Pinto da Costa, a presidência e Portugal | Relvado

Pinto da Costa, a presidência e Portugal

Podemos afirmar que os adeptos portistas admitem a tirania do presidente sem verem inconveniente.
 
Pinto da Costa com telemóvel
Lusa

Frequentemente diz-se que Pinto da Costa sabe defender o seu clube como poucos o souberam. São palavras que ora podem ser atribuídas a adeptos, ora a adversários. Todos parecem reconhecer a sua capacidade em defender os interesses dos clubes. Nesta argumentação não é raro ouvir-se igualmente dizer que defende o clube como poucos, mesmo que por meios menos honestos. Palavras que tanto se atribuem a adeptos como adversários, também.

De facto, parece assumir-se nesta argumentação que para atingir os fins todos meios são viáveis. O que significa, por isso mesmo, que os adversários admitiriam proceder da mesma forma. Por outro lado, os adeptos não vêem imoralidade nenhuma nesses procedimentos. Mais ainda, os adeptos são tão fiéis a Pinto da Costa que lhe desculpam tudo, mesmo que isso prejudique o clube, digamos, a imagem do clube.

Em consequência, podemos afirmar silogisticamente que se adeptos portistas admitem a tirania do presidente e os seus meios para atingir os fins sem nisso verem inconveniente, dado que apenas defende os interesses do seu clube, pois então se é possível admitir que um presidente tiranize um clube e use de todos os meios para proteger o clube, mesmo que meios ímpios e desonestos, então segue-se que, na mesma linha de pensamento, esses adeptos portistas (e mesmo os adversários que admitem que Pinto da Costa é um presidente mesmo que use meios pouco honestos) admitem que um primeiro-ministro possa usar dos meios mais ímpios e desonestos para proteger o país (à semelhança do que frequentemente se costuma dizer a respeito de Salazar, a saber, que era ditador mas sabia defender o país).

Daqui se poderia presumir algumas conclusões:

a) que se adeptos de um determinado clube admitem que o seu presidente proceda tirânica e desonestamente para atingir os seus fins, é presumível que aceitem (ou aceitassem) que um primeiro-ministro seja também um tirano que use de qualquer meio para atingir os seus fins, desde que proteja o seu país;

b) por consequência, aceitam uma tirania;

c) dada a aceitação da tirania, segue-se que aceitam tudo que lhes será imposto, porquanto a assunção da tirania é justamente essa condição de possibilidade;

d) dadas as premissas anteriores, podemos presumir um traço caracteristicamente psicológico português nestas assunções, a saber, tudo é permitido desde que seja em defesa de qualquer coisa que nos diga respeito: um clube, um país, etc.;

e) assim, é muito plausível que, dadas as premissas anteriores, o povo português seja com efeito um povo imoral, pois aceita qualquer meio desonesto para atingir os fins, pois assume essa posição sem mais, e portanto aceita a tirania sem mais;

f) o povo português, então, é um povo que não só aceita ser submisso como tende para a tirania, caso em que, individualmente, cada um seria na condição de possibilidade mesma, um ditador.

Presume-se, em consequência, que Pinto da Costa não procedeu, não procede nunca mal na presidência do seu clube, pois, se os adeptos aceitam o procedimento, mesmo que desonesto, a aceitação é o resultado desse traço psicologicamente português de que tudo serve para se atingir os fins, desde que estes sejam alcançados e todos estejam contentes.

Conclusão: Pinto da Costa, à luz portuguesa, não procede nunca mal. Outra conclusão se tira, naturalmente: Portugal não tem corrupção, antes o que os putativos corruptos fazem é proteger o seu país, mesmo que isso implique proceder por meios desonestos.

FC Porto:

Comentários [51]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Pela mesma teoria pseudo intelectual de racíocinio lógico

A) O clube B elege V para seu presidente,
B) V é um traficante de droga e fez a sua enorme fortuna nessa actividade
Conclusão, das duas anteriores premissas, os adeptos do clube B, são todos adeptos do tráfico de droga.
´
Outra questão, que me parece existir aí uma confusão na sua cabeça é o conceito de tirania e de não ter olhar a meios para conseguir os seus fins. Mas eu explico-lhe:
1º Tirania é algo oposto à democracia, nada tem a ver na forma mais legal ou menos legar de se conseguirem os fins. Ou seja, eu posso ser tirano e ser um cumpridor na íntegra das leis dum determinado País ou duma Instituição.

