FC Porto absolvido no caso "Taça da Liga" | Relvado

FC Porto absolvido no caso "Taça da Liga"

Dragões vão poder continuar em prova. CD da FPF diz que regulamentos são omissos.
 
Vítor Pereira preocupado, conferência de imprensa
Lusa

O FC Porto vai continuar a disputar a Taça da Liga. O Conselho de Disciplina da FPF considerou “improcedente” a acusação formulada contra o clube pela eventual utilização irregular na Taça da Liga de Fabiano, Seba e Abdoulaye, frente ao Vitória de Setúbal, e deliberou absolver os dragões.

No acórdão deliberativo do processo, os juízes do Conselho de Disciplina consideraram que o Regulamento de Competições é omisso no que se refere à utilização de jogadores de equipas B na Taça da Liga, estipulando apenas regras relativas à I e II Liga.

“No referido regulamento, não é feita de forma terminante qualquer previsão relativamente à participação dos jogadores das equipas B em competições diferentes, como é o caso da Taça da Liga, da Taça de Portugal ou de qualquer outra”, lê-se no acórdão.

“O princípio da legalidade exige que uma infração esteja claramente definida na lei”, acrescentam os juízes.

Assim, concluem: “Entendemos que o art.° 13.° do Anexo V ao Regulamento das Competições, denominado por “REGULAMENTO DE INSCRIÇÃO E PARTICIPAÇÃO DE EQUIPAS “B” NA II LIGA POR CLUBES DA I LIGA" apenas deve neste conspecto ser considerado como aplicável às competições denominadas por “Primeira Liga” e “Segunda Liga”, pois foi isso que, de forma clara, ficou consagrado nos dispositivos regulamentares aprovados e em vigor. Aqui chegados, terá de se considerar prejudicado o conhecimento de todas as outras questões suscitadas nos autos, na Acusação ou por parte da Defesa”, reforçam os juízes.

FC Porto:

Comentários [175]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Eu no Meio Disto tudo só não percebo uma coisa...

Se os Regulamentos são omissos no que toca à utilização de jogadores dos B em outras competições que não o campeonato - Taças ( Da Liga e De Portugal) no que toca à irregularidade do Porto...e partindo do principio que quem avalia este caso será a mesma entidade que avalia todos os casos, fico na duvida no seguinte :

- No que toca ao FCP, esmiuçaram os regulamentos para encontrar uma falha nas alineas..por ser omisso, o FCP poderia utilizar os jogadores em causa noutras competições...

Mas tanto o Sporting, como o Maritimo foram multados por terem utilizado jogadores dos B em jogos da Taça de Portugal, ficando-se apenas por multa visto os resultados ja estarem homolgados.

Atão porque raio quem avalia estes casos não utilizou o mesmo argumento antes de esmiuçar uma forma de voltar a por o Porto na taça da Liga?

Que ganhe ao Rio Ave e vá à final com o Braga...é mais uma facil final da Liga Europa, desta vez versão "Cerveja"...

Fez-se justiça, o fcporto vai

Fez-se justiça, o fcporto vai continuar na taça do Lucílio Batista porque foi a melhor dentro das quatro linhas,o resto é conversa.Toda esta confusão veio da cabecinha de pessoas encomendadas para falar do assunto todas elas ligadas ao benfica e o primeiro orgão de informação a alar foi o mesmo do apito dourado, "A Biblia "e o Correio da Mánha.

Então puseram a imagem "Vitor

Então puseram a imagem "Vitor Pereira preocupado, conferência de imprensa" nesta noticia?

O rigor jurídico ganhou para os amantes do mesmo

quem andou aqui durante tanto tempo a defender o rigor absoluto no cumprimento das leis, como se elas encerrassem nelas mesmas um fim não interessando o ridículo, ou o respeitar de qualquer bom senso, devem estar felizes... porque afinal o rigoroso, absoluto, cumprimento das leis ainda foi ainda mais longe com a génese da interpretação da lei...

