos, nunca enalteceu, ou valorizou este extraordinário de Paulo Bento no Sporting, e eu pergunto, porquê? Os registos que deixei falam por si...

Relativamente ao comportamento da nossa Selecção, deixa um artigo de opinião, nas vesperas do Portugal Alemanha, a revelar que Portugal não poderia, nem deveria jogar de "salto alto", no 4-3-3. Apesar do jogo conseguido, e do resultado menos bom da Selecção, e sem ter desvirtuado esse 4-3-3, eis que surge o Senhor Rui Santos no "Tempo Extra" a revelar que a Selecção contra a Alemanha deveria ter arriscado mais? Então não era o próprio que referia que deveriamos jogar "fechadinhos" e rechear o meio-campo, antes desse jogo? Haja coerência por favor.

Neste contexto do Sporting, alguém duvida que a Formação do Sporting é só a melhor em Portugal? Exemplos? Futre, Litos, Figo, Peixe, CR, Moutinho, Nani, Patrício, chega? Quantos são na nossa Selecção A? Benfica ou Porto, não sabem, nem querem potenciar jovens talentos como o Sporting.Agora, aproveitar essas mais valias no Mercado, é outra "estória". Mas os negócios no tempo e datas respectivas, de CR ou Nani teriam sido assim tão maus para o Sporting? Talvez não.

Neste artigo, o Senhor Rui Santos, mais uma vez deixa uma "alfinetada" em Paulo Bento: "Desde os tempos de Paulo Bento no Sporting que Adrien nunca foi muito benquisto", ora vamos desmontar isso com registos, e provar estas afirmações manipuladoras. Em 07/08, Adrien ainda junior e com 18 anos fez 6 jogos com Paulo Bento no Sporting, nas 2 épocas seguintes, 1ª/2ª temporada sénior (19/20 anos) na equipa principal do Sporting, Adrien faz 26 jogos na equipa principal do Sporting. Não terá sido uma aposta regular de Paulo Bento?

Finalmente, é o unico Jornalista especialista em Futebol, que indirectamente não reconhece os devidos méritos a Moutinho, aliás, na senda do seu acólito Prof Carlos Flop Queiroz, que teve a ousadia de não convocar para o Mundial 2010, o melhor médio do Futebol Português, justamente João Motinho!

Ataques antes do tempo

Apesar de tanto desperdicio, o Sporting não se deu mal esta época, chegou às meias-finais da Liga Europa. E tem aproveitado bem muitos jogadores da ''casa''. O caso Adrien ainda vamos ver como acaba, é prematuro estar a exigir a demissão da direção do Sporting por um caso que ainda não acabou.

Eu estaria preocupado com outra coisa!

O Adrien Silva pode ser mais um exemplo após tantos outros. Mas, se fosse sportinguista, estaria muito mais preocupado com outra coisa: é que os jogadores que saiem da formação dos leões ou saiem do Sporting cedo ou nunca chegam a ser grandes futebolistas! Porque será que o Sporting, um clube que forma bem, é depois incapaz de desenvolver aqueles que dormou? Suspeito da resposta: é que a maneira sportinguista de desculpabilizar as derrotas, atirando as responsabilidades para coma dos árbitros, é contra a cultura de exigência que é necessária num jogador de alta competição.
Adrien é apenas mais um que se segue a Figo, Simão Sabrosa, Cristiano Ronaldo, Ricardo Quaresma, Nani ou João Moutinho.
Será que não vale a pena reflectir nisso?

Pois

Andam a formar para os outros... mas quem quer ficar no Sporting? Até as horas a que cagam o Cristovão sabe.

Adrien

Sr.Rui Santos, tem toda a razão no que diz respeito ao facto do sporting não aproveitar os activos. No entanto em relação ao adrien a atitude após a final da taça não é digna de um jogador em contrato com o sporting e muito menos de quem foi formado no clube. Ao ter a atitude que teve, se fosse jogador do fcp estava até ao final do contrato sem jogar...
Portanto,mesmo que o adrien um dia venha a ser o melhor médio português, espero como sócio do sporting que o mesmo não volte a jogar pelo clube.
Acima da qualidade como jogador deve vir o prazer e amor pelo clube realçado pelo facto de ser o clube formador, e o que esse senhor mostrou foi uma atitude de ingratidão perante o clube que ainda lhe paga o ordenado.... Devia por os olhos no cedric que foi profissional mas mostrou respeito pelo sporting.

ainda pagam para ouvir certos comentários

não percebo nada de futebol comparado com este Sr. , mas até eu sei que o adrian é um jogador banal, muito valorizado. é vende lo. não tem lugar no sporting

Plenamente de acordo, o

Plenamente de acordo, o Sporting como grande formador de talentos não pode ser conhecido como sendo um dos principais a desperdiçar o investimento em alguns desses talentos.
https://www.facebook.com/academia.futebol

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.