O golo mais estranho de sempre | Relvado

O golo mais estranho de sempre

 

_Pjxb0dj8j8Golo marcado por Adam Czerkas com a camisola do Odra numa partida contra o Wisla Plock da Liga polaca de futebol. Foi o único tento do desafio. Susana Valente

Videos:

Comentários [35]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

O Romagnoli já marcou um golo assim pelo SCP...

...em Alvalade, não era preciso ir buscar este golo à Polónia para mostrar o pseudo golo mais estranho de sempre. Cumprimentos

O Patricio sofreu um mais estranho contra o Mafra

:X

Re: O golo mais estranho de sempre

Instinto de ponta de lança, no sítio certo na altura certa!

OFF-TOPIC: carta à edição.

Peço desculpa a todos por colocar isto aqui, mas, e após ter sido acusado e insultado pela enésima vez por um clone do "ciclone", fartei-me...e enviei, através de mail, uma queixa formal à edição. Após o respectivo envio, recebi no meu mail, duas respostas a um comentário meu no artigo sobre o "Dia de Portugal". Numa dessas respostas, dadas por um utilizador de seu nome "comentador9" (personagem que nunca vi aqui), sou inclusivamente ameaçado...e quando tentei ver o resto da resposta (só tive acesso a uma linha através do link do mail), acedo a uma página do relvado.com que não existe. A outra resposta, igualmente do mesmo "user", acede à referido artigo de Portugal mas, curiosamente, não me permite vê-la na totalidade, por razões que desconheço, tendo inclusive desaparecido. Como tal, deixo aqui cópia do que enviei à edição do fórum, tendo endereçado as minhas queixas à Susana Valente, personagem e/ou figura que sei ser existente...mas que se está a esforçar bastante para não existir. Mais uma vez as minhas desculpas por isto a todos aqueles que aprendi a respeitar e a ler com atenção neste espaço. ---------------------------------------- "Cara Susana Valente, muito bom dia. Sou o utilizador nº 20244 do relvado.com. Como certamente já deverá de ter reparado, persiste no fórum uma situação incómoda, que parte da postura de um utilizador em particular, que ostenta possuir, de forma descarada, um conjunto de clones insultuosos e provocadores. Falo, como sabe, do «ciclone», também conhecido por «clk45», «sinsim», «comentador1», «xintia», entre outros que desconheço... Não sei o porquê de se permitir que esta personagem continue a comentar de forma impune, e quero acreditar que a edição de um espaço que se quer isento e, acima de tudo, civilizado, não tem uma agenda que exija a manutenção de um user que motiva os tão necessários "clicks" à sobrevivência do site. Outra hipótese é estarmos na presença de um utilizador ligado à própria edição. Caso assim seja, gostava de ser informado, para prontamente desistir de marcar presença no relvado.com, por propagar uma política editorial e de gestão que não se coaduna com a minha pessoa. Deixo aqui um excerto de um artigo lançado há uns dias: «13 de Junho de 2000 às 21:09 . A data assinala o nascimento do relvado.com . Há dez anos a dar voz a treinadores de bancada... Resistimos, com defeitos, mas com a virtude de continuarmos um espaço de liberdade , onde o adepto é realmente o "dono da bola". Parabéns a todos os que contribuíram para esta década de existência.» Permita-me também explanar o pouco o conceito de liberdade. Para Descartes, age com liberdade «...quem melhor compreende as alternativas em escolha. Quanto mais claramente uma alternativa apareça como a verdadeira, mais facilmente se escolhe essa alternativa. Pessoas que não buscam informações, têm mais dificuldades para identificar as inúmeras alternativas que existem, pois alternativas são frutos da aquisição dessas informações.» A filosofia no geral, define liberdade, de uma maneira negativa, como a ausência de submissão, de servidão e de determinação. Isto é, qualifica a independência do ser humano. De maneira positiva, liberdade é a autonomia e a espontaneidade de um sujeito racional. Isto é, ela qualifica e constitui a condição dos comportamentos humanos voluntários. Face ao exposto, cara Susana, a edição, que apregoa liberdade, tem que não a confundir com apatia e/ou liberalismo. Liberdade exige, lá está, escolhas, opções, e assumpções de riscos, na tentativa de preservar a autonomia e a ausência de submissão. A forma ostensiva com que o utilizador "ciclone" passeia no fórum é um atentado à liberdade apregoada; é uma ofensa aos princípios que deveriam de reger o relvado.com, e entra inclusive em contradição com a segunda parte do tal artigo lançado há uns tempos atrás: «E venham daí mais dez! No caminho há mudanças planeadas, ideias a fervilhar, no sentido do constante aperfeiçoamento que procuramos. Esperamos continuar a contar com a participação daqueles que são, e sempre foram, o centro deste espaço, os relvinhas.» Caso esteja de facto a pretender poder continuar com a colaboração dos relvinhas, convém perceber muito bem onde é que residem as ervas daninhas; convém instaurar mudanças decisivas e definitivas no funcionamento do fórum, de forma a poder reabilitar um espaço que já foi excelente...e que já não é. Agradecia uma resposta ao mail enviado, por favor...até para perceber de que forma a edição está atenta ao tal "centro do espaço". Com os melhores cumprimentos GVF" -------------------------------------------

