Manuel da Costa condenado por bater em mulher | Relvado

Manuel da Costa condenado por bater em mulher

Defesa-central foi absolvido da acusação de ataque sexual, mas condenado por agressão física.
 

O futebolista português Manuel da Costa foi ilibado esta sexta-feira de ataque sexual a uma mulher, em 2010, mas condenado a pagar uma multa e indemnização por agressão física, em Londres.

Após pouco mais de uma hora de deliberação, na manhã de hoje, e cerca de duas horas na tarde de quinta-feira, o júri decidiu por unanimidade que o antigo defesa-central do West Ham não era culpado de ataque sexual.

O julgamento, que começou segunda-feira no tribunal criminal de Snaresbrook, no nordeste de Londres, refere-se a um incidente registado na madrugada de 16 de outubro do ano passado, numa discoteca.

O antigo jogador do West Ham, atualmente com 25 anos, foi acusado por uma mulher, agora com 21, de a ter apalpado na área vaginal e no seio esquerdo e, depois, de a ter esbofeteado por duas vezes.

Já o antigo internacional português admitiu ter dado uma bofetada, mas por reflexo e em autodefesa, depois de a mulher lhe ter batido.

O juiz tomou em consideração que Manuel da Costa confessou ter agarrado a mão da jovem e tocado "entre as costas e as nádegas".

“Foi pouco sensato e injustificado”, afirmou o juiz.

No final, decidiu aplicar uma multa de mil libras ao futebolista, tendo em conta a elevada remuneração de que beneficia por jogar a alto nível. 

Quanto à indemnização, apesar de a queixosa não ter dado instruções nesse sentido à advogada, o juiz decidiu mesmo assim determinar o pagamento de 250 libras.

A bofetada "teve um efeito físico limitado, mas foi, mesmo assim, uma experiência desagradável", justificou.

Manuel da Costa, nascido em França, joga atualmente pelo Lokomotiv de Moscovo, para onde foi transferido no verão.

Jogou dois anos no West Ham, depois de ter representado anteriormente Fiorentina (Itália), Nancy (França), PSV Eindhoven (Holanda) e Sampdória (Itália).

O jogador foi internacional sub-21, tendo chegado a ser chamado aos “AA”, quando a seleção era orientada pelo brasileiro Luiz Felipe Scolari, mas nunca jogou pela equipa principal.

Internacional:

Comentários [3]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

.

elas querem é palmadas =) .

ERRO EDIÇÃO

no titulo diz condenado e depois diz absolvido....

erro meu afinal

.