Gaitán abate turcos com grande classe (CRÓNICA) | Relvado

Gaitán abate turcos com grande classe (CRÓNICA)

Águias vão com vantagem de 2-0 à Turquia e podem agradecer ao argentino, que marcou um golão perto d
 
Gaitán (Benfica 2-0 Trabzonspor - Champions)
Lusa

O Benfica venceu o Trabzonspor por 2-0, com golos de Nolito e Gaitán. E está em boa posição para conseguir o acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões. Mas os golos só surgiram nos últimos 20 minutos, período em que a equipa finalmente conseguiu produzir bom futebol e jogadas de perigo. A segunda mão é daqui a uma semana.

Jorge Jesus optou por Ruben Amorim como titular no lado direito da defesa, com Maxi Pereira - chegado a Lisboa na manhã desta quarta-feira - a ficar no banco, mas a entrar aos 64', recebendo a ovação da noite.

Amorim, que não jogava deste Janeiro, foi o único português a jogar de início e nos convocados só houve mais um, Eduardo. Quatro reforços fizeram parte do onze: Júlio César, Garay, Emerson e Enzo Pérez. E tal como Jesus tinha garantido, Luisão foi titular, realizando uma exibição segura.

O guarda-redes esteve bem nas duas intervenção mais difíceis que teve de realizar; o central mostrou classe a defender e também no passe longo; o lateral fez cortes importantes e o médio direito esteve muito apagado e saiu com problemas físicos aos 54'.

As águias começaram dominadoras e aos 3 minutos, Gaitán esteve perto do golo, ao fazer um chapéu ao guarda-redes turco, que defendeu para canto. A estratégia do Trabzonspor, segundo classificado no último campeonato turco (com o mesmo número de pontos do campeão Besiktas) era clara: todos muito "fechadinhos" atrás e depois tentar explorar o contra-ataque.

Aos 14 minutos o árbitro não marcou um penálti claro a favor do Benfica (agarrão a Cardozo). E estava em cima do lance, muito bem colocado.
Os visitantes deram o primeiro ar da sua graça aos 27'. Adrian surgiu isolado em frente a Artur Moraes e introduziu a bola na baliza. Valeu ao Benfica o facto do médio estar fora de jogo, por poucos centímetros.

Depois de 15 minutos iniciais agradáveis, o futebol dos encarnados entrou numa toada muito previsível. Aimar não "pegava" no jogo e os extremos Enzo Pérez e Gaitán não conseguiam passar pelos adversários. Os excelentes passes longos de Garay eram a principal forma de desequilíbrio, o que diz tudo... E os turcos começavam a ser cada vez mais atrevidos, embora sem criarem grande perigo.

Os jogadores do Benfica continuaram com uma gritante falta de imaginação nos primeiros minutos da segunda parte. E como é habitual na Luz, a intolerância era maior para Cardozo, constantemente assobiado.

Aparecem Aimar, Nolito e Gaitán

Como não via melhorias, Jorge Jesus decidiu fazer entrar Nolito aos 54'. O sacrificado foi Enzo Pérez, que não estava nas melhores condições físicas. E cinco minutos depois, finalmente uma oportunidade para as águias: Aimar, à entrada da área, atirou muito por cima, num lance em que 'El Mago' não fez jus à grande classe que se lhe reconhece.

Pouco depois, Saviola atirou ao poste, na melhor oportunidade de golo até essa altura. O lance começou numa grande "arrancada" de Aimar, que começou por fim a "pegar" no jogo. E com Aimar em bom plano, já se sabe que o futebol do Benfica melhora...

Foi Aimar quem descobriu Nolito solto na área, passando-lhe a bola para o jovem formado no Barcelona marcar o 1-0, aos 71'. O extremo entrou muito bem em jogo, trazendo a profundidade que faltava. E logo a seguir, mais um penálti ficou por marcar a favor da equipa portuguesa.

Já com Witsel no lugar de Aimar, o Trabzonspor cresceu e teve duas grandes oportunidades para marcar no espaço de 30 segundos. Numa, valeu Artur. Na outra... a fortuna.

Mas o melhor estava para vir. Gaitán encheu-se de brios e fez o 2-0 num remate fantástico, aos 88'. Um golo muito parecido com outro que obteve na época passada, com o Paços de Ferreira.

