RTP, DN, JN e Record impedidos de entrar no Olival | Relvado

RTP, DN, JN e Record impedidos de entrar no Olival

 

A RTP, o DN, o JN e o Record estão impedidos de entrarem no Centro de Estágios Porto/Gaia por ordem da SAD do FC Porto. Não sendo situação virgem, como analisam esta situação? Que prejuízos daí advirão para o FCP a nível de marketing e propaganda do clube, dado que são Órgãos de relevância nacional? Sentindo-se o FCP lesado na imagem e honra por algumas notícias, poderia fazer algo diferente ou esta é a única opção possível?

FC Porto:

Comentários [106]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

nao compro jornais

leio so ojogo online,correiomanha e o relvado claro e isto para mim Chega. ainda não percebi porque há pessoas que compram jornais quando podemos ver tudo de borla online.

Re: nao compro jornais

esqueces-te nas zonas da cidade onde moram a maior parte dos adeptos do fcp a internet ainda é uma miragem...

quem é o pobre nao tem internet em casa

mas em qualquer parte do mundo é assim em lisboa tambem ha gente que nao tem internet em casa alias nem computador tem quanto mais internet. mas hoje em dia quem nao tem internet é como nao ter telemovel.

Ai, ai

Discutam a Casa Pia, o Apito Dourado, o caso da Maddie, mas deixem-se de discussões tolas! Cumprimentos a TODOS!

Re: Re: nao compro jornais

A tua preocupaçao com essas zonas comove-me.

Re: Re: Re: nao compro jornais

até porque eu moro no Porto e para muita gente o JN é a unica fonte de informação escrita.

es benfiquista e moras no porto e eu sou portista

e moro em lisboa. nao queres fazer uma troca comigo?.) já tou farto de lisboa.

Re: es benfiquista e moras no porto e eu sou portista

dass, há muita escuridão e muita gente sem fazer nada...

Re: Re: eu estou me cagando para estes jornais,por

Quando a informaçao é verdadeira basta uma fonte.

Ainda ontem ouvi um presidente de clube...

em directo numa rádio a fazer ameaças graves a jornalistas, e nem um "piu" se ouviu, nem uma letra se leu sobre o assunto!! Aliás, escreveu e falou-se em "pedidos" e "avisos", quando o que se ouviu foram ameaças. Mas no "país-das-maravilhas" está sempre tudo bem...

Pobres jornalistas

Não vejo aqui qualquer problema... O FCP está no seu direito de dar acesso ao centro de treinos (que é um local de trabalho privado) a quem entender. Os jornalistas também não têm uma necessidade exagerada de lá ir. Na realidade os senhores jornalistas, nesta época do ano, inventam a maioria das notícias desportivas sentados a secretária, não precisam de mexer o rabo e ir ver os treinos, a não ser para conviver com os colegas e beber uma cervejta no fim do "trabalho". De resto, e no que ao FCP respeita, as principais fontes de informação são um ou dois oficiais de justiça, uns quantos agentes da Judite e um chefe de divisão dos SEF - e estes não estão em "blackout". Quanto aos males que poderão vir ao mundo portista por via deste auto-encapsulamento (gosto desta palavra), os portistas que falem disso, se assim o entenderem. Como já aqui o disse, todos os clubes nasceram de uma matriz regional (de bairro, cidade, whatever) e acho bem que a mantenham. Um clube sem matriz regional é um clube descaracterizado, sem graça nenhuma, totalmente entregue aos especialistas do marketing e do merchandising - os grandes fautores e beneficiários dos ouropéis supraregionais com que esses clubes se vestem.

Re: RTP, DN, JN e Record impedidos de entrar no Olival

é natural ke esses meios de com.social tenham sido impedidos...na rtp, é o "gato fedorento" ke diz aquilo ke sente contra o papa do norte... a desorientação está a tomar formas muito evidentes de desNorte do presidente portista...

o costume....

nada como começar a época a pressionar os jornalistas...a verdade incomoda...é o apito..é a carolina...são as transferencias de jogadores...são as naturalizações de jogadores...esse clube consegue o pleno.

