Apito Dourado: Pinto da Costa nega tentativa de suborno do árbitro Augusto Duarte | Relvado

Apito Dourado: Pinto da Costa nega tentativa de suborno do árbitro Augusto Duarte

 


Apito Dourado: Pinto da Costa nega tentativa de suborno do árbitro Augusto Duarte
O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, negou hoje no Tribunal de Gaia a alegada tentativa de suborno de Augusto Duarte, afirmando que o árbitro lhe pediu ajuda na resolução de um problema familiar.



Jorge Nuno Pinto da Costa começou a ser ouvido cerca das 10:40 no âmbito do chamado "caso do envelope", um processo do "Apito Dourado" relativo ao jogo Beira-Mar/Porto.

Confrontado com a acusação de que dois dias antes daquele jogo teria dado um envelope com 2.500 euros ao árbitro Augusto Duarte, Pinto da Costa considerou-a «totalmente falsa». Segundo o presidente do FC Porto, o árbitro dirigiu-se a sua casa para pedir ajuda na resolução de um problema familiar.

O árbitro Augusto Duarte está ausente do tribunal por motivo de doença. No interior estão a ex-companheira de Pinto da Costa, Carolina Salgado, cujas declarações motivaram a acusação a Pinto da Costa, bem como a sua irmã.

Jorge Nuno Pinto da Costa e o co-arguido António Araújo - um empresário de futebol - estão pronunciados pelo crime de corrupção activa desportiva. Ao árbitro Augusto Duarte é imputado o crime de corrupção desportiva na forma passiva.

Este processo reporta-se ao encontro Beira Mar-FC Porto, da 31ª jornada da Superliga de 2003/2004, que foi realizado em 18 de Abril de 2004 e terminou com um empate sem golos.

Lusa

FC Porto:

Comentários [78]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Só para elucidar...

Para os esquecidos, para um caso de corrupção ser provado tem que haver causa e efeito. Isto é, se a verdade desportiva do(s) jogos(s) em causa não tiver sido adulterada, não há corrupção consumada. Tendo em conta que no jogo mais em foco o Porto até foi prejudicado, esta não existe. Isto já foi confirmado por vários especialistas de arbitragem em tribunal. Quando a forma tentada, é o que o tribunal vai decidir (e ao qual a Liga decidiu condenar só porque ah e tal havia suspeita e a carolina é fixe). Por isso se não provarem a existência de tal envelope e que ele se destinava a ajudar o Porto, então a corrupção em forma tentada também não existe. E aí a Liga fica claramente mal na fotografia pois fica a ideia que se armaram em justiceiros, a mando de alguém. É claro que mesmo para problemas familiares, é sempre preciso ter em conta que encontros entre dirigentes e árbitros tem que ser analisados e julgados se necessário. O que não se percebe é como certos dirigentes, de um certo clube muito interessado, podem-se encontrar vezes sem conta com árbitros em restaurantes, hotéis e cabines, e nunca são investigados pelo MP. Enquanto existir esta dualidade de tratamento é caso para concordar com o lado oposto. O crime compensa.

Re: Só para elucidar...

Dei-te um clubite. Só pela simples razão de que já estou um pouco farto de ver alguns portistas a tentar justificar o injustificável. PS - O poder do PC sobre uma maioria dos portistas deve ser equivalente ao que Hitler teve sobre alemães e austriacos.

Concordo em absoluto

+1 Bem Escrito

Re: Só para (des)elucidar...

Estás enganado. O que dizes está correcto na regulamentação desportiva (regulamentos disciplinares da FPF e da Liga) Na legislação penal (artigos 372 e 374 código penal) haverá consumação do crime de corrupção a partir do momento que o corrupto passivo aceita a contrapartida. Haverá tentativa caso o corrompido não aceite a oferta ou, aceitando, a repudie ANTES da prática do facto. Pela milésima vez, A JURISDIÇÃO DESPORTIVA E A JURISDIÇÃO PENAL SÃO INDEPENDENTES ENTRE SI E PODEM TER SOLUÇÕES DIFERENTES PARA OS MESMOS FACTOS.

Hummm... mas então...

