Crónica: O campeonato da impunidade | Relvado

Crónica: O campeonato da impunidade

 

No último fim-de-semana tivemos precisamente mais 2 exemplos da impunidade absolutamente vergonhosa, suportada por uma dualidade de
critérios descarada por parte do árbitro. Por um lado, Fucile é expulso após 2 cartões amarelos mal exibidos, o segundo dos quais
quando sofre uma falta passível de grande penalidade. Olegário Benquerença, para não assinalar pénalti, optou por admoestar o jogador
portista e consequentemente expulsá-lo do campo. Pouco depois Di María por duas vezes "simula" falta dentro da área. O árbitro
naturalmente deixou o lance seguir, mas de forma absolutamente escandalosa não seguiu o mesmo critério.Numa outra jogada Luisão volta a cometer uma agressão, desta feita sobre Belluschi, no entanto, mais uma vez, é poupado à expulsão!
Incrível!Se pensarmos que o Benfica, nos confrontos directos frente aos 2 principais rivais (Porto e Braga), não conseguiu
demonstrar evidente superioridade, é fácil de constatar que a regularidade das vitórias frente a equipas mais pequenas foi decisiva na
previsível conquista do campeonato. Também é fácil de constatar as diversas vezes que o Benfica foi altamente beneficiado, nomeadamente
através da vergonhosa poupança dos seus jogadores a expulsões, facto que tem importância maior não só pelo facto em si, mas pela
estratégia utilizada pelos encarnados assente numa pressão alta agressiva que lhe permite ter mais posse de bola e recuperá-la
próximo da área contrária!Assim de repente é fácil de lembrar a recente agressão de Luisão a Belluschi, a entrada a matar do mesmo Luisão a Liedson e porque não um
reflexo dessa impunidade do mesmo central brasileiro na Taça da Liga quando, de forma cobarde, pontapeou um jogador caído no chão e
também nada lhe aconteceu. Temos também um Javi García que aplica um "coice" a um jogador do Vitória SC em lance para
grande penalidade e nem falta é assinalada! O mesmo jogador a agredir Meyong em Braga, David Luiz a agredir um jogador do Olhanense,
para não falar das inúmeras faltas que faz em todos os jogos com total à vontade, ou Maxi Pereira que tem liberdade para fazer
algumas entradas duríssimas sem que nada lhe aconteça.A semelhança é que em todos estes lances e muitos outros ao longo do campeonato, ou o árbitro não agiu disciplinarmente ou quando o fez optou
sempre pelo cartão amarelo em detrimento do cartão vermelho. Se na defesa e no meio-campo a impunidade refere-se à agressividade dos jogadores,
do meio-campo para a frente esta reflecte-se nas simulações. Ramires, Saviola, Di María, Aimar e Fábio Coentrão têm tanto de bons
jogadores como de excelentes simuladores. Jogo após jogo as simulações são uma constante e têm os seus frutos! Agora admoestar os
jogadores por serem enganadores? Não, nem pensar!Em sentido oposto o Benfica desde o inicio que beneficia do critério "apertado" dos árbitros que lhe permite jogar por diversas vezes
frente a 10 e 9 jogadores, tal como vimos no Dragão.Posto isto e numa altura em que o campeonato está prestes a terminar, é caso para questionar que "decreto" é este exclusivo da equipa benfiquista?
O que seria este campeonato se a justiça fosse igual para todos? Em conclusão, o Benfica podia ser campeão sem ajudas da arbitragem? Podia, mas não era a mesma coisa..
Zefil

Benfica:

Comentários [180]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

O artigo dos chorões

Falam dos outros sem moral nenhuma. Mas é compreensível, como são grandes chefes de familia, mas perseguidos e provocados por tudo e todos, logo umas autênticas vitimas e verdadeiros santos, este artigo até tardou em aparecer. Mais um artigo chorão ao nível dos adeptos complexados dos clubes adversários que teimam em dar protagonismo ao Glorioso. Temos fãs. E depois os complexados somos nós? Cumps PS - a minha critica, como é óbvio, apenas é dirigida a quem se sentir afectado por ela.

