Helton: "Quando erramos, o erro é de todos" | Relvado

Helton: "Quando erramos, o erro é de todos"

O guarda-redes brasileiro recusou responsabilizar Fucile pela derrota contra o Zenit.
 

Helton, apesar da derrota (3-1) do FC Porto em São Petersburgo, salientou o início de jogo da equipa portista e defendeu que a equipa vai sair mais forte depois deste resultado negativo.

"Conseguimos um início de primeira parte muito boa. Estivemos pressionantes, fizemos o golo, mas sabíamos que seria complicado", começou por dizer o guarda-redes depois do jogo frente ao Zenit.

O brasileiro recusou culpar Fucile pela reviravolta no resultado: "Infelizmente, ficámos com 10 jogadores, mas não apontamos a culpa: quando erramos, erramos todos juntos".

"Temos os mesmos pontos que o Zenit e temos de seguir em frente. São três jogos seguidos sem vencer, mas nestas horas é que se vê a personalidade do grupo. Fizemos uma época passada brilhante, é natural que todos queiram inibir a repetição. Vamos trabalhar para que não sejam cometidos os mesmos erros", continuou Helton.

FC Porto:

Comentários [2]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Perfeitamente normal

Quando olho para os comentários deixados acerca deste jogo até me da vontade de rir... Toda a gente se esquece que o Porto é uma equipa que o ano passado teve uma época quase perfeita mas não é habitual isso acontecer. Todos os anos perdemos jogos e isso é natural, estamos numa fase menos boa, é verdade, mas também é verdade que os nossos jogadores tem qualidade suficiente para dar a volta por cima... Quando foi efetuado o sorteio para a Liga dos Campeões toda gente expressou que sem duvida alguma este seria o grupo mais equilibrado portanto é normal termos perdido este jogo, principalmente por estar-mos a jogar com 10 e também porque o treinador não fez as melhores opções nas substituições mas não esquecer que o Zenit tem uma equipa muito forte.
Esta equipa tem tudo para nos dar grandes alegrias, só precisam de calma, tranquilidade e tempo para se adaptarem ao treinador...

Cumprimentos

É atitude de capitão, mas ao

É atitude de capitão, mas ao uruguaio ninguém lhe tira a chapada que merecia. Ou um pontapé "à lá Cardozo" nos guizos.