2º O Porto tem eleições todos os anos, como tal, o Porto não vive em regime de tirania, porque o tirano não responde perante os "seus". Pinto da Costa ganha as eleições porque ganha, e porque as pessoas entendem que é o melhor para o seu clube. Na mesma medida que Vieira manteve Jesus à revelia da opinião da maioria dos dirigentes benfiquistas, porque foi ele que ganhou as eleições.

3º Eu até compreendia, a sua argumentação se ela não fosse enviada para os adeptos portistas, e para um único dirigente, deixando de fora, todos os outros, assim é pura demagogia, e duma baixeza que encontra correpondência da minha parte, no primeiro parágrafo.

Um conselho, se quer sentir-se melhor consigo próprio, ou superior, faça qualquer coisa de útil, para aí sim, conseguir a admiração de outrém...

A) O clube B elege V para seu

A) O clube B elege V para seu presidente,
B) V é um traficante de droga e fez a sua enorme fortuna nessa actividade
Conclusão, das duas anteriores premissas, os adeptos do clube B, são todos adeptos do tráfico de droga.
Quanto se tenta dar um ar da sua graça sem se saber do que se está a falar, dá merda. Foi o caso. Convinha que antes de tentar argumentar logicamente soubesse as linhas gerais, pelo menos, da lógica.
O seu argumento não tem ponta por onde se lhe pegue.
O clube B elege V para seu presidente. Primeira premissa.
V é um traficante de droga e fez a sua enorme fortuna nessa actividade. Segunda premissa.
Conclusão : das duas anteriores premissas, os adeptos do clube B, são todos adeptos do tráfico de droga.
Diga-me, que conclusão é esta?
O clube B elege V para presidente. V, o presidente, é traficante de droga (o resto da proposição nem interessa). E conclui que por V-presidente ter sito eleito, segue-se que os adeptos são adeptos de tráficos de droga. Rica conclusão me tira o senhor. Não lembraria ao diabo.
Primeiro, introduz os adeptos na conclusão sem eles nunca terem sido referidos nas premissas. Segundo, conclui sem justificar por que razão os adeptos do clube B seriam adeptos do tráfico de droga. Simplesmente achou que deveria concluir dessa forma. Chama-se a isto não um argumento falacioso, mas uma pura merda de quem não tem cérebro para pensar. Ainda por cima usa na conclusão os quantificador “todos”, o que torna a conclusão ainda mais uma merda daquelas grandes.
Será que não podia estar quietinho do que ter feito esta figura?
Relativamente ao tirano. Uma consulta a um dicionário, não o teria feito fazer mais uma figura de ridículo. Veja-se, então:
 substantivo masculino
1 aquele que usurpa o poder soberano de um Estado
2 governante injusto e cruel, que coloca sua vontade e sua autoridade acima das leis e da justiça
3 aquilo que tortura ou martiriza moralmente
Ex.: o ciúme é o tirano da razão
4 Regionalismo: Portugal. Uso: informal.
ator que representa um papel antipático
 adjetivo e substantivo masculino
5 que ou o que é tirânico, cruel, despótico
Ex.:
Creio que os dois pontos da acepção lhe tiram as dúvidas, ou, antes, lhe desconstrói o argumento ridículo.
Quanto ao restante comentário, sendo na mesma esteira da ridiculez, acho que não me merece mais comentários.
Termino, pelo menos, aconselhando-o a que antes de escrever, trate de saber o que está a dizer.

Já agora, mesmo nessa sua definição

Então os adeptos do Porto ADMITEM, a tirania de Pinto da Costa, pois bem, pela sua definição de tirania, os adeptos do Porto não têm qualquer escolha. CLaro que isso é patético porque eles votam. Bem, como lhe disse, estes argumentos e raciocinios são tão mas tão patéticos, que todo o seu artigo é uma anedota.

Inside, Neste século, o

Inside,

Neste século, o Benfica com o mesmo Presidente (11 anos como Presidente, 2 anos como Director Desportivo), conquistou 8 títulos e troféus, tantos como o Sporting em permanente instabilidade!

Perante esses factos pergunto, será que no Benfica a tirania tem imperado?

