As saudosas cadernetas de cromos | Relvado

As saudosas cadernetas de cromos

 

Parece que essa tradição, nestes tempos, já está um tanto ou quanto esquecida, mas nos anos 70, 80 e 90 do Século passado, estava em grande!
Não havia miúdo na escola que não tivesse consigo o seu maço de cromos repetidos, enrolados num elástico, prontos a serem trocados com
os colegas! E eu não era excepção!Gastavam-se pequenas fortunas (para nós, que éramos putos e não tínhamos muito dinheiro no bolso!) na compra de carteirinhas, com a
poupança do dinheiro do lanche que os pais nos davam! A primeira Caderneta de colecção de Cromos que fiz foi a do México86 em
que a mascote era o "Pique"! (E ainda me lembro de ter o boneco do "Naranjito", do Mundial de Espanha de 82 em casa!)
Não consegui completar a Caderneta do México86, mas lembro-me de várias caras e ainda hoje guardo a Caderneta no baú das memórias! O cromo
que nunca me esqueci: o cromo do André, da Selecção Nacional, com um penso na cara!Também fiz as Cadernetas do Itália90, a mascote era o "Ciao" e também não a consegui completar! Cromos difíceis, lembro-me, eram
o do Caniggia da Argentina! E fiz também a do USA94 que, para mim, foi dos melhores Mundiais de sempre, apesar dos americanos
se estarem a marimbar para a bola! Não cheguei a fazer mais colecções de Cadernetas de Mundiais, tendo falhado as da França98, Coreia/Japão02 e
Alemanha06, até porque a tradição das colecções de cromos se começou a esfumar.De todas as cadernetas de futebol que fiz, só consegui completar uma, a do Mundial de 1994 nos Estados Unidos! E o último cromo que me faltava
foi um jogador da Selecção Americana, de nome Hugo Perez, um centrocampista! Às tantas, já tinha tanto cromo repetido que comprei uma
2ª caderneta e quase que a completei também!Para além das Cadernetas de Mundiais, também fiz a do Euro96 na Inglaterra, em que estivemos em grande, após um interregno de 12 anos
sem nos apurarmos para um Europeu de futebol! Depois fiz também colecção de Cadernetas manhosas (não eram da Panini) do Campeonato Nacional
de futebol, nos primórdios dos anos 90, ficando-me nomes na retina como Taofik (Guimarães), Caccioli (Gil Vicente), Paco Fortes
(Farense), Lewis (Felgueiras), Bobby Robson (Sporting), Jimmy Hasselbaink com uma enorme argola a fazer de brinco, parecia
um pirata (no Campomaiorense!), entre outros!Lembro-me que nesses tempos não eram só os putos que coleccionavam cromos! Amiúde trocava cromos com adultos, homens de 50 e tais anos,
verdadeiros apaixonados e coleccionadores de cromos! À medida que se deixa a infância e se abandona a escola, torna-se difícil coleccionar,
pois perde-se o contacto diário com outros coleccionadores, pois na escola era fácil, todos coleccionavam, o que facilitava as coisas! Mas se
algum dos relvas mantém a paixão das colecções de Cadernetas, e já que vem aí o Mundial de 2010 na África do Sul, podíamos criar
um circuito neste fórum, para coleccionadores, onde se poderia facilmente fazer trocas de cromos, num universo de vários relvinhas
que potencialmente aderissem à colecção!Sartor

diversos:

Comentários [68]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Uma coisa é não ver o lance...

...outra coisa é vê-lo e deturpar a punição adequada. Cumprimentos

Re: Uma coisa é não ver o lance...

E quem é que te garante que o árbitro viu a mão na bola do Maxi Pereira!?? (Não conseguiria ver, porque foi perfeitamente casual...!) Até simpatizo contigo, mas epá: poupa-me!!! Já para não falar da displicência que é preciso ter para julgar um caso sem sequer o ver na televisão... Tudo quanto é demais, não presta, já dizia a minha avózinha...!

Re: Sabes ler, ou não?

Baixo é aquilo que tu tentas fazer, ao desvalorizar o que o Benfica tem conseguido. O pior cego é aquele que não quer ver!

Pois, pois, desconversa que eu gosto...

...é sinal que sabes bem os truques baixos a que têm recorrido para ludibriar as pessoas. Mas só se enganam a vós próprios...

Eu sei que vos custa ler umas verdades...

...não é à toa que recorrem à censura... Nada de novo...

Re: Pois, pois, desconversa que eu gosto...