Se o Pinto da Costa nega tal oferta, se o Augusto Duarte nega tal oferta, se a PJ não tem provas nenhumas de que tal oferta tenha ocorrido, o Tribunal vai considerar as declarações de quem neste caso mudou o seu testemunho várias vezes? Ora mudou o valor do envelope, ora mudou o destino do envelope - primeiro era para o jogo com o Benfica, depois já era para o jogo com o Beira-Mar... Para não falar que esta senhora foi apanhada nas escutas relativas a outro processo a mentir com os dentes todos e enfrenta agora uma acusação de perjúrio... Pergunto eu. O que é que o Tribunal vai considerar? Há uma coisa que me faz uma certa confusão... O facto de a PJ estar a vigiar a casa, ver um árbitro a sair da mesma e não o interpelar ou tomar medidas para ver os movimentos seguintes desse árbitro... Que rica investigação...

Re: Só para (des)elucidar...

"A JURISDIÇÃO DESPORTIVA E A JURISDIÇÃO PENAL SÃO INDEPENDENTES ENTRE SI E PODEM TER SOLUÇÕES DIFERENTES PARA OS MESMOS FACTOS." Ainda bem que tu próprio te relembraste disso. É que eu saiba os factos tem que ser provados contra todas as dúvidas razoáveis. Que é exactamente aquilo que o tribunal tenta fazer (nem sempre consegue) e a Liga não fez. E para ser como tu... A LIGA NÃO EFECTUOU JURISDIÇÃO POIS LIMITOU-SE A APLICAR REGULAMENTOS SEM COMPROVAR OS FACTOS. TESTEMUNHOS, ESCUTAS E TUDO MAIS TEM QUE SER COMPROVADO, CONTEXTUALIZADO E SUBMETIDO A CONTRADITÓRIO. Repito, a Liga foi justiceira e vai pagar por isso. Só tinham que esperar para que os tribunais comprovassem os factos e depois sim agir de acordo com os regulamentos. Não estamos a falar de sumarissimos onde toda gente vê as imagens! Estamos a falar de uma testemunha a agir por vingança e supostas conversas não contextualizadas.

Re: Só para (des)elucidar...

Não percebeste nada. PRINCÍPIO DA INDEPENDENCIA DAS JURISDIÇÕES, o mesmo facto pode ser considerado ilícito num tribunal ou numa instância disciplinar e ser considerado lícito noutro tribunal, de outra jurisdição. A nível desportivo, os casos já transitaram em julgado, o Porto e o Pinto da Costa foram julgados culpados. A nível desportivo, ficou provado que o Porto TENTOU corromper (e tentou, porque, como disse acima, para a jurisdição desportiva os requisitos da corrupção são diferentes da jurisdição penal). Houve prova de factos, houve contraditório, porque os arguidos no processo disciplinar foram ouvidos. E não te esqueças que a decisão da Liga foi posteriormente decidida pe

Re: Só para (des)elucidar...

Tu é que estás enganado, vai lá consultar os artigos novamente e lê com atenção e depois sim podes dizer alguma coisa.

Re: Só para (des)elucidar...

