Treinar camadas jovens | Relvado

Treinar camadas jovens

 

screwie diz: "tirei o curso de primeiro
nível de treinador há pouco tempo e estou a treinar uma equipa de infantis da
minha terra (jogamos na distrital). Gostava de expor umas ideias e depois
gostava que o pessoal comentasse. A maior parte dos meus putos mostra que não
tem humildade. Eu lembro-me de que quando comecei a jogar federado ouvia e
calava quando o mister falava. Agora dá a sensação de que já sabem tudo, não se
lhes pode levantar a voz que ficam todos melindrados. Estará mais alguém a
passar uma situação idêntica?"

diversos:

Comentários [52]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

no ínicio era dificil...

Lembro-me quando terminei o curso de treinador e me foi, era eu atleta Junior no clube, entregue uma equipa de iniciados.

Lembro-me bem que enquanto não aprendí a ensinar toda gente colocava em causa as minhas capacidades, principalmente porque eu não acertei à primeira na melhor posição de cada um dos miudos.

Porém tive tempo para mostrar e acertos feitos fizemos na minha 2ª época um bom Campeonato Distrital e vencemos a nossa 1ª Taça de Honra (dos torneios complementares do Final da época) então no escalão de iniciados.
Imagina o que é ter 17/18 anos e estar a ganhar jogos contra treinadores muito mais esperientes...
Só então ganhei capital de confiança... junto dos atletas, dos pais dos atletas e do clubes.

Pude então criar uma série de regras mandatórias para todos os miudos.
Dessas regras de conduta e comportamento destaco o facto de nunca ter permitido que um muido com mais de duas negatívas em trimestres seguidos pudesse treinar, algo que foi (após algums reticências e resistencias) aceite pelos pais, mas um pouco mal visto pelo clube. Como comigo quem treina... não joga, podem imaginar o retorno final que tive do clube quando ficava de fora algum dos "insubtituíveis" da equipa.

Mas... antes perder um ou outro jogo que perder o balneário.
Por mais que uma vez houve tentatíva de ser afastado do comando técnico da equipa, porém o peso dos pais dos miudos acabou sempre por se sobrepor à vontade de uma só pessoa (curiosamente sempre a mesma!!!)

Não só conseguí manter o grupo coeso durante os 7 que fui responsável da mesma equipa (dos 10/11 anos aos 17/18 anos), como consegui algo que não tem preço: a grande maioria dos miudos (dos 27 que foram fazendo parte do grupo, uns entrando no mesmo, outros saindo) têm hoje um curso superior (todos terminaram o 12º ano e apenas 4 não seguiram a via académica) e tenho o respeito daquele unido núcleo de pais que nos levavam a todo o lado.

Parabens

é preciso é mais treinadores de miudos assim, pena que como tu afirmas no artigo haja sempre alguem a quem so interessam os resultados e nao a formaçao de pessoas

E a outra parte?

Se calhar, por qualquer motivo, o defeito é teu que não consegues meter a ordem.
Dou-te um exemplo, nas escolas passa-se o mesmo, só que alguns professores conseguem dominar a situação e outros não!
Pensa nisso!

Viva

Experimenta mete-los a aquecer o jogo inteiro e depois não os pores a jogar.

Re:Viva

resulta spico...
Ou aprendem e ficam, ou saiem e deixam de ser problema.

Re:Viva

Pelo menos vi uma taxa de sucesso a 80% :)

Exemplo do Andebol

Vejo que não sou o único que está a passar por isso. Dou o exemplo do andebol (de que sou treinador):
"Quando eu era jogador a minha mentalidade e a dos meus colegas era completamente diferente dos "putos" de agora... O que o treinador dizia era levado como o correcto. Será que éramos parvos? Não... devido a essa mentalidade fomos campeões regionais, nacionais e vencedores de muitos torneios. Agora... como estes "putos" já sabem tudo (julgam eles) é "impossível" trabalhar com (alguns) miúdos que estão situados na chamada "idade do armário". Na minha opinião, a culpa está nos pais desses "putos" que não lhes dão a devida atenção e encaram a modalidade que o filho pratica como um tempo-livre, não dos filhos, mas sim, deles próprios. Outra das razões, que eu acho que está a mudar a mentalidade deles é o excesso de TV/Playstation/PC... Ou seja (voltamos novamente aos pais), enquanto eles estão na TV/Playstation/PC os pais têm novamente um tempo-livre para eles próprios. Será que esses pais daqui a uns anos não se sentirão um pouco culpados dos seus filhos não lhes ligarem nenhuma, devido ao facto de eles não terem dado o apoio necessário aos seus filhos? Será que a velha máxima Quem semeia ventos, colhe tempestades! se confirma?"