Solução simples!

A verdade é apenas uma: Os jornalistas mentem, especulam, levantam falsos problemas, enfim... Eu como benfiquista já estou habituado a essas situações, aliás acho que toda a sociedade está! Por outro lado isto demonstra a inquietação dos dirigentes do FCP. À uns anos atrás o PC gozava com este tipo de situações, actualmente proíbe a entrada dos jornalistas. Quem tem cú, tem medo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Quanto a mim concordo que na maioria dos casos eles (jornalistas) são 1 espécie necrófaga, mas fazem falta. E fazem falta principalmente aos clubes, pois fazem publicidade grátis aos clubes, dando-lhes protagonismo, tempo de antena o que significa: mais receitas, mais adeptos, etc. Por isso, julgo que os clubes com este tipo de atitude (FCP) perdem com estas situações! Agora vendo o outro lado da barricada, para mim (se fosse jornalista), a solução era simples: Apenas fazia como que esse clube não existisse! Ignorava-o! Simplesmente não aparecia nas páginas dos jornais, não abria, ou fazia menção nos telejornais, enfim, boicotava as noticias acerca do clube (fosse ele qual fosse). De certeza que passado 1 semana as portas se abriam à comunicação social! Agora caros portistas: se o meu Clube, o Glorioso SLB se sentisse incomodado com as falsas noticias e fechasse as portas a quem mente, inventa ou especula: NINGUÉM ENTRAVA NO ESTÀDIO DA LUZ!!!!!! A publicidade é boa para os clubes: como alguém disse: "O que interessa é ser falado (mal ou bem)". Cumprimentos a todos Saudações benfiquistas

Ai Portugal, Portugal...

Quando tudo era cor-de-rosa podia-se rir. Os ingleses brincavam ao Sim Senhor Ministro, os Americanos ao Archie Bunker, e por cá um tal de Herman José, bebendo ainda do copo da inspiração e dos Monty Pithons, abalava os alicerces da nossa sociedade com bonecos ainda hoje lembrados. Quando tudo era cor-de-rosa desenhava-se o Papa com preservativos no nariz e nós aplaudíamos a ousadia e a ironia. Quando tudo era cor-de-rosa Mário Soares aparecia em formas grotescas, Cavaco Silva tinha “uma forma esquisita de falar”, Vilarinho era Vilavinho e outros eram Kadafhys ao estilo do Ali Baba e os quarenta ladrões. Quanto mais forte era a personalidade da pessoa caricaturada mais apetecível era para o chicote e para a chacota. Mas agora, miau, as coisas já não são cor-de-rosa, e tudo é visto em três cores dominantes: azul, verde e vermelho. O humor deixou de ser um amor livre e só serve se for filtrado pelos óculos do Triunvirato das Três Cores e por olhos onde abunda a bunda da intolerância, o traseiro da prepotência e o rabo da pouca imaginação. Maus tempos estes onde a gargalhada tem um preço. E que preço, meus senhores…o preço da liberdade. Ainda estava a por de lado os meus parcos trocos para comprar cem gramas de humor bem fedorento quando surge mais esta machadada na coisa que mais prezo no mundo: a liberdade de sentir, pensar, falar e opinar. A liberdade de expressão. A liberdade de ser livre como a gaivota. A quem acredita na manipulação, na negação e na ausência de discussão, eis o meu manifesto: Eu quero ser informado. Eu quero ver opiniões diferentes. Eu quero sentir os diversos ângulos da questão. Eu quero a democracia. Eu aceito as criticas. Eu quero o direito a escolher. Eu quero pensar. Eu quero LER…

Re: Ai Portugal, Portugal...

Grande comentário.

<B>!!!DO QUE É QUE TU ESTÁS À ESPERA...