Re: O artigo dos chorões

mas o pior é que está a vista quem merece ganhar a liga...mas há pessoas que teimem em admitir e vão buscar historias de quem foi beneficiado e etc...historias ridiculas visto as estatisticas

Re: O artigo dos chorões

Sem dúvida. É apenas conversa de mau perdedor. Nada de novo. O que eu achei piada é que chamam chorões ao outros quando fazem precisamente o mesmo. Enfim, nada de novo.. Siga.... O que interessa agora ao Benfica é o próximo jogo. É o mais importante do campeonato. Cumps

Re: Crónica: O campeonato da impunidade

a corja do regime goza de impunidade que até salazar inveja,só os seguidores fanáticos e os fracos sem personalidade e facilmente orientaveis é que não vêem! vamos todos esperar para ver quando vaí actuar a comissão subserviente da corja para castigar aquele tipo que tem tanto de inteligente como de bonito chamado luisão por causa da conduta que teve no acesso aos tuneis no dragão! ficou demonstrado que o magico dentro de campo é superior ao clube do regime perdendo apenas nos tuneis.(se bem que bellushi fez um tunel ao aimar que os adeptos do magico vingados) ps:na capital do regime qualquer um que defenda os interesses instalados é jornalista!

resquícios de um país retrógrado

e profundamente complexado. Foi isto o que herdamos do Antigo Regime. Um país completamente centralizado, onde o poder central absorve tudo para si. Onde há toda uma máquina que patrocina e ampara um. Dizem os tolos que o benfica é o único clube nacional... se pensassem bem, esse aspecto só afere a lavagem cerebral que levaram de um Estado fascista que nunca promoveu a liberdade de escolha e a descentralização. Sempre se rumou para um lado. Sempre se desviou para um lado. Sempre se afunilou para um lado! Alguma vez se encontram adeptos da Juventus em Nápoles? Alguma vez se encontram adeptos do Manchester United em Liverpool? Alguma vez se encontram adeptos do Bayern em Dortmund? Só aqui, neste país profundamente complexado é que se encontram franjas de adeptos gigantescas que apoiam o clube da capital em deterimento do clube da sua localidade! Isto é o legado que o Estado Novo nos deixou. Nunca se promoveu a igualdade, a oportunidade e a liberdade de descentralizar! Sendo assim, quando era o próprio Estado que promovia UM clube, nacionalizando-o e promovendo-o a toda a população, é óbvio que hoje em dia tenham os adeptos que têm. E sendo assim, JAMAIS a justiça desportiva será imparcial, quando dominam o grande grosso dos adeptos em Portugal. Reflexos decorrentes disso? Os óbvios amparos, as penas leves, os tapares de olhos, as ajudinhas, a PROPAGANDA. Obviamente que é e sempre será o clube que normalmente é mais favorecido em relação aos demais! Porque o país AINDA continua ULTRA CENTRALIZADO.

Re: resquícios de um país retrógrado

Olha, eu atirei-me aos livros. Aliás, não faço outra coisa... E continua em aberto o convite para discutir este assunto de forma séria e sem clubismos agudos à mistura. Falares de uma ultra-centralização do país, ignorando os aspectos que fizeram com que, nessa altura, Portugal tivesse um enorme desenvolvimento em zonas para além de Lisboa (e olha que eu moro numa delas); relegares para segundo plano que foi durante o Estado Novo que a Era industrial chegou definitivamente ao nosso país (e que as principais industrias nem sequer ficaram localizadas junto de Lisboa. Muito pelo contrário, duas delas até foram metidas bem no interior); nem sequer mencionares o que foram as políticas de exaltação da individualidade portuguesa, não lisboeta; a descentralização nas políticas de educação; a reforma agrária dos anos 50...enfim...ficava aqui o resto do dia. A promoção do SL Benfica aconteceu já com um intuito político...mas foi feita na mesma medida em que foram marketizadas as imagens do Sporting, do Belenenses e da Académica, enquanto instituições de exaltação nacional (e olha que o teu Porto também andou metido ao barulho, em particular após o boom financeiro dado às exportações do Tawny a partir de 1955, com a lógica corporativista que dai adveio e que até veio a constituir a salvação e consequente base de lançamento do que é hoje o vinho do Porto). Não digas disparates...há muito para dizer acerca do que foi o Estado Novo no futebol...

