Manuel Cajuda deixa Al Sharjah | Relvado

Manuel Cajuda deixa Al Sharjah

Treinador português rescindiu amigavelmente e faz balanço positivo da sua passagem pelos Emirados Ár
 

Manuel Cajuda já não é o treinador do Al Sharjah, clube dos Emirados Árabes Unidos. O anúncio foi feito pelo próprio treinador português, que rescindiu amigavelmente.

«Olhando para o Sharjah que vim encontrar e para aquele que acabo de deixar, permito-me saír feliz e satisfeito com o trabalho realizado. Os objectivos que me pediram foram completamente alcançados", referiu Manuel Cajuda, que estava no Al Sharjah desde Setembro de 2009.

O treinador faz um balanço positivo da sua experiência nos Emirados Árabes Unidos. "Ainda que lutando diariamente com inesgotáveis dificuldades, não deixa de ter sido uma super-experiência, verdadeiramente enriquecedora, cultural e desportivamente, ainda que num clube muito modesto, mas também um clube cumpridor. Sinto que deixei a minha marca no clube. Durante dois anos, o Al Sharjah viveu sempre momentos de tranquilidade classificativa. Renovámos uma equipa e mais que isso deixámos uma boa equipa para que o Sharjah, se trabalhar bem, possa sonhar com o sucesso", frisou.

Internacional:

Comentários [6]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Nem

Com(C)ajuda

Ou é de mim mas ele estava

Ou é de mim mas ele estava com problemas num olho?
http://www.livros2011usados.blogspot.com/

Tens precentagem

Se venderes estes livros

Vou colocar alguns mais hoje.

Vou colocar alguns mais hoje. Biografia do Hemingay, que está esgotado, e uma outra do Joh n Steinbeck, que não há em Portugal à venda, e mesmo no Brasil já esgotou, creio. Colocarei também da Simone Beauvoir, Faulkner e Boris Vian.

Não. São livros repetidos que

Não. São livros repetidos que tenho e outros são livros que não têm interesse para mim. E o dinheiro que ganhar com eles, seja muito ou pouco, dá-me para livros que preciso.

Vida complicada

Para treinadores emigrantes!

Mais um::::