Vitória sofrida do Benfica na Luz (3-2) | Relvado

Vitória sofrida do Benfica na Luz (3-2)

Moreirense quase causa surpresa e cai só no final.
 
Raul Jimenez (Benfica) Festeja golo

O Benfica voltou a sofrer até o último quarto de hora para conseguir vencer um jogo em casa. Depois de na 1ª jornada ter marcado o primeiro golo apenas à passagem do minuto 73, desta vez a tarefa era ainda mais difícil. O resultado estava negativo, pois o Moreirense vencia por uma bola a zero desde a primeira parte.

 Rui Vitória apresentou uma equipa pouco mudada, com apenas a entrada para titular de Victor Andrade em detrimento de Ola John. Uma ala direita que na época passada jogava pela equipa B.

A equipa encarnada alinhou com o seguinte onze:

Júlio César, Nélson Semedo, Luisão, Lisandro, Eliseu; Samaris, Pizzi; Gaitán, Victor Andrade, Jonas e Mitroglou.

Miguel Leal também apresentou algumas novidades e jogadores jovens no onze. Iuri Medeiros e Palhinha (emprestados pelo Sporting), mais Ernest Ohemeng, trouxeram irreverência à equipa do Moreirense.

A equipa titular do Moreirense:

Stefanovic; Sagna, André Micael, Danielson e Evaldo; Palhinha, Filipe Gonçalves e Vítor Gomes; Iuri Medeiros, Ohemeng e Rafael Martins.

 

O Benfica entrou mal na primeira parte, sem grande pressão sobre o adversário e sem conseguir fazer a bola chegar aos seus avançados. Mitroglou esteve mesmo muito pouco em jogo, com Victor Andrade a tentar criar espaços em situações de desiquilibrios. Mas sempre sem consistência.

A penalização para um mau inicio de jogo das águias, chegou aos 29 minutos, quando o reforço Rafael Martins, após assistência de Vitor Gomes, chega ao golo praticamente no primeiro remate do avançado do Moreirense.

Até final da primeira parte, o Benfica teve algumas investidas, mas apenas criou realmente perigo numa oportunidade de Jonas aos 37 minutos, em que o brasileiro remata ligeiramente ao lado.

A primeira parte termina com Jorge Ferreira a mostrar ainda dois cartões amarelos. Pizzi (40’) e Ernest (42’).

 

A segunda parte foi diferente. Rui Vitória resolve mexer logo de inicio. Rui Vitória faz entrar Talisca para o lugar do amarelado e inconsequente Pizzi, e Gonçalo Guedes para o lugar de Victor Andrade.  

50' Cartão amarelo mostrado a Filipe Gonçalves (Moreirense). "Ceifou" Gonçalo Guedes.

Anderson Talisca vai tentando o seu remate, mas sempre sem direcção ou força. O público começa a desesperar com o tempo a passar sem golos para o Benfica, e com a sequência de quedas dos jogadores adversários.

Aos 56 minutos Mitroglou quase marca, mas Stefanovic aplica-se e defende para canto.

64' Miguel Leal (Moreirense) faz a sua primeiro substituição, com Ramón Cardozo a entrar para o lugar de Iuri Medeiros.

O Benfica começa a assentar o seu jogo ofensivo, aproveitando algum desgaste dos jogadores do Moreirense, e em dois minutos cria duas grandes oportunidades de golo. Aos 68 Jonas volta a falhar por muito pouco, um golo quase feito. No minuto seguinte, É Mitroglou que cabeceia no coração da área, para grande defesa de Stefanovic para a trave. Na recarga, Jonas atira contra um adversário.

69' Moreirense faz a sua segundo substituição, saindo Rafael Martins e entrando Emmanuel Boateng.

Aos 73 minutos, Rui Vitória joga a última cartada, e faz entrar o mexicano Raúl Jiménez para o lugar do defesa Eliseu. Gaitán fica encarregue de fazer toda a faixa esquerda.

