CAN 2010: Selecção do Togo atacada com metralhadora | Relvado

CAN 2010: Selecção do Togo atacada com metralhadora

 


CAN 2010: Selecção do Togo atacada com metralhadora
A Selecção do Togo ameaça abandonar a Taça das Nações Africanas (CAN) que começa domingo em Angola depois de o autocarro
onde seguia ter sido alvo de um atentado terrorista.





O veículo que transportava a comitiva do Togo foi atacado por rajadas de metralhadora na província de Cabinda quando passava a fronteira entre o
Congo e Angola. Ainda não há certezas quanto ao número de feridos, mas o avançado do Nantes, Thomas Dossevi, que se encontrava no autocarro, revela no jornal francês L´Equipe que «há dois jogadores e dirigentes feridos». Os futebolistas atingidos são o guarda-redes Kodjovi Obilalé e
o defesa Serge Akakpo.

O autocarro foi atingido por rebeldes separatistas que desde 1975 reclamam para Cabinda, região rica em petróleo, a independência e que mantêm com
o governo angolano uma latente tensão.

Depois disto o Togo considera não participar na prova. «Ninguém tem vontade de jogar», nota Dossevi ainda citado pelo L´Equipe.

O Togo integra o Grupo B com a Costa do Marfim, o Burkina Faso que é treinado pelo português Paulo Duarte e o Gana.


Internacional:

Comentários [59]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

OMG

Ao ler a noticia quase pensei que isto fosse no tunel da luz :o

Re: OMG

no tunel do estadio ventoso ou no calor da noite onde o bufas e o ajudante contratam as putas para os arbitros

Re: OMG

Que tirada idiota, rapaz...se é para mandares merda da boca mais valia estares calado.

Re: OMG

http://xafarica.weblog.com.pt/arquivo/guarda%20abel.jpg

Re: CAN 2010: Selecção do Togo atacada com metralhadora

Não sabia que Angola ainda não estava unificada. Pensei que depois da morte de Sabimbi a guerra civil tinha acabado. Cabinda foi sempre uma zona com cultura e história próprias, cujas diferenças sempre foram reconhecidas pela Administração Portuguesa ao longo dos séculos. Por questões históricas e culturais e também porque era/é uma zona muito rica, mormente em diamantes, os naturais de Cabinda sempre se sentiram diferentes e desirmanados do restante povo de Angola e Portugal sempre lhes reconheceu um estatuto especial, que só se desvaneceu um pouco durante a guerra colonial. Mas os dirigentes políticos que governam e governaram Angola após a independência, sempre foram uma cambada de corruptos, que em meia dúzia de anos enriqueceram como texugos, enquanto 90% do povo vive na maior da pobrezas, ainda à espera do dó intternacional. Ainda há cerca de uma semana a filha do presidente, cujo pai há pouco tempo mal tinha onde caír morto, disponibilizou-se para comprar 25% de uma das maiores empresas portuguesas, mpor um valor, julgo, a rondar os 400 milhões de €. Mas esta filha do presidente é uma das maiores, se não a maior, empresárias de Angola, dona de bancos e poços de petróleo e a pergunta que se põe é como é que quem não tinha nada e quem diz que queria governar em nome do povo e para o povo, como é que se tornaram em cerca de 30 anos nas pessoas mais ricas do mundo, enquanto o povo continua na miséria. Os guerrilheiros de Cabinda a que neste artigo chamam separatistas, já existiam muito antes da guerra colonial, mas aproveitaram esse evento para se juntarem aos novos guerrilheiros que foram armados pelos impérios comunistas russo e chinês. Mais tarde Sabimbi, vendo que não conseguia controlar o país inteiro, tentou criar a região autónoma de Cabinda, o que também não conseguiu. Mataram o Sabimbi, mas a vontade de auto-determinação do povo de Cabinda nunca morreu, conforme verifico agora pela existência desse braço armado. E é preciso que as pessoas atentem no seguinte: Tentar a independência de uma região na Europa, como acontece por exemplo com os etarras em Espanha, é diferente de uma tentativa de separação em África onde tudo se resolve ou se tenta resolver à lei da bala. Quem enalteceu os movimentos de libertação de Angola e das outras ex-provincias portuguesas, só pode estar também do lado daqueles que neste momento também tentam a sua própria independência. De referir que, segundo a notícia, eles apenas atacaram os naturais de Angola, não fazendo qualquer mal aos jogadores e aos outros estrangeiros... Decididamente, com pena minha, Angola ainda não merece um evento daquela importância.

Re: CAN 2010: Selecção do Togo atacada com metralhadora

Como é que eles atacando os naturais de Angola apenas feriram togoleses? Eu sei que o ataque era para a policia angolana mas é incrivel como é que fazem um ataque desta natureza,ou será que o objetivo deles era mesmo estragar a can atacando uma selecção estrangeira

Foi...

RACISMO!!! Obviamente ;)...

Re: Foi...

Diz-me que estavas a ser irónico....

Sim,estou,mas porque é dificil de perceber????

Os negros são um povo muito litigioso...

Re: Foi...

Ora aqui está um especialista na matéria!...

Lol,então e

porque? Pode-se saber?

Re: Lol,então e

Lê os meus comentários sobre o assunto. Amigo, simplesmente não é uma questão racista...

acaba por ser...

...uma questão tribal. É o resultado das fronteiras de África terem sido, na sua maioria, traçadas por europeus. Que apenas defenderam os seus interesses, e não os dos povos autóctones. Devido ao seu maior avanço tecnológico, os europeus conseguiram fazer prevalecer as suas decisões. Quando se deram as diversas independências, e os europeus sairam do controle político, verificou-se que as etnias africanas não se entendiam, e, pior do que isso, não aceitavam ser controladas por outras. E assim se explicam as guerras de Angola, mas também da Nigéria (Biafra), do Sudão, da Somália, do Sara Ocidental, do Congo, do Burundi, da Eritreia, etc, etc, etc...

