"Jesus e Villas-Boas devem apostar na Europa" | Relvado

"Jesus e Villas-Boas devem apostar na Europa"

Exclusivo: Rui Águas, antigo jogador dos encarnados e do FC Porto, aconselha os treinadores a poupar
 

Rui Águas vai ser um observador atento do Benfica-FC Porto deste domingo, ou não tivesse representado os dois clubes enquanto jogador. Águias e dragões estão envolvidos em várias frentes e já na próxima quinta-feira há jogos importantes das competições europeias. Fará sentido que André Villas-Boas e Jorge Jesus façam algumas poupanças na Luz, mesmo tratando-se de um clássico? Rui Águas acha que sim.

"Claro que existe alguma rivalidade, mas coloco a hipótese de desvalorização desta partida. Admito que não seja fácil para o público, mas há que ser realista e numa altura em que o campeonato está resolvido, Jorge Jesus e Villas-Boas devem apostar na Liga Europa", frisa.

Se os azuis e brancos vencerem, sagram-se matematicamente campeões. Algo que o antigo ponta-de-lança considera "pouco provável".

Rui Águas explica que "as duas equipas estão num bom momento, mas o Benfica tem ligeiro favoritismo porque joga em casa". Por outro lado, Rui Águas lembra que o FC Porto "tem o título garantido e mais tarde ou mais cedo será campeão". Ou seja, "não se trata de um jogo decisivo" para o líder da Liga, embora "exista certamente motivação para conquistar o campeonato na casa do rival".

Já no que toca ao Benfica, o antigo futebolista frisa que "a motivação também estará presente, por causa do orgulho, para impedir que o FC Porto seja campeão sem derrotas, algo que só foi alcançado uma única vez [com Jimmy Hagan, em 1972/73] e para mais uma vez mostrar que a sua capacidade é semelhante à do adversário".

"Hat-trick" inesquecível

Rui Águas recorda com particular saudade um Benfica-FC Porto: "Em 1986/87 vencemos por 3-1 e eu apontei três golos, no estádio da Luz. Foi o meu melhor clássico". Negativamente, lembra o FC Porto-Benfica de 1989/90: "Estive em dúvida até à hora do jogo, pois estava lesionado. Fui titular e tive de sair ao fim de 10 minutos".

O antigo internacional português aposta em três jogadores de cada lado para decidir o jogo. "Aimar, Saviola e Cardozo no Benfica; Hulk, Falcao e Guarín no FC Porto", antevê.

Rui Águas garante que vai assistir ao jogo "de forma neutra, não torcendo por qualquer equipa", até porque, explica, vai comentar o mesmo para um órgão de comunicação social.

Por outro lado, não esconde estar preocupado com o ambiente que rodeia este clássico fora do campo. As últimas viagens do Benfica ao norte do país têm sido marcadas por incidentes graves e o clube da Luz já anunciou que não vai deixar que os adeptos portistas entrem nas bancadas com bandeiras e estandartes, o que já originou dura resposta dos azuis e brancos. "Hoje em dia é possível acontecer qualquer coisa e infelizmente há quem fomente este mau ambiente... Tem de existir uma grande operação de segurança e nada poderá falhar. Mas acredito que tudo esteja estudado", afirma.

Benfica:

Comentários [2]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Exactamente Rui Aguas

E deixarem de se picarem um ao outro

Cumprimentos

Mais valia estares em casa,

Mais valia estares em casa, que ouvir os teus comentários é penoso. Um cromo de primeira, este.