O ex-Atlético Madrid, não tardou a justificar a sua entrada. Aos 78 minutos, o mexicano estreia-se a marcar pelos encarnados, após cruzamento de Gaitán.

Dois minutos volvidos, e estava feita a reviravolta no marcador. O golo foi grego, mas veio do meio campo. Samaris atira uma bomba que só pára no fundo das redes. Uma estreia aqui também a marcar pelos encarnados, apesar de já ter tentado na temporada passada.

Quando o jogo parecia já resolvido, o recém entrado Cardozo ainda consegue devolver o Moreirense à disputa dos pontos, ao fazer o 2-2 aos 85 minutos. Embora o jogador esteja em fora de jogo. Jorge Ferreira vacilou por breves instantes, mas depois de algumas palavras breves pelo intercomunicador com o assistente de linha, acaba por validar, contra o desespero dos benfiquistas.

Foi então que finalmente surge Jonas para marcar o golo da vitória na Luz. Depois de tanto procurar o golo, o brasileiro finalmente concretiza aos 87 minutos. Muito tarde para o Moreirense reagir.

O jogo não termina sem antes Jorge Ferreira mostrar mais dois cartões amarelos. Cardozo e Boateng foram os admoestados, ainda antes de Hugo Leal fazer entrar Alan Schons para o lugar de Filipe Gonçalves no Moreirense.

Vitória justa do Benfica por 3-2, tendo em conta as estatísticas e caudal ofensivo prestado em campo. O Benfica consegue assim voltar às vitórias depois da derrota em Aveiro com o Arouca, e vai agora ter duas semanas para trabalhar a equipa, pois teremos uma paragem devido aos trabalhos da selecção.

Realce para a presença de 43.417 espectadores na Luz.

Benfica:

Comentários [75]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Sport Drogados e benfica

Sport Drogados e benfica ganzados desde 1908 LOLOLOLOLOLOLOLOL Até coca sai por aquelas orelhas LOLOLOLOL

Não vi, nem vejo jogos de

Não vi, nem vejo jogos de futebol de uma equipa presidida, por corruptos e traficantes de droga, e ainda por cima, transmitido por um canal que tem como local de transmissão a porta 18, e narrada pelo ZÉ...

Mas pelos vistos a equipa entrou para o jogo na 1ª parte a jogar o normal, ou seja NADA, e que o Rui Vitória se queixou que deu uma BRANCA à equipa...

Mas na 2ª parte, parece que o Rui Vitória levou a equipa a jogar no RISCO, e com isso, e com a ajuda de terceiros, lá conseguiram encostar o Moreirense à LINHA...

Muito bom, parece que foi um jogo entretido entre duas equipa da mesma valia, em que a incerteza do resultado pairou ate ao último minuto...

Se não vês, porque também não

Se não vês, porque também não deixas de comentar...lambe peidas???

Consta que o bilhete que o

Consta que o bilhete que o Rui Flores entregou ao Jimenez para este levar ao Gaitan referia :

SALVA-ME NICOLAS!

Nicolas pf não podes sair agora, és a minha SALVAÇÃO!

Joga pouco o Glorioso, nesta fase, e o muito pouco que produz

vem do talento do Gaitan e do Jonas, e da ânsia e empenho dos miúdos que muito querem mostrar o seu valor e fazer fama e fortuna pela Europa fora, como Nelson Semedo e Victor Andrade, que se não se perder pode ser uma novidade a titular nesta pobre seleção que o Brasil tem agora.

Em boa hora vem esta paragem, e "só" com um ponto perdido para os rivais ainda podemos ter muita esperança nesta época: os níveis físicos irão subir, os novos jogadores ganhar maior entrosamento, o Rui Vitória terá já um FINALMENTE um esquema tático e um onze definido - Mitroglou e Jonas NÃO PODEM juntos! Pelo menos assim o espero já no jogo contra o Belenenses, e se assim não for então vou render-me à evidência: contratámos mesmo um treinador incompetente.

