Barcelona pensa em queixa contra José Mourinho | Relvado

Barcelona pensa em queixa contra José Mourinho

As declarações do treinador do Real Madrid no final do jogo da noite passada vão ser analisadas esta
 

O Barcelona poderá apresentar uma queixa à UEFA contra José Mourinho. As declarações do treinador do Real Madrid no final do jogo da noite passada vão ser analisadas esta quinta-feira pelos responsáveis catalães.

Mourinho, entre outras críticas, lembrou os erros de arbitragem em jogos do Barcelona de épocas anteriores, especialmente contra Chelsea e Inter: "Porquê? Se os responsáveis do Barcelona forem sinceros, um dia vão explicar o que se passa", comentou o técnico português em conferência de imprensa.

Segundo a agência EFE, os dirigentes do Barcelona irão analisar as palavras de Mourinho e verificar se há ou não motivo para seguir com uma queixa junto da UEFA.

Acompanhe os artigos do Relvado no Facebook e no Twitter.

Liga dos Campeões:

Comentários [36]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Eh eh eh...

Mourinho tem tanto de bom treinador como de mau perdedor...

O Barça é irritantemente melhor que o Real e isso tira-o do sério.

Cumps

Besta ou bestial?

Mourinho é como é, e sempre foi assim.

Realmente, custa um bocado assistir ao seu mau perder e ao seu bom ganhar.

Mas, ao ler tantos ataques à sua pessoa, feitos aqui, hoje, por tantos compatriotas seus, eu questiono-me se, também nós, saberemos ganhar e perder ou, pior ainda, se saberemos ver os outros perder e ganhar.
É que, enquanto foi ganhando praticamente tudo o que havia a ganhar no mundo do futebol e enquanto foi trepando até aos mais altos patamares imagináveis, era o maior bestial do planeta, era um orgulho para o país... No primeiro tremelique da sua rica carreira, cai tudo por terra, é uma besta, é um arrogante, é uma vergonha para o país...

Creio, sinceramente, que o chorrilho de críticas que hoje leio dirigidas ao Mourinho são tão inadmissíveis como as desculpas deste em relação a uma fase de menor sucesso. Com uma diferença: é que Mourinho sempre foi assim e assim se assume, e quem o critica agora impiedosamente nem sempre o faz...

Já sabes que é muito fácil

Já sabes que é muito fácil apontar o dedo e fazer o mesmo ou pior, e nisso o relvado tem uns quantos experts, daqeles que quando lhes convem encontram a principal justificação nas suas atitudes/comentários o facto de o outro lado da barricada ser assim também e não deixa de ter a sua piada um dos users mais conflituosos cá do sitio(para não dizer o mais conflituoso) ser também um dos mais criticos quanto à postura do Mourinho(as tais hipocrisias) ;)

Quanto ao Mourinho é como dizes nada de novo, por muita razão que tenha mais uma vez teve mau perder e mais uma vez fez o que faz melhor nestas alturas, pôs os focos das atenções só nele retirando grande parte dessa pressão aos seus jogadores.

Agora também te digo Cold, estivesse eu no lugar dele se calhar também me passava, é o segundo ano seguido que vê uma expulsão no minimo discutivel por em causa a passagem a uma final da Champions, na época passada lá passou apesar dessa tal expulsão este ano vai ser mais complicado, denominador comum, Barcelona.

Abraço

Nunca engracei com o

Nunca engracei com o Mourinho-pessoa, mas confesso que a minha admiração do Mourinho-profissional sobrepôs-se ao primeiro.

Independentemente de qualquer personalidade mais irritante, também concordo contigo em relação ao "encher o saco". A verdade é que o Barcelona parece sempre bafejado pelas arbitragens, nos últimos anos, e a verdade também é que as equipas do Mourinho têm sofrido com critérios de arbitragem pouco claros.

Abraço!

Tu não "engraças" é com pessoas

que tem o nome a começar por MOU...
É o MOUrinho...é o MOUtinho...é o Souto MOUra...é o MOUzinho de Albuquerque.
Olha és é um grande MOUrcão. : )

Abraço e welcome back! :)

Olha, olha...

Quem anda sempre a dizer "É MOUro, dá-lhe um estouro" são vocês!! ;)

ahahahah

bem visto....
:)

Agora fizeste lembrar...

....um gajo que num restaurante pediu Cãobrito .).

Bem eu da ultima vez

que fui ao chinês perguntei se o gato era fresco.
O chinoca não apreciou a piada :)

Tou a ver

que gostas muito do material chinês...