Boa sorte para os jovens treinadores que por aí andam!

Re:Exemplo do Andebol

Quando se semeia a palavra ela só medra se cair em campo propício. É pois preciso primeiro preparar o campo. Isto ensina o grande mestre Vieira para quem o quizer ler.

Re:Exemplo do Andebol

Mas tu semeias a palavra a putos desta idade? Experimenta e verás se consegues medrá-la!!

Cumprimentos!

Re:Exemplo do Andebol

Olha. Eu pegava numa bola de basquete e jogava com eles. Nunca me faltaram ao respeito! Mesmo quando faziam melhor que eu. Infelizmente eu não era treinador, adorava a modalidade.

Errata

peço desculpa pelo meu grosseiro erro de português.

Quizer não pode ser senão quiser.

Re:Errata

E mais uma vez dei um...

É um sinal dos tempos...

Agora, ambos os pais trabalham. Não existem a mãe a impor respeito e a mostrar quem manda.
Depois na televisão passam muitas séries em que estão retratadas crianças a agirem como adultos independentes. Normalmente, nestas séries os adultos não sabem nada e são "derrotados" pelo puto que sabe tudo. Isto também incentiva-os a acharem que sabem tudo.
Para além disso, na escola os professores tem de ser mais comedidos e nao podem brigar com os meninos senao eles ficam traumatizados para o resto da vida, etc etc.

Pelo que vejo no meu afilhado, neste momento, ele com 8 anos tem mais liberdade e direito de questionar as ordens dos pais e dos professores que eu tinha aos 16.
A frase "Eduquem bem as vossas crianças e assim não precisarão castigar os vossos adultos" deixa um pronuncio para um futuro assustador, neh?:)

Aprende com o Adriaanse...

manda os putos todos para a equipa B...

Não me ria com um comentário como este há muito tempo.

Bem oservado.

Boa sorte para a equipa a ser treinada. Acho que o que pode estar a faltar é formação em psicologia ou pedagogia e em como lidar com grupos.

Não é um conflito entre disciplina e compreensão apenas. Há muitas mais dimensões na questão e maneiras de cativar os jovens e ganhar o respeito e interesse deles.

Re:Aprende com o Adriaanse...

bem! muito bem!

Chicote neles!!! lol

Antes de mais parabéns e votos de uma boa carreira! Trabalhar com os miudos é uma função nobre.

Eu acompanho jogos de camadas jovens desde as escolinhas aos juniores e também noto que os miudos que estão a entrar agora são bem mais traquinas e difíceis de comandar que os que estão mais evoluídos. Mas acho que isso também é um espelho do que se passa em casa, se os pais deixam os filhos fazer tudo, eles fazem mesmo tudo.

É lógico que o chicote é figurado (!!!), mas é preciso ter mão firme neles, encontrando um meio-termo, também sem apertar demais, porque, logo de início, se se dá liberdade a mais, nunca mais se consegue fazer nada deles.

Cumps

Os putos nao dizem "vai tomar no...."

Quando os putos sao substituidos nao dizem isso ao treinador?

+\-

eu joguei futebol federado 5 anos e sempre fui mt respeitador com os treinadores, ja ñ jogo mas costumo ir ver jogos de distritais de camadas jovens e e vergonhoso o k se ve jogadores a discutirem com o treinador a ameaçarem-no e incrivel mas creio k ñ e so no futebol mm na escola com os prof se assiste a isto...

E os resultados?

Está a correr bem?

Boa sorte..

Abraços

São miudos...

o que complica a coisa..mas é nessas alturas que se "moldam" jogadores...talvez uma medida correctiva seja..Quem fala muito e trabalha pouco..banco!!Independentemente do valor de cada um.Há que começar a ensiná-los que quem trabalha é recompensado e quem tem a mania que é vedeta acaba por ser deixado de lado! É um bocado complicado incutir disciplina, mas com o tempo...Há que marcar desde cedo a posição de que quem manda é o treinador e mais ninguém...e é importante não lhes dar muita confiança, senão quando menos se dá por isso já eles não nos respeitam o suficiente para ouvirem o que se lhes diz!