Resposta da Edição

Meu caro, contrariamente a alguns (e pode tomar a insinuação relativamente a si, se assim lhe servir o barrete!), a Edição não tem a capacidade/disponibilidade para se metamorfosear em alter-egos. Nem sequer precisa de o fazer na actualidade. No passado, quando dávamos os primeiros passos, é certo que me desdobrei em vários nicks para "animar" as discussões da comunidade. Neste momento, felizmente, não é preciso fazê-lo. Os relvinhas alimentam por si só o site. Eu também posso questionar se o meu caro, e os "apoiantes" que aparecem sempre que surgem as suas críticas ao site e à Edição, não estarão interessados em minar o espírito deste espaço... Sempre a apontarem a necessidade de criar alternativas ao relvado... E posso acrescentar que, sendo o meu caro o «utilizador nº 20244 do relvado.com», não tem a "antiguidade" necessária para referir-se a «um espaço que já foi excelente... e que já não é». A não ser que... O ciclone, o utilizador número 9441, poderá ou não ter clones, ter uma participação relevante, irrelevante... O GVF pode ter clones ou não, uma participação interessante, desinteressante... Nem todos os utilizadores do relvado são necessários à existência deste espaço, mas esse não é um critério para a expulsão de ninguém. Alguém com uma teoria da conspiração mais elaborada poderia rapidamente concluir que o GVF é um "clone da edição" na medida em que não há assunto que dê mais cliques ao relvado do que as críticas ao relvado, à Edição, às moderações... Querem ver que eu sou maluquinha o suficiente para andar por aqui a dizer mal de mim e a defender-me ao mesmo tempo?! Este fórum tem 10 anos de existência e é um espaço único, não é à toa que sobreviveu durante esta década. Se não fosse tão único não estaria o meu caro a perder tempo com «cartas à edição», nem com tanto off-topic... Aquilo que parece evidente é que o relvado precisa menos de si do que o meu caro deste espaço... Cabe-lhe a si fazer a «escolha informada»... PS: Esta foi a resposta que enviei ao GVF por email, mas, já que o utilizador fez questão de publicar a sua «carta» no relvado, vejo-me forçada a divulgá-la aqui. E sempre dá mais uns cliques...

