A audácia azul e branca | Relvado

A audácia azul e branca

O FC Porto preferiu não insistir num fruto onde foi extraído todo o sumo, ao contrário do Benfica.
 
Paulo Fonseca, treinador

É o fim da linha para um futebol muito contestado - até pelo próprios adeptos portistas -, e uma busca por algo mais atraente, mais direito mas igualmente ou mais vitorioso. A sua saída pela porta dos fundos não está relacionada com as suas fracas prestações na Taça de Portugal, Taça Lucílio ou pela eliminação pelo Málaga na Liga dos Campeões, mas sim com a noção de que já se tinha extraído o melhor que Vítor Pereira tinha para dar ao FC Porto.

Face à necessidade de reconstruir um FC Porto para a próxima época, devido às saídas de James, Moutinho, Fernando e provavelmente Mangala, Vítor Pereira não era o personagem ideal, segundo a dircção azul e branca. "Ele merecia continuar, mas não devia continuar..." é a frase que encaixa na perfeição nas memórias de um bicampeão.

Felizmente para o FC Porto, o Benfica não joga em antecipação, não arrisca, porque Jorge Jesus foi o homem certo para a elevar o clube a nível europeu, mas não é o homem para levar o Benfica mais adiante. E voltaram insistir no erro. Parece-me que só o FCP é que tem essa identidade em Portugal, mais ninguém! A direção preferiu arriscar e chamar sangue novo para a liderança, não insistir num fruto onde já foi extraído todo o sumo, ao contrário do Benfica.

Apesar de sabermos que é a direção azul e branca quem escolhe os jogadores com que Paulo Fonseca irá atacar o tricampeonato, acham que terá condições para ombrear com o Benfica de Jorge Jesus, algo já gasto e previsível?

Benfica:

Comentários [27]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

O fruto da fruta!

O fruto, na realidade é a fruta e essa continua a dar sumo e de que maneira, basta ver a espargata do nacional e a forma como preferiram premiar o verdadeiro treinador campeão, o que se sentou no banco do "adversário" na ultima jornada, com um contrato para as próximas épocas, prescindindo dos serviços do energúmeno que nem com fruta lá ia ...

ofdpdomaiorcagalhãocásositio

Preocupa te com o Zbording e com o chupa carvalho. A dor de corno é do caraças, dasse.

enfim...

o zéfil/bruxa/arteniga, e q tal arranjares um trabalho?
cambada de parasitas corruptos!

"Eles não sabem ...nem sonham..."

Fim do ciclo...Novo ciclo! Sempre foi assim com PC: ganhe ou perca o treinador no FCP não pode(deve) estar "acomodado". Porque? Basta perceber um pouco de psico/socio da "mentalidade" tão portuguesa. Que o rival queira fazer do JJ um "Ferguson" portugues, isso é problema deles; mas não "esqueçam" do motivo: LFV tem MEDO que o JJ ganhe no FCP o que no SLB não tem conseguido. Já sabemos que é assunto tabu para eles...
Mais, a história vai me dar razão!
È a hora de renovar: técnicos e jogadores!
Basta seguir o poeta: " e o mundo pula e avança, como uma bola colorida, entre as mãos de uma criança..."

P.S. sejam criteriosos, profundos nos cometários...isto de falar "frutas e pomares", já (nem)cheira a podre: SEM SUBSTANCIA! Abomino a auto-censura mental de certos personagens...continuam a (querer)ver a árvore em vez da floresta...

Arriscada ou audaciosa a

Arriscada ou audaciosa a escolha de Paulo Fonseca? Não creio, e vamos aos factos. Artur Jorge, Mourinho e Villas-Boas ganharam provas europeias e tinham currículos inferiores ao Paulo Fonseca quando chegaram ao Porto!

