Sevilha 4-1 FC Porto: noite negra para dragões | Relvado

Sevilha 4-1 FC Porto: noite negra para dragões

Equipa de Luís Castro foi esmagada pelos andaluzes e disse adeus à Europa.
 
Carlos Eduardo em ação no FC Porto
FC Porto

O FC Porto viveu esta quinta-feira uma noite de pesadelo em Sevilha, na segunda mão dos quartos-de-final da Liga Europa. Sem Fernando e Jackson, os dragões efetuaram uma pálida exibição, das piores da época, perderam por 4-1 e foram afastados da prova.

Nem o adepto mais pessimista poderia adivinhar o que se iria passar no início do jogo. O FC Porto entrou muito mal, cometeu sucessivos erros defensivos nos primeiros minutos e chegou à meia-hora a perder por 3-0.

O descalabro começou cedo, logo aos 6 minutos, quando Rakitic concretizou uma grande penalidade discutível. Um lance que começou com uma falha de Reyes, indiscutivelmente muito verde para jogos destes. Toda a defesa do FC Porto, aliás, mostrou debilidades que já não são de agora.

Vitolo, aos 27', e Bacca, aos 30', aumentaram a vantagem dos sevilhanos, aproveitando mais falhas infantis na transição da defesa para o ataque dos azuis e brancos.

Até ao intervalo, o FC Porto tentou equilibrar a partida e acertar as marcações, mas o mal estava feito.

Os homens de Luís Castro encheram-se de brios e entraram melhor na segunda parte. Durante 30 minutos causou várias situações de golo, quase sempre por Quaresma, mas não marcou. E foi o Sevilha, em contra-ataque e com menos um jogador, por expulsão de Coke, que fez o 4-0, por Gameiro, aos 79 minutos.

Quaresma ainda reduziu, com um belo golo já nos descontos, mas nem houve festejos.

O FC Porto volta para Portugal vergado a uma pesada derrota, que espelha a época cinzenta da equipa. Mas com este plantel, em especial com esta defesa, não pode haver milagres.

Equipas iniciais:

Sevilha - Beto; Coke, Pareja, Fazio e Fernando Navarro; Reyes (Diogo Figueiras, 57’), Carriço, M'Bia e Vitolo; Rakitic (Trochowski, 86’)  e Bacca (Gameiro, 69’).
Suplentes: Varas, Diogo Figueiras, Marin, Iborra, Trochowski, Samperio e Gameiro.

FC Porto - Fabiano; Danilo (Kelvin, 65’), Reyes, Mangala e Alex Sandro; Defour, Carlos Eduardo (Quintero, 46’) e Herrera; Varela (Ricardo, 45’), Ghilas e Quaresma.
Suplentes: Kadu, Maicon, Josué, Licá, Quintero, Ricardo e Kelvin.

FC Porto:

Comentários [97]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Bem, hoje saiem da cidade

Bem, hoje saiem da cidade talismã de pança cheia...amanha á sorteio, mas só para alguns.

...

Ao intervalo já estão com o BANDULHO cheio!!!!!!

A Fernandinha já teve de regular o pacemaker do Avo para Safe MODE!!!!!

Hoje na invicta esgotam o

Hoje na invicta esgotam o stock de kompensan...

Hoje enchem o baú...até

Hoje enchem o baú...até ferve. Já lá moram tres.

3-0... 30'

O Porto está a fazer a pior exibição da época... q tristeza... :P

Preferia Josué, sem Defour a 8, e com Herrera nessa posição

acho que era mais necessário um jogador com assertividade de passe e mais talhado para congelar jogo... ainda assim, FORÇA PORTO!!!!

vá o recreio acabou rapaz, continua em caps lock

para fazer valer os teus fantásticos argumentos, e a brilhante intelig~encia que está na génese dos mesmos... :) continua a aparecer... POR FAVOR!!!