Resposta baixa de uma edição incompetente

Esta resposta demonstra bem o nível a que este site chegou e também de quem o (não) gere. A incoerência é algo que também está constantemente presente nesta vergonhosa resposta. Diz que não tem disponibilidade nem capacidade para se metamorfosear em alter-egos admitindo, contudo, que já o fez anteriormente. Para além de ser um enorme contra-senso e um valente tiro no pé, pergunto-me se essa falta de disponibilidade é também a razão para a progressiva decadência em que este espaço entrou. Para além de insinuar que o user GVF (sem dúvida um dos melhores e mais sensatos deste espaço) tem clones, insinua ainda que o dito relva e outros (nos quais me incluo), ao criticarem o site, têm o objectivo de minar o espírito de um espaço que, por si só e pela maneira como é gerido, já deixa muito a desejar. Não quero então imaginar o que a Susana pensa das verdadeiras ervas daninhas que mais não fazem do que andar a pavonear os seus clones e a ofender e afastar relvas que contribuem de forma muito positiva para este espaço. Decerto não será positivo. Pelo menos para uma edição “a sério”, como parece (não) ser a do relvado. Não contente com os constantes tiros nos pés ao longo desta tentativa de resposta ao GVF, a Susana conseguiu ainda descer mais baixo e dar importância aos relvas por ordem de antiguidade, como ficou comprovado na resposta mais abaixo ao relva Not_me. Fica então claro que a edição no geral e a Susana em particular prefere preservar um relva antigo mas que em nada contribua para este espaço, do que um relva relativamente recente, mas imparcial, justo e dinamizador. Tiro o meu chapéu. Depois desta arrogância toda para com um relva exemplar, vem-me falar do tal ciclone que, diariamente, pavoneia os seus clones (clk, xinthia, sinsim, comentador, etc) com comentários perfeitamente iguais ao user que lhes deu origem e com insultos a outros relvas e insinuações de auto-moderações. Algo que, tendo em conta a passividade da edição e da Susana, não contribui negativamente para este espaço. Termina dizendo que este fórum tem 10 anos de existência, que é um espaço único e, como não poderia deixar de ser, com mais uma insinuação muito triste ao relva GVF. Diz a Susana que o dito relva precisa muito mais deste espaço do que o espaço dele. Ora, acho que não é bonito, nem de bom tom e muito menos de boa educação insinuar que o GVF é uma pessoa dependente deste espaço. É o tipo de afirmação que é baixa e não fica bem a ninguém, muito menos a responsáveis pelo site. Deixe-me dizer-lhe também que me parece muito pouco profissional e uma estratégia nada inteligente abrir as portas de saída do site a relvas como o GVF e ainda por cima desta maneira muito pouco elegante. Para mim, esta foi a gota de água. Um relva como o GVF não merecia este tipo de tratamento. Posto isto, e vendo eu que a edição continua com as mesmas ideias para este site e a pactuar com a pouca vergonha, contribuindo, também ela, para o seu aumento, não me resta mais nada senão bater com a porta. Tive aqui boas conversas, foram 3 anos e tal de algumas boas conversas com pessoas bastante boas e bem formadas, mas para mim chega. Não me revejo nisto. Um site em que a edição não dá o exemplo e é a primeira a chafurdar na lama não me merece respeito. A vontade de continuar era pouca e agora não existe. Até sempre.

Re: Resposta baixa de uma edição incompetente

Meu caro, antes de mais agradeço a consideração que demonstrou pela minha pessoa. Vindo de alguém que aprendi a respeitar tem, com efeito, um sabor bastante especial. Contudo, venho por este meio pedir-te que não "batas com a porta". Disse o que disse e escrevi o que escrevi à edição por acreditar no valor do site e do fórum, mas ele só fará sentido se permanecerem aqui os utilizadores que, de facto, o enobrecem e enriquecem com a sua presença e considerações. Se users como tu e como o vattimo, que já manifestou também desejo de não voltar a marcar presença sairem...estamos a dar carta branca à perpetuação da mediocridade. Lá que a edição se queira fazer a si e a este espaço mais do que ele é, é lá com eles. No entanto, e em função do que granjeámos, enquanto companheiros da discussão, para o bem e para o mal, temos que continuar aqui, criticando quando devemos e apontando o dedo quanto tal é merecido. Contra mim falo, pois também já aderi a essa postura que admites agora ter...mas apercebi-me que isso é dar uma palmadinha nas costas a gestores mediocres e interessados no click e não no que um fórum destes poderá trazer. À arrogância responde-se com desprezo...mas tem que ser um desprezo activo e não passivo. Um abraço...e os desejos que reconsideres a tua decisão.

Minha cara Susana...