Não me digam porque afinal a lei na sua génese dá razão ao Porto os vossos argumentos mudaram?

Os lavadores de cérebros SÃO incompetentes ou burros.

Comentadores desportivos, comentadores jurídicos, dirigentes da liga, da FPF, disciplinares, ex-presidente do CD da Liga (enterrado na m*rda do cambalhacho apito dourado), Meirim, expert em direiro desportivo, etc., etc., todos eles de nomeada fachada, falaram, disseram de sua justiça, e foram unânimes em condenar prévia e
inquestionavelmente, o FCP. Todos eles, que se julgam muito inteligentes, não leram, não quiseram ler ou fizeram de conta que não leram a essência do Anexo V - REGULAMENTO DE INSCRIÇÃO E PARTICIPAÇÃO DE EQUIPAS “B” NA II LIGA POR CLUBES DA I LIGA, onde o polémico artigo 13º está inserido, que é o seu artigo 1º. O artigo 1º do Anexo V, determina, sem possibilidade de outra interpretação, o seguinte:
"O PRESENTE REGULAMENTO REGULA A PARTICIPAÇÃO DAS EQUIPAS "B" NO CAMPEONATO DA II LIGA".
Portanto, senhor Fernando Oliveira, não seja BURRO como todos os outros que acima referi.
Leia primeiro o Artigo 1º do Anexo V e reconheça que não vale a pena recorrer. Não gaste o pouco dinheiro que o Vitória de Setúbal tem.
Quem poderia recorrer, se fosse castigado, era o FCP, pois qualquer tribunal, Superior de Justiça ou Administrativo, jamais permitiria que o artigo 1º do Anexo V fosse posto de lado, quando é ele que determina quando e onde, o Anexo V, pode e deve ser aplicado.
Em 26 de Janeiro, aqui, eu comentei da seguinte forma:
"Inverdades
Enviado por O Fafe do AB6 a 26 de Janeiro de 2013, às 16:15.
Náo é verdade que o O Regulamento de Competições da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), faça qualquer referência a essa proibição ou restrição. Esse Regulamento tem um Anexo V - REGULAMENTO DE INSCRIÇÃO E PARTICIPAÇÃO DE EQUIPAS “B” NA II LIGA POR CLUBES DA I LIGA (e NÃO de inscrição e
partiipação de jogadores de equipas B), que no seu artigo 13º tem de facto essa proibição e restrição. É meu entendimento, que sendo especificamente um Regulamento de inscrição e participação de eqipas B na II Liga, será lógico que só nas provas da II Liga ele poderá ser aplicado, não podendo ter implicações nas outras provas da Liga, das quais os respectivos regulamentos nada referem sobre essa questão. Aliás, esse artigo 13º refere explicitamente "equipa principal" e "equipa B". Ora, o Regulamento da Taça da Liga, Anexo III, artº 11º, pontos 2 e 3, obriga à inclusão e utilização de pelo menos 2 jogadores formados no clube. Ora sendo uma
inquestionável obrigação, a equipa na Taça da Liga, nunca poderá ser declarada como "equipa principal". A equipa principal, não tem restrições, o treinador escolhe, livremente, aqueles que entende ser os melhores, para formar a melhor equipa. Na equipa principal não se pode ser obrigado a incluir jogadores que não se queira convocar. Eu não tenho dúvidas que, face à especificidade do Anexo V, os seus artigos são direccionados para o campeonato da II Liga (por isso o SCBraga B perdeu o jogo da II Liga). Se a defesa e recurso do FCPorto forem competentes, este nunca poderá ser cartigado na Taça da Liga, por essa imaginária infracção. O CD da Federação Portuguesa da Futebol e a Liga têm que ter pessoas competentes que
percebam minimamente a língua Portuguesa e, o que está escrito é o que está escrito. As interpretações dúbias sao para os advogados, mas nunca para um bom professor de português (alto lá, que eu não sou sequer professor de alguma coisa, mas entendo minimamente o meu idioma). Se o FCP quiser, isto não irá a lado nenhum, apesar dos Meirins, especializados em direito ... petroguês."
Os que falam do SCBraga e do seu castigo, não percebem o alcance do Anexo V e, sobretudo, do seu artigo 1º.
A verdade, e desculpem-me a imodéstia, é que, como aqui se pode comprovar, eu estou muito acima e muito à frente de todos os notáveis que opinaram sobre esta questão e sobre o apito dourado.
Eu não falo depois dos acontecimentos, eu falo muito antes, por antecipação e tenho saído vitorioso em toda a linha.
Eu tenho como formação académica, unicamente, o antigo Curso Geral do Comércio.
Nada percebo de direito, mas, felizmente, sei ler muito bem o português.
No apito dourado, ainda não se sabia, sequer, se Pinto da Costa seria ou não julgado e já eu tinha dito de minha justiça, pela minha própria cabeça, conforme se comprova nos meus artigos:
A Apito Dourado de Ferro Forjado (20/04/2005;
O Apito Morgado e o Sonho (06/02/2007);
Apito ou Cambalacho? (21/06/2007);
O Apito Morgado e a Gémea (22/07/2007).
E quem ganhou? Eu, ou a Maria José Morgado? Quem foi, quem?
Dizia eu, no "Apito ou Cambalacho?" em 21/06/2007, logo após o MP ter aduzido acusação contra Pinto da Costa:
"Em virtude desta minha actividade mental, espero, com exultante prazer, ver a Maria José estrebuchar e ser esborrachada, em pleno tribunal, contra o soalho das causas perdidas, enquanto que, na mesma sala, espero ver a Carolina Salgado dançar frenética e incessantemente, como que revivendo "Os cavalos também se abatem". Muito espero da eficácia do advogado de Pinto da Costa."
Todos esses pseudo comentadores televisivos e jornalísticos, a meu lado, não passam de figurões desfigurados. Pobres Ricardos Costas e pobres Meirins ....
SOU O MAIOR.

