Como a arquitectura pode ajudar a mudar a história! | Relvado

Como a arquitectura pode ajudar a mudar a história!

 

Como adepto de futebol, lembro-me bem das épocas a fio que passei nas bancadas do Estádio de São Luís. Aquilo era um ambiente único, começando logo na chegada do autocarro da equipa adversária, que ficava estacionado num beco, com adeptos do clube da casa a assistirem nos morros acima. A entrada no relvado também se fazia por um canto do estádio, mesmo ao pé das bancadas e o toldo, colocado por altura do Mundial de Sub-20, nem sempre era utilizado. Aquele estádio era único e era também por ali, que passava a permanência do Farense na primeira divisão. Não seria seguramente coincidência, o facto do Farense raramente pontuar fora, mas ser das equipas que mais pontos conseguia fazer em casa. Não era fácil lá jogar e o adversário e o árbitro levavam sempre uma história para contar, caso o jogo não corresse de feição aos da casa. Hoje em dia, a arquitectura moderna não permitiria facilmente a existência de um estádio como o São Luís. Mas durante anos a fio não faltaram estádios destes, onde tudo jogava a favor da equipa da casa e onde tudo intimidava o árbitro e o adversário. Um desses exemplos é o famoso "Tribunal das Antas" que deu lugar ao "congelador" do Dragão. Em 70 jogos do Porto contra o Sporting nas Antas, para o campeonato Nacional, por apenas 12 vezes os azuis e brancos perderam. Desde que existe o Dragão, em 4 jogos contra o Sporting para o campeonato perderam 1, empataram outro e ganharam por apenas 2 vezes. Com o Benfica, a história é semelhante. Nos últimos 5 anos, o Benfica ganhou uma, empatou duas e perdeu duas. Recorde-se que nos últimos 20 anos, o glorioso raramente saía com pontos, dos jogos nas Antas...Mas porque razão é que jogar no Dragão é mais fácil do que jogar nas Antas? Simples, no estádio antigo a entrada era pela lateral, passando por entre a trupe que insultava e agredia todos os adversários que por ali andavam. Nas bancadas o lugar reservado à claque adversária era sinistro. Hoje, com o recurso à video-vigilância, tudo é mais civilizado. Os stewards também substituíram os guardas de confiança e já não são a tropa de mão de quem dirige. A cereja no topo do bolo é o túnel; enquanto agora se entra pelo centro do relvado, antigamente além de se entrar pela lateral, dizem que existia um túnel secreto de onde surgia todo o tipo de gente. Era isto que fazia daqueles 40 metros um dos túneis mais célebres do futebol, o famoso Túnel das Antas!PROZAC

FC Porto:

Comentários [19]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Bem

Só o estádio tem mais titulos em 5 anos que o Benfica e o Sporting em 20 ..... 4 campeonatos , 1 taça de portugal e 1 liga dos Campeões .

Que estupidez...

...este artigo! Vais dizer já agora que se calhar os jogadores mais recentes do Porto não se dão bem com as correntes de ar vindas daqueles buracos do Dragão...

A Arquitectura do Estádio Frigorífico, deve-se :

Ao Pitium...???!!! Não estou a brincar é a sério, o fungo não gosta de correntes de ar!!! Jadscl

nao!

acho que nao , alias ja tivemos jogos como aquele Porto vs manchester pos 8/final pa champions no dragao com 1 ambiemte fantastico.por isso nao me parece que seja mais facil jogar no dragao.Mas o estadio das antas era unico :)

porquê????????????????

contas com um jogo fácil no Sabádo????????

Re: Como a arquitectura pode ajudar a mudar a história!

Tem mudado os títulos no fim da época? Creio que não e basta consultar as estatísticas.

Só falta nos leres

O Horoscopo da revista MARIA !1 Dass..estes artigos são aceites ?Porquê ? Cya

E então?

Estás a insinuar que o Porto mete-se em esquemas? Isso é um abdsurdo!

Incorrecto!

Vai ver só quantos titulos o Porto já ganhou no novo estádio e melhor vai ver só quanto tempo teve o Porto sem perder em casa após a inauguração do Estádio do Dragão.

Não foi o FCP que....

...perdeu na inauguração do estádio. Além disso, o FCP é uma das equipas menos batidas na LC no seu estádio. Quanto aos números, enquanto no final o resultado for favorável para o FCP, pouco me importo ! O futebol mudou e as equipas mais pequenas estão bem mais atrevidas do que à 10 ou 20 anos atrás, e então se recuarmos mais no tempo, a diferença é abismal. Sendo assim, é perfeitamente natural que as equipas "grandes" percam mais pontos. Retirando a época pós-Mourinho em que foi verdadeiramente catastrófico jogar no Dragão, os outros anos não os considero anormais.

INVESTIGUE-SE !