Bom tema

Antes de mais, aqui está um exemplo de temas que todos nós poderiamos comentar sem ter que atacar este ou aquele...

Relativamente à tua questão, penso o seguinte:

Hoje em dia, a educação já não é o que era antes... alguns dos exemplos desta razão, são a ausência dos pais, a televisão e os seus programas menos educativos, são os outros miúdos com que convivem e principalmente aquilo que vêm da nossa sociedade!

Temos jogadores (supostamente ídolos e modelos) a darem cabeçadas nos outros adversários e colegas de equipa por vezes, socos, cuspidelas, a mandar o árbitro e colegas para a.... etç...

Lidar com jovens não é fácil... ou é a idade em que revelam falta de concentração e consequente "barulho", ou acham que são grandes de mais e gostam de o mostrar aos outros...

Nesta questão, equaciono as relações treinadores-atletas... Não basta só saber de técnicas e tácticas... também é importante ter conhecimentos acerca da psicologia do desporto e da criança ou adulto... Ser treinador é ser líder... agora pode ser um líder eficaz ou um líder não eficaz... e ser líder eficaz, conseguir pegar numa equipa de "touros" e torná-los em "animais calmos e obedientes" vai um longo percurso...

Características do treinador, a nível pessoal, social e profissional, são aspectos muito importantes para quem quer estar à frente de um grupo de trabalho que deixa nas maõs do seu treinador o trabalho de os fazerem atingir os seus objectivos...

O facto de não conseguires, pode ter haver com muita coisa... pode revelar inexperiência, falta de determinação de regras e consequentes "castigos", falta de organização de treino, de esquema táctico e técnico... exercícios desapropriados que causam "desatenção" e "ruído"... etc... mas também podes estar a lidar com miúdos difíceis, que não te respeitem como treinador...

Só vendo, seria mais fácil comentar...
Aconselho-te a impores regras e a cumprires os "castigos" caso não cumpram... E quando dizes que vai ficar de "castigo", põe... senão para a próxima eles vão pensar: ele não nos faz nada... por isso continuo a fazer o que quero... Pelo menos comigo resulta...

Boa sorte e esperemos que seja apenas falta de experiência!

eu tou a tirar o coaching level 2

e sinceramente tenho mais dificuldades desse genero com adultos, os miudos normalmente ouvem e respeitam, apesar q not q os putos muitas vezes nao tem paciencia pra treinos de passes e controlo de bola...treinos mais parados eles levam muito na brincadeira...gostam mais de jogos activos, tipo dribles, etc...

ha um ou outro sempre mais "terrorista" no grupo q e preciso ter de olho pq se tiver oportunidade provoca os outros e depois e a dresgraca no grupo...

o problema q podes estar a enfrentar penso q pode ter 2 solucoes:

- primeiro tens de perceber bem qual e o objectivo dos miudos q tens na mao no futebol, so querem tar la pra se divertir e fazer uns jogos ou estao la pq querem evoluir como futebolistas?

- segundo penso q deves fazer uma reuniao com os pais e decidir um conjunto de regras de conduta...

eu li um livro muito interessante q te e capaz de ajudar sobre como se deve gerir uma equipa de miudos...sugiro q o leias:

http://www.amazon.co.uk/exec/obidos/ASIN/1861264070/qid%3D1130505305/202-0838669-9070209

cumps,
Robin5

Re:eu tou a tirar o coaching level 2

este livro há em Português? diz-me por favor se este livro está há venda em Portugal e em português se fizeres o favor. O.K.

Re:eu tou a tirar o coaching level 2

nao sei se ha o livro em portugues, mas penso q nao. eu tenho o livro em ingles.

cumps,
Robin5

Passei pelo mesmo

Ainda tas com sorte. Treinei ate ha bem pouco tempo uma equipa vestida de verde e branco la pros lados de Lisboa e um jogador quando foi substituido mandou me apanhar nao sei aonde ( a tv nao esclarece). Depois outro fez sinais obscenos. De castigo manti-os a titulares.
Agora estou no desemprego. Sera que fiz alguma coisa errada?
P.S. Telefonem-me para Coruche, treino qualquer equipa desde que o G.Redes nao se chame Ricardo.

a parte do ricardo

está boa :D

divertido virtual...

nao tenho pontos para dar mas está bem conseguido...lol

Re:Passei pelo mesmo

Estás a brincar...

Re:Passei pelo mesmo

Curioso é que o Peseiro vive em Santarém e não em Coruche...