Benfica:

Comentários [99]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Não inventei, que como disse

Não inventei, que como disse só vi 30 min de jogo.
Só nesta página, e só de users (penso eu) benfiquistas:

GVF:
E deixei o guarda redes para o fim, pois foi, com Luisão, o homem do jogo. Não fez nenhuma defesa vistosa. Não fez nenhuma defesa complicada. Mas a sua tranquilidade entre os postes e a forma decidida com que sai às bolas revelam claramente que estamos na presença de outra estirpe de guarda redes.
O Eduardo não tem hipóteses de sequer cheirar a tinta da baliza do Benfica.
Artur Moraes é o guarda redes do Benfica. Luisão é o capitão do Benfica!

luis sá:
Artur - Esteve excelente em todos os aspectos do jogo quando chamado a intervir e nota-se que transmite uma confiança muito grande aos colegas e equipa e não menos importante aos próprios adeptos

Zé Bentão:
Artur - Pouco se viu excepto no final. Ficou-me na retina a opção de mandar para canto de calcanhar sob pressão e algumas boas saidas a cruzamentos (já não tinhamos um GR que saisse bem a cruzamentos à algum tempo). Também vi alguma indecisão a sair a algumas bolas corridas (talvez quando tiver mais rotação com a sua nova dupla de centrais). 7/10

LOl sabes ler?Os três textos

LOl sabes ler?Os três textos referem tranquilidade apesar de não ter tido muito trabalho

É isso, pouco trabalho, igual

É isso, pouco trabalho, igual a ser dos melhores em campo...

GVF: E deixei o guarda redes

GVF:
E deixei o guarda redes para o fim, pois foi, com Luisão, o homem do jogo. Não fez nenhuma defesa vistosa. Não fez nenhuma defesa complicada.

Zé Bentão:
Artur - Pouco se viu excepto no final. Ficou-me na retina a opção de mandar para canto de calcanhar sob pressão e algumas boas saidas a cruzamentos (já não tinhamos um GR que saisse bem a cruzamentos à algum tempo).

Isto são excertos dos textos que tu escolheste....E se os users estão contentes é por sentirem segurança, alias como eu também fiquei.

Sim, eu também ficava

Sim, eu também ficava contente, depois de um ano a levar com o espanhol.

Se leres o resto dos comentários, a generalidade acha que os melhores em campo foram o Luisao e o Artur.

Mantendo-me no assunto original, no pouco que vi, o "Transonspó" meteu o Paulo Henriques 2 vezes na cara do GR, e há uma jogada aflita na area em que é obrigado a ceder canto. No mesmo periodo de tempo, o SLB marcou 2 golos e enviou uma bola ao poste.
O Curva falou em 4/5 oportunidades dos turcos, eu disse que tinha visto 3, e o Ramzi achou exagero.

Achei e continuo a achar...

Se eles tiveram 3 oportunidades de golo, nós tivemos 30. Depende do que consideras uma oportunidade. Artur esteve seguro, daí a ser dos melhores...

Ok se ficaste contente com a

Ok se ficaste contente com a produção da tua equipa, quem sou eu para achar que não tem andamento para a Champions.

Onde é que leste...

...de qualquer benfiquista (fora um rapazito ali em baixo) que queiras citar...que ficámos contentes com a produção da equipa?!

Não li, foi uma interpretação

Não li, foi uma interpretação das palavras do Ramzi.

E porque não havia de ficar contente? Se o SLB dominou o jogo, e criou 10x mais oportunidades que o adversário?

Capt...

...o que raio tem uma coisa a ver com a outra?

Quando o Luisão sai como o

Quando o Luisão sai como o melhor em campo e é visto como jogador de "classe" está tudo dito acerca do que foi o jogo, e da qualidade dos intervenientes.