"Paulo Sérgio, o homem que neste momento enverga o boné de treinador do Paços de Ferreira, é mais um de uma longa e interessante linhagem. Na semana passada, na Luz, logo na intervenção que fez depois do jogo disse que o primeiro golo do Benfica tinha sido irregular. Na verdade, não tinha: Cardozo estava em jogo e depois aproveitou a oferta do guarda-redes do Paços. Irregularidade seria não marcar: recusar um presente daqueles até é falta de educação. Anteontem, na Mata Real, o Hulk puxou um adversário que, ainda assim, conseguiu cortar a bola para canto antes de tocar no jogador portista. O árbitro marcou penalty a favor do Porto. A dez minutos do fim, o auxiliar invalidou mal um golo ao Paços de Ferreira por considerar, ao arrepio das regras, que bola na mão é o mesmo que mão na bola. Sentei-me melhor no sofá para ouvir as declarações de Paulo Sérgio. Se, na semana anterior, tinha protestado por causa de um golo limpo, queria ver o escândalo que faria agora a propósito de um penalty inventado e um golo mal anulado. E o que Paulo Sérgio disse foi: "o resultado é justo, parabéns aos meus jogadores". Aí, valente. Dá-lhes, que eles merecem. O Apito Dourado foi uma iniciativa interessante. Inútil, mas interessante. Desde que Carlos Calheiros foi ao Brasil e a factura da viagem, em nome de José Amorim, foi paga pelo Porto, toda a gente ficou a saber que há uma relação esquisita entre o Porto e os árbitros que nunca será questionada. Ainda assim, eu gostava de ver investigadas as relações entre o Porto e certos treinadores. Em homenagem a Paulo Sérgio, a investigação podia chamar-se Boné Dourado. Só para que eles percebam que, pelo simples facto de usarem boné, não têm o direito de nos tentarem enfiar o barrete." RICARDO ARAÚJO PEREIRA em "A Bola" 22/02/2009 Até que enfim vejo uma voz do Benfica - e Ricardo é hoje uma voz do Benfica - a defender abertamente aquilo que aqui, naturalmente com muito menor relevância mediática, tenho escrito desde há já bastante tempo. Ao que o humorista escreve, apenas acrescentaria que o problema não estará apenas nos treinadores (Jorge Jesus, Domingos Paciência, Paulo Sérgio e muitos outros), mas também, e talvez principalmente, em certos jogadores, quer sejam emprestados, pré-contratados, simplesmente aliciados ou mesmo ameaçados. Há muito por investigar no futebol português para além da arbitragem (por exemplo as transfusões de sangue, a Epo de última geração e muitas coisas que julgo ainda fugirem à vigilância das autoridades anti-dopagem). Como na Bélgica, em França ou em Itália, a corrupção no futebol passa também, em larga medida, pelo aliciamento de adversários, fórmula tanto mais eficaz quanto mais difícil de provar. Sabe-se do que Pinto da Costa é capaz. E continuam a ver-se coisas estranhas em muitos jogos do F.C.Porto, contra quem quase todos os adversários parecem estar invariavelmente em dia não, cometendo erros primários quase sempre fatais. Mas para além de eventuais aspectos criminais, para além de uma investigação que antevejo difícil de vir a ser levada a cabo, seria importante que o Benfica e os seus dirigentes estivessem atentos a estes fenómenos, e sobretudo se interrogassem porque é que quase todos os profissionais (treinadores e jogadores), de quase todas as equipas, hostilizam (e/ou desprezam) sistematicamente o clube da Luz, e parecem encantar-se em tudo o que lhes soa vindo do Dragão. Terá isto a ver com promessas de empresários ? Terá a ver com compra de favores ? Terão de existir, à semelhança da Maçonaria, provas prévias de lealdade (anti-benfiquismo) para se poder fazer carreira profissional no futebol ? Será corrupção pura e dura ? Até porque se o Benfica é, reconhecidamente, o clube com maior número de adeptos, algo de estranho se passa quando a esmagadora maioria dos profissionais da área parece constituir uma população à parte. Por mim, e muito honestamente, gostava de ter a certeza que todos os jogadores e treinadores de todas as equipas fazem sempre tudo o que podem para ganhar todos os jogos. Infelizmente não a tenho. http://vedetadabola.blogspot.com/

Re: INVESTIGUE-SE !