Iludir (Ludibriar), quem, os crédulos? Talvez, o objectivo tem grandes probabilidades de ser alcançado.. Os imparciais/parciais? Hmm.. Não, uns duvidam outros teimam (o sistema límbico supera-os). No entanto exceptuando esses casos, desconhecia que a sugestibilidade (“truques?”) alheia influenciasse o pensamento/conhecimento de uma forma tão abrupta que impossibilitasse/condicionasse uma potencialidade cognitiva (tomadas de decisão) do indivíduo, retirando algumas faixa etárias (crianças, adolescentes) ou alguém emocionalmente desequilibrado (ex: adeptos fanáticos), ou mesmo, “someone” com uma patologia psicológica… Não observo como um truque (ilusionismo) como o meu caro Hulk afirma teimosamente existir, condicione o comportamento ou pensamento abstracto de um sujeito em idade adulta… Acredito que sua generosa intencionalidade é “evitar?" que os demais sejam formatados (“evocando a pedagogia?”), mas será que os outros tem uma capacidade interpretativa tão deficitária( ?), não será uma mera sobranceria de sua parte menosprezar a capacidade de análise dos demais..? Deve ser apenas uma mera dissonância cognitiva a nossa.. Assim quero crer. Saudações

Ontem dei-lhe um interessante no seu comentário...

...ao jogo SCP-Nacional. Pontuação essa que dificilmente lhe atribuiria, mesmo que pontos tivesse, neste seu comentário. Para já, referia-me a um artigo que o Andebol publicou faz uns meses, com fotografia antiga da equipa do SCP, nos tempos da ditadura, a fazer a saudação fascista, como se o SCP fosse o único clube que o fazia. Não só não era, como o Andebol se esqueceu das fotografias da equipa do SLB a fazer a mesma saudação (do FCP também há fotos), e não deviam ser as únicas. Mas como você sentiu necessidade de defender quem recorre a este tipo de propaganda parcial, aprovada e publicada pela edição do relvado, lançando ainda mais areia para os olhos, não sei se aquilo que escreveu agora não merecia uma séria meditação por parte do autor. Parece-me que sim... até porque é o primeiro a querer enrolar o assunto, como se não fosse mesmo um truque baixo recorrer a esse expediente. Se calhar para si não é, daí a defesa que faz a quem a ele recorre, ou será antes um ataque a quem desmascara tamanha falta de carácter, ou talvez IGNORÂNCIA? Parece-me que quem aqui faz pedagogia da mentira não sou eu, antes um certo user e o seu advogado de defesa inusitado... o tal que outrora me acusou por muito menos de muito mais, lembra-se? Talvez as vossas memórias sejam curtas, ou selectivas, mas as minhas não.

Re: Ontem dei-lhe um interessante no seu comentário...

Confesso que sou imparcial em “demasia”, pelo menos tento ser. Se vi o SCP a jogar bem e, numa excelente forma física porque não o afirmar, admitir, até posso estar enganado, mas é a impressão que fiquei nos últimos jogos. E não meu caro, não sou advogado de ninguém (não o pretendo ser), até porque é uma posição ingrata, não estou aqui para defender ninguém, inclusive o SLB (tentarei sempre ser justo), eles não necessitam de meu auxílio como tem sido observado e, ainda bem, porque seria uma péssima ajuda. Pensa que uma fotografia (preto e branco) de um clube A, B ou C, vai influenciar uma afirmação de minha parte insinuando que um clube era apoiado em detrimento de outros por um regime politico (só o ênfase que fazem ao assunto, cria precocemente uma má impressão do assunto na sua totalidade e, que não corresponde minimamente à realidade), quando todos clubes estavam presentes e, quando os indiciados (governantes políticos e dirigentes desportivos) já nem estão presentes para o confirmarem ou desmentir, fotos, narrações, oriundas sem lá de onde e com que intenções, não, não têm credibilidade no meu íntimo. Confesso que gosto de ver o amor que sente por o seu clube, mas acho injusto não haver um mínimo imparcialidade no seu discurso, mas não, não é o único se isso o conforta. No entanto, confesso que prefiro ler seus comentários, que algumas tentativas de ofensa por parte de outros. Até compreendo sua “revolta”, também o senti nos últimos 20 anos, mas nunca permitiria que essa revolta orientasse minha vida, ou influenciasse negativamente emoções alheias, teimando sempre num sentido de vitimização, injustiça, como se o único clube merecedor de ganhar fosse SCP no seu caso (ou no meu o SLB), todos merecem, ou seja, pelo menos penso que seus adeptos são merecedores de tal conforto.. Os árbitros será, será pertinente afirmar que são a única e maior causa para o SLB/SCP não ganharem quase nada nas últimas 2 décadas, não, não creio, depois de observar o seio de cada clube, encontro tanto disparate e tão pouca qualidade em algumas épocas, que me deixa logo inerte e apático na criação de suspeitas.. Repare como nem alguns adeptos benfiquistas facilmente concordam comigo, ontem estava a ver o Porto enquanto bebia um café, e foi um golo mal anulado a Falcao, e eu, inocentemente – disse - “é mal anulado”, “é limpo”, subitamente dois benfiquistas “estranhos” gritam – “O Porto tem que ser sempre prejudicado, no caso do túnel nem se deviam poder defender” . Eu discordo com isso veemente, todos tem o mesmo direito, se o Braga ganhar o campeonato, eu fico satisfeito, também tem adeptos e de certeza que também necessitam de alegrias. Estou equivocado? Não me recordo desse episódio (o acusei de algo?), que refere, por isso não me vejo capaz de o comentar. Mas se fui injusto, lamento, não era minha intenção, caro Hulk Verde. Saudações