Quanto a Paulo Fonseca tem um percurso ascendente como Treinador, o Paços de Ferreira não só conseguiu vaga na Liga dos Campeões e a melhor classificação de sempre, como jogou um futebol de qualidade e não se limitou à previsibilidade de um sistema (usou vários sistemas de jogo), e como sabemos. é bem mais dificil atingir a honrosa classificação do P Ferreira do que ser Campeão Nacional e com multiplos recursos. Quanto a apostar em Treinadores jovens e de parco currículo, foi o que Pinto da Costa mais fez com sucesso desde que é Presidente. Artur Jorge chegou às Antas com 38 anos, vindo do Portimonense (10º classificado), rompeu todas as barreiras e foi campeão da Europa; José Mourinho foi contratado aos 39 anos ao 6º classificado U Leiria e ganhou Champions e Taça UEFA; André Villas-Boas apresentou-se com 32 anos, deixou a Académica na 11ª posição e conquistou a Liga Europa. Paulo Fonseca tem 40 anos e melhor currículo do que qualquer um dos Treinadores referidos quando foram escolhidos. Se Pinto da Costa vê neste o que viu nos outros, talvez Paulo Fonseca até parta um bocadinho à frente!

............................

Ora vamos analisar tudo a preceito....

Os Portistas em meados de Dezembro diziam que o seu treinador Vitor Pereira tinha um bom plano de jogo e boa qualidade de futebol mas que faltava ali algo para a equipa andar mais para a frente, foram muitos os Portistas a dizer que faltava alguma capacidade de "movimento" a Vitor Pereira, pois esmifrou o 11 titular até à ultima gota mesmo tendo suplentes que poderiam ter dado conta do recado em algumas das posições mais fustigadas pelo cansaço, esta aposta de risco sempre no mesmo 11 limitou o Porto de ir mais longe na liga dos campeões e de certo modo tb queimou todas as outras competições e só não queimou o campeonato, porque lá está, a 4 jornadas do fim chegou a "dona" estrelinha e bafejou um pobre ostracizado da estrutura do Porto e deu-lhe algo para celebrar e transformando a "a gata borralheira" numa bela princesa cujo o "norte" (qual sapatinho de cristal) havera perdido 2 meses antes.......

O Benfica viveu uma época atipica, começou a época a perder o seu meio campo deixando todos os benfiquistas a fazerem contas ao ano seguinte porque sem meio campo não há equipa que aguente, mas calhou a JJ a fava, reconstruir uma equipa que joo de um modo natural sem ter jogadores para algumas posições de meio campo, e com uma mantinha de retalhos JJ andou a retalhar durante os 2 primeiros meses, descobrindo um Matic e um Enzo que adaptou a 2 posições cruciais e teve a sorte de ambos terem dado boa conta do recado, assim sendo com uma equipa cheia de imperfeições contra natura, JJ ataca a época sem defesas esquerdos naturais e sem meio campo natural, empata no jogo de estreia desta estratégia contra natura mas começa a se notar algumas coisas perfeitas no meio de tanta imperfeição, perde contra o Barça e contra o Spartak (mesmo com uma serie de vitórias na liga de Portuguesa a levar a prever um crescimento ) mostrando de certo modo que a equipa ainda se mostrava algum "empeno" no mecanismo, este empeno na máquina manteve-se até Dezembro levando inclusivé JJ a trazer 2 miudos da B para equipa A para de certo modo por algum oleo de rápida acção no dito empeno......
Entra mês de Janeiro, após a paragem de Natal e etc o Benfica aparece como uma equipa.....uma equipa no verdadeiro sentido da palavra, com as mesmas contrariedades do inicio da época mas com muitas e boas opções para contrariar esses empenos, o Benfica embarca numa serie de vitórias e de jogos com qualidade acima da média até aos mês de Maio levando todos os Benfiquistas a ficarem com água na boa.....afinal a Equipa estava viva.....disseram os Benfiquistas.....pois mas esqueceram-se de quem tudo fez para manter viva essa equipa, pois, esqueceram-se estes Benfiquistas que mais uma vez foi dito ao JJ toma lá a "Pedra" o resto amanha-te.....mas olha que quero uma boa sopinha no fim.........pois mas como de cozinheiro o JJ tem pouco, o homem lá foi inventando, mantendo a equipa sempre com uma qualidade fisica invejável, e com uma rotação apelidada pelos tabeloides ingleses como "the Speedster Benfica team", mas lá está ...não há bela sem senão.....quando chegou a altura que todos já tiravamos os cachecóis do carro para os colocar ao pescoço, pois o Benfica orgulhava todos os apoiantes, JJ começa a revelar alguns sinais de fadiga, animicamente a época estava a ser demasiado desgastante para o timoneiro do Benfica, foi uma época inteira a pensar de soluções para suprir necessidades e de contrariedades que podiam desmotivar a equipa, o primeiro esgar de cansanço deu JJ contra o Estoril, quando foi traido por Carlos Martins que qual Judas, vê o Cartão vermelho fruto de uma entrada estupida e numa altura em que o Benfica precisava de atacar para ganhar, o 2º Esgar de JJ foi contra o Porto que o levou ao equivoco de ter colocado o Roderick num jogo de alta rodagem numa posição em que Roderick revela-se pouco (para não dizer nada) adaptado, levando aqui à derrota nesse jogo e a perder o Campeonato depois de ter tido uma mãozinha a agarra a "orelha" à Tça, o Ultimo Esgar de JJ foi frente ao Chelsea, quando Cardozo Sálvio e Gaitan tiveram a taça na sua frente mas nunca lhe quiseram tocar, falhando golos e oportunidades claras que poderiam ter dado o sossego ao Benfica deixando depois a decisão para 2ª parte que terminou como toda a gente sabe.........

