Indefinição na cadeira de sonho | Relvado

Indefinição na cadeira de sonho

André Villas-Boas dificilmente será o proprietário da cadeira do FC Porto, por várias razões.
 
Villas-Boas na gala
Lusa

AVB saiu do Chelsea e logo se começou a divagar quanto a um eventual regresso à sua cadeira de sonho. A cadeira tem atualmente um dono, mas para o ano, o mais provável é que tenha um novo dono.

AVB dificilmente será o proprietário por várias razões, principalmente porque seria admitir que voltava atrás, mesmo que à sua cadeira de sonho, seria quase um retrocesso na sua carreira, mesmo que para um clube da dimensão do FC Porto.

Domingos saiu do Sporting e ainda não tinha chegado a Leça da Palmeira e já o davam como certo no seu clube de sempre. De capitão a treinador era o título do novo livro que alguém se preparava já para escrever.

O campeonato está ao rubro, três equipas com esperança de se sagrarem campeãs nacionais, mas à medida que o campeonato for avançando mais e mais treinadores serão associados ao FC Porto.

Vítor Pereira com tudo isto, e com muito mais, terá de saber lidar. Terá, ainda, de saber responder a todas as perguntas inconvenientes de jornalistas e aproveitar para comunicar para dentro, para o seu balneário. Que sabe de futebol ninguém dúvida, mas é na capacidade de comunicar, de motivar e de liderar que está a dúvida.

Como irá ser até ao final do campeonato: como até aqui, ou sempre a melhorar?

FC Porto:

Comentários [11]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

O retrocesso do sucesso?!?

Não concordo inteiramente com o autor deste artigo, quando afirma que seria um retrocesso o retorno do filho pródigo, AVB, ao Dragão. Na análise pragmática que faço, AVB, deixou-se seduzir por um projecto demasiado ambicioso para a sua experiência prematura enquanto treinador de futebol. AVB quis dar um passo maior que a sua perna, envez de consolidar a sua identidade, talento e ambição, para depois, com mais rodagem na Liga dos Campeões, dar o salto com mais segurança e palmarés. Assim, destronado da cadeira dos sonhos inglesa, AVB, dificilmente voltará a treinar uma equipa de top num futuro próximo, pois seria um risco enorme para um grande clube, apostar numa jovem promessa, que todos julgavam prodigiosa e que agora se tornou vulgar. A meu ver, tendo essa possibilidade, AVB, deveria voltar a treinar na próxima temporada, a equipa do Fcp, e tentar alcançar novamente a glória, mas desta vez numa Liga dos Campeões, provando a todos que realmente, é merecedor de se sentar em qualquer cadeira dos sonhos!!!

AVB quer provar...

..que não foi um produto da estrutura Porto,por isso o seu regresso não será para já.

Tem talento e garra,não terá qq problema em singrar.

Não acredito que seja AVB

Creio que a saída de Vítor Pereira, nem que ganhe o campeonato, é inevitável pela péssima temporada mas ainda mais pela desvalorização que provocou dos jogadfores do FC Porto.
Não vejo é AVB a ocupar o posto, pois a água não passa duas vezes debaixo da mesma ponta! Será uma tentação para Pinto da Costa voltar a chamar por ele, mas a forma como saiu não o recomenda.
Leonardo Jardim parece-me o nome mais provável! Pessoalmente gostaria mais de Jorge Costa ou mesmo de José Peseiro, mas creio que o madeirense será o escolhido.

Dragao

ele não saiu a mal, como aliás o prémio Dragão que ganhou mostra.

Para mim, das duas uma

Ou Villas Boas foi empurrado pela SAD já que o Chelsea oferecia 15 milhões e estava desesperadamente a necessitar de dinheiro vivo ou, saindo a 5 dias do início dos treinos foi um traidor e não o quero ver de novo no Dragão!
Seja como for, certo é quie a sua carreira está num impasse: depois do falhanço no Chelsea (previsível já que o "seu" futebol não pode ser jogado por uma equipa inglesa) dificilmente arranjará lugar numa equipa europeia de 1º plano, e a hipótese Inter é terrível pelo que significaria de colagem a Mourinho, e regressar ao Porto não lhe valorizaria o curriculum já que seria sempre visto como vitória da estrutura do clube e não do treinador. Uma troca com Leonardo Jardim, indo treinar o Braga? Significaria um recomeçar de novo!

Não vejas as coisas por esse prisma.

A saída de AVB para o Chelsea foi uma grende jogada de Pinto da Costa e o André.

O AVB ficou com a sua independencia economica para o resto da vida dele enquanto os cofres do FCP encaixaram 15 milhoes de euros.

Apenas passaram 8 meses e AVB é de novo um treinador livre pronto a dar o seu contributo ao clube do seu coração, o FCP. Olha as coisas pelo lado óbvio,dragao13. Foi muito dinheiro que entrou nos cofres do FCP e no bolso do André.....

Nisso estou de acordo!

Mas a carreira do AVB ficou marcada! Como expliquei acima essa é uma das hipótesesd que admito. Até admito que, genuinamente, os dirigentes da estrutura do Porto pensassem realmente que Vítor Pereira era excelente para treinador principal. Sabe-se hoje o que isso nos custou!
Quanto ao resto, AVB tem agora um problema de carreira e que não se resolve, em termos de imagem, se voltar ao Porto e, por outro lado, nenhuma grande equipa europeia o vai contratar!

Sim, ficou marcada

a carreira, mas não manchada..... Duvido que volte agora oa FCP, parece-me cedo demais para isso, e talvez fosse a jogada de maior risco. Podia correr mal e as comparações iriam surgir naturalmente coom a sua ultima época....

depende...

Vitor baia saiu para o Barcelona e regressou em grande ao FCP donde se reformou como G. Redes após ter ganho quase tudo o que ha a ganhar no futebol....

Ele lá saberá

Vilas Boas lá saberá o que pretende mas, uma coisa é certa, já se nota na forma de jogar actual do FCP, a mãozinha do André. Não esquecer que ele e Vitor Pereira eram os dois a comandar a equipa o ano passado.
Por outro lado, não estou a ver que com a fama que actualmente tem, depois do fracasso em Londres o André Vilas Boas tenha grandes hipoteses d vir a treinar uma equipa superior à do FCP a nível europeu, e a nível nacional não o estou a ver a treinar o Sporting, Benfica ou Braga.

Discordo em absoluto

O Porto fez, nestes últimos dois jogos, o futebol típico da era Vítor Pereira, realmente muito mau! Não consigo enxergar o contributo de Villas Boas.