Afinal os sócios do Sporting tem revelado a sua insatisafção, e em 13 anos estão já no 5º Presidente, em contraste, o Benfica que apresenta os mesmos títulos e troféus versus o Sporting no mesmo período, os sócios do Benfica conferiram a Vieira 4 maiorias absolutas, e eu pergunto: Tais maiorias foram conquistadas pelos extraordinários Mandatos Desportivos de Vieira, ou terão sido os Mandatos Financeiros que terão ditado tais resultados anormais? Sim, anormais, para o outrora Grande Benfica, conquisitar 2 Campeonatos, 1 Taça de Portugal em decada e meia, releva sim pouca ou nenuma exigencia dos sócios e adeptos do Benfica!

daqui

a uma semana já tens mais de 1000 comentários com essa conta o que juntando aos da tua outra...

Meu amigo, os tiranos, podem

governar em legitimidade, convido-o a aprofundar mais o seu conhecimento, para lá dos dicionários.

Em relação ao meu raciocinio, que não costumo fazer tais patetices como o senhor fez neste seu artigo, querendo generalizar e definir pessoas por uma questão clubística, até que ponto chega o ridículo, eu posso aprofundar mais qualquer coisinha para ser mais assertivo.

A) o clube B elege para seu presidente V
B) V é traficante de droga
C) Os adeptos do clube B não se importaram com essa situação
D) Os adeptos do clube B e a sua direção gostam de acusar os outros de falta de ética, e de se considerarem arautos da verdade desportiva.

Conclusão, para seu melhor entendimento, porque realmente esta estupidez não é a minha praia, nisso tem razão, os adeptos do clube B são hipócritas, porque elegem para seu presidente um traficante de droga e depois andam a querer acusar os outros de corrupção e falta de ética.

De resto, isto é futebol, aquilo que fiz atrás é uma patetice de todo o tamanho, tal como, o é o seu artigo estúpido, ofensivo e parvo... se quer brilhar faça qualquer coisa na sua vida, como já lhe disse, aqui é para falar de futebol, percebe, não para definir pessoas...

PS. Tirania (do grego τύραννος, líder ilegítimo) é uma forma de governo usada em situações excepcionais na Grécia em alternativa à democracia. Nela o chefe governava com poder ilimitado, embora sem perder de vista que devia representar a vontade do povo. Hoje, entre sociedades democráticas ocidentais, o termo tirania tem conotação negativa. Algumas raízes históricas disto, entretanto, podem estar no fato de os filhos do grande tirano grego Pisístrato (que era adorado pelo povo pois fez a reforma agrária e dava subsídio) terem usufruído do espaço público como se fosse privado, sendo assim, banidos e mortos.

E no conceito mais actual e corrente, é alguém que concentra todo o poder em si, dessa forma tanto o é, PC como Vieira. Portanto, querer fazer destes argumentos patéticos, uma argumentação definitiva em prol da diabolização de uns e da santidade de outros, é como já disse, patético, e dá que pensar na mente da pessoa que perdeu tempo a fazer isto.

Diga-me qual dos pontos não

Diga-me qual dos pontos não entende: 1 aquele que usurpa o poder soberano de um Estado
2 governante injusto e cruel, que coloca sua vontade e sua autoridade acima das leis e da justiça

Em alguma das definições diz que um tirano não pode governar em legitimidade? O senhor é tão néscio que, querendo dar uma ar da sua graça, acaba por me dar razão. Uma coisa é um tirano ser eleito legitimamente, outra coisa é aquilo que é um tirano. O que é, está bem definido acima. Mas se quiser mais, posso sempre remetê-lo para o Dicionário de Política de Norberto Bobbio. E fico-me por aqui no que respeita a esta questão hermenêutica de cariz político.
A) “o clube B elege para seu presidente V
B) V é traficante de droga
C) Os adeptos do clube B não se importaram com essa situação
D) Os adeptos do clube B e a sua direção gostam de acusar os outros de falta de ética, e de se considerarem arautos da verdade desportiva

Consegue dizer-me que merda de argumento é este? Acho que nem me vou dar ao trabalho de argumentar tal o disparate que escreve.
Se se quer armar em esperto, se quer, pelo menos, aprender um pouco de lógica, então leia os livros de lógica, antes de fazer as figuras que faz. Para isso, pode começar pelo livro de Newton-Smith. http://www.gradiva.pt/?q=C/BOOKSSHOW/564
Termino, e encerro aqui o debate porque é difícil conseguir dialogar com um burro (no início ainda se dá um desconto, depois começa a saturar) dizia, termino dizendo isto: se acha que aquilo que aqui argumentei não tem sentido, ainda que possa compreender que a sua inteligência não consiga alcançar a dedução do argumento tal a burrice em que o senhor reside, então mais uma razão para começar a ler e treinar o raciocínio lógico. É triste ver como em Portugal há muito néscio.