Afastados da Taça Lucílio!

Seria a atitude mais correcta.
Porém, segundo o Artigo 1.º O presente Regulamento regula a participação das EQUIPAS “B” no CAMPEONATO DA 2.ª LIGA.
Como foi averiguado, este regulamento não se podia aplicar à Taça da Liga e Taça de Portugal porque são competições que a equipa B não participa como tal não poderia haver transição inter-competições.
Mesmo assim, queria que o Porto fosse afastado.

Então a equipa A

participa só no campeonato???? LOOOOL... ou seja, os jogadores da equipa B, podem alinhar pela equipa A na Taça da Liga e na Taça de Portugal???Mostrem-me onde é que na lei diz que as 72 horas se REFEREM EXCLUSIVAMENTE A CAMPEONATO DA 1ª E DA 2ª lIGA??? Em lado nenhum. Portanto, UM jogador da equipa B, por esta lógica pode jogar á tarde pela equipa A no campeonato e á noite pela equipa A na Taça da Liga... já que a Taça da Liga, SUPOSTAMENTE, não abrange esta restrição DOS JOGADORES DA EQUIPA B que é o que se fala aqui:) LOOOOL

Eu como portista prefiro que

Eu como portista prefiro que o meu clube meta uma equipa mais fraca e saia por questões desportivas em vez de sair por jogadas de secretaria. Como tal, também desejo isso para os rivais.

Totalmente de acordo.

Totalmente de acordo.

Naturalmente, nem é

Naturalmente, nem é necessário ser Mestre em Direito Desportivo!

Mas o benfiquista JM Meirim, nesse caso, assim como no adiamento do Setubal Porto esteve muito bem, e acolitado pelo "Justiceiro" Ricardo Costa!

