Benfica vence Sporting e fica a 7 pontos do título | Relvado

Benfica vence Sporting e fica a 7 pontos do título

 


Benfica vence Sporting e fica a 7 pontos do título
O Benfica derrotou em casa o Sporting por 2-0 com golos de Cardozo e Aimar [vídeo] e precisa apenas de mais 7 pontos para assegurar o título faltando quatro jornadas para o fim do campeonato. No fim do encontro que encerra a jornada 26 os leões queixam-se da arbitragem e Jorge Jesus diz que «o Benfica ganhou justamente e limpinho».



O treinador das águias dá mesmo os «parabéns» à equipa de arbitragem liderada por João Ferreira considerando que foi uma «excelente arbitragem» e que o Benfica ganhou com justiça porque os seus jogadores foram «melhores» do que os rivais. Sobre o lance criticado pelo Sporting, que defende que Luisão devia ter visto o cartão vermelho e não apenas o amarelo como aconteceu aos 48 minutos de jogo, Jesus refere que «foi uma jogada de agressividade» e que «houve lances parecidos, Ramires sofreu uma falta, o Éder também recebeu uma entrada não sei de quem», nota.


+ Benfica: Quim; Ruben Amorim, Luisão, David Luiz, Fábio Coentrão, Javi Garcia, Ramires, Carlos Martins (85' Airton), Di María, Cardozo (69' Kardec) e Éder Luís (46' Aimar)

GOLOS: Cardozo (67'); Aimar (77')

+ Sporting: Rui Patrício; Abel (71' Saleiro), Tonel, Daniel Carriço, Grimi (79' Matias Fernandez), Pedro Mendes, Miguel Veloso, João Pereira, João Moutinho, Yannick e Liedson

A vitória caseira sobre os rivais de Alvalade permite ao Benfica recuperar os seis pontos de vantagem sobre o Sporting de Braga na classificação, uma «margem que dá algum crédito», aponta o técnico encarnado, para a possibilidade de alguma partida não correr bem até ao fim da Liga Sagres 2009/2010. «Ainda temos muito que sofrer, temos duas saídas difíceis, a Coimbra e ao Dragão», lembra todavia Jesus, considerando que «o Braga também está muito motivado» e que «continua tudo em aberto».

Jesus fala ainda da entrada de Pablo Aimar no início do segundo tempo constatando que era uma «estratégia montada» porque diz que sabia «o que ia acontecer». «O Pedro Mendes já estava com algumas dificuldades e se na primeira parte praticamente não deixou o Éder jogar, na segunda tudo se modificou e fizemos dois golos», frisa.

O comandante da Luz elogia o sacrifício de Cardozo e Luisão que revelaram dificuldades físicas ao longo do encontro. Do defesa diz que foi «um capitão à Benfica» e que «agora tem um cartão amarelo para recuperar». Quanto à condição física do avançado, que acabou por ser substituído depois de marcar o golo, Jesus nota que «o diagnóstico neste momento é difícil de fazer».

No fim do jogo Carlos Carvalhal, treinador do Sporting, não prestou declarações e o capitão dos leões João Moutinho lamentou o «campo inclinado» em alusão à arbitragem. Em resposta o médio encarnado Ruben Amorim diz que o «o campo estava inclinado porque estávamos mais fortes». «Na primeira parte o jogo esteve equilibrado, na segunda esteve inclinado para o Benfica», sustenta.

Benfica:

Comentários [265]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Não há palavras

Para o lance do Luisão, punido apenas com amarelo. Melhor ainda, só a abjecta decisão da SportTv, de mostrar uma única repetição (mostraram mais repetições de lances de lançamento lateral) e do pior ângulo possível.

Re: Não há palavras

e que palavras há para não expulsões de carriço e miguel veloso?????

Re: Não há palavras

E as repetições do lance do Moutinho/Luiz e o M.Prates a fazer de conta que não estava a ver,lol.Mostraram mais vezes o Ramires a torcer o pé,que o lance do Luisão a varrer o Liedson.

Re: Não há palavras

E NÃO ERA VERMELHO MEU ANORMAL???MAMA COM A TUA AZIA!!!

Re: Não há palavras

Eu sei que o teu comentário foi escrito à cabeçada no teclado, mas estás a falar de quê, exactamente?

Re: Não há palavras

de quê?o carriço tem 1 entrada a matar sobre o éder luis e ai já dou de barato 1 amarelo!!! e aos 45 mins ele corta com a mão seria penalty e 2º amarelo era logo 11 para 10 e ai também mudava tudo.mas só gostam de ver as coisas para 1 lado.

Re: Não há palavras

OK, se aquilo é penalty, vivemos em planetas distintos. Mas sim, aprecio o esforço de "ai então é assim? Então vou arranjar um lance ainda anterior ao do Luisão"! Mas, portanto, o Carriço, que não viu nenhum amarelo, devia ter visto dois, é isso? E antes do Luisão, é isso? Enfim...

