UEFA averigua distúrbios do Lille-Manchester | Relvado

UEFA averigua distúrbios do Lille-Manchester

 

Ferguson fala em desgraça, Puel em golo inaceitável O Lille queixa-se ainda do golo anulado à sua equipa pelo árbitro holandês Eric Braamhaar, enquanto o Manchester lamenta o modo como a polícia carregou sobre os seus adeptos, bafejando-os com gás lacrimogéneo. Vários adeptos do United tiveram que ser assistidos e o treinador Alex Ferguson diz que «nunca [viu] tal coisa» em todos os anos que leva de futebol. «Foi uma desgraça», aponta o técnico escocês, falando em «pura intimidação do árbitro». «O staff do Lille encorajou os seus jogadores a abandonarem o campo e isso tornou a atmosfera hostil», acrescenta Ferguson. Mas o presidente do Lille, Michel Seydoux, destaca que a sua equipa só queria «fazer uma queixa sobre o golo e não abandonar o relvado, estavam apenas a fazer um protesto», nota o dirigente. Quanto ao golo dos Red Devils, Ferguson entende que «o árbitro dá permissão para atirar» e que por isso «é válido», salientando de resto que já viu «muitos golos marcados assim em Inglaterra nesta época». Mas o técnico do Lille, Claude Puel, refere que «o sinal que o árbitro deu não foi claro para todos, especialmente para nós», frisa. E o jogador Mathieu Chalmé aponta que os ingleses «jogaram sem ouvir o apito do árbitro», considerando que perder deste modo é «revoltante». Puel reforça a ideia, notando que «no espírito é inaceitável» e o treinador promete que o Lille vai «reagir» em Old Trafford na segunda-mão.
Foto: Agência LusaSusana Valente

Liga dos Campeões:

Comentários [6]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Por momentos pensei...

Que o Avelino Ferreira Torres era adjunto do Lille...

ridículo

O que se passou ontem à noite foi absolutamente vergonhoso. E eu até tinha o Giggs em boa consideração. Quem gosta de futebol, não pode gostar do que o Man Utd protagonizou ontem à noite. É a traição levada para um campo de futebol. Inglaterra, país do fair play, anda evidentemente a perder qualidades. Ainda me lembro uma certa vez em que o Fowler do Liverpool caiu na área adversária tendo o árbitro marcado penalty. Foi então o próprio Fowler que correu para o árbitro dizendo que não era penalty. Na marcação desse mesmo penalty, falhou! E é com esta lembrança que quero ficar. Quero acreditar que quem joga à bola são homens, e não bichos! Giggs, se me estiveres a ler :))), fica a saber que nem o esgoto mereces! Antes perder por 10 que ganhar assim... Força Lille Cumps

Re: UEFA averigua distúrbios do Lille-Manchester

Ambos se queixam do comportamento de falta de fair-play um do outro, quando ambos cometeram nesse campo erros graves. Mas epnso que talvez o Man Utd marcou o golo daquela maneira também para responder a um jogo de intimidação, cacetada e falta de fair-play do Lile. Uma mão não lava a outra, mas quem começa tem sempre mais culpa... Cumps.

Golos assim há todos os anos,

mesmo em Portugal. É o "abuso" dos mais experientes, sobre os inexperientes!

para mim é facil...

foi falta de fair play por parte do man utd, e falta de experiência por parte do lille! cumps :::essencial:::

ai esta

como branquear a falta de senso daquele livre...