Re: resquícios de um país retrógrado

Lembras-te do que eu disse do Sartor? Ainda continuas a elogiar-lhe o pensamento? Enfim... nem tenho tempo a perder com gente que fez os seus estudos entre um episódio do Son-Goku e um Agora-Escolha. E depois, vem o tipo falar-me em morangos... lol!

Re: resquícios de um país retrógrado

"Eu quero é arbitrar no Norte !!!" :-)

Parabéns....

... por ires à liga Europa. Continua a massturbar-te à conta do teu presidente!

Re: resquícios de um país retrógrado

A única coisa que tu herdaste foi esse ódio ao Benfica e o facto de acreditares que os outros são burros e acreditam no que escreves ... pena é que não tenhas herdado um pouco de inteligência, de honestidade, e alguns valores morais.

Re: resquícios de um país retrógrado

tu és tão pequeno, que nem te apercebes que no meu discurso, o benfica é um factor secundário, uma consequência de. engraçado, todos a insultar o orador, nenhum a rebater o discurso... queres um conselho? atira-te aos livros.

Re: resquícios de um país retrógrado

Então explica lá onde fostes buscar que não se encontram adeptos da Juve em Nápoles e os restantes exemplos. Em que te baseias para fazer essas afirmações? Onde estão os factos ou estatísticas? Alguma vez saíste da tua terrinha? Eu vivi muitos anos em Espanha e conheci madrilenos que eram adeptos do Barça, do mesmo modo que eu sou portuense e sou adepto do Benfica. És useiro e vezeiro em basear as tuas teorias e argumentações em presunções sem fundamento. E, por último, quando a mensagem é tão fraca que não merece sequer ser ouvida, atacamos o mensageiro por este nos vir incomodar.

Re: resquícios de um país retrógrado

ó toninho, o problema não é existirem adeptos do Barcelona em Madrid, ou do benfica no Porto; o problema é existirem GRANDES FALANGES MAIORITÁRIAS de adeptos de localidades que distam a 300 kms do clube que apoiam, em detrimento dos CLUBES das suas LOCALIDADES, compreendes, zezinho? Isso afere o quão CENTRALIZADO o nosso país está e o legado que nos foi deixado pelo regime do Estado Novo! Isso só acontece porque o Estado no tempo do Antigo Regime FOMENTOU que isso acontecesse, ao apoiar, PATROCINAR e destacar UM CLUBE acima dos restantes, em Portugal, numa política de dar entretenimento ao povo, tolhendo-o de uma visão periférica e acorrentando-o a uma vida sem expectativas e longe do conhecimento, de forma a facilmente controlá-lo. Quanto à tua consideração acerca de mim, quem és tu fedelho? Viveste em Espanha, aqui ao lado? Isso faz de ti o quê? Que sabes tu de mim? Porque te arrogas ao direito de traçares um perfil ao que eu sou ou de onde venho ou por onde já passei? Só demonstras infantilidade! Mantém-te no tema! Dialoga! Troca argumentos! Não cedas à infantilidade! Não sejas cobarde, como os teus pares!

Re: resquícios de um país retrógrado

resquícios de um país retrógrado e profundamente complexado A respeito daquilo aconselho-te este livro do filósofo José Gil. http://www.wook.pt/ficha/portugal-hoje/a/id/196094/filter/

Re: resquícios de um país retrógrado

Os outros se não cumprem vão parar à 2ª liga, mas os vermelhos podem dever o que quiserem que não acontece nada. Um dia ainda vamos ter o país a pagar a dívida deles.

É verdade..

esqueci-me de mencionar o prémio fair-play que devia ser entregue a dois dos vossos mais bravos lutadores: Bruno alves Raul Meireles Pobres coitados que se fartam de apanhar sarrafada por esses relvados fora. Tens uma lata do catano... não tires essas merdas que tens nas laterais dos teus olhos que te toldam o olhar que não é preciso!