Re: Não há palavras

queres ver as coisas só pró teu lado então tudo bem.

Re: Não há palavras

Não quero sonhar com lances, isso sim. Mas sim, é o teu "ver as coisas só para o teu lado". O Carriço, antes de ver dois amarelos, tinha que ver um, acho eu. Também posso ir buscar lances em que jogadores deviam ter visto um amarelo (e não viram) e depois um mais tarde em deveriam ter visto outro (e não viram também). Mas, pronto, prefiro focar-me no único lance claro, inequívoco e decisivo. E cuja decisão foi, outra vez, a favor do Benfica.

Re: Não há palavras

Esse lance do Ramires é aquele em que se aleija a aviar o Djaló, que partia em contra-ataque, imediatamente antes do Luisão decidir ver até que ponto ia a falta de vergonha do árbitro? Incrível como esse lance duplo termina apenas com um amarelo. Elucidativo, no mínimo.

Re: Não há palavras

Um lance aos 46 min matava o jogo,mas já deu para perceber que uma possivel expulsão sportinguista aos 80 min é que influenciou o jogo,LOL.

Re: Não há palavras

POIS MAS UMA EXPULSÃO AOS 45 MINS QUE SERIA A DO CARRIÇO SECALHAR TAMBÉM INFLUENCIAVA!!PAROLO HOJE PAROLO SEMPRE NÉ AMIGO CURVA!

Re: Não há palavras

Mais! Faltam aí uns quantos...e olha que não estavam vestidos de vermelho. Quando os meteres a todos no mesmo saco, falamos.

Re: Não há palavras

Caro amigo, não comecei a ver futebol hoje, para não saber a diferença entre não expulsar um jogador aos 46 minutos, com 0-0, e não expulsar outro, com 0-2, aos 80...

Re: Não há palavras

Enfim...vocês lá sabem como é que lidam com o facto de na segunda parte não terem feito um caracol... Deixo-te aqui uma imagem que é elucidativa do que tem sido o choradinho do Sporting nos últimos tempos (ler épocas)... http://humor-lc.blogs.sapo.pt/139222.html Abraço.

Re: Não há palavras

Mas "enfim" o quê? O lance do Luisão oferece dúvidas a alguém? Como é que se termina um lance duplo em que o Ramires trava o Djaló em contra-ataque o Luisão entre de pés juntos, por trás, ao Liedson, com um amarelo?!?!?! Cura-te, mas é. Ganhavas com 10, era? Então, para a próxima, avisa o árbitro, que "sim, pode ser vermelho". É que, por nós, os vermelhos directos não caiam só para o nosso lado, aos 2 minutos de jogo, por exemplo.

Re: Não há palavras

Claro, foi o único erro que existiu. No fim da primeira parte o Carriço nem faz penalty e no lance em que o Cardozo se lesiona, não fica outro por assinalar. O Moutinho tem também uma entrada a pés juntos sobre o Ramires. Mas isto, como sempre, fui só eu e os outros benfiquistas que vimos.

Re: Não há palavras

Bem, pedir penalty no lance do Carriço é desespero, nada mais. Vou deixar passar. Quanto ao resto, estamos, ou não, a falar de lances bem menos claro e, acima de tudo, posteriores ao lance do Luisão?

Re: Não há palavras

Lá está, são lances posteriores ao do Luisão, e por isso já não são erros do árbitro? É o que digo, a partir do momento em que o árbitro comete o primeiro erro (tipo uma falta de merda mal marcada a meio campo) os outros erros são todos hipotéticos e nem vale a pena falar deles, já que esse lance muda o jogo por completo. É o mesmo que o golo do Benfica ao Porto em que o Urreta estava fora-de-jogo. Ou o golo do Braga em que no lance a bola saiu do campo e o fiscal não viu. Claro que se tivessem sido marcados provavelmente não seria golo, mas se pensarmos assim, a partir do primeiro erro do árbitro, por mais pequeno que seja, todo o jogo a partir daí será diferente, porque um momento influência o outro e por aí fora, seria um jogo totalmente diferente. A não expulsão do Luisão, é tão grave como a não expulsão do M.Veloso. Independentemente de ser antes ou depois, são 2 erros técnicos por parte do árbitro com a mesma gravidade. Pelo menos foi coerente. Mas não me parece que o árbitro tenha culpa da falta do Luisão ter sido antes da do Veloso. Ou do suposto penalty sobre Cardozo.