O Mourinho faz-me lembrar um

O Mourinho faz-me lembrar um pouco o Couto que naquele ambiente de campo era um terror para quem se aproximava dele, era um autêntico cabrão (também tinha atitudes de HOMEM quando mandou calar alguns adeptos Portugueses quando estes assobiavam o hino da Turquia no Euro 2000 salvo erro) mas fora dele era (e é) UM SENHOR, Mourinho é assim naquele ambiente é um guerreiro por vezes insuportável fora de "campo" dizem os que privam com ele é completamente diferente, vale o que vale.

Abraço

Não deixa de ser verdade...

...o que dizes...mas como nunca gostei do gajo (quando vencedor e quando vencido)...estou à vontade para fazer parte daqueles que sempre o criticaram, essencialmente enquanto pessoa, pois enquanto treinador...deixo isso para outros.

Nunca andei com o Mourinho nas palminhas, tampouco o mandei abaixo por dá cá aquela palha. Sempre o vi (desde que foi treinador do Benfica) como um gajo arrogante, uma besta, um mau perdedor, um irascível só porque lhe apetece...e não me revi, nunca, naqueles portugueses que acham que ele é o maior, pois está no futebol com "mind games" (que para mim se traduziam e continuam a traduzir por má educação) e faz trinta por uma linha das adversidades.
Se é este o tipo de gajo que nos define, um homem que gera tanto de paixão como de ódio...bardamerda...

Um abraço...prazer em voltar a "vê-lo".

Obviamente que não me refiro

Obviamente que não me refiro à tua pessoa neste meu "recado", fundamentalmente por a conhecer bem demais aqui pelo Relvado para poder tecer considerações deste género. O mesmo diria em relação a Carlos Queirós, por exemplo, de quem sei seres um acérrimo crítico desde sempre e não apenas nas horas em que ele possa estar mais enfraquecido.

Este desabafo surgiu apenas como uma espécie de contrabalança, se quiseres encarar como tal (por vezes tenho a irritante tendência em ser do "contra" apenas para tentar equilibrar algo que me parece injustamente desequilibrado para algum lado - a minha namorada anda sempre a chinar-me por causa disso...).

Em relação ao Mourinho, tenho que dar a mão à palmatória, porque eu não gostava nada dele dos tempos do FC Porto e augurava-lhe até um trambolhão internacional. Ele respondeu-me com uma bofetada brutal, que me marcou incontestavelmente e que me tornou seu adepto enquanto profissional e homem do futebol.

E cá vou aparecendo, agora mais esporadicamente, resultado do despacho (finalmente) das obras escolares... ;)

Um abraço!

Muito bom... Um abraço ;)

Muito bom...
Um abraço ;)

Pepe

Tenho vergonha como português de termos o Pepe a jogar na nossa selecção. Ontem o vermelho foi indiscutivelmente bem mostrado. Não me esqueço dos gestos menos próprios para os adeptos e a forma como cuspio nos jogadores do Barcelona. Basta recordarmos o passado deste jogador e a forma dura e exagerada como entra sobre os adversários. Como é possível um jogador destes estar a jogar no Real Madrid?!? Este Jogador envergonha o futebol português.

Hum....desconfio que tenhas

Hum....desconfio que tenhas dito o mesmo do João Vieira Pinto quando agrediu um árbitro! Este ultimo vermelho é um exagero!

Não mereceu

A vitória do Barcelona foi injusta. E o árbitro estragou o jogo, como podia ser ao contrário sendo melhor mas nem por isso, deixou certos ataques do Real Madrid que os do Barça impediram que nem levaram cartão, nunca esperava tanta palhaçada do Barcelona com aquele teatro todo que eram só grandes paragens, para quem viu sabe bem que sim, e já estão a revoltar contra o Mourinho sem razão, parecem bebés como diz o Adebayor, jogador do Real Madrid, e com razão.

Quem devia apresentar queixa era Mourinho

O Real é que devia apresentar queixa do Barcelona, porque não jogam de igual para igual, de um lado jogam jogadores de futebol do outro verdadeiros actores, justiça seja feita de alta qualidade, aquele Dani Alves, merece o Oscar de melhor actor em campo, isto para não falar no grande Messi, que pontapeia a bola para o público no Real vs Barcelona para o campeonato (10 contra11) e nada lhe acontece. Eu sei a quem seria mostrado um AMARELO na hora, chama-se Cristiano Ronaldo.
Insisto Messi é verdadeiramente bom a jogar contra boas equipas sempre que estas tenham pelo menos 1 jogador a menos, já não é a primeira vez que o vejo andar no campo a trocar muito a bola e nada fazer. Aconteceu no Portugal Argentina onde marcou um golo, mas esse até o guarda redes marcava era só ele e o guarda redes.
Com isto não quero dizer que ele não seja um grande jogador, mas tem uma máquina por trás que não é brincadeira.