Desculpa lá perguntar, é que posso estar equivocado, ainda vivemos em "DEMOCRACIA", (quem escolhe é o povo incógnito), ou até isto estamos, prestes a perder... Já me interroguei, se não é para aí que caminhamos, mantenha-se o povo ignorante, pois aí as elites vagueiam em mar aberto, soltem-se as amarras e de velas desfraldadas ao vento, encaminhamo-nos para, o abismo. Mas as pseudo/intejumências do Reino Portucalense, já o disse e volto a dizer/frizar, esta Revolução Portuguesa, foi a Revolução dos tangas, dos cravos, mas cheira-me que até estamos a virar para a cor de rosa/rosinha, qual FLORIBELAS. Não, me apetece escrever, mais nada, estou aturdido com tudo isto...

Devem estar a...

dar prostitutas para os jogadores se sentirem motivados para a época que se avizinha...

Logo pelo clube do 25 de Abril?

Não consigo perceber como é que logo o clube que se reclama herdeiro de Abril toma uma atitude destas. Se fosse um daqueles centralistas de Lisbos, ok ainda se percebia agora este? Será algum problema com a pluralidade de liberdade de expressão?

Tantos disparates nos comentários!

Depois de ler atentamente os comentários aqui postados, devo dizer que acho que a grande, a enorme maioria sofre de uma impressionante falta de nível! Poucos há que exponham claramente as ideias já que a maior parte ou é insultuosa ou é bajuladora dos dirigentes do Porto mas sem terem ideias para discutir! Uma tristeza! A "Liberdade de Imprensa", propositadamente com letra maiúscula, prende-se nas sociedades democráticas com a "Liberdade de Expressão" e são os pilares dessa mesma sociedade! Não deve, sob nenhum pretexto, ser coarctada por governo ou entidade privada! O grave, nesta atitude dos dirigentes do meu clube é que pretendem limitar a liberdade de expressão dos jornalistas tentando condicionar aquilo que eles escrevem e isso deve ser severamente reprimido e denunciado! Não vou aqui discutir as péssimas atitudes de alguns órgãos de informação sobre o FC Porto, algumas vezes mesmo a ultrapassarem os limites do nojo! Mas apenas não o vou discutir aqui porque entendo que numa sociedade democrática eles têm o direito de escrever o que quiserem e nada nem ninguém os deve limitar! Há muitos anos atrás, numa Assembleia Geral do FC Porto, o meu Pai e eu fomos as únicas pessoas a votarem contra a expulsão do jornalista de "A Bola" Álvaro Granja (salvo erro) e corremos riscos por defendermos aquilo que nos parecia certo! O Sr Pinto da Costa não mexeu uma palha! Pouco importa se o clube tem prejuízos em termos de imagem e para os patrocinadores, e sou dos que acham que tem mesmo, mas o mais importante é o princípio e a sua defesa! Já agora, há uma tendência de dirigentes e até de simples simpatizantes em tentar condicionar os jornalistas e aquilo que escrevem! Eles podem e devem até ser criticados mas não devem nem podem de ser impedidos de escrever o que quiserem! Porque isso é essencial para a sociedade progredir! Claro que estes atentados à liberdade de expressão são muito negativos e devem ser combatidos, ferozmente, seja qual for a cor clubística! Agora com o Porto como há algum tempo atrás com o Benfica e Luis Filipe Vieira ou quaisquer outros!