Angola ainda não é um país seguro...

Não percebo esta irresponsabilidade de realizar competições desta importância em países que não oferecem as mínimas condições de segurança. Segue-se campeonato do mundo na África do Sul, um país atafulhado de tribos e guerras internas, de extrema pobreza e flagelos sociais, onde existe uma lei que obriga a que 80% dos empregados sejam pretos em que os brancos vivem em condomínios rodeados de arame farpado... Depois jogos olímpicos no Rio de Janeiro... mas o pessoal endoideceu??!?

Re: Angola ainda não é um país seguro...

Tens razão! É caso para dizer "Phoenix" !!!

Re: Angola ainda não é um país seguro...

Vá lá.. existe alguma coisa em que estamos de acordo :)

Re: Angola ainda não é um país seguro...

Sabes que o risco faz subir adrenalina

Re: CAN 2010: Selecção do Togo atacada com metralhadora

ainda hoje ia um filho da puta dum angolano a falar no comboio para a puta da mulher que aqui em portugal sao todos atrasados, e sao mais atrasados que os angolanos ate porque dizem que sao superiores. filhos da puta vem para ca porque nao tem sopa no pais deles e depois cospem na sopa. cambada de atrasados que ainda vivem na pre historia. por educacao nao sou racista, mas estas merdas fervem-me o sangue!

Re: CAN 2010: Selecção do Togo atacada com metralhadora

O que é que isso tem a ver com a morte de jogadores de futebol a caminho de uma grande competição?

Denominador Comum?

Atitudes extremas.

Re: Denominador Comum?

Pode ser por aí...mas colocar toda uma nação no saco do extremismo simplesmente pelo que ele ouviu num transporte público? Já ouvi portugueses a dizer isso também...não quer dizer que generalize. O que aconteceu com a selecção do Togo é lamentável. Acho que todos concordamos com isso. Mas daí até reduzir o povo angolano a tal parece-me descabido. Cumprimentos.

Re: Denominador Comum?

Claro que é descabido, por uns pagam os outros todos... Também acontece com os portugueses lá fora, aliás com todos os emigrantes, fica-se colado à imagem que eles passam. Achei pertinente o comentário porque chama bem a atenção para a facilidade como se criam estes ódiozinhos e depois admiram-se que um tipo qualquer entre num supermercado e desate aos tiros...

É por essas e por outras

que o pessoal começa a generalizar.. Também conheço brasileiros que adoptam essa postura cá. A explicação é simples o pessoal sai de Angola/Brasil/.. com a ideia de que o seu país sendo um país de 3º mundo está a 1000 anos luz de um pais europeu, depois chegam cá e percebem que certos problemas existem em TODO O LADO e daí os comentários. Não podemos ignorar o enorme complexo de povo colonizado que existe, e é uma bomba sempre pronta a explodir. No Brasil para minimizar tal complexo decidiram chamar o portuga de burro e em Angola é o fdp do branco...

Re: É por essas e por outras

o Brasil está 1000 anos de luz de Portugal em quê? podes falar da desigualdade social, crime e muito pouco mais.

Epa...

respira fundo e volta a ler esse parágrafo.

Re: Epa...

ok, tens razão desculpa

Re: É por essas e por outras

Achas mesmo que Portugal está 1.000 anos-luz à frente do Brasil? Não conheces o que se passa no Brasil. A quase 200 anos que o Brasil caminha com suas próprias pernas, e, a não ser pela violência urbana, que, reconheço ser um a desgraça, não sei em que te baseias, para se achar assim tão superior. Estamos seguindo, com nossas próprias pernas, e, sem a ajuda de uma muleta dourada, como a União Europeia...! Ha, e , para aumentar tua azia, esqueceste que a Copa do Mundo de 2014, será aqui, na "Ex Colônia". Pessoalmente, sou contra a realização desses dois grandes eventos, pois precisamos equacionar o problema da Segurança e do passivo habitacional, para, depois, pensarmos em grandes Eventos. Paulo Araújo

Obrigado por servir de exemplo

para o que eu queria dizer, não poderia ter resultado melhor. Cá está o complexo de inferioridade a funcionar. Se reler o que escrevi bem devagar percebe que eu não me acho superior nem considero o Brasil a 1000 anos luz. O que disse foi que o brasileiro sai do Brasil com essa ideia, chega cá e repara que muitos problemas que ele julgava só se passarem no Brasil também se passam na Europa. Sem esquecer que este comentário é em resposta a um comentário onde uns angolanos criticam à boca cheia o país que os acolhe. E mais, falo com conhecimento de causa tendo grande consideração pelo povo brasileiro. Não acho piada às piadas com os tugas mas lá está, encaixo-as nas piadas aos nordestinos, aos gauchos e por aí em diante.

Re: Obrigado por servir de exemplo

Existe mesmo esse tal complexo de inferioridade? Eu não o conheço. Que motivos teria o Brasil para se ver inferior a qualquer país? Temos nossas mazelas, sei, mas caminhamos. E vamos conseguindo romper barreiras, com muito trabalho e luta. Não acredito nesse tal Complexo, de que falas. Acho estranho que tal assunto seja ventilado, num Artigo que fala de um Atentado Terrorista a uma Delegação Nacional. Sinceramente, não entendi a inserção do teu comentário, mas está. Cada um tem o Direito de falar o que quer. Paulo Araújo

Oh Jacaré

a quantidade de más interpretações que faz ao meu comentário - o qual serviu de resposta a outro comentário - leva-me a crer que é melhor cada um ficar na sua mesmo. Passe bem.