Fusões: o caso holandês | Relvado

Fusões: o caso holandês

 

Este novo clube holandês, que competirá no primeiro escalão do futebol da Holanda na próxima temporada, irá obter uma receita a rondar os 20 milhões de euros. Jogando no Estádio do Roda e usando as infra-estruturas do Fortuna para as camadas jovens, espera-se agora que a equipa consiga alcançar as competições europeias.A crise financeira global actual e as gestões ruinosas protagonizadas pela maior parte dos dirigentes nacionais estão na base da extinção/degradação de clubes cheios de história e de vital importância para as suas regiões. Os casos de formações como Farense, Campomaiorense, Salgueiros e, há menos tempo, do Boavista, são paradigmáticos. Será que alguns dos clubes que subsistem, hoje, em circunstâncias financeiras muito complicadas (Vitória de Setúbal e Estrela da Amadora são dos mais mediáticos) não poderiam adoptar a medida tomada pelos neerlandeses?Eu creio que, por uma questão de mentalidade, soluções destas são difíceis de implementar em Portugal. Um exemplo ainda mais simples: não seria concebível, para a maioria dos adeptos, que Sporting/Benfica ou Marítimo/Nacional, por exemplo, partilhassem o mesmo estádio (à semelhança do que sucede com o Allianz Arena, em Munique, usado pelo Bayern e pelo 1860 ou do que acontece com o San Siro, onde coabitam AC Milan e Inter).Não me parece que os portugueses sejam muito receptivos a este tipo de estratégias porque não aceitam o romper com a tradição, encarando isso como perda de identidade. Eu assumo que me causaria alguma estranheza ver o FC Porto a partilhar o seu recinto com o Boavista. E duvido que adeptos do Boavista e do Salgueiros vissem com bons olhos uma fusão entre os dois emblemas. Percebem onde quero chegar?Conhecem algum caso em que seria benéfico e viável a fusão entre dois clubes em dificuldades? A que clubes é que Boavista, Estrela ou Setúbal se poderiam associar, com mútuo benefício? Parece-vos que as fusões podem passar pelo futuro do futebol português? Será esta uma solução passível de ser aplicada na realidade lusa? Aprovariam uma eventual fusão entre o vosso clube e outro da mesma região? O que pensam de fusões entre clubes, na generalidade?PauloFerreira

diversos:

Comentários [44]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Caro PauloFerreira...

Acredito que as dificuldades financeiras se têm feito a notar, de modo a que é fácil conseguir pagar todas as contas e salários, bem como a manutenção dos estádios. Mas temos de concordar que em Portugal as equipas têm um orgulho excessivo e nunca se juntariam dois clubes. Penso mesmo que seria mais provável uma equipa terminar pelas dificuldades económicas do que se render às evidências tentando-se fundir com outra. Mas é uma mera opinião. Cumps

Re: Caro PauloFerreira...

Exelente comentario

Re: Caro PauloFerreira...

Obrigado, amigo Geromel. Cumps

acho bem....

em portugal deviam se juntar benfica e sportinga para dar mais um bocadinho de luta ao GRANDE FC PORTO e fazer alguma figura na europa!!!!!!!!!!!!

Re: acho bem....

É uma boa piada, sobretudo depois de o Sporting ter dado 4 ao Porto, e igualmente por nestes últimos anos enquanto treinado pelo Paulo Bento ter ganhado mais ao Porto do que o contrário.

Re: acho bem....

ganhar o que?????????? uns jogos??????? o trofense tb ganhou e empatou com os grandes todos............ ganhar campeonatos!!!!!!!!!!!!

Re: acho bem....

Mas isso são contas de outro rosário. A verdade é que o Sporting tem feito frente ao Porto. Não podemos escamotear isso.

Re: acho bem....

não vejo em que??????????? por exemplo este ano só ganharam as reservas com ajuda do arbitro!!!!!!!!!!!!!!!!!

Re: acho bem....

Isso são desculpas de maus perdedores. A mim nunca ninguém me viu, não aqui porque aqui só comento há dias, julgar os árbitros. Para mim ganha-se quando se marca mais golos que o adversário e perde-se quando se marca menos do que o adversário. Simples. E no caso em apreço, o Sporting marcou mais que o adversário, neste caso o Porto. E quanto a isso das reservas, o Sporting so jogou com 5 titulares: Postiga, Moutinho, Vuckcevic, Izmailov e Polga. E além disto, a equipa que jogou do Porto tinha obrigação de ter ganhado em face do dinheiro que o Porto deu por esses jogadores. Farias custou 4 milhões, Stapanov 3.5 milhões de euros, Mariano 2 milhões, creio, Guarin julgo que também não foi barato. Só por isto tinham obrigação de fazer melhor. Julgo até o Tomaz Costa não foi barato.

