Política das Casas do Benfica - Caso de sucesso: Palmela! | Relvado

Política das Casas do Benfica - Caso de sucesso: Palmela!

 

Na sequência deste comunicado do SCP não pude deixar de esboçar um sorriso, lembrando-me do que aqui foi dito quando um presidente de um órgão de justiça da FPF foi acusado de, pela sua conhecida tendência clubistica, não poder ser imparcial quando incitado a decidir sobre o seu próprio clube. E neste caso? Qual a diferença?!Sem uma fundamentação apresentada, esta decisão que, na prática, favorece o seu próprio clube, fica manchada pela desconfiança: não conhecemos os factos, a interpretação dos mesmos, a argumentação e a ponderação dada a cada fonte que nos permita perceber a razoabilidade do raciocínio do CD da Federação.Para não haver dúvidas na "tendência" de Marques da Silva, deixo aqui o atalho em causa. Vamos lá ver essa coerência...smayor

Benfica:

Comentários [145]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Parabéns SCP.

``Foi um digno vencedor,do campeonato nacional de júniores referente à épocca 2008/2009..´´ ``O SLB é um organizou todo esse estratagema,para ganhar um campeonato de júniores..´´ Espero que no campeonato que se avizinha,ofereçam tanta competividade dentro de CAMPO como fora dele agora o demonstram... Formação??????????????CAI CEDO. Saudações

Re: Parabéns SCP.

Se analisarem o artigo, não comento a decisão (embora, "pelo que se sabe", discorde), mas sim a falta de transparência nos motivos que fundamentam a decisão! E sobre isso? Alguma coisa a dizer?

Re: Parabéns SCP.

Acham que os verdadeiros adeptos Benfiquistas gostam deste impropério se criou? Eu não, gosto de ganhar em campo. Que se pode fazer para modificar a situação? Eu como adepto e sócio do SLB,não observo que oicialmente seja possível atribuir o título a nenhum dos clubes,simplesmente porque não jogaram a partida..Da minha parte renucio admitir um quaquer clube campeão,é o minimo,é o mais sensato. O sentido orientativo de justiça do SCP,e SLB está a ser ocorrecto? Não..O mais comum adepto quer um jogo em alcochete a portas fechadas.Mas não no mesmo campo.... Os meios de comunicação,hoje aparecem com este video sobre um alegado tendencialismo clubístico desse senhor ao SLB,apenas para piorar a situação,nunca tentam arranjar uma solução apenas destruir o que já se encontra sobre alguma fragilidade...Isso só irá benficiar o Porto. Saudações

Re: Parabéns SCP.

TU GOSTAS È DE MERDA...TU E O JOÃO GABRIEL MAIS O RUI COSTA E O VIEIRA...CORRUPÇÃO... A VOSSA INVEJA È GRANDE nÂO PODEM VER O PORTO A GAMAR TMB QUEREM GAMAR...

Re: Parabéns SCP.

Não questiono a decisão de atribuição do campeonato. Não é esse o objectivo! Mas e a transparência da decisão? Numa situação invertida, não era normal já estarmos a presenciar conferências de imprensa a pedir a intervenção da PJ e a clamar por ética e transparência?

Re: Parabéns SCP.

Mas que transparência ò maior. Se fosses tu a decidir e tivesses apenas relatos orais do que se passou, e um relatório policial que não sabe identificr quem começou os desacatos. O que decidias tu? Atribuías a derrota aos 2clubes como a CD fez ou tomarias uma decisão "magica e organizada"?

Re: Parabéns SCP.

Mas a questão é essa: de onde tiras-te a informação de que são esses os únicos elementos disponíveis para análise? É que eu, pela leitura da decisão não consigo validar o que dizes! E não deveria ser capaz?

Re: Parabéns SCP.

Li no jornal oficial do teu clube...

Re: Parabéns SCP.

No do FCP? ;) A sério, não deveríamos saber quais as fontes "oficiais" consideradas para tomar a decisão? No próprio despacho?

È um boa tentativa...

Toda essa conjectura sobre um campeonato de ``júniores´´,e sua possível dimensão nacional,não irá desvirtuar a realidade do nosso campeonato sénior nos últimos 20 anos,o principal visado(Porto) neste medíocre campeonato não será esquecido através de umas ``pedradas´´.. Se essa for sua intenção,não bastará, para atenuar ou esquecer os casos sórdidos de que tem sido acusado,e com que o povo português tem vido a deparar-se.. Isso na minha interpretação é uma tentativa frustrada,de redenção... Saudações

Re: È um boa tentativa...