Com isto o que pretendo dizer que o Porto sim precisava de sangue novo, de alguem que voltasse a abanar com a estrutura, pois com o Vitor Pereira a coisa ficou amorfa, tendo sido necessário recorrer aos préstimos do Paulinho Santos para por algum equilibrio na estrutura, no Benfica a inclusão de sangue novo deve ser visto de outra forma, JJ não fez uma mau trabalho, equivocou-se isso é certo mas fez um excelente trabalho, pois manteve a equipa sempre com frescura fisica até ao fim da época e sempre em luta pelos seus objetivos e não fosse 1 equivoco (Porto) e 2 traições (Carlos Martins e Jardel) hoje poderia ser "Rei" num Reino que no inicio da época lhe pedia a cabeça, mas pronto lá dizia o outro, "hoje o Boi é branco amanhã é preto", e é verdade JJ começa como Besta, pouco depois era Bestial, e terminou como Besta novamente, mas neste momento vejo mais que nunca condições para que JJ fique, pois o homem já mostrou que consegue atingir o que promete precisa sim é de apoio na estrutura de alguem que o ampare e que não permita que sofra sozinho, precisa de um Director técnico que quando o vê a acormecer lhe dê uma "belinha" e diga ACORDA CARALHO, é disso que JJ precisa e não de um Carraça cuja a tarefa principal é "levantar a placa".............

Tenho dito

E assim se analizam as coisas como

deve ser... sem pôr as culpas em factores estranhos e chamando os bois pelos nomes.
Um exemplo para os relvas de línguas viperinas.
Parabens

Porra Pedro estou com os olhos em bico

Desta vez excedeste-te, mas só lê quem quer não é verdade...

Bem em relação ao Porto, discordo um pouco do que disseste, VP também não tinha jogadores na frente para dar aquilo que para nós faltava àquela equipa portista, quando jogou contra o Málaga tinha um Moutinho vindo de lesão, e não tinha ainda um James recuperado, depois inventou ao jogar da mesma forma habitual, em vez de cerrar fileiras. Ao longo da época teve várias lesões sempre colmatadas com mestria, lembro-me de Maicon que era titular indiscutível na altura, lembro-me de Alex Sandro, por mais de um m~es, de Fernando por mais de um mês, de James por 2, de Moutinho numa altura crucial, ou seja, e no meio de tudo isso, fizemos uma boa LC até ao momento do 2º jogo com o Màlaga, e mais do que isso, ganhámos um campeonato que foi ganho e não perdido pelo adversário, com 12 pontos perdidos, e mais do que isso, aquilo que tu chamas sorte eu chamo carácter e força quer da estrutura quer do treinador, olhar para Vítor Pereira e Jesus antes do golo de Kelvin era olhar para duas coisas diferentes, era olhar para a força de acreditar, e olhar para o medo, e isso passa-se para os jogadores, quer uma quer outra... aquela forma patética de perder tempo, todos fazem, mas o mesmo jogador cair duas vezes, receber duas vezes assistência médica?!?!?