Re: acho bem....

então o sporting tinha de dar 10-0 ao trofense!!!!!!!!!!!! bem pensado..........

Re: acho bem....

Nem mais. Só assim se justifica o dinheiro que eles têm empregado nos jogadores. Claro que nem sempre as coisas correm bem, e não se pode exigir sempre. Todos têm erros e podem falhar, mas tem obrigação de lutarem mais e ganharem mais jogos, sem dúvidas.

Re: acho bem....

e os suplentes do porto de certeza que nao ganham tanto como os que jogaram pelo sporting na quarta...........

Re: acho bem....

Não tinha tanta certeza disso. No Sporting apenas três ganham acima dos 100 mil euros, Liedosn, Moutinho, Polga, creio. Todos os outros ganham abaixo disso. No porto, porém, o caso é diferente, pois que os há a ganhar acima dos 150 mil euros. Sendo que entre os demais há alguns a ganhar perto ou acima dos 100 mil.

Re: acho bem....

se tu o dizes!!!!!!!!!!!!!!! deve ser por isso que o sporting está falido.........

Re: acho bem....

Não, o Sporting não está falido pelos salários actuais, mas, sim, creio, por questões que no antanho certos presidentes tomaram. Permite-me dizer-te igualmente que se no caso do Sporting é evidente a crise e ela nunca foi camuflada, outros há porém que a tem mas que a não mostram. Não duvides. Um dia quando ele vier ao de cima, verás que tinha razão.

Re: acho bem....

o meu clube tem dinheiro......... mas do que tem mais é titulos frescos.........

Re: acho bem....

É sim senhora, e ninguém está aqui a dizer o contrário, ou está? Mas deixa-me no entanto dizer-te uma coisa em jeito de provocação: antes pobres e honestos do que ricos e desonestos. Lol

Re: acho bem....

honestos e ignorantes!!!!!!!!!!!!!!

Re: acho bem....

Ignorantes, quem?

Re: acho bem....

tu quando dizes pobres e honestos!!!!!!!!!!!!!!!1

Re: acho bem....

Que mal tem ter dito isso? Somos um clube cuja situação financeira não se possa dizer que é das melhores. E somos honestos, repito, pois ainda se não viu um nome de dum sportinguista relacionado com o apito dourado.

Re: acho bem....

e????????????????

Re: acho bem....

E? Para nós basta isso. Podemos andar de cabeça erguida.

Re: acho bem....

tem dias.......... na semana do olimpiakos devem ter conhecido todos os buracos das estradas e passeios da tua terra.........

Re: acho bem....

Que eu saiba o Sporting não jogou com o Olimpiakos.

Re: acho bem....

o sporting ainda é pior........... o seu titulo é ficar em segundo para ir a champions........... mentalidade de clube pequeno!!!!!!!!!!!!!!!!

Re: acho bem....

No fim do campeonato ver-se-á se o que dizes é verdade. No que respeita à ida à Liga dos Campeões não é segredo para ninguém que é fundamental para o Sporting ir à Liga dos Campeões para de algum modo poder poder fazer face às dificuldades financeiras por que atravessa.

Re: acho bem....

o fc porto tambem!!!!!!!!!! mas chega lá em primeiro........

Alverca e Benfica

Estes dois clubes tentaram,mas não conseguiram.Todos sabemos como acabou esta fusão,quando me lembro que foi tudo por causa de um Man.

Matemática

A densidade populacional e investimento externo deve ditar a existência de um clube. No caso da cidade do Porto existe ambos em suficiência para existirem dois clubes grandes. O que existe a mais é clubes pequenos. Todas as santas freguesias querem ter o seu clubezinho e isso sim pode por em causa a existência de muitos. É a mesma coisa com as cidades à volta do Grande Porto. Não justifica a existência de tantos clubes mas o bairrismo fala mais alto do que o aspecto comercial e estrutural. Acho que o exemplo mais gritante da zona é Gaia. Tem população e recursos para ter um clube de primeira divisão. Mas preferem ter cerca de 40 mini-clubes (sim, 40!) em divisões inferiores. O Futebol Clube do Porto agradece claro.