Oh meu amigo, eu não faço deste método patético

a minha forma de argumentar, felizmente tenho na minha vida situações para me afirmar como ser inteligente e capaz, e não preciso de vir para um site de bola com este tipo de raciocinios do 10º ano de filosofia para me afirmar. QUando venho aqui é porque tenho uma necessidade de falar de futebol, que é uma paixão minha.

Em relação ao seu artigo, entendo-o no ódio, porque fazer esse triste exercício de lógica para atacar os adeptos do clube adversário, é mesmo de ódio que estamos a falar, ódio que o faz fazer estas tristes figuras, que me orgulho de nunca ter feito, sim, porque as minhas respostas, foram só para você ver espelhado a sua própria estupidez.

Passe bem.

As suas respostas demonstram

As suas respostas demonstram a sua ignorância. Os raciocínios que diz serem do 10 ano de escolaridade são ensinados mundialmente nas universidades e praticados, sobretudo, pelos filósofos analíticos (tradição que faz lei na filosofia desde há muitas décadas). Portanto, a sua ignorância em relação quer à forma de argumentação que hoje em dia é praticada em muitos ramos do saber, quer em relação à argumentação mesma, é de bradar aos céus. O melhor mesmo é estar quietinho, antes de se enterrar mais.

Amigo, site de futebol

percebe, de futebol... não de filosofia... eu lembro-me vagamente destes raciocinios similares em filosofia do 10º ano, mas poderei estar enganado, porque eu não sou amante de filosofia, sou amante sabe do quê? de futebol... e como tal, estou num site de... futebol...

Também não estou num site de generalizações baratas, nem de ódios, mas uma vez digo, estou num site de... futebol... se você pensar muito chega lá...

a todos os PORTISTAS

Não ligar a este problema já identificado como MELÃOZADA AGUDA E DE CERTO MODO CRÔNICA PARA OS PRÓXIMOS ANOS !
TEM HAVIDO MUITOS CASOS DESTES NO MAGALHÃES LEMOS E JÁ ESTAMOS SEM QUARTOS PARA ESTA EPIDEMIA.
ESTES SINTOMAS ALTERAM SE QUANDO É DIVULGADO O MEGA PICNIC DE TONI CARREIRA NA TV COMO PUBLICIDADE VISTO QUÊ SERÁ SEMPRE RELEMBRADO UM PRODUTO AGRÍCOLO MAIS CONHECIDO POR MELÃO

não compreendo como é que se

não compreendo como é que se pode argumentar que o putanheiro e seus copinchas são boa gente para os seus por estarem a defender interesses maiores na perpetuação dos actos? Muito pior assumir que os portugueses iriam aplaudir a chico espertice porque muita gente diz "o salazar defendeu o país". O único paralelo entre os 2, é o ordenado miserável que auferem os que para eles pastam e/ou pastaram. Ou vai-me dizer que o FACTO de os ordenados no norte serem inferiores não estará directamente ligado com 1 ente que em 10 anos trouxe sozinho quase mil milhões de euros para ele mesmo? Não distribui? Pois. A última dinastia, salazar e PC também não.

Imbecilidades

Quando não se ganha consecutivamente anos a fio, têm que existir explicações para além da competência de quem ganha.Mas haja limites para a imbecilidade.Comparar desde logo um clube a um País, como se a responsabilidade de quem gere um País fosse parecida á defesa dos interesses dos simpatizantes de um clube de futebol, é de mestre (deve ser outro mestre da tatica como Jorge Jesus).
Depois, afirmar, deixar subentender, que Pinto da Costa é um tirano, um corrupto, é insultuoso e desprovido de qualquer base.
Diz, que disse não vale, sabemos q os adeptos do Porto acham tb o Vieira um mafioso (negócios de pneus com historias de drogas pelo meio, etc) os do benfica, dizem q Pinto da Costa é igualmente mafioso, corrupto, apenas ganha dinheiro á custa do Porto, pergunto eu quanto não deveria ganhar um Homem que fez do Porto o clube de top q é hoje, quanto valem 50 titulos, quanto vale, um estadio novo, um centro de estagio quase de gratis,em breve um dos melhores museus do mundo?
Mas o pior destas insinuações e afirmações baratas, é que nem sequer têm fundamento juridico, Pinto da Costa foi das figuras mais perseguidas e escrotinadas deste País, e que decidiram os tribunais?
Inocente. Mas isso de nada vale, quando somos adeptos fanáticos e mesquinhos, que não sabem reconhecer competência a quem é realmente competente.
Concerteza não advogo que o Presidente do meu clube seja santo, mas dai, a ser corrupto e tirano, vai a diferença de uma galáxia...menos facciosismos suas galinhas depenadas...