A sorte que ontem tivemos foi a que nos faltou no jogo contra o Arouca, e mesmo assim um golo irregular do Moreirense a juntar ao golo limpo que o Jonas marcou em Aveiro (venham falar do colinho agora, venham), mas essa variável não invalida que um grande clube tem é que resolver o jogo de forma a que esses momentos de sorte/azar não interfiram na vitória e na conquista dos três pontos.

Ontem não o fizemos, foi imenso o manancial de desperdícios à boca da baliza, e se ainda há ali jogadores com estofo de campeões - Júlio César, Luisão, Gaitan, e Jonas - outros não disfarçam a sua banalidade e falta de estaleca, como Pizzi, Talisca e Eliseu, que num Benfica à Benfica nunca poderiam ser mais do que suplentes.

Bem, além do resultado ressalve-se outro aspecto positivo: Ola John não jogou, FINALMENTE, foda-se, até que enfim que este ano jogámos com 11.

Está na hora de afinar a máquina, este Glorioso tem muito por onde crescer, para tanto tenha Rui Vitória a competência que é preciso.

Dados, tu falas de Jonas, mas sinceramente, esse é a principal

pedra no sapato de Rui Vitória, porque ele quer fazer dele um médio que ele nunca será...

Para mim, já devia ter sido vendido, por muito boas exibições que faça, enquanto ele lá estiver, e Rui Vitória pensar o futebol do Benfica, tenho muitas dúvidas, que não seja o Benfica a trabalhar para Jonas continuar a brilhar e não o contrário.

De resto, muito mau jogo mesmo, mas depois de ver o meu Porto a jogar, apetece-me falar pouco do Benfica, embora, ganhe alento a ver a forma como Rui Vitória não se está a adaptar minimamente ao seu novo papel.

...

É Isso mesmo...

Esse é o problema do Benfica é que Rui Vitória não está a colocar a equipa a jogar com o seu sistema tático por causa de Jonas...

Jonas está a mais nas ideias de Rui Vitória e ele sabe isso mas não está a ter coragem de o encostar... mas se continua assim ele é que vai ser "encostado".

Rui Vitória deveria jogar com o seu sistema preferido foi com ele que chegou ao Benfica.

Ps: Mas o que mais me espanta é que é raro o benfiquista que identifique este erro na equipa.

......

Nao sao assim tão poucos os benfiquistas que pensam que Jonas nesta equipa de Vitória "cai" mal....
Todavia à forma de isso se alterar especialmente se Vitória adoptar o 4.3.3....Jonas mais descaido sobre a esquerdo com o Gaitan a jogar como falso interior e na Direita a minha opção é claramente para Guedes.......que de longe de todos os miudos é o mais esclarecido com bola no pé, Mitroglou no meio mas com espaço para jogar sem ter Jonas tão encostado a ele....
Atrás como já tinha referido Gaitan falso interior esquerdo e Pizzi falso interior direito...Samaris ou Fejsa atrás....

Em 4.4.2......Jonas .....só se for atrás do Gimenez (que é mais movel que o Mitroglou).....porque senão queima o Ponta de lança...pois o seu movimento leva-o sempre para a zona do avançado fixo

"Jonas mais descaido sobre a

"Jonas mais descaido sobre a esquerdo com o Gaitan a jogar como falso interior "

Subscrevo, nem o Prof Neca teria tamanho brilhantismo, a força e o fulgor fisico do Jonas encaixavam aí na perfeição. Aliás, pode até ser uma alternativa Fejsa na posição 6! lol

LOL...

LOL...

O BOI faz muuuu e vem logo o

O BOI faz muuuu e vem logo o lambe peidas cheirar...que risota.

O problema é o equilibrio, Jonas não tem pulmão para fazer isso

que falas, mais depressa ensinarias a Jonathan como fazer isso que Jonas ganharia força física para o fazer. Rui Vitória tem sido uma surpresa agradável para mim, esperava bem mais do homem... é que é duma fraqueza, então o tipo já viu alguém vencer com as ideias dos outros?