Eis o principal responsavel

Eis o principal responsavel pelo Campeonato 09/10!

O unico que conseguiu anular Hulk, posteriormente, reconsiderou o que já havia feito ("errei"), mas esse erro retirou ao Porto o desequilibrador, assim como Vandinho do Braga, peça fundamental nesse Braga que lutou até final pelo Campeonato!

Já tivemos a Taça Lucilio, esse foi o Campeonato Ricardo Costa!

Para quando ganhar um Campeonato "limpinho" sem casos e "acasos" de tuneis, estoril-gate e afins?

Não,tudo isto é invenção dos

Não,tudo isto é invenção dos portistas o benfica é um clube sério, tão serio que de todos os titulos que o benfica ganhou não me recordo de algum onde não tenha havido a mão divina de arbitros ou de federação e conselho de disciplina.

Eu queria o Porto

Eu queria o Porto afastado.
Nos outros Países, esta Taça é mais um veículo para as competições europeias e onde os clubes grandes utilizam alguns jogadores menos utlizados.
Exemplos:
http://www.zerozero.pt/jogo.php?id=2614659
http://www.zerozero.pt/jogo.php?id=2614662

Há um misto de jogadores titulares e jogadores menos utilizados.
Gostaria que o Porto fizesse o mesmo.
Ter dezenas de minutos nas pernas para ganhar 1 milhão de euros?
Prefiro uma vitória na Liga dos Campeões ou uma viagem à Colômbia em Junho.

Esquisso, Calma com essa

Esquisso,

Calma com essa ambição desmedida da Champions, só mesmo uma grande conjugação de factores/sorteios tal poderá acontecer, e poderiamos comprometer o objectivo principal: Campeonato!

Taça da Liga? Repito, para 27 de Fevereiro: Fabiano, Maicon, Abdoulaye, Quino, Castro, Defour, Kelvin, Sebá, Liedson, Izmailov todos titulares, e resguardar o nucleo duro, para a 3 de Março a equipa estar fresca em Alvalade, no jogo teóricamente mais dificil fora do Dragão, se fores eliminados com essa 2ª equipa? "No blem" há outras prioridades bem mais importantes!

Colombia? Cartagena das Indias? Recomendo...

Não há ambição desmedida na

Não há ambição desmedida na Liga dos Campeões.
O Porto tem boa equipa, tem estaleca de Champions e só pode pensar em ultrapassar o Málaga.
Acontecem surpresas? Claro!
O Málaga é o rookie da competição.
O jogo contra o Rio Ave antecede a ida a Alvalade?
Equipa C, se faz favor.
Só quero dizer com isto, que a Taça Lucílio devia servir como outra oportunidade para equipas medianas.
Em primeiro lugar está a renovação do título de campeão nacional!

«QUE LA CHUPEN Y QUE LA SIGAN CHUPANDO!»

A decisão do Conselho de Disciplina da FPF acaba definitivamente com mais uma lamentável novela fabricada pelo lobby lisboeta que pretendia assim eliminar precocemente o clube azul-e-branco desta competição através de expedientes de secretaria. Nada a que, infelizmente, não estejamos já habituados vindo de quem vem.
O acórdão do CD não deixa margem para dúvidas de que este processo não passou de um folhetim mal-amanhado, sem qualquer fundamento à luz dos regulamentos, criado e alimentado pela máquina propagandista afecta aos interesses encarnados, com especial destaque para o jornal A BOLA que, na sexta-feira passada (ou seja, com quase uma semana de antecedência) já se regozijava com a exclusão do FC Porto da Taça da Liga. Não se espere agora qualquer pedido de desculpa por parte deste jornal. O assumir dos próprios erros é um acto demasiado nobre para gentalha desta estirpe. Satisfaçamo-nos apenas com o prazer de imaginar a azia que a maldita escumalha da Travessa da Queimada deve estar a sentir neste momento, perante este desfecho do processo que constitui mais uma violenta estocada nas suas insidiosas pretensões. Parafraseando uma certa estrela do futebol mundial que já demonstrou não ter papas na língua na hora de dizer o que pensa àqueles que o querem prejudicar, «QUE LA CHUPEN Y QUE LA SIGAN CHUPANDO!»