Longe de mim tal intenção! Apenas me interessa avaliar a coerência de raciocínio dos meus colegas "relvas"! No seu caso, por exemplo, retenho o facto de, apesar do artigo não comentar o campeonato de juniores ou a própria decisão em si, mas sim o processo de decisão, optar por posicionar-se à defesa em vez de analisar o desempenho do Conselho de Disciplina da FPF (sim, da FPF, ou seja, de abrangência nacioanl, aquele mesmo que tão facilmente colocam no "sistema" azul e branco). Cumps

Re: È um boa tentativa...

Então o meu caro avalia a capacidade cognitiva dos opinadores do fórum,mediante(variáveis)passo a citar: orgãos federativos desorganizados,composto por membros que zelam por seus interesses pessoais(dinheiro),e decisões tomadas por factores atrás mencionados... Pergunto-lhe pertinentemente,´que relevãncia tem a minha singela e humilde opinião,mediante a ganância,desorganização, falta de formação e qualificação dos membros que compõe esses orgãos? Como se pode questionar a justiça num todo,não só neste caso em particular, se a sua génese é amorfa.. Acha racional esse artigo sustentar-se numa situação,em vez de se questionar a incapaciade da justiça(representantes) perante o real interesse do desporto(sano),neste caso específico o futebol... Comece por avaliar quem orienta a justiça no nosso país,e quais as suas reais intenções. Não será a primeira nem a última vez,que eu afirmo que justiça do homem e desporto são incompatíveis.Nunca haverá uma simetria. Sou um fiel seguidor da ideologia OLÍMPICA(mais forte;mais alto;mais rápido),aqui observo como desnecessária qulquer justiça implantada pelo ``Homem´´ Saudações

Re: È um boa tentativa...

Face à sua resposta, e como mantenho que pretendia "medir" a coerência dos relvas (e não como pretendeu dar a entender, a sua capacidade de raciocínio), tenho que realçar novamente que, face a uma situação concreta, contínua a preferir não opinar sobre a mesma, preferindo abordar generalidades (com as quais, concordo!). Manter-me-ei atento a futuras decisões da justiça (civil e desportiva), de forma a validar se mantém a sua avaliação entre sentenças/sentenciados!

Re: Política das Casas do Benfica - Caso de sucesso: Palmela!

Para quem tanto apregoa a verdade desportiva... hehe

Honestamente a decisão da CD da FPF não surpreende

... é apenas algo normal, dentro da anormalidade. Anormal, parece-me, com direito à defesa de todos, é ver aqui poucos Benfiquistas a dizer assim: "A nossa claque envergonha-nos! É um bando de bárbaros que deveria deixar de ser protegida pelo nosso presidente que falaciosamente lhes retirou o apoio institucional, mas cede um espaço e financiamento de forma aparentemente camuflada, mas do conhecimento de todos."

Re: Honestamente a decisão da CD da FPF não surpreende

E ves muitos de outros clubes dizer que as suas claques o envergonham? Não me parece.

Re: Honestamente a decisão da CD da FPF não surpreende

Não sei. Não me lembro da última vez de uma claque do Sporting estar no cerne de uma polémica deste género.

Re: Honestamente a decisão da CD da FPF não surpreende

Para haver confrontos tem k haver 2 lados e não apenas um.

Re: Honestamente a decisão da CD da FPF não surpreende

Penso que qualquer adepto de futebol sério deveria de dizer isso de alguns membros de certas claques. Agora meter todas as pessoas no mesmo saco é que me recuso a fazer. Conheço muitas pessoas que estão ligadas ao NN e à Juve Leo que são de uma humanidade e coerência imaculadas, e são eles os primeiros a rejeitar este tipo de acções. Lá porque um bando de cagalhões decidiram ter os seus 15 minutos de fama não os vou chamar todos de bárbaros. P.S: Aqueles que em Alcochete (e aqui, peço desculpa, mas falo em sportinguistas e benfiquistas) participaram ou incentivaram aquela tristeza sim...são pessoas atrasadas mentais!

São resquicios do estado novo!

Já tinha sido assim no caso Paulo Sousa e na vergonhosa atitude que a FPF teve com o assassinato do Rui Mendes! Salvé Benfica! Saudações Leoninas

Re: São resquicios do estado novo!