Em relação a JJ digo-te ainda, que talvez não tivesse feito tanta adaptação se tivesse contratado jogadores para as posições carenciadas em vez de gastar quase 30M€ em extremos para depois dispensar uns muito competentes Bruno César e Nolito, e depois não existem desculpas para o Benfica falhar em todo e qualquer grande momento, e começou na LC com aquele Barça ridículo, com jogadores que nunca jogaram sequer na 1ª Liga espanhola, outros suplentes sem ritmo de jogo, e mesmo assim o Benfica não teve coração não para vencer mas para golear que era aquilo que se impunha contra aquela equipinha, lá por se chamar Barcelona, não faz deles grandes jogadores com grandes automatismos.

Em conclusão, VP fez que pôde com um plantel curto em algumas posições, fez do Porto uma equipa que podia ombrear na 1ª divisão da europa, fez com que não se notasse a falha de Hulk, e ganhou um campeonato sem derrotas, e ainda por cima, numa altura em que fica a 4 pontos do Benfica, não vacila, ao contrário do que normalmente acontece em qualquer equipa quando o seu destino deixa de estar nas suas mãos, depois contámos com a ajuda do nervoso Jesus, mas sem aquele carácter sem aquela competência demonstrada por todos incluindo o treinador aquele empate significaria que o Benfica ganharia o campeonato com 6 em vez de 8 pontos. E no conjunto dos dois jogos, o Porto esteve sempre mais perto de os vencer ao Benfica que o contrário, se no 2º compreende-se no 1º é somente o habitual em JJ, muito forte com os pequenos, muitas dificuldades com os grandes...

PS. Sabes que eu sou fã de JJ e continuo, mas a sua falta de inteligência emocional que já começa a ser crónica e inultrapassável, tira-lhe muito brilhantismo, mas acho que o Benfica fez bem em renovar, porque afinal se ele não tivesse um opositor tão competente ganhava este campeonato com ou sem inteligência emocional.

...............

Na minha opinião a Equipa do Porto foi mal gerida, a questão do Moutinho e a queda da equipa só acontece porque o VP nunca viu a equipa como um todo apenas a via como 12 ou 13 jogadores, porque se perguntares se achava a equipa do Porto equilibrada, eu respondo sinceramente.......

O Porto de inicio da época tinha 2 laterais direitos e acaba a época apenas com 1, o Lateral esquerdo era aquele e mais nenhum mais havia soluções no plantel que para a posição (adaptação do Mangala foi uma delas) tinha centrais quanto baste, tinha meio campo para dar e vender e se não ficam sem um dos laterais tinham ainda mais um jogador que desenrascava e muitissimo bem no meio campo, tinha extremos mais concretamente tinha 5 ou 6 extremos, sendo que apenas desses 6 apenas 3 eram escolhas habituais (o 4 extremo deu-vos o titulo no Dragão) tinha 2 avançados (mais liedson que não conta como um inteiro LOL :) ) emprestam 1 e ficaram a rezar para que o unico que tinham não se lesionasse.....................................

Oh Inside sê lá coerente tá bem, o VP ganha porque tinha um grupo já esquematizado com Lucho que a pesar de não correr tem peso na equipa e com um Moutinho um Jackson e um James a puxarem a equipa para a frente..........se o Porto tivesse o azar do Jackson se lesionar que marcaria golos???

Tu falas do Bruno Cesar e do Nolito e dos quase 30 milhões gastos em extremos........epah não foi assim tanto mas compreendo o que dizes, mas em abono da verdade, com o estilo de jogo que o Benfica passou a ter o Nolito desaparecia deixou de ter hipotese porque Nolito não é compativel com este futebol do Benfica que obriga a que o Extremo defenda sempre, logo levou ao seu desaparecimento já o Bruno Cesar, a extremo esta época pouco ou nada fez, a numero 10 não sabia jogar, a nº8 não defendia.......fazia sentido manter um jogador assim na equipa.......porra por coisas mais facilmente ultrapassaveis mandou o Porto o Bellushi em embora e esta época muita falta fez........