Ontem, e por causa do Enzo vermelho, fui à Wikipédia, ler o que diz sobre Enzo Franciscoli (o uruguaio); houve um paragrafo que me fez rir... O OM caiu nas semifinais também da Copa dos Campeões da UEFA, sendo eliminado pelo Benfica pelo critério dos gols marcados fora de casa - os encarnados venceram no Estádio da Luz por 1 x 0 depois de terem perdido por 1 x 2 no Vélodrome.[44] O detalhe é que o gol benfiquista, feito a oito minutos do fim, foi marcado com a mão, mas a irregularidade não foi invalidada, tirando da final o elenco de Francescoli, Jean-Pierre Papin, Chris Waddle e Jean Tigana.

pode-se considerar essa a

pode-se considerar essa a verdadeira mao de deus, pois esse marselha de tapie corrompeu arbitros e drogava os jogadores com doping. Foi tudo provado e ate lhes retiraram uma champions e desceram de divisao, por isso , foi um acto justo contra um clube batoteiro.

lolol

doping... por acaso houve mais uma estranha história sobre isso no basket português.... mas deve (outra vez) ter sido coincidencia.

por essa ordem de ideias..

..sp que roubarem contra o slb é justo, pois vocês são um clube de batoteiros.

Por altura dos casos do marselha, andavam vocês a corromper árbitros e a oferecer-lhes putas antes e depois dos jogos. E depois lá vos validavam golos com a mão.. e sobre doping vocês só numa época conseguiram ser apanhados em 3 modalidades diferentes.. lol

Ladrão que rouba ladrão

tem mil anos de tesão....perdão perdão!

4, 5??

Excelente contagem.

Mas continua a encher o peito. Pode ser que te fodas... :)

Duvido...

..este ano ainda estamos mais fortes.
Os Portistas não enchem o peito,temos sim muita confiança em quem dirige o clube.Espero que o treinador nunca tenha que convocar um jogador,que esteja atravessar o Atlântico.

Bem sei que és louco pelo Aimar,mas não achas que o Gaitan rendia muito mais na quele lugar?

Louco?

Não confundas...

...é um jogador como já não existe no futebol moderno e um homem que parece ser cada vez mais escasso neste "negócio". Tem a minha admiração pela forma como, em campo, revela tudo isso e muito mais.

Talvez o Gaitan rendesse mais naquele lugar, sim...mas vai ter a sua oportunidade de o provar...

Tens mesmo...

...tendência para a advocacia de defesa... :)

E como é óbvio, só me estava a meter com o Curva.
É por demais notória a fragilidade defensiva do Benfica...daí já ter referido que me parece essencial meter o Witsel ao lado do Javi enquanto não ficava consolidado aquele sector...mas o Jesus lá saberá.

O Paulo Henrique parece-me claramente o jogador "mais" dos turcos.

Luisão, Garay e Javi, três

Luisão, Garay e Javi, três armários com rins duros, prometem momentos interessantes este ano. E Aimar lá conseguiu arrastar-se durante 75 minutos nada mau, hein?

(bem bom o passe para golo, mas muito pouco para tanto tempo)

Arrastou-se...

...arrastou-se...

Foi penoso de se ver...
E Luisão, Garay e Javi prometem momentos muito interessantes, sem dúvida...quanto mais não seja porque vão estar imensos não-benfiquistas mais atentos a eles do que aos armários do próprio clube que supostamente apoiam...

Sinceramente, este jogo...

...valeu por começar a colocar na cabeça dos jogadores que agora é a doer.

De resto, revelou que ainda falta muito trabalho pela frente, nomeadamente nos corredores laterais, onde tanto Gaitan, como Enzo Peres continuam a não fazer aquilo que, p. ex., Salvio fazia: estender o jogo e abrir espaço nas alas.
Por outro lado, a ausência de Maxi em favorecimento de um Amorim também bloqueou muito daquilo em que se baseou o jogo do Benfica nas últimas duas épocas: transições e tabelinhas rápidas entre o lateral e o médio interior/extremo. Com a entrada do uruguaio, percebeu-se (e de que maneira!) a sua importância. E a p*ta da renovação, ó Vieira???!!

Do outro lado, uma das agradáveis supresas da noite, pela consistência defensiva e sentido táctico, Emerson, pecou por ainda não arriscar nas subidas do terreno, se bem que na 2ª parte já se percebe que capacidade para o fazer não lhe falta. Precisa de minutos de jogo para perceber as movimentações da equipa...