Por acaso enganei-me numa coisa: devia ter referido os artigos do regime que pune a corrupção desportiva e não o regime geral da corrupção. Lei n.º 50/2007 Artigo 8.º Corrupção passiva O agente desportivo que por si ou mediante o seu consentimento ou ratificação, por interposta pessoa, solicitar ou aceitar, para si ou para terceiro, sem que lhe seja devida, vantagem patrimonial ou não patrimonial, ou a sua promessa, para um qualquer acto ou omissão destinados a alterar ou falsear o resultado de uma competição desportiva é punido com pena de prisão de 1 a 5 anos. Artigo 9.º Corrupção activa 1 - Quem por si ou mediante o seu consentimento ou ratificação, por interposta pessoa, der ou prometer a agente desportivo, ou a terceiro com conhecimento daquele, vantagem patrimonial ou não patrimonial, que lhe não seja devida, com o fim indicado no artigo anterior, é punido com pena de prisão até 3 anos ou com pena de multa. 2 - A tentativa é punível. Regime em vigor em 2004: Decreto-Lei n.º 390/91 Art. 2.º - 1 - Quem, na qualidade de praticante desportivo, por si ou por interposta pessoa, com o seu consentimento ou ratificação, solicitar ou aceitar, para si ou para terceiro, vantagem patrimonial ou não patrimonial, ou a sua promessa, que não lhe sejam devidas, como contrapartida de acto ou omissão destinados a alterar ou falsear o resultado de uma competição desportiva será punido com pena de prisão até dois anos. 2 - Se o facto não for executado ou, tendo-o sido, dele não resultar o efeito pretendido pelo agente, a pena será a de prisão até um ano. 3 - Se o agente, antes da prática do facto, voluntariamente repudiar o oferecimento ou a promessa que aceitara ou restituir a vantagem ou, tratando-se de coisa fungível, o seu valor, é isento de pena. 4 - A tentativa é punível. Art. 3.º - 1 - Se os factos descritos no artigo anterior forem praticados por árbitro ou equiparado, cuja função consista em apreciar, julgar ou decidir a aplicação das regras técnicas e de disciplina próprias da modalidade desportiva, a pena será a de prisão até quatro anos. 2 - Na mesma pena incorre quem praticar os factos descritos no artigo anterior na qualidade de dirigente, treinador, preparador físico, orientador técnico, médico, massagista ou na de agente de qualquer outra actividade de apoio ao praticante desportivo. 3 - É correspondentemente aplicável aos números anteriores o disposto nos n.os 2 e 3 do artigo anterior, mas, no primeiro caso, a pena será a de prisão até dois anos. Art. 4.º - 1 - Quem, por si ou por interposta pessoa, com o seu consentimento ou ratificação, der ou prometer a praticante desportivo vantagem patrimonial ou não patrimonial, que lhe não seja devida, com o fim indicado no artigo 2.º será punido com prisão até três anos. 2 - Se o facto descrito no número anterior for praticado relativamente a qualquer das pessoas referidas no artigo 3.º, a pena será a de prisão até quatro anos. 3 - A tentativa é punível. Não tenho paciência para o fazer, mas já coloquei aqui um link para um acórdão do STJ que prova o que disse. Vá, interpreta-me lá os artigos que citei. Com muita ISENÇÃO e sem CLONAGEM

Re: Só para (des)elucidar...

Já viste como meteste o pé na argola e quem tinha razão era o Draco.Agora lê novamente e analisa, logo terás de esquecer os nºs. 1 e 3 da art. 2º e depois peço-te especial atenção para nº 3 do art. 3º.Seu iluminado!

ISENTO, nada, BURRO, muito

Nada como fazer uma pesquisa nos favoritos: http://www.dgsi.pt/jstj.nsf/954f0ce6ad9dd8b980256b5f003fa814/0814cd360e14b3a6802568fc003b6279?OpenDocument&Highlight=0,corrup%C3%A7%C3%A3o,desportiva Só precisas de ler os n.os II e III do sumário do acórdão: O tipo de corrupção que o Decreto-Lei 390/91, de 10 de Outubro prevê configura um crime formal ou de consumação antecipada, POR LHE BASTAR A PROMESSA DE VANTAGEM INDEVIDA. Aquilo que me pedes para prestar atenção (presumo que seja a isenção de pena) não significa que não haja crime.

Re: ISENTO, nada, BURRO, muito

Tu não sabes ler pois não e além do mais se conseguires vês que foste o único a falar em isenção de pena.Tirem-me deste filme!Pede à tua professora que te ensine a ler tá bem?Até logo.

Re: ISENTO, nada, BURRO, muito

Olha, pede à tua professora de português para interpretar a seguinte frase, que te deve ter escapado por distracção: O TIPO DE CORRUPÇÃO QUE O DECRETO-LEI 390/91, DE 10 DE OUTUBRO PREVÊ CONFIGURA UM CRIME FORMAL OU DE CONSUMAÇÃO ANTECIPADA, POR LHE BASTAR A PROMESSA DE VANTAGEM INDEVIDA. E depois podes dizer à tua professora de português para ir para a Faculdade de Direito estudar 5 anos.

Lol

Que grande parolo tu és, primeiro não sabes mesmo ler porque se conseguisses vias que nem eu nem nenhum dos outros intervenientes falou em isenção de pena, mas sim em impossibilidade de julgamento por acto de corrupção consumado visto que o Porto não beneficiou em nada desse jogo, tendo até empatado e segundo os especialistas convocados pelo tribunal, também não existiu qualquer benefício, logo não há efeito.Quanto à forma tentada o tribunal terá de decidir através das provas disponíveis.Deixa o copy paste rapaz e vai aprender a ler.Limitado.

