A cultura do ódio | Relvado

A cultura do ódio

 

Um dos motivos para o rápido crescimento do número de adeptos do FC Porto centra-se no facto de Pinto da Costa tentar ligar cidades, regiões ou outros assuntos que nada têm a ver com o futebol, como desculpa do mal de muita gente, fora do campo. Dentro de campo uma cultura de medo, ódio, violência e carta branca por parte dos árbitros para fazer tudo, deu-lhe os sucessos desportivos.Somando as duas coisas temos um FC Porto de há 20 anos que era um clube pouco melhor que o Belenenses para um clube que hoje em dia já encurtou a distância em palmarés para os seus dois rivais. Infelizmente muita gente caiu nesta esparrela, o que fez o FC Porto crescer.Pinto da Costa, sem saber, utilizou algumas das formas de marketing mais astutas para aumentar os simpatizantes, chegando até a apoiar candidatos políticos (só mesmo em Portugal!). O problema é que esta estratégia também limitará o Porto.Se ganhou muitos simpatizantes na cidade do Porto, fez com que abaixo do Douro alguém que seja adepto do Porto seja considerado parvo ou maluco. Embora já existam ilusões por parte de alguns adeptos portistas de que a Sul têm vindo a crescer, a verdade é que em cada 1000 pessoas, se houver um do FC Porto, já é extraordinário!Enquanto clubes como o Benfica ou o Sporting sempre se assumiram como clubes nacionais, o Porto será sempre um clube meramente regional (pelo menos até esta cultura desaparecer). Não passará de um Valência por contraste a um Real Madrid ou Barcelona. Não passará de uma Lázio em contraste com uma Juventus ou um Milão.Paladino da amizade

FC Porto:

Comentários [70]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Re: Algumas notas em resposta ao artigo...

Tu por acaso sabes o que conquistou o F.C.Porto há 20 anos atrás?

Re: Algumas notas em resposta ao artigo...

Estamos a falar dos anos setenta e anteriores, sim?

Re: Algumas notas em resposta ao artigo...

«Somando as duas coisas temos um FC Porto de há 20 anos que era um clube pouco melhor que o Belenenses para um clube que hoje em dia já encurtou a distância em palmarés para os seus dois rivais.»

Re: Algumas notas em resposta ao artigo...

Por acaso tinha-me parecido 30 anos. Li mal. como é evidente há 20 anos as diferenças já eram imensas, até porque o Belém desceu em 82 à segunda divisão.

Re: Algumas notas em resposta ao artigo...

Pois, convém ler.

Re: Algumas notas em resposta ao artigo...

Boas. Apenas duas questões: Primeiro não me parece legítimo que Pinto da Costa tenha o direito de se arrogar em defensor do Norte, quando o Norte não lhe passou nenhuma procuração para tal. Aliás, a tentativa de direccionar as críticas para a questão Norte-Sul surge porque Pinto da Costa sabia que tinha mais oposição a Norte do que a Sul (não agora). Depois a questão do favorecimento do Sul em relação ao Norte (em investimentos) será a mesma que a de Trás-os-Montes em relação ao Minho e Douro, a mesma que Braga em relação ao Porto, a mesma que Guimarães em relação a Braga, a mesma que Vizela em relação a Guimarães, a mesma que a minha rua em relação à de trás (que acabou de ser re-alcatroada). Cumprimentos

Re: Algumas notas em resposta ao artigo...

Sendo ele do Norte, não tem direito a defender a sua Região?? É preciso alguém ter procuração para defender a sua Região?? Então eu agora só posso defender o FCP (na "praça pública"), se me passarem uma procuração?? As coisas que não se inventam...

Re: Algumas notas em resposta ao artigo...

Ele tem o direito de defender o Norte como eu també tenho. Não tem o direito de se assumir como 'O defensor do Norte', foi só o que eu disse. Pareceu-me claro!

Re: Algumas notas em resposta ao artigo...

també=também

Re: Algumas notas em resposta ao artigo...

Excluíndo tudo o resto, também considero o Porto mais como o Barcelona, Benfica como o Real e Sporting como o Atlético (embora muitos considerem o SLB o clube do regime, acho uma certa graça e só mostra a parvoíce que para aí anda, em Espanha o Real era claramente protegido por Franco, isto dito por adeptos do real)... Agora: "Pinto da Costa tem todo o direito de apelar à união da sua cidade e da zona norte, pois é aí que estão os seus adeptos e são esses como cidadãos que vêem os governantes da capital discriminar constantemente a sua região." só pode ser brincadeira não?! os governantes discriminam a região do Douro?! Deixem de ser palermas, e vejam os investimentos públicos em todas as regiões de Portugal (serviços, teatros, cultura, lazer,...). Portugal embora por aqui pareça, não é só Porto e Lisboa! MAS HÁ ALGUMA ZONA DO PAÍS COM MAIS DINÂMICA QUE PORTO E LISBOA? ENTÃO O PORQUÊ DESSE DISCURSO DO POBRE ROUBADO?