Quanto à sorte repito o que já disse ao Bruxo mais abaixo, foi a maneira como as coisas aconteceram, não retiro méritos a ninguem, mas volto a afirmar a sorte bafejou o Porto a partir do momento em que o Benfica não ganha ao Estoril em casa.....agora tu interpretas isso como quiseres......

Abraço Companheiro

Eu não digo que o plantel era maiu

e que não era possível fazer melhor, agora uma coisa é certa o Porto teve muitas lesões, e tu disseste o que era o Porto sem Martinez, e isso vem no seguimento, o POrto não tinha soluções...

Agora aquilo que aconteceu no estoril já tinha acontecido no Marítimo e não estou a falar de cansaço porque nunca falei disso, nunca me pareceu uma equipa cansada o benfica, pareceu-me que tinha um treinador completamente e inexplicávelmente nervoso, já no Marítimo essas coisas pagam-se e pegam-se aos jogadores... Ao invés, o Porto teve muito rijo até ao fim...

Agora coerência sempre tive na análise, nunca variei... acho que o Porto tinha um plantel equilibrado, mais do que o Benifca, por culpa própria de Jesus, também acho que existiram muitas coisas que correram mal no Porto em termos de evolução de jogadores principalmente, mas que no deve e no haver, Vp fez um bom trabalho...

Agora sorte e azar, isso não entra nem nunca entrou aqui nas minhas análises nunca... mesmo quando o Porto perdeu contra o Málaga, em que tivemos só James e Moutinho de fora, e Defour expulso, culpei o Porto e não a sorte...

Cpts, e tenho que ir ver se trablaho qualquer coisa. até à próxima...

..........

As soluções que o Porto tinha até certa altura chegavam, depois mandaram embora e foram buscar jogadores que já não encaixavam.
Depois com o empate do Benfica com Estoril o Porto que já pensava que tinha tudo perdido, vê ali uma restia de esperança e animicamente a equipa (não foi o VP, foi mesmo a equipa) sentiu que tinha mesmo a oportunidade de ganhar, e foi com esse pensamento que foi a jogo contra o Benfica.

O JJ chega ao jogo com Estoril com faca e quaijo na mão mexe na equipa e põe-na a ganhar, o Benfica teve durante 25 minutos por cima do Estoril em que podia ter feito 2 ou 3 golos, marcou um nada mais, depois lá está vem o Intervalo e o Golo do Estoril e a consequente expulsão do Martins que tinha entrado ao Intervalo porque o Perez estava queixoso, depois o Benfica faz entrar Urreta para refrescar a equipa e depois sim se dá o golo, com a equipa partida com um jogador a menos e sem opções no banco JJ tenta ainda dar outro ritmo mas todos ficaram combalidos, a própria equipa acusou o toque, levando esta a chegar ao estádio sem motivação e animicamente em baixo, logo isso mais a pressão a que JJ ficou submetido durante essa semana levaram à queda de todo o bom trabalho que havia sido feito, no jogo do Dragão o JJ quis ir pelo tradicionalismo e jogar com 3 centrais com 2 médios centro e o resto pronto para o contra ataque, mas nos centrais estava o problema porque o Roderick é lenta e quando jogas com 3 centrais apenas um pode ser mais lento, e esse funciona no meio, com Luisão e Roderick ficas com a defesa demasiado vulnerável.....para mim a mudança deveria ter sido a inclusão de Melga pelo jogador que sai para entra o Roderick, e puxava o Almeida para central sobre o lado direito.....quanto a mim teria dado mais resultado.....mas pronto o JJ sabe da burrada que fez.....ele teve noção no preciso momento em que o puto entra em campo....mas lá está o JJ esteve uma época impecável, falhou no momento de mexer da parte defensiva da equipa...aliás este é um dos seus problemas como ambos sabemos, mas acredito que mesmo assim o JJ fez mais e melhor trabalho do que o VP....que quanto a mim apenas se sagra campeão porque teve um excelente grupo, porque acredito que Moutinho ou Lucho se não dão a cara pela equipa o Porto se tinha afundado em Fevereiro