Este artigo fez-me recordar a anedota da lógica

quando eramos putos...

Era uma vez um rapaz que encontra um amigo:
A - Então tudo bem?
B - Ya, que tens feito?
A - Nada e tu?
B - Estudo logica.
A - Logica? o que é isso?
B - Vou ter explicar: Tens um aquario?
A - Tenho.
B - Logicamente tens agua e peixes, certo?
A - Sim, tens razão.
B - Vou dar-te outro exemplo: Gostas de mulheres?
A - Gosto.
B - Logicamente nao és G A Y !
A- Ah percebi!

O amigo A vai dizer a outra amigo © que tem um amigo que estuda logica!:

C - Logica o que é isso?
A - Vou-te dar um exemplo: Tens um aquario?
C - Não.
A- Entao és G A Y !

...

...deu para descomprimir no fim do dia de trabalho... :)

Abraço...

:)

Abraço

Hahahahahahah...

..."...deu para descomprimir no fim do dia de trabalho... "

Será que eu li bem??? "no fim do dia de TRABALHO??' TRABALHO'????looooolllllll...

...

...és tão previsível...

Tal como os seus “colegas”

Tal como os seus “colegas” não percebeu a argumentação e não entende a argumentação analítica. É compreensível. Antes de desconstruir o seu argumento, lanço-lhe o desafio de desconstruir o meu. Aceita?
B - Vou dar-te outro exemplo: Gostas de mulheres?
A - Gosto.
B - Logicamente nao és G A Y !

Primeiro, usa apenas uma premissa e conclui dela que B não é gay. Como deve ter reparado, é um argumento falso. B pode gostar de mulheres e mesmo assim gostar de homens., isto é, ser bissexual. B pode gostar de mulheres e nem ser hétero nem gay. B pode gostar de mulheres e ser exclusivamente gay, simplesmente gosta de mulheres. Como vê, não especifica o que é “gostar de mulheres”.

E pronto...

..fechou a loja.

Next.

lol

:)

Resumindo e Concluindo!

Em "futebolês":
Faz-me lembrar o Prof. Manuel Machado que para dizer que sofreu um golo de CANTO, usa também este tipo de "letra prolongada", dizendo (sei lá), que sofreu um golo numa marcação de uma bola parada que ultrapassou a linha de baliza defensiva tocada ultimamente pelo seu defensor...

"Encantou-me" mais o tema desenrolado nos comentários do que o do próprio artigo.

Nada disso, não estás

Nada disso, não estás habituado à argumentação analítica da coisa!

Mas olha que fiquei mais descansado, afinal não fui o unico a não entender tamanha "verborreia balofa" ! lol

Não me lembro...

..de um artigo tão seca.

Enfim um tema que cheira a mofo,como a sala de troféus dos benfas.

Nada de novo.

Caro amigo, se não está

Caro amigo, se não está habituado à argumentação analítica, então o problema é seu. Acho que deveria estar, na medida em que é assim que hoje em dia se argumenta e escreve em vários campos do saber. Vejo que, tal como os restantes, não percebeu a argumentação.

"argumentação analítica".. :)

Não se trata de entender ou não a "argumentação analítica" a que se propõe.
Porque, contrariamente ao que pensa, entendi-a sim.
Mas... repito:
"Encantou-me" mais o tema desenrolado nos comentários do que o do próprio artigo.

Mas esta é apenas a minha opinião, se me permite.

...

"Vejo que, tal como os restantes, não percebeu a argumentação."
já o havia prevenido que era um desperdício de tempo (não ter expectativas...), são muito sintéticos..., infelizmente, nestes locais tem que se ser simples e rude, eheheh
porém, resista...

Hit deste Verão

LOL

LOL

Loollll...

...Muito bom mesmo, "orelhas e Jay Jay", sempre a servir para animar a "malta"...Looolllll...

E já agora o que dizes sobre o Levi Strauss??? Olha eu gosto bastante, mas acho que são muito caras, mas a qualidade é boa...rsrsrsrs:-)



www.casasdeapostas-portugal.com