Que disparate de comentário

Não tens ideia nem o mínimo conceito do que significa "liberdade". Liberdade não é cada um fazer tudo o que quer, lhe apetece, e lhe der na real gana. Isso não é liberdade, é anarquia. A Liberdade presume o respeito pela liberdade dos outros. A liberdade presume o direito à intimidade e privacidade, e a cada um convidar quem muito bem entender para a sua casa. A Liberdade tem direitos, regalias, mas também tem obrigações. E é obrigação dos jornalistas não faltar à verdade e reportar os acontecimentos de forma imparcial e equitativa. Está escrito no respectivo código profissional. A SAD portista usou da sua liberdade para limitar o acesso às suas instalações. Em que maneira isto constitui censura é para mim pouco mais que uma piada. Censura é entrar a pontapé por um estúdio de televisão e interromper a emissão. Limitar o acesso é um forma de pressão? É óbvio que sim, mas é essa afinal precisamente a intenção, não é? Revoltados com o péssimo tratamento jornalístico dado por esses media, é das formas mais transparentes de os pressionar, não? Entre isso e pagar viagens a jornalistas... depois alguns surpreendem-se porque alguns clubes são atirados para a lama publicamente e outros colocados num pedestal. A minha definição de manipulação passa muito mais por aí, pelas manobras por detrás do pano, e não por estas tão transparentes como simplesmente vedar o acesso. Dirão alguns que o Porto perde cobertura e exposição mediática, e indirectamente ficará a perder apoios dos patrocinadores. A mim parece-me que esta medida atinge o objectivo oposto, até se fala muito mais do Porto por causa disso mesmo. O fruto proibido é mais apetecido que o vulgarizado. Às vezes até há anúncios de automóveis cobertos por panos para aumentar a expectativa. Mas estou a divagar. O que eu vos pergunto é o que aprendemos do Seixal e de Alcochete nos jornais, tirando quem oferece boleias a quem, quem chega atrasado, e quantos golos são marcados nos jogos-treino. EM que artigos são mencionados os patrocionadores? Será nas fotos que acompanham os artigos?

Re: Que disparate de comentário

ee95104 Os meus parabéns pelo teu comentário! Simplesmente Fantástico! Para muitos "democracia" é entrar por um estúdio dentro aos pontapés! Em minha casa só entram os meus amigos! Saudações portistas Dragãoport

Re: Que disparate de comentário

"Censura é entrar a pontapé por um estúdio de televisão e interromper a emissão." E o outro é que fez um disparate de comentário...

Sabes a quem me refiro

Estou a falar obviamente de Hugo Chávez na Venezuela e do encerramento de um canal televisivo por falaram menos positivamente do governo. Toda a comunidade internacional interpretou isso como forma de censura, e a meu ver não há lápis mais azul. Qualquer semelhança com a realidade portuguesa será claro coincidência.

Re: Tantos disparates nos comentários!

Assumo a minha quota parte de culpa, pelo comentário menos "objectivo", que coloquei neste artigo. Fi-lo apenas porque é uma situação habitual no FCP, infelizmente, onde os seus dirigentes não lidam bem com a pressão da imprensa. Concordo inteiramente contigo, coisa pouco habitual (lol), é errado, em qualquer clube ou instituição, marginalizar a imprensa, quando a estratégia actual é exactamente a contrária. O uso da imprensa como meio de atingir um objectivo, (vide o caso "Medalaine"). O caso torna-se mais "confuso", quando a proibição é selectiva. A ideia que se faz passar é, ou concordam connosco ou são mal vindos. Daí surgir a ideia a muitas pessoas da censura e pressão sobre os orgãos de comunicação. A administração do FCP tem todo o direito de não permitir certas pessoas de "conviver" com a estrutura, no entanto tinham de explicar as razões da selectividade, sob pena de serem muito mal entendidos.

Re: Tantos disparates nos comentários!

Concordo ...em parte ctg. bom comentário....

Re: Tantos disparates nos comentários!

Álvaro Braga que era (já morreu) tio do Álvaro Braga Júnior.

no jornal ojogo ainda há GAJAS para ver

agora o jornal abola é preciso pagar para ver e é uma merda,o record mesma merda http://www.ojogo.pt/ vejam a parte das gajas. digam la se o jornal ojogo preocupa ou não com os leitores??? :))) ojogo é mesmo o MAIOR!!!

Não há mais...

jornais? :) Abola safou-se..epa milagre :) Quantos são? Quantos são? como dizia o outro,aquele Valentão. Eu não tenho medo de ninguém, eles que venham :).

Blackout foi a táctica perfeita nos anos 90...

... no Porto rumo ao penta-campeonato. Quantas vezes é que quando a comunicação social mandava bitaites contra o Porto eles não se fechavam em copas e adoptavam o blackout feitos meninos mimados? O facto é que a táctica resultava pois amainaiva a pressão e só assim jogadores como Barroso não seriam mais vezes assobiados. Cumprimentos Futebolísticos!