Eu não estou a dizer que o Porto teve força no jogo contra o Ben

Benfica, eu estou a dizer que o Porto teve força nos 6 jogos anteriores, em que pela minha experiência enquanto adepto de futebol é raro ver uma equipa que perdeu o controlo do seu destino continuar a ganahr e não deixar a outra equipa cavar ainda mais o fosso... e para isso, é preciso ter muita mas mesmo kuita força, ano passado, o Benfica sai da Luz com 2 ou 3 pontos de atraso do Porto, terminou o campeonato com 6, no ano de VB nem se fala, mas aí é normal com a pontuação do Porto desse ano, qualquer um desanimava, mas foi essa força que eu estava a falar, claro que depois do Estoril ganharam naturalmente ainda mais força, e aí Jesus teve mediocre no controlo emocional depois desse jogo, o medo transparecia da sua cara e dos seus gestos, e depois no dia a seguir quis emendar a mão, mas nestas coisas o imediato conta mais... agora naqueles 6 jogos anteriores foi VP que acreditou, porque a equipa não é mais do que a cara do treinador, tal como, nos nossos trabalhos, eu já geri equipas e já fui gerido, e é incrível como quando somos geridos por alguém competente ou com determinadas características nós começamos para o mal e para o bem a copiá-las sem perceber, quando gerimos é engraçado que também percebemos que o serviço começa a ser a nossa cara, ou seja, se somos explosivos como eu já tive um diretor assim, eu ao longo do tempo tornei-me mais explosivo com quem estava a chefiar. Tudo isto para dizer, que o Benfica nervoso foi a cara de Jesus, o Porto crente foi a cara de Vítor Pereira.

Em relação à época de Jesus, continuo a dizer, que sempre que jogou contra equipas da sua liga, o Benfica esteve mal, ou seja, na Champions num grupo fácil, perdeu o apuramento, ainda por cima, com uns quantos putos que ainda não sabem ler nem escrever com outros que eram bons jogadores, mas sem ritmo de jogo, falha nos dois jogos com o Porto, é que mesmo no 1º o Benfica teve mais longe de ganhar que o Porto na Luz, falha frente a um Chelsea que o Benfica tinha tudo para os vencer, o Chelsea jogou mesmo como o Benfica gosta, e mesmo assim o Benfica não conseguiu materializar em golos a sua enorme superioridade àquele Chelsea, ou seja, se considerares que Jesus fez um grande trabalho, por ter feito grandes jogos contra as equipas mais pequenas, por ter feito bons jogos contra as equipas que apanhou na Liga europa, eu acho que não... ainda assim, também não acho que Vìtor Pereira tenha feito um trabalho imaculado, teve muito mal frente ao Málaga, esteve muito mal frente ao Braga menosprezando-o na Taça de Portugal, um bocadinho deslumbrado com a qualidade de jogo do Porto na altura, e com a eliminação do Nacional com essa mesma 2ª equipa, esteve mal na Taça da Liga quando não percebeu que era bem melhor abdicar de Mangala para entrar Ba do que de Otamendi, porque o argentino é o central inteligente do Porto, e Ba e Mangala apesar de serem dois grandes atletas, com pontencialidades enormes, não são compatíveis, ou seja, teve vários momentos mal, mas no final das contas o que sei é que VP foi bem sucedido na fase de grupos da Champions, coisa que Jesus não foi, e que VP ganhou o campeonato e revelou força psicológica para aguentar a equipa na hora mais negra e jesus não, por isso, na minha opinião a época de VP foi melhor do que a de Jesus.

.

.

»porque lá está, a 4 jornadas

»porque lá está, a 4 jornadas do fim chegou a "dona" estrelinha...»

Bom, falar em "estrelinha" não será abusivo? Recordo-me dos meses de Fevereiro e Março, o Porto desperdiçou pontos com o Olhanense e Marítimo, com Martinez a desperdiçar 2 GP, e o Porto a oferecer 4 pontos de vantagem ao seu competidor directo!

Nesse mesmo período, Fevereiro/Março, o Benfica revelava sinais preocupantes com quebras exibicionais, empatou na Choupana, ganhou com uma GP questionavel à Académica aos 90 + 4 minutos, assim como passou em Aveiro de forma sofrível, e com respectiva "estrelinha" e mais uma GP concretizada, isto é, em Fevereiro/Março esse Benfica menos bom, ganhou 2-0 ao Porto na concretização de GP, e acumulou nesse período 4 pontos de avanço, e respectivo aditivo animico!

