FC Porto campeão nacional na Luz (crónica) | Relvado

FC Porto campeão nacional na Luz (crónica)

A cinco jornadas do fim, o FC Porto venceu o Benfica na Luz e conquistou o seu 25º titulo nacional.
 

O FC Porto sagrou-se campeão nacional 2010-2011 em pleno Estádio da Luz, ao bater o Benfica por 2-1, a cinco jornadas do fim. Passados 71 anos, os portistas voltam a conquistar um campeonato no reduto dos encarnados.

Num clássico emotivo, apaixonante e com muita tensão dentro e fora das quatro linhas, a equipa azul-e-branca mostrou o porquê de ser a nova campeã nacional. Entrou a todo gás na partida e com um minuto de jogo já tinha conseguido o primeiro canto.

A lesão de Maxi Pereira obrigou Jorge Jesus e mexer na defesa e colocar Airton como lateral direito. O brasileiro não se conseguiu adaptar ao lugar e pela frente teve Varela, um perigo na ala esquerda dos dragões.

A jogar no seu sistema habitual, a formação de André Villas-Boas chegou ao golo cedo. Aos 9’ Hulk lançou Guarín na direita, o colombiano faz um centro-remate, com o guarda-redes Roberto a ficar muito mal na fotografia, já que foi o espanhol que introduziu a bola na baliza encarnada.

A reacção dos homens da casa era atabalhoada e com pouca objectividade. Pablo Aimar não conseguia pegar no jogo encarnado, enquanto do lado contrário João Moutinho pautava todo o jogo portista alicerçado em Guarín e Fernando, passando pelos raides de Varela e pela luta de Falcao entre os centrais.

O golo do empate surgiu aos 17’ através de uma grande penalidade que deixou muitas dúvidas. Jara entrou na área e foi derrubado, Duarte Gomes não teve dúvidas e assinalou. Saviola estabeleceu a igualdade.

O golo fez com que os encarnados crescessem um pouco, mas a equipa nortenha controlava todas as operações. O jogo estava intenso e mais dividido que nunca, mas uma falha dos centrais do Benfica permitiu a Falcao aparecer isolado diante de Roberto, com o guarda-redes a cometer grande penalidade.

Hulk foi chamado a converter e não falhou, marcando o seu 21.º golo na Liga. Nos festejos, o brasileiro correu para o banco para abraçar Sapunaru.

Antes do intervalo, o Benfica dispôs apenas de uma oportunidade clara de golo, após um remate de Saviola, mas Helton defendeu.

Expulsões e emoção até ao fim

No início do segundo tempo, Jorge Jesus fez duas substituições: Aimar por César Peixoto e Jara por Cardozo, mas os encarnados denotavam muita pressão no seu jogo e não se conseguiam libertar dela.

O FC Porto mostrava com o decorrer dos minutos que o título estava cada vez mais perto. Falcao teve nos pés a sentença, mas atirou ao lado depois de um falhanço de Sidnei. A expulsão de Otamendi deu algum alento aos benfiquistas, mas apenas aos da bancada. Com dez, Villas-Boas tirou Varela e colocou Maicon para continuar com uma linha de quatro defesas.

Como se não bastasse, Airton saiu lesionado e Jesus teve que remendar outra vez. Jardel entrou para o seu lugar, passando Sidnei para defesa direito, mas o título estava quase a ser entregue.

Até ao final, destaques para a expulsão de Cardozo e para a bola ao poste de Gaitán, que deu para dar mais alguma emoção num clássico em que houve golos, polémica, expulsões e o FC Porto campeão. O campeão já está encontrado, falta saber se vai acabar o campeonato sem nenhuma derrota.

Ficha do jogo
Benfica:

Comentários [6]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Quero dar os parabens

E agradecer ao SLB a festa do título proporcionada no estadio da luz ou (Circo)!.

No entanto não deixo de deixar um reparo:

O facto de se festejar à luz dos flashes fotográficos, dá um efeito visual extremamente interessante.

Confesso que fiquei à espera do fogo de artificio.

No entanto, o facto de jorrar água, acho muito mal pensado, pergunto a qual de vocês festeja alguma coisa com Água?

Eu estou habituado a festejar com CHAMPANHE

Mas nem todos somos iguais

Saudações Relvaticas

Parabens

Excelente comentario, com humor, e a festejar.

A Águia nem pia,um pirico ao

A Águia nem pia,um pirico ao pé dela é um senhor!!!!!!!!Durante o ano todo era só benfica..........só dava benfica............a grande equipa que a comunicação estava constantemente a gabar e a elogiar...........Conclusão, a comunicação social demosntrou incompetência porque afinal é o porto campeão e mais estranho é quando uma equipa não perdeu ainda nenhum jogo.Quanto ao Jorge Jesus com tudo aquilo que tem dito, as mensagens a dar a entender que ele é que é o bom,afinal acabou por levar um pontapé no cu por um miudo que tem idade para ser seu filho...........já não há respeito........hihihihihihihihihihihihihi

Antes de mais nada

Parabéns ao Porto e aos portistas aqui do forúm.
A vitória no campeonato foi justa bem como no jogo de ontem.

Infelizmente este campeonato fica muito marcado pelo Roberto, enterrou no inicio do campeonato, enterrou ontem e foi decisivo no campeonato menos positivo do Benfica, ontem aquele primeiro golo desorientou a equipa toda que nunca se encontrou, o porto jogou com grande á vontade e ganhou com justiça apesar de alguma sorte em alguns lances, fez claramente por ganhar o jogo.

Quinta-feira temos o jogo mais importante da época, espero que as poupanças que foram feitas ontem venham a ter o significado desejado, não há desculpas.

PS: Não me revejo minimamente na atitude do Benfica no fim do jogo, uma vergonha.

Não podia concordar mais...

Concordo plenamente com este comentário.
Sem tirar mérito às dezenas de vitórias do FC Porto esta época, a entrega do título tem sobretudo um responsável: Roberto. Em seis derrotas do Benfica, ele teve responsabilidade directa em quatro delas.
Se eles quiserem ser campeões na próxima época, que mudem de guarda-redes. Digo eu.
E quanto à atitude do Benfica, foi mesmo uma vergonha. Andam a baixar o nível.

PArabéns

Parabéns a todos os Portistas pelo título :)

É verdade que me custou muito perder o título em casa, mas há que ser racional, Glória aos vencedores honra aos vencidos.

Saudações Benfiquistas
NePPEr