Benfica reassume liderança à luz da "lanterna vermelha" | Relvado

Benfica reassume liderança à luz da "lanterna vermelha"

Triunfo sobre Tondela 4-1 testemunhados por mais de 50 mil presentes na Luz.
 
Jonas (Benfica) remata frente ao Tondela

O Benfica voltou à sua condição de líder desta edição da Liga NOS, depois de vencer no Estádio da Luz o "lanterna vermelha" Tondela por 4-1. Apesar da boa réplica da equipa da Beira Alta, um golo cedo de Jardel acabou por desmontar o objetivo inicial dos tondelenses.

Perante mais de 50 mil espetadores num regresso a casa, os comandados de Rui Vitória fizeram-se apresentar com o seguinte onze: Ederson, Semedo, Lindelof, Jardel, Eliseu, Pizzi, Fejsa, Talisca, Gaitán, Jonas e Mitroglou.

Petit tinha a missão mais difícil, e sem nada a perder fez alinhar do lado do Tondela a seguinte equipa: Cláudio, Nascimento, Nathan, Tikito, Nuno, Monteiro, Wagner, Tavares, Lima, Dolly Menga e Karl.

Antes do apito inicial do árbitro Luís Ferreira de Braga, tempo para um minuto de silêncio devido ao falecimento neste domingo do sócio nº1 do Benfica, Ernesto Soares. Outro conhecido adepto encarnado acabou por falecer esta segunda-feira, sendo o nome de Nicolau Breyner mais mediático.

O jogo até nem começou muito rápido, dando a sensação que o clube da Luz estava nitidamente em descompressão depois de duas deslocações difícieis (Alvalade e S. Petersburgo). Ainda assim, a supremacia do plantel encarnado permitiu estes chegarem à vantagem cedo, com Jardel de cabeça a saltar mais alto que todos, e inaugurar o marcador logo no primeiro canto a seu favor.

À queima para o jogo do Bessa, Jardel viu mesmo o amarelo logo aos 12 minutos, que o impede de alinhar na próxima partida da Liga.

Apesar de personalizado em campo o Tondela viria a sofrer o segundo golo, numa jogada de excelente recorte técnico, com rapidez no passe e circulação de bola. Ao cruzamento de Gaitán, Jonas responde da primeira e faz o 2-0 para o Benfica, e o seu primeiro da noite.

Nada a acrescentar até final da primeira parte, numa toada morna mas de visível diferença de qualidade entre as duas equipas. Vantagem dos encarnados que lhe dariam maior descompressão na segunda metade.

O Tondela entra determinado a tentar surpreender, tal como havia feito em Alvalade, com Nathan Júnior e Dolly Menga a tentarem a sorte em remates, mas sem perigo. Ederson esteve sempre seguro na baliza encarnada.

O Benfica apercebe-se de algum desanimo do adversário, e aperta o Tondela na fase final do jogo. Por azar, o capitão Gaitán lesiona-se e é substituido no terreno pelo miúdo Gonçalo Guedes. Já antes Salvio tinha substituido Talisca.

Mitroglou vai tentando o golo com vários remates, mas é Gonçalo Guedes quem atira com mais perigo à baliza adversária onde estava Cláudio Ramos. Nem um nem outro marcava, e Jonas bisa saltando novamente para a frente da lista de melhores marcadores das ligas europeias. 28 golos em 26 jornadas são para já a marca de Jonas.

Rui Vitória troca de médios e Samaris rende Fejsa. A equipa visitante responde e faz a sua segunda substituição. Entra Piojo para o lugar de Dolly Menga. Petit faz ainda a sua terceira substituição, com Luís Alberto a entrar para o lugar de Wagner.

De tanto tentar, Kostas Mitroglou acaba mesmo por marcar golo, aos 87 minutos, mas festeja tirando a camisola e vê o amarelo que também o retira do jogo do Bessa, a par de Jardel.

Estava o jogo feito, quando num lance reclamado pelos encarnados por eventual falta, resulta num contra ataque do Tondela que finaliza ao fechar do pano por Nathan Júnior. 4-1 a favor do Benfica relança os encarnados para a liderança da Liga NOS.

Benfica:

Comentários [2]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Os porcos

não vêm falar em roubalheiras e afins? Até admira...

Onde estão os dragartos

aziados? Lol