Pepe nem lhe toca!

Ou se lhe toca é mesmo de raspão..

Vejam estas imagens com zoom e digam lá se o Real e em em particular o Pepe, não foi imensamente injustiçado nesta partida?..

http://www.youtube.com/watch?v=EueH4dfwnjE&feature=player_embedded

Eu acho que é vermelho

Eu acho que é vermelho tocando ou não. É que o gajo só não toca por mero acaso, se tocasse o Alves estava bem fdd :p

É vermelho justo, tocando ou

É vermelho justo, tocando ou não é imprudente e colocou em causa em integridade do jogador do Barça. O Pepe não é virgem nestes lances e foi bem expulso. O Real não jogou um cú...

E o Barça jogou????O barça

E o Barça jogou????O barça passou o tempo a dar toques atrás da linha do meio campo quase que dava para dormir,chama a isso espectaculo.A entrada do Pepe foi imprudente e muitos dizem que é uma vergonha para o futebol portugues,mas, para mim maior vergonha foi o que o daniel alves fez. a seguir.....isso sim é vergonha.....Acham tambem que o Daniel Alves devia estar em campo?O Di Maria cada vez que tocava na bola deu-lhe um baile e só o parou constantemente com faltas e uma delas dura, e de seguida fez aquela entrada ao Pepe com contacto.É completamente incoerente.

Eu queria ver-te dizer isso

Eu queria ver-te dizer isso noutras situações cá no campeonato português!

Bateste na porta errada

Bateste na porta errada mafriend...

Vou lembrar-me disso! ;)

Vou lembrar-me disso! ;)

:-)

:-)

Os factos

São indesmentiveis, e esses dizem que o Mourinho foi campeão portugues, europeu, e da taça uefa com o Porto.

Foi Campeão ingles, da taça de inglaterra, taça liga com o Chelsea.

Em Italia ganhou o campeonato, a taça, a supertaça, foi campeão europeu com o Inter. O Pepe Guardiola, apenas ganhou com o Barcelona, uma super equipa que quando pegou já estava feita por outro treinador, e tem ganho em condições "especiais".

Por isso o Guardiola que faça metado do que o Mourinho fez para mostrar que é um treinador razoavel

Pep

é mais do que um treinador razoável. A mim, sinceramente, não me importa muito. O Barça – o meu Barça – venceu um “triplete” e está a caminho da terceira liga consecutiva; venceu uma taça do rei, uma supertaça europeia e uma intercontinental. Tudo no espaço de três anos ainda incompletos. Num só ano, venceu os seis títulos em jogo, algo inédito na História do futebol. O treinador disto é Pep. Que, ao que parece, com as suas excêntricas renovações anuais com o clube, tem colocado este permanentemente em primeiro lugar – e não o contrário.

Mas você acha que Pep não passa de um sortudo. Ele não se importa, eu também não – mas sobretudo não acho. Podia demonstrar-lhe que Rijkard, apesar de ser um grande senhor, não passava de um treinador medíocre, que sempre dependeu da equipa – tanto nos bons, como nos trágicos momentos das temporadas de 2006/07 e 07/08. Curiosamente, os adeptos catalães também não partilham dessa fantástica opinião. Na semana passada, justamente no noite a seguir à final da Taça do Rei, Pep entrou, como espectador, numa sala de concertos em Barcelona e, espontaneamente, as cerca de 600 pessoas presentes levantaram-se e aplaudiram-no. Agradeceram-lhe. Tiveram, calcule, o atrevimento de lhe demonstrar publicamente o seu reconhecimento. Eu e milhões de outros barcelonistas teríamos feito o mesmo, se lá estivéssemos. Não é o mesmo que dar os parabéns a alguém que venceu, o que constitui essencialmente um acto quase protocolar. É agradecer. É sentido, vem de dentro. Neste caso, sabemos que Pep não está interessado em fazer mais ou menos por si próprio, mas sim pelo clube, devolvendo-lhe a dignidade e o orgulho e conseguindo de nós, culés, o reconhecimento eterno.