.............

Inside dentro de um quadro especifico tático conseguirias adaptar Jonas a essa posição, porque Gaitan teria a tal dupla função que por exemplo tinha Di Maria na altura em que JJ assume o Losangulo de meio campo, não te esqueças que no Benfica desse ano tinhas 2 jogadores com pouco fulgor fisico, Saviola e Aimar, mas ambos tinham uma coisa que é muito superior muitas vezes ao fisico, que e o raciocinio lógico e tático para a função, Jonas fazia o movimneto da esquerda para o meio deixando um vazio nas costas por onde poderiam surgir Eliseu ou o Gaitan, lá está, o que eu digo é se afastar Jonas da zona de "combate" entre os centrais e Trinco mais facilmente consegues que ele fique solto para as 2ªs bolas e para atacar a zona entre linhas.....isto em termos de escrita é dificil de explicar mas em termos práticos é um dos movimentos mais fáceis de aplicar porque Jonas sabe segurar a bola e apesar de não ser um portento fisico é um jogador que se sabe proteger bastante bem desde que tenha apoios e como é um jogador que sabe ler os movimentos da equipa muitissimo bem deixavas o numa zona onde poderia fazer a diferença que é basicamente numa zona que em termos tátricos neste benfica de Vitória está sempre vazia.....a ponta esquerda, porque a equipa na direita joga um futebol muito vertical fruto de todos os jogadores disponiveis para aquela zona, na esquerda jogas um futebol mais curto porque Gaitan vem sempre para o meio e Eliseu não tem capacidade para dar profundidade ao flanco.....

Mas Inside não concordo com uma coisa que dizes, aqui a questão não é de ele vencer ou não com as ideias dos outros, a questão que ele ali tem é que falta um 8 versatil ao Benfica, os unicos que ele tem são Cristante João Teixeira Samaris e o puto Renato Sanches, só que Cristante é lento para aquilo que o Vitória pretende, João Teixeira ainda lhe falta ganhar estaleca de 1ª equipa (como é normal), Samaris é neste momento um jogador que une o meio campo tirá-lo da posição 6 para a posição 8 só em jogos em que o Benfica precisa de ganhar "corpo" no meio campo, tipo equipas de igual valia, o puto Renato Sanches é a nova coqueluche do Vitória só que lançar o miudo nesta equipa do Benfica com o clima de nervos que anda é perigoso....
Uma coisa é certa a equipa dá o litro, a equipa sente o treinador, o treinador tem mão na equipa (o tal papelinho que o Gimenez leva mostra que o treinador sabe o que pretende e a equipa compreende o que é pedido) falta ali é coesão do grupo em campo, controlo da profundidade defensiva e acima de tudo...falta calma....muito calma....porque se repares o Benfica na 2ª parte até jogou razoavelmente bem, jogadas construidas com calma e com cabeça.......mas depois lá está o nervosismo de tentar marcar leva a melhor e toda a gente quer rematar, destaquei do jogo a entrada de Guedes....interessante a forma como o miudo acalmou a faixa direita, a forma em como se disponibilizou para o jogo e até dividiu a certa altura as atenções com Gaitan, o problema do miudo foi que com o andar do relógio a equipa a ficar nervosa tudo começou a ficar menos pensado demasiado coração e pouco cerebro....dai aquele contra ataque que o Benfica sofre e que dá o golo (embora em fora de jogo) de Ramon Cardozo, Vitória tem de acima de tudo conseguir perceber o que falta a equipa defensivamente.....sem perceber isso, no ataque a equipa vai andar sempre em clima de terror, que ou marca ou num contra ataque adversário está arriscada a perder um jogo...