"Estrelinha"?! Será mesmo? Fica a pergunta, o Porto foi Campeão por mérito, por demérito do Benfica, ou por ambas as razões?

...............

Quando afirmo que chegou a Estrelinha, o Benfica empata com o Estoril quando fez mais que o suficiente para vencer o jogo com folga só durante a 1ª parte, quis a estrelinha que o Estoril empatasse com um lance que nem era perigoso e o Benfica e a ficar reduzido a 10 quando precisava de 11 gajos a correr...

Mas falas de que quebra exibicional, aquela em que JJ em 6 jogos diferentes jogou sempre com 11's completamente diferentes, apostando apenas e só em marcar e guardar o resultado, ou seja a equipa jogava para o resultado, quando as competições de seleções pararam JJ demorou exactamente 1 semana a estabilizar a equipa e de toda a equipa apenas 3 gajos davam indicios de quebra fisica.....Melgarejo, Ola Jonh e Enzo Perez, desses 3 apenas 1 sabia o que era fazer 50 jogos época que é o Enzo Perez, e mesmo assim esse fez este ano a sua primeira época completa na Europa, ou seja, o Benfica teve fazes diferentes no seu estilo de jogo.....concordo........agora quebras exibicionais existirão fruto das necessidades da equipa, pois por vezes é necessário jogar feio mas pelo seguro...........aliás o Porto acaba por realizar os ultimos jogos assim, deixou de fazer aquele futebol apoiado para começar a fazer um futebol de resultado, tentando marcar primeiro e fechar o resultado esquecendo o tal futebol de posse de bola e tal.......

O Porto foi campeão porque marcou mais um golo do que o Benfica no jogo que decidia o titulo..........quanto a méritos e deméritos, eu posso dizer a minha opinião que nunca há de passar de ser a minha opinião, e tu nunca irás estar de acordo porque não pensamos da mesma maneira, eu penso nas coisas a vários pontos, tu pensas nas coisas apenas nos pontos que te convém........mas na minha opinião o Benfica perde o campeonato pela incapacidade de finalização contra o Estoril, incapacidade essa que voltou a trair a equipa contra o Chelsea.....

.

.

...

...LOL...o Benfica está gasto e previsível. Alguém diga ao tolinhas para ele se limitar a falar de menarcas e pouco mais. Futebol não é claramente o forte do garoto...

E já se tinha extraído tudo do saloio? É bem...isso quer dizer que esta época afinal não foi épica e coiso e tal, o FCP do Vitó afinal não é comparável ao do Villas e ao Benfica do Hagan? Curioso à brava...

"Merecia, mas não devia..." Muito bom! :)

Só um olá para não alterares

Só um olá para não alterares o comentário ó José Leite de Vasconcelos ahahah. Vais penar este ano ó altivo, pudibundo.

...

...LOL...ó estúpido...tu sabes sequer o que quer dizer "pudibundo"?!?

Que otário, minha nossa senhora. Vives com o rei na barriga, mas quando a vida te fizer chegar a roupa ao pêlo, a ver vamos quem é pudibundo. Tem vergonha, garoto...não passas de um caga tacos...

"Apesar de sabermos que é a

"Apesar de sabermos que é a direção azul e branca quem escolhe os jogadores com que Paulo Fonseca irá atacar o tricampeonato, acham que terá condições para ombrear com o Benfica de Jorge Jesus, algo já gasto e previsível?"

Sim, gastíssimo, na época em que fez o record de pontos do benfica, potenciou jogadores que há um ano estavam encostados, transformou lata em prata, voltou a uma final europeia, claramente o benfica de jesus está gastíssimo...

"a noção de que já se tinha extraído o melhor que Vítor Pereira tinha para dar ao FC Porto."
Espero bem que a maior parte dos patrões de Portugal não tenha essa visão porque senão o desemprego ainda vai subir mais: "sim, sim, fizeste tudo aquilo para que te contratámos e ainda mais, mas acho que já extraímos o melhor que tinhas para nos dar...".
Ele é um treinador de futebol e, ao contrário das modelos os treinadores tendem a ficar melhores com a idade e experiencia profissional.

toliiiiinho que dói...

eheheh

A estupidez não conhece limites ...

