As melhores histórias recentes | Relvado

As melhores histórias recentes

 

Alguns deles incluem o «penalty» de Robert Pires, que transformou um rasgo de génio numa enorme burrice; o extintor mandado de um café para dentro do balneário visitante no Marco de Canavezes; o clube romeno cheio de dívidas por causa de uma factura astronómica de Viagra; e o jogador que foi expulso em Portugal por não conhecer as regras.Lembrem outros...oliveirafcp

diversos:

Comentários [24]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Aquela

E quem pode esquecre aquele, que num jogo dos sub-21, Portugal começou a 2ªparte com apenas 10 jogadores, porque o Varela ficou trancado na casa de banho!loooool

E aquela

daquele jogador(nao me lembro o nome)que ha 1 ano e meio disse que ja nao era do Benfica,ponto final!e hoje em dia diz que vai ficar no Benfica,ponto final!

Aquela...

Em que um treinador disse que se visse lenços brancos se iria embora, e quando os viu afirmou que eram os adeptos de outros clubes que os mostraram.LOL

Off-topic

Resultado a enviar Guimarães 0 Maritimo 0 Fonte radio santiago

Off-topic

Futebol/Alemanha: Hugo Almeida marca na vitória do Werder Bremen Hugo Almeida marcou, aos 77’, o golo da vitória do Werder Bremen, por 2-1, em casa sobre o Leverkusen, na segunda jornada da Bundesliga, resultado que mantém a equipa do jovem internacional sub-21 português na liderança da prova... fonte o jornal o jogo

Há poucos dias...

O italiano Zambrotta, um dos mais recentes reforços do Barcelona, teve na última semana a primeira noção do que representam as rivalidades regionais na Catalunha. O defesa contratado à Juventus deparou-se, à chegada ao aeroporto de El Prat, no fim da digressão norte-americana do Barça, com um taxista que se recusou a transportá-lo, por ser adepto do Espanhol, o clube rival de Barcelona. Já imaginaram a cena em Portugal... Jesualdo chamou um taxi no aeroporto Francisco Sá Carneiro, na cidade do Porto, e o taxista recusou-se de imediato transportá-lo, simplesmente porque era adepto ferranho do Boavista.... lolol cumps

Vídeo!

Quando um taxista se recusa a levar o Zambrotta http://www.youtube.com/watch?v=aiwZNOwRkVA cumps

Re: Há poucos dias...

não me espantaria se isso acontecesse por cá...

Quando os taxistas dao para ser ferrenhos,

JESUS...

só se for aquela

em que um jogador era para ter ido para o liverpool, para o valencia, para o arsenal, enfim para todo lado emnos continuar onde vai acabar por ficar...

Re: só se for aquela

Ou aquela do gajo que ia para o Blackburn, para o Everton, para o Aston Villa, para o Portsmouth por muitos milhões e depois de uma época a gozar com a cara de toda a gente, se foi embora por quase nada!

Re: só se for aquela

Melhor ainda... A do Treinador que suspendia gajos por andar de chinelo ou por andarem de tranças. E que dispensou os atacantes quase todos e depois desandou... deixando o clube a pedir desculpas a um e por favor aos clube do outro para que o mandassem de volta!

Re: só se for aquela

Essa é boa, mas é de fantasia ou ficção cientifica?