O problema não passa apenas pelos treinadores, mas também pelos presidentes dos próprios clubes. A sobrevivência de algumas equipas depende muito dos grandes e o Porto é apetecível nesse aspecto. Uma instituição que tem carradas de jogadores ligados ao clube, prontos a serem emprestados a uma qualquer equipa da primeira Liga só pode ser apetecível para os mais pequenos. Na época passada, o Porto tinha 12(!!!) jogadores emprestados a clubes da primeira Liga (o Benfica tinha 2 e o Sporting 1). Digam-me um campeonato profissional de futebol onde um único clube tenha tantos empregados a trabalhar noutras "empresas"! 12 jogadores! Acho que o número fala por si... E assim surgem as consequências desse tipo de situações. Treinadores que bajulam o clube nortenho sob pena de ficarem sem os activos emprestados a meio da época. Treinadores que baixam as calcinhas ao clube azul e branco, na esperança de lá sentarem o cú na próxima temporada. Treinadores com história ligada ao Porto que nunca na sua vida se insurgirão contra a instituição que representaram no passado. Os nomes referidos nesse texto são pequenos exemplos disso mesmo. Jorge Jesus na Luz não teve pejo em mostrar revolta. Após o jogo frente ao Porto calou-se. Paciência nunca demonstrou problemas em criticar arbitragens depois dos jogos frente ao Benfica. Após defrontar o clube que representou já teve a lata de afirmar que estava a olhar para o chão. O treinador do Paços com esse episódio bem recente. José Mota, Carlos Brito e até o Cajuda (grande benfiquista), todos foram personagens activas nessa história. É preciso não deixar que estes acontecimentos caiam em esquecimento. É preciso mostrar que não andamos a dormir. Acredito que para alguma coisa o Apito Dourado tenha servido. Pelo menos para abrir os olhos a muito boa gente...

Re: INVESTIGUE-SE !

até um texto de um humurista que percebe tanto de bola como eu de humor vos dá uma suposta legitimidade para dizerem mais, e mais asneiras.... Pequenos, muito pequenos....

Re: INVESTIGUE-SE !

São asneiras que tu não és capaz de refutar. São asneiras que te causam vergonha, bem visível pela forma como desprezas a opinião de um humorista que por acaso é adepto de futebol e do Benfica há vários anos. Não vejo onde é que ele não tem a legitimidade para criticar algo que está à vista de todos. Não percebo onde é que ele é menos do que tu para poder opinar. O RAP é só mais uma voz. Antes dele já muitos apontavam para os fenómenos do entroncamento que se vivem no futebol português, com o FCP à mistura. Antes dos ecos na imprensa, já muitos alertavam para estes factos aqui no Relvado, por exemplo. Ninguém está a seguir a palavras do humorista. É apenas uma simples constatação da realidade... Afinal, é asneira estranhar o empréstimo de 12 jogadores a clubes da primeira Liga? Consegues negar e explicar a diferença de comportamento de certos e variados treinadores após os jogos com o Porto ou com qualquer outro grande? Força, quero ver esses argumentos. Afirmares que é asneira só porque sim, não me aquece, nem arrefece. Só nos estás a dar razão ao mostrar que de facto é incomodativo constatar este tipo de merdas.

deve ser das misturas

prozac e pinga nao deve dar bom resultado...

Por alguma razão...

...foram eles que apresentaram uma proposta à Liga tendo em vista a colocação dos bancos de suplentes junto do público. Provavelmente já se aperceberam que sem o túnel dos fenómenos a força do estádio deixou de ser a mesma. P.S. - Relativamente ao jogo de sábado e porque apenas regressei hoje de férias, nada a dizer sobre a vitória justa do Sporting, fruto de uma péssima segunda parte do Benfica e de um treinador que, com zero de imaginação, teima em colocar a equipa a jogar sempre da mesma forma. Não obstante a justiça do resultado, é de louvar a sensação de histeria presente nos comentários ao jogo e de espantar a lata de alguns indivíduos ao criticarem a arbitragem de Olegário, quando ficaram dois penaltys por marcar, um para cada lado. Realmente ó PROZAC, tinhas razão! Não interessa o resultado, não interessam as incidências do jogo. O prejudicado é sempre o mesmo...

Re: Por alguma razão...

para mim não há penalti de rochemback sobre aimar. mas sendo coerente como és e achando que há, de certeza que achas que tb há penalti de david luis (penso ter sido ele) sobre pereirinha um pouco antes de este ter rematado à barra. é que o critério do arbitro foi o mesmo. então que o teu tb seja

Re: Por alguma razão...

Desculpa miguel, mas devemos estar a ver lances diferentes. O Pereirinha sofre alguma falta antes de atirar à trave? Até fui ver o lance de novo para confirmar. E nem lembrei a chapada que o Roca deu no Aimar logo no início do jogo. Só esses dois lances podiam ter dado em cartão vermelho. Para mim ficaram dois penaltys por assinalar, um para cada lado, bem como duas expulsões (Luisão e Derlei em lances seguidos). Espanta-me que tentem passar a ideia de que o Sporting foi o grande prejudicado. A vitória foi justa e quanto a isso não tenho nada a dizer. Mereceram ganhar e como tal só tenho que dar os parabéns pela excelente segunda parte que fizeram.

Re: Por alguma razão...

O lance de erro do jogo é o penalti do Maxi. O resto é apenas achas para a fogueira.

Re: Por alguma razão...

É o lance onde há um erro evidente do árbitro, sem dúvida. Mesmo assim não me parece que existam razões para tanta queixa nos comentários ao jogo que, bem espremido, até teve erros de arbitragem para os dois lados.