Já chega desse teu argumento ridículo... Até porque vindo dum sportinguista caí mal... Vou contar-te um pouco da história do Benfica para ficares a perceber... O Estádio das Antas foi inaugurado a 28 de Maio (de 1952), dia comemorativo da revolução que deu origem ao Estado Novo. O antigo campo do Sporting que o Benfica viria a ocupar em 1941 ficava no topo do Campo Grande, então conhecido como Campo 28 de Maio. Não só o Benfica nunca assim o designou (era, simplesmente, o campo do Campo Grande) como o inaugurou a… 5 de Outubro, data que o estado novo pouco gostava... Além disso, as bandeiras do Benfica que substituíram as da antiga União Soviética (proibidas) aquando das manifestações populares que se seguiram à vitória aliada na II Guerra Mundial (1945) à proibição dos jornais falarem nos “vermelhos” quando se referiam ao Benfica, passando a denominá-los “encarnados”(provalemente não sabias de onde vinha o nome "encarnados e porque" . Desde o silenciamento progressivo do antigo hino do Clube, composto em 1929, denominado “Avante pelo Benfica!” ao facto do Estádio da Luz apenas ter sido utilizado pela selecção nacional 17 anos depois da sua inauguração, em 1971, ao invés dos estádios do Sporting, FC Porto e Belenenses, que várias vezes viram neles jogar a selecção nacional. Isso nas décadas de 50 e 60, quando a maioria dos jogadores da selecção era do Benfica! Era esta a “forte influência” do Benfica durante o Estado Novo? As raízes populares do Benfica, que têm a ver com a sua fundação (bem diferente da do Sporting, por exemplo), nunca deixaram de se fazer sentir. E, ao contrário do que se verifica nos outros clubes grandes (Sporting, FC Porto, até Belenenses), os sócios que ascenderam à presidência do clube são de vários extractos sociais, desde um operário (Manuel da Conceição Afonso) a um aristocrata (Duarte Borges Coutinho). Declarados oposicionistas ao antigo Regime como presidentes, casos mais flagrantes do referido Manuel da Conceição Afonso, de Félix Bermudes, do brigadeiro Tamagnini Barbosa e do capitão Júlio Ribeiro da Costa, que não se quis recandidatar, uma vez que reconheceu que a sua presença à frente do Clube estava a fazer com que este fosse seriamente prejudicado pelas entidades oficiais. Recorde-se que, na altura, a organização desportiva nacional estava fortemente dependente dos organismos oficiais e, nomeadamente, da Direcção-Geral dos Desportos, na época, conhecida por “Direcção- Geral do Sporting”(daí vem a quantidade imensa de titulos nas modalidades...), tal a força que o clube de Alvalade nela tinha… Nela e em várias outras instâncias do anterior regime, como se pode apreciar através da composição do Conselho Leonino à data de 25 de Abril de 1974… Outro exemplo elucidativo da distância que o Benfica mantinha do Estado Novo: o primeiro director do jornal do Benfica, entre 1942 e 1945, foi José Magalhães Godinho, conhecido oposicionista, que chegou mais tarde a presidente da Comissão Central do Clube. Mas se mesmo assim ainda não tivere contente... Fica aqui uma crónica do jornal sportinguista “Record”, em Maio de 2000, Alfredo Barroso, conhecido sportinguista e homem da oposição ao Antigo Regime, criticava os acontecimentos verificados em Assembela Geral recente do Benfica, no tempo da gerência de Vale e Azevedo, e, a dada altura, escrevia: “E, no entanto, nos tempos da outra senhora, o Sport Lisboa e Benfica chegou a ser considerado como uma referência democrática, um oásis onde coexistiam vozes de todas as origens políticas e em que algumas figuras notórias da oposição ao Estado Novo chegaram a ser membros dos órgãos sociais do clube. Digo isto com tanto mais admiração e à vontade, quanto é certo que sempre fui adepto do Sporting Clube de Portugal, o qual, pelo contrário, era conhecido pelas suas notórias ligações ao Estado Novo e foi quase sempre dirigido por figuras mais ou menos proeminentes da extrema-direita do regime salazarista. Para grande desespero de alguns adeptos como eu que, por carolice ou amor à camisola, nunca viraram a casaca, apesar dos dichotes e bicadas (mais que justas) de muitos adeptos do Benfica.” Para terminar ainda ficam aqui as vitórias dos 3 grandes no 20 anos(até 94) depois do 25 da Abril, onde podes ver facilmente que o clube que mais perdeu com isso foi o teu querido Sporting...que curiosamente ou não deixou de ganhar... CN TP Benfica 10 7 FC Porto 8 5 Sporting 2 2

Re: São resquicios do estado novo!