Eis o compelto enxovalho,

Eis o compelto enxovalho, humilhação de um Jornal que já foi uma referencia do Jornalisto Desportivo Português!

Agradeçam à Sociedade Delgado&Guerra SGPS, sempre em parceria com a Máquina de Propaganda do benfiquinha do Vieira do 3 + 1 + 50, e que permanentemnete manipulam e ludibriam os pobres adeptos "enganados"!

Nenhum, nenhum Desportivo Português teve a ousadia de editar uma capa daquelas!

A Bolha no seu esplendor de CREDIBILIDADE!

Esse Jornal depois de ter recebido a Medalha de Mérito Desportivo, devem pois condecorar a 10 de Junho os "sérios" Delgado&Guerra pelo que tem prestigiado esse Jornal!

Mais uma vez o veiculo...

...da propaganda vermelha,a fazer figura de urso.

Nada de novo.

Quem tinha razão era eu!

Se até já se mudaram as regras no passado para a agremiação regional não descer de divisão, porque não se faria algo semelhante nesta situação? Há que não ser ingénuo : )

PokerAlho(inho)

Heis a prova da verdadeira índole de um estrunfe!

Basta fazer um "srooll" nesta página para constatarmos de que massa são feito os estrunfes. São feitos de uma massa fétida consporcada pela intrujice. Reparem como eles estão satisfeitos, ao rubro, com gritos de guerra, por mais uma vez terem torneado o sistema. Um adepto de outro clube qualquer sentiria vergonha, mas dali tudo o que puder ser ganho com batotice sabe 10 vezes melhor.

Quem ganha com esta decisão são os adeptos do futebol e

a própria taça da Liga e que digo e mantenho é irrelevante no panorama futebolistico nacional e internacional nos Países que a têm... mas, se existir mais um Porto-Benfica é óptimo para o futebol nacional, eu como adepto quero o máximo de jogos Porto-Benfica que seja possível numa época nem que seja para Taças da Liga ou Super-taças...

PS. Decisão fantástica contra a patetice...

Na tua opinião os

Na tua opinião os regulamentos servem para limpar o cu, se for para beneficio dos adeptos e beneficiar o clube que simpatizamos limpamos o cu aos regulamentos.

Uma sábia interpretação, de um adepto de um clube que convive mal com a verdade desportiva!

Oh pá haja bom senso, isto é um caso que nem deveria ter existid

se as leis fossem para ser seguidas de forma cega não existiria necessidade de juízes meu amigo... a questão é que afinal existia forma de provar que essas regras não eram assim tão claras... mas como não sou jurista como a maior parte dos adetos benfiquistas que por aqui andam, a minha área é mais financeira, nem sequer quis ler regulamentos porque não tenho conhecimento como vossas inteligência juridicas para o efeito... o que digo é que, as leis existem para servir as organizações, Instituições, pessoas, não como um fim nela mesma... porque pragamaticamente falando, o Porto ficar de fora era ridículo... portanto, mesmo que o bom senso não tenha imperado, acabou por imperar o rigor das leis que afinal deu razão ao Porto por muito que vos custe...

..................

Oh Inside estás a enveredar por um caminho estranho pah......

Isto é taxativo e é algo que é inerente a qualquer sociedade, as leis são para se cumprir por todos e quaisquer individuos que façam parte dessa sociedade sendo que essa lei é "cega" no que concerne à atribuição de culpa, aqui é a mesma coisa , o juiz apenas pode dizer até onde é que o Porto é ou não culpado da devida situação, não pode vir dizer que os Regulamentos são OMISSOS porque estes estabelecem um caracter geral a todas as competições organizadas pela Liga.