Re: resquícios de um país retrógrado

então vamos equilibrar isso com quem julga dentro de campo - deem-lhes: Putas Viagens Quinhentinhos Conselhos a familares em vesperas de jogos... LOLADA Não dizes nada de jeito, mas revelas uma grande dor de cotovelo!

Re: resquícios de um país retrógrado

Corja de aziados. Preparem já a próxima época, para não tentarem cair tanto no ridiculo como ainda continuam a cair nesta. Lol Salazar, lol... Aziados do caralho. Há aqui caralhos com mais imaginação que o Apinto da Costa, foda-se, incrivel :D

Re: resquícios de um país retrógrado

Esqueceste-te das forças fascistas e fascisantes ao serviço do grande capital. LOL

Re: resquícios de um país retrógrado

lol, este cromo faz lembrar os sketches do Herman Enciclopédia, em que os "engenheiros" do Nuorte se encontravam numa cave para fazer uma espécie de Expo 98 no porto, com o Tripanário. O lema desta mosca varejeira, é o mesmo: "nós só queremos ber, lisboa a arder!"

Re: resquícios de um país retrógrado

Manel Tiago??? Mas tu não tinhas batido as botas. LOL

28 de Maio

28 de Maio de 1926 http://salazar.weblog.com.pt/arquivo/2005/06/salazar_e_o_28.html 28 de Maio de 1952 http://pt.wikipedia.org/wiki/Est%C3%A1dio_das_Antas

Re: resquícios de um país retrógrado

Essa cassete já enjoa. Não te cansas de dizer sempre as mesmas barbaridades? Cais um bocado no ridículo...

Re: resquícios de um país retrógrado

cassete? barbaridades? É a realidade do que é e do que foi o TEU país, ó CHAVALO! Larga a playstation! Atira-te aos livros! Frequenta as aulas de HISTÓRIA na tua c+s!

Re: resquícios de um país retrógrado

A realidade conheço-a eu bem e não é um artista como tu que tenta, de todos os modos, impingir a sua realidade distorcida, que me vai dar aulas de história. Curiosa a tua ânsia de chamar putos a todos os users do relvado. Users benfiquistas se me faço entender.

Re: resquícios de um país retrógrado

que "tenta"? Ouve lá, eu já não sei como estas coisas andam... no meu tempo ia-se à escola! sei que agora é uma barafunda, podem dar as faltas que querem, quando querem, mandam nos professores e já não chumbam. Mas agora começo a questionar-me se já andam a ser dispensados das aulas, tal é o grau de conhecimentos... Com este tipo de comentário, passas um atestado de menoridade à tua inteligência e outro de pouca seriedade ao teu carácter. fica lá com as tuas concepções da realidade e tem uma boa vida.

Re: resquícios de um país retrógrado

Sartor fecha a matraca e vai destilar a azia para alvalade ou outra toca qualquer de onde vens. Virgens ofendidas a tentar fazer passar ideiais de boa educação e de "no meu tempo é que era vocês não sabem nada", não, obrigado. Já basta o PCP. Impressionante, como é que ainda há energúmenos a tentar fazer passar uma mentira por verdade (o mesmo digo do autor da peça de teatro que acabei de ler, que dá pelo nome de crónica, pensa ele, lol). A azia é fodida, mas olhem...habituem-se (a arranjar desculpas).

Re: resquícios de um país retrógrado

Sim que tenta. E esse teu constante argumento de que quem rebate essa história é chavalito prova a tua coerência. À falta de melhor não é... Esqueces-te é que nem todos os que aqui comentam são papalvos que comem tudo aquilo que lhes dão. Mais, esqueces-te é que nem todos os que aqui comentam são putos das playstations e da geração das telenovelas. A esses comes tu bem com essas histórias.

Re: resquícios de um país retrógrado

Um bocado?! Só se for a tender para o infinito... e mais além! Lol!

Re: resquícios de um país retrógrado

está tudo fodido com a geração dos morangos com açúcar...