No centro, Garay e...Luisão. Em campo é que se pedem desculpas...e o capitão fê-lo. Com classe. Com distinção. E adorei o pormenor "à la Ricardo Rocha". :) Pena que do outro lado não estivesse o Liedson...
Quanto ao seu novo parceiro de eixo defensivo...segurissimo e concentrado. Ainda é muito cedo para dizer o quer que seja...mas 2º jogo pelo Benfica...2º jogo em que não sofremos golos. Vale o que vale...

Javi...sem comentários. Pêndulo, seguro, desde que chegou à Luz que tem crescido como jogador...e parece que o quer fazer com aquela camisola vestida. Quando assim é, a devida vénia...

Aimar...escondido do jogo, receoso, incapaz de criar desiquilibrios com Saviola...ao qual também não terá sido indiferente os autocarros turcos metidos em frente à baliza na 1º parte. No 2º tempo, com outro espaço...foi o que se viu. Bastou uma nesga para passar (e que passe!) a bola para um oportuno Nolito...

Enzo Peres...lesionado, com predilecção para o um-contra-um e incapaz de abrir na ala. Prefere terrenos mais interiores, o que me parece que terá de ser trabalhado. De qualquer das formas, é fácil de perceber que é um jogador dotado tecnicamente e que não tem medo do confronto. Contudo, não me parece capaz de assegurar, neste momento, a titularidade na asa direita do Benfica.

Saviola e Cardozo...estes têm que ser referidos em conjunto, pois ambos pouco ou nada fizeram. Muito amarrados na teia defensiva do Trabzonspor na primeira parte, com mais espaço na segunda...mas igual desempenho: fraco. Saviola ainda abanou o poste. Cardozo somente a espaços saiu da mediocridade.

Gaitan: este gajo, para mim, é um mistério. Tem uns pés que parecem mel, uma cabeça para o futebol fantástica e parece que consegue jogar em praticamente todas as posições do meio campo para a frente. Acho que até a ponta de lança o gajo rendia. O que poderia ser uma vantagem, parece-me a mim que é um problema, pois é também um jogador que se esconde do jogo em dados momentos...mas, filha da p*t*, quando aparece, leva um gajo a mandar caralhadas de meia noite. Marcou um golo de antologia. Remate fabuloso! Não é, para mim, o homem do jogo, pela inconsistência demonstrada e pelas sucessivas perdas de bola, nomeadamente na primeira parte...

Nolito...irrequieto, raçudo, voluntarioso...e adaptado ao futebol europeu. Entre Enzo e este, penso que nem sequer há margem para discussão. E o cabrão do espanhol continua a fazer lembrar o Simão...gosto!

Witsel...fui eu o único a reparar na diferença, táctica e posicional, do Benfica quando este gajo entrou? E fui eu o único a reparar que este gajo é um motor em termos de compensação no meio campo? Espero que não se perca, pois este miúdo é uma pérola. O Jesus que não seja estúpido e o meta a jogar ao lado do Javi, pois ficamos com um meio campo que é quase uma muralha!!! Adorei vê-lo a assumir o papel de primeiro recuperador da bola...junto da área adversária. E a ir dobrar o Emerson...vindo do lugar do Maxi.
Se não correr mal...este chavalo tem tudo para ser um dos grandes jogadores do Benfica esta época...

E deixei o guarda redes para o fim, pois foi, com Luisão, o homem do jogo. Não fez nenhuma defesa vistosa. Não fez nenhuma defesa complicada. Mas a sua tranquilidade entre os postes e a forma decidida com que sai às bolas revelam claramente que estamos na presença de outra estirpe de guarda redes.
O Eduardo não tem hipóteses de sequer cheirar a tinta da baliza do Benfica.
Artur Moraes é o guarda redes do Benfica. Luisão é o capitão do Benfica!

Ontem ganhámos sem deslumbrar, mas há ali matéria prima que todos desejamos que o Jesus saiba trabalhar...