Re: Lol

IM-PRESSIONANTE! O TIPO DE CORRUPÇÃO QUE O DECRETO-LEI 390/91, DE 10 DE OUTUBRO PREVÊ CONFIGURA UM CRIME FORMAL OU DE CONSUMAÇÃO ANTECIPADA, POR LHE BASTAR A PROMESSA DE VANTAGEM INDEVIDA. Outra vez: POR LHE BASTAR A PROMESSA DE VANTAGEM INDEVIDA. Ainda não? Se calhar é melhor desistir. É que já vi cães mais espertos.

Re: Lol

Dá cada burro aqui no relvado, a fazer copy paste de casos que não têm nada a ver, cada vez mais me convenço que ser vermelho= a ser burro.

Re: Lol

Tens toda a razão, tu não és burro. Tu deves ser é ASNO!!

Re: Lol

Ourto burro armado em esperto com copy paste!!!Deve ser doença dos vermelhos.E que tipo de corrupção é ò inteligente?

Já que está no tribunal PC devia pedir...

..uma indemenização a Augusto Duarte por não ter cumprido com a sua parte durante o jogo Porto - Beira Mar. Mas que é isto, pagar 2500 euros e nem uma ajudinha sequer??!!! O Pinto da Costa foi burlado, é o que é!!!

Re: Já que está no tribunal PC devia pedir...

Agora já se percebe o porquê daquela escuta a desabafar com Pinto de Sousa "só uns cheirinhos nuns livres e pouco mais"

Re: Já que está no tribunal PC devia pedir...

Nem mais. Para o resultado final foi uma autêntica burla. Ainda no outro dia o Lucilio calabote escamoteou livres escandalosos na entrada da área do slb, inventou cantos e lançamentos, e pelo que se sabe não foi preciso pagar-lhe 2500 euros..

Re: Já que está no tribunal PC devia pedir...

A vantagem do benfica é que nem precisa de pagar. É por isso que se chama colinho.

Re: Já que está no tribunal PC devia pedir...

Quem é o Lucilio calabote? é aquele que não marcou 2 penaltis clarissimos este ano em jogos contra o leixões? Draco já ouviste falar no colinho dos 20 anos?

Re: Apito Dourado: Pinto da Costa nega tentativa de suborno do á

que vexame para o clube.

ahahahahhaha

"Segundo o presidente do FC Porto, o árbitro dirigiu-se a sua casa para pedir ajuda na resolução de um problema familiar" ahahahahahhahaha

Re: Apito Dourado: Pinto da Costa nega tentativa de suborno do á

Isto não vai dar em nada de nada... Nenhum dos arguidos vai dizer k é verdade se houve suborno... (se existiu realmente o suborno...) será sempre a palavra da Carolina Salgado contra a palavra dos arguidos... Como foi um envelope... Onde está o envelope? Como foi em dinheiro e não em cheque ou outro objecto... não haverá provas fisicas... Por isso, mais um caso... como outros.. será facil de resolver.. Arguidos são inocentes... (podendo mesmo que todo o esquema tenha acontecido)

nao esqueçer a conversa

das escutas que provam que o arbitro foi la fazer alguma coisa. pinto da costa a falar com o pinto de sousa a queixar-seque o augusto duarte pouco fez "só uns cheirinhos nuns livres e pouco mais"

Acreditar que Pinto da Costa...

... é inocente depois de ter recebido um árbitro em casa na véspera de um jogo do Porto que este ia apitar, é pura fé divina! Mas acreditar que Pinto da Costa é o Diabo em pessoa, o grande e único corrupto do futebol português, é, na mais simpáticas das definições, pura ingenuidade. O Pintinho está para o "Apito Dourado" como o Carlos Cruz para a "Casa Pia"...

Re: Acreditar que Pinto da Costa...

nem mais! existem mais mas devia-se começar com a limpeza o quante antes a bem do futebol. Para mim o problema da arbitragem só se coloca pois temos o problema dos dirigentes.

Limpeza sim

Mas de TODOS os corruptos e não só de alguns.