Espanha: Real Madrid batido pelo Levante | Relvado

Espanha: Real Madrid batido pelo Levante

José Mourinho com motivos para estar descontente. Valência, Barcelona e Sevilha estão agora à sua fr
 

O Real Madrid perdeu surpreendentemente na deslocação ao terreno do Levante, por 1-0, na quarta jornada da Liga Espanhola.

Os madrilenos ficaram reduzidos a 10 elementos aos 40 minutos, em virtude do segundo cartão amarelo recebido pelo alemão Khedira, após um desaguisado entre vários jogadores.

A equipa orientada por José Mourinho, com Ricardo Carvalho e Pepe a fazerem dupla na defesa e Cristiano Ronaldo a substituir o francês Benzema a seguir ao intervalo, sofreu o golo aos 68 minutos, apontado por Koné, num contra-ataque.

Até final, o Levante foi segurando a vantagem mínima e o Real Madrid não encontrou o caminho da baliza adversária, ficando agora a dois pontos do líder Valência e a um de Barcelona e Sevilha.

Os merengues podem ainda ser ultrapassados pelo Bétis, que tem os mesmos seis pontos, mas um jogo por disputar.

Internacional:

Comentários [4]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Mas afinal...

... quem é que quer ver dois portugueses vingarem em Espanha, quando a selecção espanhola joga em Barcelona? Os colchoneros? Os bascos? Os asturianos? Vira o disco e toca o mesmo... é a continuação da época passada. Não importa quem ganhe, desde que não seja o Real.

Assim não vai longe.

Nem o Mourinho nem o Real.

Roubo

A palavra roubo aqui é bem aplicada, uma vez que é com violência que o Real é prejudicado.
O que é que Mourinho terá que fazer para não ser roubado?
Não basta jogar melhor que o adversário, não basta ter o melhor jogador do mundo, de facto gostava de descobrir uma formula, mas de facto ainda não consegui.
A inveja dos portugueses é tão grande que eu nunca vi na minha vida um jogador estar a jogar no campo do adversário e chamarem pelo nome de um outro que lá não está, é preciso ser mesmo muito bom jogador para conseguir com a sua técnica fazer com que os espectadores sintam vontade de chamar outro para destabilizar aquele que ali está.
Ao contrário quando o chamado joga ninguém sente necessidade de chamar pelo português, o que quer dizer que o português é mesmo o melhor e faz mesmo a diferença independentemente do clube que represente, não é para todos, só lhe dá importância.
De facto Cristiano Ronaldo é mesmo muito importante, isto não deveria ser desmotivador, mas antes devia constituir, motivo de orgulho é que fazer com que um estádio se lembre de um outro jogador quando Cristiano está a jogar não é para todos, aliás é mesmo só para ele, é único.

o madrid foi roubadinho.

o madrid foi roubadinho.