P.S.: Mais uma entrada perigosissima neste jogo a Gaitan, a forma como Stefanovic aborda o lance é de sem duvida "queimar" o jogador, e foi um lance que poderia ter causado grave mossa no jogador, o árbitro mais uma vez deixa passar o lance em claro......esta semana mais um penalty a favor do Benfica que fica por marcar, aliás 2 se tivermos em conta para alem do lance com o Stefanovic, o lance com Gimenez quando se dá o golo de Jonas, em que Gimenez é claramente agarrado dentro da área....depois o golo do Moreirense claramente em fora de Jogo.....lá está...é o colinho como dizem outros LOL

Ano passado, não me escudei minimamente nas arbitragens,

não estás à espera que tenha pena de ti este ano, pois não? :)

Em relação ao que dizes, Pizzi é um bom jogador, ao lado de Samaris, poderia fazer uma boa dupla num duplo pivô, com Gaitán como 10 à frente deles, acho que era um bom meio campo... agora, tu naquela altura, tinhas Ramirez que compensava muito daquilo que Aimar não conseguia compensar... lá está, eu não consigo perceber como é que um treinador tem as suas ideias bem assentes em anos a fio, e depois, resolve mudar tudo de repente... para mim, enquanto Jonas estiver lá dentro, enquanto ele jogar em 4-4-2 a tentar mudar para um 4-2-3-1 não tendo jogadores para isso, enquanto fizerem de Jonas um dogma, para mim, está tudo muito bem. :)

Cpts.

................

Mercado Fechado (ou quase) a equipa está feito e o plantel fechado, não espero surpresas de ultima hora ao estilo de Jonas na época passada....

O que será deste Benfica...

A meu ver Vitória tem uma pedra no sapato....chama-se Jonas.......o homem marca golos e tb os falha, mas é nesta altura o melhor marcador da equipa....
Sente-se que o Vitória procura mexer na equipa em busca do melhor equilibrio, para continuar a ter Jonas.....em campo.....
A minha duvida prende-se principalmente com o facto de que nenhum dos "8´s" do Benfica sabe fazer aquilo que por exemplo Enzo fazia ou até Ramires....defender bem e saber colocar-se como opção para o ataque, aliás em todo o plantel apenas existe um jogador que oferece garantias a atacar e a defender se jogar a 8.........que é Samaris, mas depois não existe ninguem para jogar a 6....Fejsa, torna-se incompativel com Samaris (ainda não se percebeu bem porquê, mas a verdade é que ambos em campo simultaneamente e a equipa não desenvolve) Cristante é pouco lesto a decidir e faltalhe alguma intensidade e João Teixeira é bom jogador mas o cerebro...é curtinho...logo Samaris é uma hipotese mas sempre como 6, porque ai oferece maior amplitude e mais opções de jogo, o problema é que Samaris é mais afoito no ataque depois.....uma no cravo outra na ferradura....falta depois um 8 que saiba defender e atacar......
Eu sei que falei no tal 4-3-3 com Jonas na esquerda e gaitan atrás lol....é uma opinião minha que sinto que resultaria, mas anyway.....existe uma outra opção que depois de ver com atenção parece-me bem mais interessante e fácil de implementar.
Pensando na ideia inicial de que o Vitória quer que a equipa jogue "a 2 toques" (isto é uma forma simples de dizer que Vitória quer implementar o tal estilo de jogo de passes constantes e circulação de bola), há a necessidade de quem actua a 8 pense o jogo de forma a conseguir aproximar a equipa não deixando esta desequilibrada atrás, logo é alguem que tem de acima de tudo tem de ter qualidade de passe tanto curto como longo e pulmão, sabendo que Talisca e Pizzi reunem estas condições mas não reunem a essencial que é o equilibrio defensivo, como se consegue dar a volta?
Na minha modesta opinião, é aqui que pode haver alguma transformação positiva neste Benfica e que até acaba por bater numa coisa que Vitória pensava, Samaris e João Teixeira, como duplo pivot, nesta situação Gaitan estaria na esquerda e Pizzi ficaria na direita para permitir à equipa manter as ligações mais estruturais, pois tanto Pizzi como Gaitan gostam de procurar as zonas interiores, mas lá está Jonas aqui encaixava com o tal falso 10, porque a equipa basicamente aproveitaria os espaços deixados pela sua movimentação podendo ele depois fazer os tais movimentos da época passada que eram praticamente se mover na sombra do avançado principal, mas na sua frente tinha de estar um jogador mais movel.....Jimenez era o meu escolhido, porque apesar da altura, é um jogador até bastante rápido e tecnicamente evoluido (aqui acho que o Benfica em comparação com Lima não perdeu nem ganhou, Lima era mais explosivo,Jimenez quer me parecer que é mais finalizador), Mitroglou por tudo o que já se viu como não é um jogador que se mova imenso nunca poderá ser o "Pinheiro" para fazer a sombra por onde o Jonas aparece..

