Cinco adversários de Portugal foram presos | Relvado

Cinco adversários de Portugal foram presos

Violação de uma mulher originou detenção de cinco jogadores de voleibol de Cuba.
 
Tribunal de Gaia

Um tribunal de Tampere, na Finlândia, decidiu condenar a cinco anos de prisão quatro jogadores da seleção nacional de voleibol de Cuba, por violação.

Um dos jogadores condenados era o capitão de equipa, Rolando Cepeda. Abrahan Gavilan, Osmany Mestre e Ricardo Manzano foram os outros punidos com cinco anos.

Luis Sosa Sierra, o outro culpado neste caso, tem uma pena por cumprir de três anos e meio. Dariel Miranda foi libertado.

O crime aconteceu no primeiro fim de semana de julho deste ano, quando Cuba defrontou Portugal, na Liga Mundial de voleibol. Aliás, os jogadores foram detidos na Finlândia precisamente no dia do duelo com os portugueses.

Num hotel de Tampere, os jogadores "todos juntos, e de forma concertada, forçaram a vítima a ter relações sexuais múltiplas, recorrendo à violência, aproveitando-se do seu medo", explicou o tribunal finlandês.

Modalidades:

Comentários