A deformação em futebol... | Relvado

A deformação em futebol...

 

pois diz: "no Sporting e na selecção sub-19 surge um jovem avançado de 16 anos, Cristiano Ronaldo, dono de uma táctica apurada, prevendo-se que seja um jogador com futuro. Boloni revelou que não o integrou ainda no plantel principal devido à idade, por não estar já no estado óptimo para aguentar as exigências. Parece-me sensato. A entrada precoce de jovens na alta competição é um dos problemas mais frequentes na (de)formação de jogadores de futebol. Quais são os problemas que identificam na formação de jovens? Que sugerem para optimizá-la?"

diversos:

Comentários [6]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

fama

Esses jovens que sao inseridos na alta competiçao mto cedo..geralmente sao aclamados como futuros figos,rui costas, ou seja futura esperança para a seleçao..sendo assim a imprensa tenta explorar essas "jovens promessas" ate ao tutano...e komo n tem a maturidade suficiente ainda para lidar kom esses assuntos os jovens tendem.se a perder komo os caso do dani,hugo leal e axo que é o que deverá acontecer ao quaresma se n for acompanhado decentemente ( espero bem k nao)...formem os jogadores e sigam.nos atentamente que devera tudo correr bem

  O Director

Até nem gostava que falassem muito dele..

...com 16 anos e já a sair em todos os jornais, pode-se estragar com vedetismos futeis.
Por exemplo o caso do Quaresma, este ano exagerou-se muito nos adjectivos bombasticos neste jovem que no fundo teve 2 jogos excelentes e andou o resto da epoca a procura de agradar os adeptos com as suas ( muitas vezes) inuteis fintas.
Acho que deve haver um acompanhamento constante destes jovens que se tornam vedetas subitamente, pois os nossos jornais gostam de criar Deuses da bola à pressão.
Há que ter calma e de vez em quando em jogos de menor grau de dificuldade ou de preparação chama-lo a equipe e incentiva-lo.
Pelo lado contrário tambem temos o caso Ajax...que tinha ( não sei se ainda tem ) a politica de lançar jovens de 16,17 anos fazendo na altura uma grande equipe.
Mas acho que é um risco...muito raramente dá frutos.

Re:Até nem gostava que falassem muito dele..

com o devido respeito, penso que Boloni não teve «tomates» na orientação/acompanhamento de Quaresma: recordo que o puto fez um grande jogo com a União Leiria, em Alvalade; depois do encontro, Boloni foi inflexível, aberrante e tresloucado na apreciação do jogador!!! para um formador, não esteve nada mal...

Quaresma é um grande jogador: tem que jogar sempre, cada vez mais, espalhar a sua arte no relvado!... o resto, são teorias de vão de escada...

Re:Até nem gostava que falassem muito dele..

Pois...mas se ele fosse um bokadito mais regular e objectivo, que grande jogador que era.
Mas vai ser...disso tenho a certeza.

Re:Até nem gostava que falassem muito dele..

concordo contigo: no entanto, lembra-te do Figo a carregar o Sporting em 94/95... os génios têm que jogar sempre!

saudações leoninas...

(De)formação de jovens

Muito se fala da formação, sobretudo agora em que várias seleções nacionais disputam competições, os planteis se reformulam, e se fala no futuro.

No Sporting e na selecção sub-19, surge um jovem avançado de 16 anos, de nome Cristiano Ronaldo. Este jogador é dono de uma tactica muito apurada, e surpreende também pela estrutura física (1.85m). Prevê-se então que possa surgir daqui um jogador com futuro.
Numa notícia de pouco destaque, em entrevista a Boloni, este diz que o único facto que fez com que o jovem não fosse integrado este ano nos seniores e na equipa principal, foi o "chumbo" do Departamento Técnico do Sporting, coadjuvado pelo médico, que disse que o "morfologia" e a tenra idade de Ronaldo, ainda não estaria no seu "estado óptimo" para aguentar o nível de treinos e exigência sem vir a ter problemas no futuro.

Fiquei contentissimo ao ler isto.
É um claro sinal que "há" trabalho bem feito no Sporting, e também, que o futuro pensa-se, não forçando o imediato.

A entrada precoce de jovens na alta comeptição é um dos problemas mais frequentes na (de)formação de jogadores de futebol.

O desafio que gostava de lançar é:
-Quais são os problemas que identificam ou julgam existir na formação de jovens.
e já agora, quais a vossas sugestões por forma a optimizá-la.