é pá aí na tua opinião não posso discutir

mas se uma lei é omissa então não colhe efeitos, não? Porque nas disciplinas de direito que tive e digo-te já que as detestei que era só marranço e eu gosto mais de matemática e de coisas com raciocinio e não decorar coisas, lembro-me que a lei para colher efeitos para determinado caso particular para dar condena~ção tem que ser clara e não ser alvo de interpretação ambígua... se o Porto encontrou algo que encerra uma dupla interpretação e sustentou a sua defesa nesse facto, respeitou a lei defendendo-se com a mesma... se é ridícula, eu devolvo a acusação, acusações ridículas defesas ridículas... desculpa lá, mas as leis existem para melhorarem a nossa vida não para a tornar ridícula... quantas e quantas leis existem neste País que não são cumpridas porque o seu cumprimento geraria a total falta de senso...

Já agora, se o Juíz vê que os regulamentos são omissos não pode considerar o Porto culpado, isso eu sei pelo menos... porque não tem base para sustentar a sua decisão...

Mas, como te disse, até podes ter razão, eu sou um ignorante em matéria de direito e interpretação do mesmo....

.......................

Inside

A Lei é clara a unica razão que foi vincada pelo Porto para a sua defesa foi o velho "fadinho" do "epah não me apercebi que era para todas pensava que era apenas para os campeonatos"....
Mas o engraçado é que esta lei foi explicada a todos os clubes e foi votado por todos os os clubes tb.....será que foi apenas os Porto que não percebeu......os outros levaram talhada e acataram, viram que erraram, apenas o Porto contornou a questão obrigando a abertura de precedentes sendo que agora se todas as outras equipas quiserem reivindicar direitos estão livres de fazer e poderão se safar o precedente foi aberto...

Eu li já os regulamentos 2 ou 3 vezes e não vi espaço para uma dupla interpretação, mas isto sou eu, mas lá está os senhores advogados e não só arranjam sempre uma escapatória para se abrir um precedente..

As leis foram criadas não para melhorar a vida mas sim para moderar a sociedade, pois uma sociedade sem leis é caótica, olha para os estados unidos e tens o exemplo...

Um gajo que compra um PT Cruiser, que nos estados unidos sairam com um máquina de café na bagageira, lê no manual do utilizador que o carro tem cruise control assume que isso é uma forma de Co Piloto logo a meio de uma recta salta para o banco de trás e tira um cafe para beber, a recta acaba e começa uma curva o carro despistasse e o gajo vai para o hospital todo refudido, o gajo mete em tribunal a Chrysler por não ter avisado no Manual que o Cruise Control não dispensava a mão humana, Resumindo o Tribunal obriga a Chrysler a pagar 150 milhões de dolares e a oferecer uma carro ao gajo e ainda a pagar um multa ao estado por negligencia no valor de 50milhões de dolares e ainda foi obrigada a emitir um milhões valentes de novos manuais de condutor para todos os carros que sairam até aquela data.......

Ou seja a lei existe e deve ser interpretada de acordo com o que nela está escrito, ela deve se rdiscutida mas nunca ultrapassada...

mas se defendes na minha opinião o rigoroso e ridículo

neste caso do Porto o cumprimento da lei, o Porto também pode exigir o rigor a quem a fez, ou não? é que as leis para fazerem efeitos t~em que ser claras, e as instituições não têm que ser advogados para as interpretarem ou perceberem algo, tudo tem que estar escrito... na minha opinião quiseram brilhar e o Porto dançou a música da mesma maneira com que quiseram dançar com ele, resultado um caso que não deveria ter existido e mais um caso ridículo na minha opinião... agora, se exiges este rigor de cumprimento, tens que ser rigoroso na feitura da lei, como é óbvio, e isso de explicar a lei de boca, serve de muito pouco para o rigor não achas?