Re: Não há palavras

Eh pá, mas queres-me fazer de parvo, é? O Luisão agride ostensivamente um adversário, à frente de tudo e todos, com 0-0 e 45 minutos para jogar, e tu queres-me comparar a importância desse erro com o lance do Veloso, quarenta minutos depois, e já com 2-0 para o Benfica? Por amor de Deus... Então, o penalty do Jardel na Luz, a cinco minutos do fim e com 2-0 para o Benfica, também é um erro igualzinho ao penalty do Aimar com o Nacional, em que estava 4 ou 5 a 1. A influência dos lances é exactamente a mesma, está visto. Até parece que não foi sempre assim. Inclinar enquanto o jogo não se decide e depois disfarçar com umas abébias, quando tudo já está decidido e a correr sobre rodas.

Re: Não há palavras

Achas mesmo que o Ferreira estava encomendado para beneficiar o Benfica? Por amor de deus. Aliás, já agora o Sporting deve ter pago ao Luisão para fazer aquela falta, de modo a ser expulso. É que só pode, já que não era nenhuma jogada perigosa, o jogo até já estava parado e tudo, não se percebe. O Luisão já foi para o relvado para prejudicar o Benfica!! Para lesionar o Liedson não foi, porque eles sabem muito bem o que fazer se quiserem colocar um jogador fora do relvado uns bons 6 meses. Sinceramente, todos erram. Árbitros, jogadores (Luisão por exemplo, que poderia ter prejudicado e muito a equipa), treinadores. Fazer dos erros dos árbitros premeditados, e dos restantes apenas incompetência desculpável é muito feio. E é uma das razões do futebol em Portugal ser a merda que é, os adeptos. Que fazem dum erro do árbitro um atentado, e desculpando os erros dos jogadores, treinadores, etc.

Re: Não há palavras

Acho que o Ferreira não tem coragem. Como não tem para expulsar jogadores do Porto nas Antas, em jogos grandes ou por decidir. Em Alvalade, têm. Como têm de ver golos com a mão. Essa gente, além de decisões arbitrais perfeitamente incompreensíveis, já se recusou a apitar jogos do Sporting, já mudou leis internacionais para prejudicar o Sporting, já andou a empurrar elementos da equipa técnica do Sporting... enfim, é tudo demonstrativo dum à-vontade inacreditável. Fazem o que querem. Para que é que raio o Ferreira se ia chatear e expulsar o Luisão? Sujeito a apanhar nas fuças, depois? Ele não está lá para aplicar as leias, está lá para ser um borra-botas de merda. Nada mais.

Re: Não há palavras

No que disseste neste comentário já te dou razão. Era preciso coragem para expulsar o Luisão. Mas também tens de admitir, como vocês criticam a arbitragem, jogo sim jogo sim.. para eles prejudicar ou não é igual.. vão sempre ouvir críticas dos sportinguistas. O que os faz estar mais a vontade para contra um rival com maior força na comunicação social, massa adepta, ou mesmo na liga ou federação ou lá que é, eles prefiram prejudicar aquele que está sempre a chorar. Assim fica tudo normal. Os verdes a chorar, e o resto nem pia lol. Mais a sério, concordo contigo. Em Alvalade eles não têm medo de aplicar as leis do jogo. Já na Luz e no Dragão têm. Mas o correcto não era terem medo também em Alvalade, era não terem medo em lado nenhum. E aplicar as leis em todo o lado, nem que fosse no Iraque. Como chegar a isso? Não faço ideia.

Re: Não há palavras

"Mas o correcto não era terem medo também em Alvalade, era não terem medo em lado nenhum. E aplicar as leis em todo o lado, nem que fosse no Iraque. Como chegar a isso? Não faço ideia." Só me estás a dar razão. Se falta coragem, não apitam, ponto final. Já os houve com tomates no sítio. E digo-te mais: por mim, Alvalade seria um inferno para os árbitros. Sem tirar, nem pôr. Esta gente goza ostensivamente connosco.

Re: Não há palavras

O lance do Carriço não é penalty? Ok. O gajo estica o braço no momento em que a bola vai a passar e não é penalty? Tudo bem! No Braga-Guimarães há um lance semelhante. O primeiro do Braga se não me engano... O pontapé que lesiona o Cardozo não é claro? Ele não é ostensivamente pontapeado na grande área? A entrada do Moutinho com os pitons na canela do Ramires não foi bem visível? O único que dou o benefício da dúvida é o lance do Veloso, que não acerta no Ramires apesar da violência da entrada. O do Luisão é um entrada para vermelho, mas com a relva molhada pareceu muito pior. A prova dessa merda é que o Liedson contorce-se no chão como se lhe tivessem partido uma perna, para segundos depois estar fino da vida.