Mas atençao Mitroglou e Jimenez são bastante compativeis e penso que serão eles as opções de futuro mas até lá o Rui Vitória tem de estabilizar o meio campo e perceber o que falta a defesa para ficar mais equilibrada, porque ali a questão não é só o Nelson Semedo não ser grande espingarda a defender, e do Eliseu já não ter pernas...o problema é que por vezes o Benfica tem os centrais dentro meio campo adversário e basta que haja uma bola que saia bem colocada nas costas da defesa para que um avançado mais rápido para que o Benfica fique em apuros...

Eu pensaria em ter a defesa mais recuada com o trinco a fechar entre os centrais(como fazia na época passada), e com os laterais a subirem à vez, não como acontece esta época é que para alem do trinco e do 8 estarem lado a lado ambos os laterais estão sempre subidos no limite.....é verdade que dá mais opções no ataque agora na defesa.......acaba por ficar apenas os 2 centrais

Para mim, mete-me confusão numa época tão importante como

esta, com os problemas que estão à vista, André Almeida não ser ele e mais 10... é que o homem é rápido, é forte, tem bom jogo aéreo, tem bons rins, ou seja, em termos defensivos, tem tudo... se somares às dificuldades defensivas de Eliseu em contraste com as suas qualidades ofensivas, com as dificuldades de velocidade de Luisão no centro, e pela necessidade de homens bom barba rija (apesar do homem até ter poucos pêlos na cara :)), não consigo perceber o que faz ele no banco...

João Teixeira em qualquer dos casos, é um jogador interessante para este Benfica, percebo a tua ideia, mas já sabes, eu gosto sempre mais de um 4-3-3, e nem gosto particularmente do 4-2-3-1. gosto mais do 4-1-2-3... e não acredito em avançados a fazer de 10, Co adrianse tentou fazer isso de Postiga, e também Postiga tinha uma grande qualidade técnica, por vezes, a maneira como ele progredia com a bola, como a pisava, fazia lembrar, com as devidas diferenças, Deco... mas foi o que foi, não dá, os jogadores são o que são, para mim, enquanto continuarem a fazer de Jonas um dogma, não me parece que estejam no caminho certo.

....................

O problema do Almeida foi que na International cup deu arraia 2 ou 3 vezes.....e para alem de ser pouco esclarecido com bola no pé o Rui Vitória acabou preterir dele em função do puto Nelson...que na minha opinião tem muita qualidade, mas não para este Benfica, tem qualidade sim para ir jogando não para ser titular absoluto.......O Almeida era a minha opção principal

O Almeida é válido para pertencer ao plantel,

e um jogador útil para fechar um dos flancos ou o meio, quando estamos a ganhar só por um golo. Defende bem, mas de resto....

.... ataca mal, sobe mal, passa mal, cruza mal, técnica é zero e é incapaz de segurar uma bola.

Optimo jogador para o banco, apenas isso. O Nelson Semedo para já está ali muito bem, na expectativa de que evolua a jogar.