As "condições especiais" não são as supostas arbitragens, porque isso é do que os maus perdedores gostam de falar, tal como os maus alunos que permanentemente culpam os outros pelos seus maus resultados. É, de resto, um pau de dois gumes e, se formos por aí, também ponho o Mou a ganhar jogos e títulos à batota. As "condições especiais" basearam-se no trabalho e num projecto que dura há décadas e não num investimento de 500 milhões de euros em jogadores que, por muitas declarações de fidelidade que expressem ao seu Madrid, não sentem de forma idêntica a camisola. E isso, uma espécie de “amor à camisola”, existe no Barça, calcule,! Como, de certa forma, também existe no seu FC Porto! Porque, de facto, criaram-se “condições especiais”. Como resultado, estas degeneraram, entre outras minudências, na pouca vergonha de um triplete e um recorde de pontos na Liga, mais umas quantas demonstrações no Bernamerda ou o cabaz que se sabe, nesta, ao Madrid, no Camp Nou.

Quanto ao Mou, não vou sequer perder tempo com este patético personagem. O Mou não é sequer uma pessoa razoável e o carácter é uma coisa que não se compra nas lojas. Não passa de um rufia engravatado e com um umbigo enorme.

Seja como for

Goste-se ou não do Mourinho á que lhe dar valor, conseguir ganhar o que ele ganhou até hoje não sendo politicamente correcto, é sem duvida de louvar.

Força MOURINHO

Já agora pedes a tactica ao Vilas Boas como se pode ganhar 3-1 fora depois de ter perdido 2-0 em casa e passares à final!

Algumas considerações...

Nota prévia é que não vi o jogo, só os minutos finais e a tempo de assistir ao 2º de Messi. Não vi o resumo, ainda não consegui aceder ao TVGolo para ver o 1º golo e não li crónica praticamente nenhuma. Mas li alguns comentários aqui no Relvado e acho que posso dizer umas coisas sobre o assunto.

- Primeiro, e reportando-me à época em geral, acho que Mourinho terá cometido um erro ao querer entrar em Espanha pela via do conflito. Já o tinha discutido algumas vezes e, mesmo sabendo que o mais provável é Mourinho tirar-me a razão no fim, o que é certo é que este estilo dificilmente resultará quando do outro lado está uma equipa e um clube que se alimentam do mesmo sal que se alimenta o Porto: do orgulho, do amor à região, da luta contra o poder central. Se o Benfica é o tónico motivador do Porto, fácil é de perceber que o Real Madrid também o é para o rival Barça. E Mourinho devia saber isso melhor do que ninguém...

- Segundo, fico obviamente triste pelo Mou e pelos portugueses mas a verdade é que, pelo que tenho lido, o Real ainda não conseguiu encontrar outra forma de defrontar o Barça que não seja jogar no erro do adversário. Normal, entende-se por variadíssimas razões, mas pensei que a final da Taça do Rei fosse libertar a equipa de Mourinho e torná-la capaz de ombrear olhos-nos-olhos com o rival. Se ainda não é possível, os adeptos madrilenos e o mundo do futebol (que esperava o jogo com grande expectativa) têm mais é de ter paciência e dar tempo ao Special One para construir uma identidade ainda mais forte. Não chega ter nomes, não se pense que lá por ter os jogadores que tem o Real é obrigado a jogar ao ataque em desafios destes. É o Barça quem está do outro lado.

- Terceiro, uma aceno de cabeça a todos aqueles que achavam que o Barça não era nada de especial, que não maravilhava ninguém tacticamente e que praticava um futebol entediante, mas que vieram cá ontem enaltecer a tal posse de bola que, afinal, sempre vale de alguma coisa. Posso estar 100% pelo Real este ano, mas tenho o meu fraquinho pelo Barça há muitos anos e reconheço esta equipa de Guardiola como a mais fascinante que já vi jogar. E uma equipa que, independentemente da expulsão de Pepe, apresenta EM MADRID cerca de 70% de posse de bola, tem de ser excepcional. Autoritária, confiante, mandona, segura de si. Ganhar com clareza e com futebol de eleição em casa do maior rival e com um ambiente adverso... só uma grande equipa.

- Quarto, em jeito de provocação, é que Mourinho pode ligar ao Villas-Boas a perguntar como é que se marca 3 golos em casa do inimigo nº1 para conseguir virar uma eliminatória que dá 0-2 em casa. Estou certo que o miúdo lhe atende o telefone... :)

PS. Atenção. Que ninguém dê como decidida esta Meia-Final da Champions...

Abraço,
JC