Porque a memória não se apaga e a verdade vem sempre ao de cima convém relembrar a forma como o benfica foi protegido pelo estado novo e a pide: http://caminhosdamemoria.wordpress.com/2009/05/31/ha-quarenta-anos-uma-outra-final-da-taca/ http://futebolar.portugalmail.pt/artigo/20090417/ha-momentos-que-passam-ha-outros-que-fazem-historia Este mais outros exemplos, são a resposta a quem quer apagar a vergonha fase da história de Portugal, onde fascismo e salazarismo se associavam a fátima, Amália Rodriguez e benfica, que como dos pidescos após o 25 de Abril tiveram a cobardia de esconder as suas responsabilidades.

Ó user Skin69, nada tenho a ver com a conversa com

esse user Siopa, ou lá como se chama o tipo mas gostaria que lhe desse a ler se quiser, fica ao seu critério: Benfica era o Clube do Regime… o testemunho é de Mário Coluna o "Capitão"!!! A RTPN decidiu realizar o último programa do “Trio da Ataque” a partir da estação ferroviária do Maputo em Moçambique. Naturalmente tratava-se de um momento oportuno para, em termos de homenagem, se recordarem algumas glórias do Futebol Moçambicano que fizeram carreira e sucesso em Portugal, das quais se destacaram Eusébio e Mário Coluna. Ambos os jogadores são figuras incontornáveis e “responsáveis” dos sucessos e êxitos do Benfica na década de 60/70 e da Selecção Nacional, nomeadamente o 3º lugar alcançado por Portugal no Mundial 66. A presença ao vivo de Mário Coluna no referido programa, proporcionou ao moderador, Hugo Gilberto, o ensejo de o entrevistar e recordar a sua passagem pelo nosso Futebol. Ficamos a saber que Mário Coluna era um jogador com grande personalidade e um líder inquestionável dentro do campo, sendo por esse facto capitão, de tal forma, que os colegas de equipa e da selecção não o tratavam por “tu”, mas sim por Senhor Coluna. Grande surpresa para mim foi ouvir, de uma lenda viva do nosso futebol, a confirmação do “respeito” que lhe mereciam as forças vivas do antigo regime ditatorial de Salazar. Se alguma duvida ainda houvesse, Mário Coluna, encarregou-se de as desfazer. Foi com muito orgulho que confirmou o “respeito” do anterior regime ao Benfica, ao ter sido convidado pessoalmente por Salazar para cortar a fita de inauguração da Ponte Salazar (agora 25 de Abril) em 1966, uma das obras mais emblemáticas do anterior regime, pois tratava-se à data da 5ª maior ponte suspensa do mundo. Estiveram então presentes nessa inauguração os três grandes pilares do regime: Américo Tomas, António Salazar e o Cardeal Manuel Cerejeira. O seu testemunho histórico, fica para a história. De viva voz foi a confirmação, às gerações seguintes, porque razão o Benfica era o Clube do Regime o que lhe permitiu durante décadas consolidar a sua supremacia no Futebol Português. Por ironia ou não, quando a ponte mudou de nome, de Salazar para PONTE 25 de ABRIL, simultaneamente mudaram-se as vontades e aquilo que era a vontade do Regime deixou de o ser porque a Democracia impôs a legitimidade desportiva e enterrou definitivamente a burla que os tentáculos musculados da PIDE (Policia Politica) impunham a todos os níveis e em todos os quadrantes da vida social e da sociedade, nomeadamente desportivos. Obrigado SENHOR MARIO COLUNA pelo seu testemunho histórico. O seu testemunho será contado aos nossos filhos e aos nossos netos quando nos perguntarem, inocentemente, porque é que o Benfica há muitos anos atrás ganhava quase sempre. Autor: Carlos Daniel Jadscl

Re: Ó user Skin69, nada tenho a ver com a conversa com

O benfica é e sempre foi o clube do regime. O clube das forças vigentes, do antes e do pós 25 de Abril. o clube das ajudas extra. O clube dos perdões fiscais. O clube alavancado pela imprensa. O clube a quem tudo é permitido. E isto porquê? Porque foi alimentado de berço, foi-lhe concedido a oportunidade caída do céu de ser "O" clube português por longos anos. O que o mantém ainda neste momento, é a quantidade de adeptos que ainda tem, adeptos esses que lhes foram dados de BORLA e a martelo por um Estado opressor e ultra centralista. Mas a mamagem está a acabar. Cada dia que passa, mais desgraçados estão. Agarram-se às memórias de há 40 anos com unhas e dentes, caminham sobre arames, estão na MERDA.