... com certos projectos de autor.

Chamar taça "lucílio" é uma deselegância quando se escreve um artigo, mas deste já era esperado.

Classificação do artigo: Medíocre!

Fruto???

Achas mesmo que o Clube corrupto vai abdicar da fruta que tantas "bitórias" trouxe aos bimbos burros carneiros?

"Ele merecia continuar, mas

"Ele merecia continuar, mas não devia continuar..."

Subscrevo por inteiro essa frase, e poderia acrescentar mais alguns aspectos importantes neste processo!

Os Treinadores Porto cumprem ciclos curtos 2/3 anos, o de maior longevidade foi o legado de Jesualdo que cumpriu 4 anos, mas Carlos Alberto Silva, Oliveira, Robson ou Mourinho cumpriram ciclos de cerca de 2 anos, foram Bi-Campeões, e por razões várias sairam!

Depois, tocas e bem o novo ciclo Porto, Fernando, Moutinho e James irão sair, e essas 3 pedras eram essenciais ao Futebol de circulação e posse segura de VP, e irá encetar-se um novo ciclo Porto com Paulo Fonseca, porém, sem fugir muito do habitual 4-3-3 do Porto, com algumas caracteristicas do tal Futebol de posse e circulação, mas mesclar essa caracteristica com transições rápidas, com velocidade, e com algum cinismo à mistura, eram essas as caracteristicas do Paços de Paulo Fonseca.

Recordo que esse Paços estava assente num quadrado no meio-campo: André Leão e Luíz Carlos unidades de pendor defensivo, e depois Vítor e Josué como criativos, quase jogavam a par, e que se estendia num 4-3-3 com Josué a cair na esquerda, mas sempre a procurar movimentos interiores (tal como James). O corpulento Cícero encaixado entre os centrais, e Hurtado nas alas (preferencialmente à esquerda) a dar velocidade nas transições. De relevar também a solidez defensiva desse Paços, foi a 3ª defesa menos batida, e que tinha no experiente Ricardo no eixo central a sua unidade fundamental!

Relativamente à pergunta final, creio que está dependente do factor saídas. Como sabemos os Clubes Portugueses estão dependentes da valorização e vendas dos seus activos, e Porto e Benfica irão vender cerca de 4 pedras nucleares cada uma das Equipas. No Porto James e Moutinho já foram, Fernando (factor renovação encaixe respectivo) e Mangala com tamanha cobiça dos "tubarões" da Europa, também sairá, e nem será impensavel Villas Boas após vender Bale ao Real, e com 90 M€ no bolso, chegar ao Dragão, "pagar e levar" o Martinez, bom, se tal acontecer, serão 5 unidades vendidas, trará excelentes encaixes financeiros, mas consequencias nefastas a nível desportivo. O Benfica, terá no mercado Garay (os 40% só garantem 8 M€), Cardozo pelos propalados 10~12 M€, Gaitan ou Salvio (da Sérvia chegam reforços para essas posições), e ainda o maior encaixe e respectiva mais valia Matic, poderá ser vendido por 40 M€, isto é, perspectivo que o Benfica também venda 4 unidades nucleares da época passada. Repito, quanto à pergunta final, qual das Equipas será favorita ou sairá favorita? Depende de como os reforços que irão entrar, ou os suplentes (por exemplo,no Porto Maicon e Defour são candidatos ao onze titular) encaixem no onze base, isto é, a Equipa que melhor afinar, ajustar e substituir as peças que irão sair neste defeso, mais próximas estarão de ganhar o Campeonato!

P.S. Campeonato que creio continuará bipolarizado entre Porto/Benfica, e depois o Braga e o Sporting a lutarem previsivelmente pelo 3º/4º lugar!

Retificação

O tricampeonato já cá mora, agora vamos atacar o tetra!

Agora é que se bai ber BIMBOS..., saiu a fruta (pêra e maçã),

uma tinha bicho a outra era podre de nascença..., a frutaria acabou-se???
Em que secção do supermercado é que bão agora comprar o cãopionato, cheira-me a peixaria..., LOL, só MERDA esta BIMBALHAGEM/APALERMADA!!!