Concordo com quase tudo, mas

gostava de fazer umas ressalvas. O SLB como lacunas do plantel não tem substituto à "altura" de Cardozo e quando digo à "altura" é um avançado com as suas caracteristicas. Por outro lado, Jardel, Miguel Vitor e Fábio Faria estão a anos luz de Luizão e Garay. São situações que têm que ser revistas, parece-me que Dédé e Hugo Almeida seriam boas soluções.
Creio que JJ vive hoje num dilema táctico, jogando Javi e Witsel a equipa fica mais consistente e pressionante. Nos jogos com equipas a doer estou quase certo na utilização destes jogadores. A questão que se coloca é qual o jogador preterido? Saviola ou Aimar?

Sim...

...faltaria eventualmente um ponta de lança para render Cardozo...se bem que não desgostei de ver na 2ª parte contra o Toulose aquela frente de ataque móvel, tendo (se não me falha a memória) o Saviola como homem mais avançado.

Hugo Almeida não o queria nem pintado. Prefiro apostar num Rodrigo (ao menos que se faça render o peixe) e ainda falta o Nélson Oliveira. A ver vamos.

Miguel Vitor tem que ficar. Não tem a mesma qualidade dos titulares, mas nunca o vi a comprometer um jogo quando usa aquela camisola. Jardel...é bom de cabeça, mas muito frágil no um-contra-um, algo que estendo a Fábio Faria.
Para mim, fazia um forcing pelo Mangala.

E nos jogos a doer, mais do que a utilização de Javi e Witsel, a verdadeira dor de cabeça é...que jogadores meter dali para a frente.
Há margem de manobra para quase tudo. Tanto podes deixar o Aimar no banco (entra Gaitan ou Bruno César), como podes deixar o Saviola (metendo Nolito e Gaitan nas alas para servir o Cardozo), e ainda deixar o Cardozo, enchendo praticamente o sector ofensivo de gajos dotados tecnicamente e com elevada capacidade de passe.
Sei lá...olha...o Jesus que descalce a bota, pois a mim não me pagam a fortuna que ele recebe... :)

Miguel Vitor peca por ser baixo

e não tem a qualidade de Garay e Luizão. Poderá ser um bom elemento para completar o leque de centrais, mas não tem capacidade para pegar de estaca. É uma pena que o tivessem feito rodar em Inglaterra, seria preferivel um clube da nossa Liga, porque o estilo de futebol não tem nada a ver, a II Liga Inglesa é o tipico futebol inglês que já não estamos habituados a ver na I Liga inglesa.
Quanto a Rodrigo é um avançado mais móvel que Cardozo e uma coisa é rotinares uma equipa com um avançado fixo e forte fisicamente outra coisa é, por motivo de lesão, castigo ou baixa de forma, Cardozo não poder jogar e substitui-lo por um avançado com caracteristicas diferentes como Rodrigo ou Jara. No que toca a Nélson Oliveira é um dos mais promissores avançados portugueses, mas não tem evoluido como eu esperava, se bem que ainda vai a tempo.

Não aprecio...

...o Miguel Vitor ao ponto de lhe dar a titularidade...mas é um central mais que competente para fazer parte das segundas linhas. É uma opção válida com capacidade, creio, para crescer...

O "problema" Cardozo também passa pela criação de outro tipo de rotinas de jogo. O Jesus tem plantel para o fazer; para estabelecer um plano B. Vai depender, de facto, de ter unhas para tocar guitarra...e olha que o Nelson Oliveira não seria uma má opção ao tal avançado fixo como o é Cardozo...

Miguel Vitor nunca

Miguel Vitor nunca comprometeu e até conseguiu algo inédito, acabou com a carreira dum arbitro. Muito fraquito, mas entendo que o queiras no plantel, é da cantera e tal...

Eu gostava mesmo...

...de saber qual é que é o vosso problema, caralho!

Fraquito? Porquê? Tens lá um Maicon no teu clube que é um enterras de primeira...mas está lá quieto em fazer o quer que seja em relação a isso.
Diz-me lá porque é que o Miguel Vitor é fraquinho.

E acabou com a carreira de um árbitro? Curiosa interpretação...mas enfim...não deves de ser do tempo de veres Rolas e Pratas a fugirem dos jogadores do teu clube...

O árbitro a que te referes acabou com a própria carreira. Daqui fazes as interpretações que quiseres...
Foda-se..."é da cantera e tal", vejam-me lá bem...

Qual Rola....

..o que já trabalhou para o benfica?

...

...sim...