Re: São resquicios do estado novo!

Um jogo duma final da taça, em que a luta académica estava ao rubro, nada tem a ver e nada prova que o Benfica fosse ou não o clube do regime, como já disse o Benfica não tinha culpa que se aproveitassem das suas vitórias para fazer propaganda... Tudo o que escrevi são factos, comprovados! Agora se o regime se aproveitou do clube, isso pouco me interessa, porque o clube em si nada tinha a ver com o regime nem os seus dirigentes, ao contrário do Sporting... Já agora o Américo Tomás era do Belem...

Re: São resquicios do estado novo!

Sim e então ?! que ganhou o clube com isso ? Um campeonato sem espinhas, onde fomos mehores, mesmo até com as escandalosas arbitragens que haviam na altura ? Quando falarem do Belenenses para conspurcar, pensem bem no que vão dizer ! O Américo Tomás como almirante da marinha que era e como havia muita gente ligada àquele ramo das forças armadas, era sócio do Belenenses e chegou a Presidente da República, como era apanágio antigamente ser um militar naquele cargo, era apenas um homem do regime, não vi o clube ser favorecido por isso !

Man, és fraco a aritmética e quanto a História...

Escreves este enunciado, corrigido nos erros, não leve a mal!!! Sim e então?!(«...???!!!»), que ganhou o clube com isso?(«...???!!!») Um campeonato sem espinhas, onde fomos mehores (MELHORES???), mesmo até com as escandalosas arbitragens que haviam na altura?(«...???!!!»), quem eram os árbitros das arbitragens para o escandaloso??? Quando falarem do Belenenses para conspurcar, pensem bem no que vão dizer!(«...???!!!») O Américo Tomás como (A)almirante da (M)marinha (penso que não era da mercante), gostava, tinha um gostinho especial por tesouras «ERA O CORTA FITAS CÁ DO REINO PORTUCALENSE...???!!!» E como havia muita gente ligada àquele ramo das forças armadas (sócios do Belenenses, devia ser de estarem ali junto à TORRE de BELÉM), era sócio do Belenenses e chegou a Presidente da República, como era apanágio antigamente ser um militar naquele cargo, era apenas um homem do regime, não vi o clube ser favorecido por isso!(«...???!!!») P.s. - Cá o "JE", também não podia ver, pois o acontecido foi na época de 1945/46 e no primeiro ano a do final da Segunda-Guerra Mundial e ano subsequente, penso que só o USER por aqui pasta, até poderei estar enganado é que DINOSSAUROS (diz-se que alguns pesavam umas boas toneladas mas o cérebro era do tamanho de uma ervilha, será...???!!! Cada vez se encontram mais pegadas por tudo o que é SÍTIO desses bichos até aqui no Relvado para o Sintético, tem desenterrado alguns!!! Jadscl

Re: São resquicios do estado novo!

E aliás, ainda sobre esse jogo, os jogadores do Benfica depois de trocarem as camisolas com os jogadores da Briosa, deram a volta ao Jamor com elas vestidas, mostrando a solidariedade com a causa estudantil...

Re: São resquicios do estado novo!

"os jogadores do Benfica depois de trocarem as camisolas com os jogadores da Briosa, deram a volta ao Jamor com elas vestidas, mostrando a solidariedade com a causa estudantil..." Isso é M E N T I R A eu estive lá nesse jogo, tinha 16 anos, não digas coisas que não se passaram.

Re: São resquicios do estado novo!

Bem, quem me deu esta informação foi o meu avô, que estava lá, eu não estava logo não tenho maneira de confirmar... Mas em todo o caso acredito mais no meu avô... Mas uma coisa também é certa, mesmo que isso não tenha acontecido não faz com que uma Benfica passe a ser o clube do regime, e não retira em nada todas as verdades que escrevi...