Mas o momento, não é para teres dois laterais ofensivos

que defendem mal, um porque sim, o outro será porque é novo... e o futebol também é momento. Aliás, eu lembro-me de Nuno Valente, que apesar de cruzar bem, não tinha profundidade, não tinha minimamente velocidade de lateral, mas era um excelente complemento para o lateral mais ofensivo do lado oposto... o jogador também é o jogador e as suas circunstâncias...

Por outro lado bem sabemos que todos os adversários com que

jogamos, excepto 5 ou 6 (grandes incluídos) estão mais interessados em fazer anti-jogo e estacionar o autocarro do que em jogar futebol. Vai ver ver o comportamento absolutamente NOJENTO dos jogadores do Arouca e do Moreirense contra o Glorioso, à conta do qual ambos os jogos nem 50 minutos tiveram de tempo útil.

Neste sentido surge o dilema: meter uma seta que vá para cima destas equipas fracas e ultra-defensivas, e estar mais sujeito ao contra-golpe ou meter um tampão, que vai fechar mas acrescentar quase nada ao jogo?

Suspeito que André Almeida estará guardado para os momentos de aperto e tudo-por-tudo adversário, e para adversários de maior valia.

O problema é que passará uma época em baixa rotação, mas isso depois logo se vê.

Não sei, sempre vi as equipas mais equilibradas como estando

mais perto das grandes vitórias que as equipas cheias de desequilibrios, ainda para mais, quando jogas com tanta gente no ataque.

................

Nota: Ainda vou ver o Almeida adaptado mas é a Central.....

Bom, quem requalifica o Jonas

Bom, quem requalifica o Jonas à posição do Di Maria, quer pela sua velocidade, pujança fisica, e a facilidade de ir à linha cruzar, mais facilmente adapta o Almeida a central!

Tanto "tà_lento" desperdiçado... O Rui Flores precisa do teu braço direito! lol

Não te esqueças que um treinador só pode aplicar as suas ideias

se tiver um plantel condizente com as mesmas. Mesmo não me inspirando confiança, Rui Vitória neste momento está a fazer o que consegue, tendo em conta que não tem um jogador criativo no meio campo, a ala direita é infinitamente pior do que a do ano passado, e os avançados que tem são como são.

Muito estranho que Jonahtan tenha sido emprestado, tendo em conta que só temos 3 avançados. Sim, porque não considero Nelson Oliveira jogador de futebol.

Dados, a questão é que tu podes sempre adaptar as tuas ideias

ao que existe... por exemplo, JJ não tem um real 6 para o seu modelo de jogo, WC lesionou-se, no entanto, não perdeu tempo a implementar na mesma as suas ideias...

Já falei aqui com o Pedro uma vez, diz-me lá se este 11 não é mais de acordo com as ideias de Rui Vitória do que o que ele tem jogado: JC, André Almeida, Luisão e Jardel, Eliseu; (aqui, sei que tu terás outras ideias, para mim, face à qualidade a atacar de Eliseu, mas também aos seus problemas a defender, até que André Almeida, que é mesmo muito forte a defender poderia cair bem, mas não é aqui a discussão)... meio campo, duplo pivô: Samaris e Pizzi, os dois têm capacidade para queimar linhas e jogar no campo todo, e simplesmente, Gaitan a partir da posição 10... na frente, Jonathan como falso extremo, um extremo de linha do outro lado, e Jimenez na frente... isto não era possível com o plantel do Benfica? é um 4-2-3-1 idêntico às ideias de Rui Vitória...

Claro que teria que pedir reforços, mas lá está, ele já poderia jogar no seu sistema...

Ps. sobre Nelson Oliveira estou de acordo contigo, já tenho essa opinião, tinha sido ele convocado para a seleção para o Euro ou mundial a que ele foi... eu comparo-o um bocado a Higuain, mas espera, na parte negativa, ou seja, é um tipo que tem muita explosão para a baliza, com boa técnica, só que muito individualista e que falha em perceber o jogo, a questão, é que enquanto os remates de Higuains levam fogo para dentro da baliza, Nelson Oliveira é o contrário, tem uma péssima relação com a baliza... resultado, é um individualista que não marca golos, ou seja, uma nulidade.