Re: Re: só se for aquela

nem de uma coisa nem de outra, é do benfica... ehehe Cumps

FONTE:Maisfutebol

"Imagine candidatar-se ao cargo de treinador, por exemplo, do Boavista. Ou do Sp. Braga, ou de outra equipa que não dos três grandes de Portugal. E agora imagine que apenas tem como experiência os seus feitos no Football Manager [FM], aquele jogo em que pode ser treinador de qualquer clube e contratar os jogadores que quiser. Agora imagine que o presidente dessa equipa até lhe envia uma resposta agradecendo a candidatura e recusando delicadamente. Aconteceu tudo em Inglaterra. O Middlesbrough deixou Steve McClaren ir para a selecção inglesa e ficou sem treinador. Ora foi nesse período que John Boileau, 25 anos, adepto do Liverpool natural de Rugby, decidiu concretizar uma das 77 coisas que definiu fazer até aos 30 anos. Candidatar-se ao cargo de manager num dos clubes da Premier League. Boileau pegou no seu vasto currículo de várias épocas no FM e enviou para o Riverside Stadium. «O Middlesbrough e o seu presidente Steve Gibson foram incríveis na forma como, com bom humor, leram a carta. Tenho a certeza que já muitos adeptos tentaram o mesmo, mas é preciso um presidente com muito boa disposição para responder a uma coisa destas», escreveu Boileau ao Maisfutebol. Quando tentou ser José Mourinho No CV de três páginas, Boileau apresenta-se como um candidato com «experiência técnica e prática». Relata quando foi despedido do Chievo (algo que, acrescenta, o presidente do Boro deve ter tido conhecimento na imprensa), e lembra uma célebre final da taça de Verão que ganhou nos penalties (e que o presidente deve ter visto repetidas vezes na cadeia de televisão Sky). Conta como pontos altos da carreira como treinador as contratações de jogadores como Thierry Henry, Raul e Fernando Torres para o Doncaster, bem como de Zidane e Ronaldinho para o Rushden e Diamonds. E no final propôs mesmo um salário a rondar os 120 mil euros por ano no Boro. «Algo muito razoável tendo em conta os salários praticados na Europa do futebol», defendeu. Mas Boileau tentou também ser José Mourinho no Chelsea. «Cheguei a treiná-los. Nessa época ganhámos o campeonato, mas tal como aconteceu a José a Liga dos Campeões não foi ganha por mim. Mesmo assim tive quase o mesmo sucesso, apesar de não ser tão bem parecido como ele e não ter sobretudos tão caros», contou o jovem que ainda não experimentou orientar equipas portuguesas. A resposta do Middlesbrough A tudo isto o presidente do Middlesbrough, Steve Gibson, teve acesso. E, entrando na brincadeira, respondeu através de uma carta curiosa com o selo do clube: «Caro John. Obrigado pela sua candidatura ao cargo de manager no Middlesbrough Football Club. É, com certeza, um candidato excepcional, mas depois de cuidadosa análise decidimos não aceitá-lo. Muito sinceramente somos da opinião de que a sua estadia connosco seria curta, apesar do seu inquestionável talento, que certamente irá suscitar o interesse de grandes clubes europeus. Consideramos a proposta de alguém com o seu estatuto como um progresso do nosso clube. Cumprimentos. Steve Gibson» Assim mesmo o presidente do Middlesbrough rejeitou delicadamente a candidatura de John Boileau. Gareth Southgate seria o homem escolhido mais tarde para o lugar de manager. «Quando recebi a carta achei espectacular ver um presidente com tanto sentido de humor», confessou Boileau. «Acho que foi sensato da parte deles terem contratado o Southgate no final, ainda assim.» Maisfutebol pediu alguns truques a este profissional, entendido na matéria. «Para os jogadores deixo as cinco principais dicas», lançou Boileau: -Jogar em 4-1-3-1-1 -Contratar jovens jogadores suecos. Consegue-se maior valorização nas ligas suecas. -Estar atento a jogadores jovens dos grandes clubes -Não contratar jogadores com base no seu valor real -Não contratar Cristiano Ronaldo, fez com que Rooney fosse expulso no Mundial. :-) Só com boa disposição podia terminar esta história. Agora é só enviar o currículo para um clube..." fonte mais futebol

Re: FONTE:Maisfutebol

Eu prefiro o 4-1-2-2-1, e tenho como argumento duas Taças de Portugal com o Gil Vicente e um percurso de muitos anos no Sporting, com uma Taça UEFA e três Ligas dos Campeões, entre diversos títulos nacionais. Recordo resultados como uma vitória por 7-4 em Milão no terreno do Inter, ou um 17-0 ao Fiães numa 6ª Eliminatória da Taça. A aposta no mercado sueco é arriscada, porque há uma sobrevalorização na exportação de jogadores e a adaptação ao futebol português demora muito tempo. Recomendo muito mais o mercado argentino que, apesar de em média estar sobrevalorizado, tem jogadores que justificam investimentos de algum porte, para além da facilidade dos idiomas semelhantes. Ainda não acredito que preferiram o Jesualdo a mim.

Re: Re: FONTE:Maisfutebol

lol

Re: FONTE:Maisfutebol

excelente história, sim senhor...

Lembro-me de algumas chuteiras...

...aquelas numa final da Taça dos Campeões Europeus (Benfica-PSV?), em que num dos casos, o defesa Veloso correu 50 mts sem uma bota calçada. ...aquelas que o Deco ofereceu ao árbitro do Boavista-Porto. ...aquelas que o árbitro se esqueceu de trazer. ...aquelas, que nós miúdos desapertavamos nos penalties, era bota para um lado e bola para o outro. ...e aquelas que ficam marcadas nas pernas dos adversários.

Meias finais da taça de Portugal - 1939.

Esta histótia não é recente mas eu não resisto em expô-la aqui. 18 de junho de 1939 - Campo das Amoreiras 2ª mão das meias finais da 1ª edição da taça de Portugal. Na primeira mão o fcp tinha batido o Benfica por 6-1, estava practicamente apurado para a final. Acontece que em 71 minutos o Benfica fez 6 golos sem resposta. Sabem o que é que aconteceu após o 6ª golo? Os jogadores portistas abandonaram o terreno de jogo a chorar que nem madalenas, com medo da avalanche encarnada que ainda estava para vir. Hilariante!

Quando há saudades de casa...

è quando um treinador se despede de um clube, por toda a sua familia querer voltar para a Itália, seu país de origem, por causa das saudades de casa e e pouco tempo depois assinar por um clube alemão...

Aquela

Em que um treinador quer um avançado chamado Hesselink, e o presindente diz que não tem dinheiro para comprar o Helsinquia...

Erro!Peço desculpa.

Presidente e não presindente. Peço desculpa

Aquela

Em que os adeptos invandem o campo, porque pensam que a equipa é campeã mas o jogo ainda nao acabou...