Re: Não há palavras

"O lance do Carriço não é penalty? Ok. O gajo estica o braço no momento em que a bola vai a passar e não é penalty? Tudo bem! No Braga-Guimarães há um lance semelhante. O primeiro do Braga se não me engano..." Bem, se achas que alguém esticou o que quer que seja, tudo bem. Não sou só eu a achar que não é falta. Fazer-se ao lance mais encolhido era complicado. "O pontapé que lesiona o Cardozo não é claro? Ele não é ostensivamente pontapeado na grande área?" Não sei que lance é esse, mas aposto que é bem posterior à entrada do Luisão. Desisti um bocadinho de ver o jogo, depois disso, confesso. "A entrada do Moutinho com os pitons na canela do Ramires não foi bem visível? O único que dou o benefício da dúvida é o lance do Veloso, que não acerta no Ramires apesar da violência da entrada." Há uma entrada dura do Moutinho sobre o Ramires, sim. Se bem me recordo, bem depois do lance do Luisão. Aí, o árbitro foi coerente: se o lance do Luisão é amarelo, o do Moutinho nem falta era. "O do Luisão é um entrada para vermelho, mas com a relva molhada pareceu muito pior. A prova dessa merda é que o Liedson contorce-se no chão como se lhe tivessem partido uma perna, para segundos depois estar fino da vida." Ah, a culpa é do Liedson e da relva molhada. Foi a relva molhada que obrigou o Luisão a entrar de pés juntos com o jogo parado. E o Liedson já simula outra vez, é? Faz falta para o vosso campeonato do mundo de quedas na área e próximo dela? Caramba, deixa-me dizer-te que estão estupendamente bem servidos nesse particular. Um abraço e parabéns pelo título (o que realmente interessa, não o que o Coentrão, Di Maria Ramires ou Aimar mais parecem querer vencer).

Re: Não há palavras

2 minutos de jogo? Estás a falar do quê? E não me ouvirás dizer que o amarelo dado ao Luisão é bem dado. Para mim era vermelho. Aliás, pareceu-me que tanto Luisão como Tonel andaram à chapada na primeira parte, pelo que tanto o capitão do Benfica como o central sportinguista já nem deviam de estar em campo naquela altura. E não falo de "ses"...não sabes tu nem sei eu se o Benfica ganhava com 10. Não entro em discussões sobre "momentos decisivos" quando não temos maneira de saber se o seriam. Agora virem para aqui indignados com o Luisão, e não referirem outros momentos "decisivos" (entre Moutinho e Veloso venha o diabo e escolha) é que não, pá!

Re: Não há palavras

Estou a falar dum clube que, num jogo grande e decisivo, em casa, teve um seu jogador expulso aos 2 minutos. O Luisão e o Tonel andaram à chapada, foi? Sim, o Tonel deu com as costas e o ombro na mão do Luisão. Eu bem vi esse lance, nem o menciono apenas porque admito que o árbitro não tenha visto. Sim, não sei se o Benfica não ganhava com 10. Até podia ganhar 10-0. Mas, pá, prefiro arriscar. Prefiro que, em pleno Estádio da Luz, um monte de merda dum árbitro tenha coragem de aplicar as leis numa entrada assassina, por trás, com o jogo parado. E que não disfarce com uma porcaria dum amarelo (que, já agora, era o que devia ter levado o Ramires, que pára o contra-ataque do Sporting com uma patada no Djaló). Pá, e não me queiras dar cantiga. O momento decisivo, pelo menos em teoria, é esse! Não é não expulsar o Veloso aos 80 minutos, por amor de Deus. Querem fazer de todos nós parvos ou quê?

Re: Não há palavras

Por essa ordem de ideias, é mais que claro que com o Veloso expulso aos 80 minutos, não haveria qualquer tipo de hipótese de o Benfica beneficiar dessa situação. Sempre pensei que o jogo tivesse 90 minutos, mas enfim... Já agora, o que é que difere o lance do Luisão com a entrada sofrida pelo Éder Luis na primeira parte?

Re: Não há palavras

"Por essa ordem de ideias, é mais que claro que com o Veloso expulso aos 80 minutos, não haveria qualquer tipo de hipótese de o Benfica beneficiar dessa situação." Pá, beneficia no sentido de, no deve e haver básico, poder ter ficado um jogador por expulsar para cada lado. Nunca viste, em momento algum do nosso futebol, inclinar-se o campo até o jogo ficar arrumado e depois disfarçar-se a coisa no final, quando já não faz diferença nenhuma? Caramba, parece que começaste a ver futebol por cá há pouco tempo... "Já agora, o que é que difere o lance do Luisão com a entrada sofrida pelo Éder Luis na primeira parte?" Achas mesmo que são sequer comparáveis? Bem, se achas, não temos grande coisa a discutir, tal é a diferença de opiniões. Mas, sinceramente, não sei qual é o problema de, pelo menos, colocar a hipótese de, com a expulsão do Luisão, o jogo poder ser bastante diferente. Mas, lá está, se ainda nem se chegou à assunção de que o Luisão devia ter sido expulso, inequivocamente, é complicado chegar ao resto... Um abraço.