Concordo, Jonas só dá na área.

Como é um jogador dotado tem a capacidade de vir buscar algum jogo fora dela, mas não por sistema, até porque tal como Mitroglou é incapaz de ser válido quando não tem a bola.

Desta tripla Jonas - Mitroglou - Jimenez só há lugar para dois, e um deles terá que ser Jimenez... desconfio que para já RV manterá Jonas a titular, relegando Mitroglou para o banco.

Sinceramente, com esses três nomes, Mitroglou e Jonas, não

sabem o que é pressionar, e gosto mais de ver Mitroglou ou Jimenez sozinhos do que acompanhados... mas sim, se querem manter o 4-4-2, é Jonas a Jimenez...

Mudam-se os tempos, mudam-se

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, afinal as arbitragens desempatam? Na temporada passada isso nem aconteceu no 1º terço do Campeonato?

Sei ser coerente, e assumo o erro grosseiro do auxiliar que validou o 2-2, golo irregular, mas o Ferreira o benfiquista de Fafe até empurrrou, aliás, o 3º golo nasce de uma falta de Lisandro sobre Ernest, e daí resultou um golo, uma transição do Moreira, valeu uma recuperação de bola em falta, e o golo do benfica. Depois, o Moreira em amarelos ganhou 5-1, o Ferreira preparava a expulsão se necessária para o ataque final, outro "pomaior" do benfiquista de Fafe: 1º parte deu 4 minutos de descontos o benfica perdia. Já na 2ª parte também com paragens e com 6 substituições (minimo 3 minutos), deu os mesmos 4 minutos, mas o benfica ganhava, isto é, não fora o golo do Jonas, o Ferreira levava o jogo para prolongamento como o Paixão em P Ferreira!

Gosto muito do Rui Flores, é muito eloquente, no sentido inverso, ninguem vislumbra os principios, modelo e sistema de jogo do Quque vintage, aí falta-le eoquencia!

Nesta paragem vai fazer uma pre epoca? E o Mitroglou, Jimenez, Samaris entre outros que seguem para a Selecção?

Então e os que ficam? Não serão assim tão poucos.

Já te disse que não perco muito tempo com arbitragens, acho isso um branqueamento de fracassos próprios francamente medíocre, e em última análise o que os grandes têm que fazer é resolver o jogo sem espinhas para precaver eventuais anomalias!

Ontem levámos um golo irregular? Epá, acontece! Mas se tivéssemos concretizado um terco das oportunidades que antes tivemos esse golo não teria levantado qualquer dificuldade.

O que mais critico o árbitro é ter permitido que por 6 vezes os jogadores do Moreirense se tivessem mandado para o chão aos gritos, para queimar tempo e quebrar ritmo de jogo, naquilo que é das mais nojentas formas de anti-jogo e falta de desportivismo e respeito pela modalidade em si. Usar isso pontualmente ainda compreendo, agora fazer disso uma estratégia?! Miguel Leal devia ter vergonha do comportamento dos seus jogadores, e essa seria sem dúvida uma reflexão válida a fazer pela FPF e a APAF.

Dados, concordando contigo,

acho que estás a ver a questão ao contrário, se existe coisa que sempre critiquei na arbitragem, é que são os árbitros que possibilitam esse anti-jogo lesa futebol, esse é o principal problema do futebol mundial no jogo jogado, e poderia acabar facilmente, eles têm a faca e o queijo na mão, eles têm poder para acabar com isto... um tipo precisa de assistência, não consegue nem sequer dar um passo para o lado, depois de sair fica dois/três minutos a secar antes do árbitro olhar para ele, na próxima já pensava duas vezes... agora, culpar quem anda lá dentro, não me parece justo, até porque, quando´estás a lutar com armas tão desiguais, utilizas tudo o que podes, os árbitros é que têm que parar com isto, não são os jogadores.