...se é esse jogo que quer, é esse jogo que fazemos. Acho lamentável que não tenha percebido o porquê de ter aqui colocado a «carta», pois e caso seja uma pessoa atenta e dedicada ao que faz, certamente terá reparado que não fui o único a queixar-me desta situação. Como tal, achei por bem dizer a todos aqueles que primam por este espaço, enquanto relvas, que há maneiras de nos insurgirmos. Contudo, e em função da sua resposta, permita-me colocar aqui outra, precisamente a que lhe dei para o mail da edição: ------------------------------ Minha cara Susana, começo por lhe agradecer a resposta, como é óbvio. Mas permita-me também por tentar perceber algumas coisas: A Susana, enquanto utilizadora, desdobrou-se em vários clones (alguns deles por demais conhecidos) para animar os primeiros tempos do relvado. Mas depois acrescenta que a Edição não tem a capacidade de se metamorfosear. Afinal...em que consiste o fenómeno "Edição"? É um grupo de pessoas? É somente uma? Possui um conselho decisor relativamente ao que publica? Tem algum tipo de estatuto, de forma a poder funcionar como fonte jornalística fidedigna? De seguida, devo dizer que não tomei em bom tom a acusação de a minha pessoa possuir clones. Lá que seja uma prática que se coaduna com os vossos intuitos de desenvolvimento e dinamização, aconselho vivamente a que não tome a parte pelo todo. Não sou apologista disso, nunca fui...nem serei. Avancemos então para a questão da antiguidade. Como disse, o meu nº é o 20224. Contudo, subentendeu que a data da minha inscrição e início de comentários também corresponde à data em que comecei a ler o relvado.com e, como certamente saberá, elas não têm necessariamente de estar associadas. Não lhe vou revelar o momento em que comecei a prestar atenção ao relvado.com, mas posso dizer-lhe que tenho perfeita legitimidade para afirmar o que afirmei. É com desagrado que vejo um espaço que em tempos possuiu utilizadores de extraordinária eloquência, sapiência, ombreidade e discernimento, andar a tentar justificar a permanência de utilizadores como o referido "ciclone" e, em particular, os seus clones perfeitamente identificados. Essa da teoria da conspiração de o meu nick ser um clone da edição deve ser certamente para que você tente justificar sabe-se lá bem o quê...pois basta estar atento à minha postura e a minha forma de estar no fórum para colocar completamente de parte essa insinuação...a não ser que se aja de má fé, o que também entra em conflito com os princípios que deveriam de reger o relvado.com Por último, não pense que "cartas à edição" e "off topic" se traduzem numa necessidade de me manter no relvado.com. Traduz-se, isso sim, na tentativa de apelar à depuração das tais ervas daninhas, na tentativa de discordar, direito arduamente adquirido pelo nosso país, de situações que em nada abonam a favor da tal unicidade que refere. E a partir do momento em que você, enquanto gestora, acha que um relva anda, e cito, "a perder tempo" almejando a uma melhor salubridade de um espaço virtual, não estará no fundo, a ir contra o tal "centro do espaço"? Rematar com a insinuação de que eu preciso mais do relvado.com do que o relvado.com de mim...também não foi de bom tom. Não queira fazer deste fórum algo que não é. Reconheço-lhe enormes méritos, quanto mais não seja pelas possibilidades de camaradagem e conhecimento dos quais já disfrutei...mas que também já solidifiquei por outras vias que não o relvado.com. Mas mais complicado do que atingir tal mérito...é mantê-lo. Desconheço qual o seu intuito relativamente à situação sobre a qual me insurgi. Dou o benefício da dúvida, recusando assumir uma importância da minha pessoa que claramente não tem...e que não quer ter. Saberá certamente que não sou o único a queixar-se. E, tal como eu, também já viu "desaparecer" inúmeros utilizadores de valor do fórum. Peço desculpa, mas cabe-lhe a si fazer a "escolha informada", avaliar se os que chegam conseguem impor semelhante qualidade, se a tal década serviu para também ensinar...e então projectar o tipo de rumo que quer dar a um espaço que continua a definir-se como único. Com os melhores cumprimentos

...

Primeiro caro GVF, sabes que estou solidário com este género de manifestação (protesto), também já fui alvo de algumas tentativas provocatórias por parte dos mencionados usuários com comportamento desestabilizador (na maioria das vezes optei pelo silêncio). Mas deixo-te um comentário que postei ao menino "TOM", que servirá no minimo para reflexão, aliás, penso que esta vai ser minha última particiação neste fórum (já tenho idade para ter juízo). "... penso que todas essas intervenções desadaptadas que por aqui vagueiam findavam com o término da pontuação concedida por uma empresa com meros fins lucrativos. Ou com, uma devida e visível intervenção (expulsar) que servisse de exemplo e provocasse uma reflexão plural. Como nada do aqui tem sido proposto será praticado, serão os usuários incomodados a tomar em consciência as devidas medidas coercivas... Abandono. " Um abraço

Re: ...

Caso se confirme esse teu abandono (algo que te peço para não o fazeres), serás mais um dos utilizadores que ainda ia disfarçando a mediocridade do fórum...a saltar do barco. A apatia e a permissividade relativamente a certas situações também não me agradam. Por enquanto, e tal como disse, vou dar o benefício da dúvida...mas termino como comecei: seria desejável que ficasses. Sincero abraço.

Essa arrogância diz muito do que é

para vocês este espaço. Se calhar se "ouvissem" mais os users quando fazem criticas POSITIVAS ao vosso trabalho não era preciso chegar a este extremo nem ao ponto das criticas positivas darem lugar a criticas mais rispidas. Já agora dona Susana, um user até podia ter o número 3421432432 e ter-se registado ontem no site o que não quer dizer que não viesse aqui há muito mais tempo ;) Se houvesse uma eliminação total dos clones(como há em muitos forúns) não haveriam quaisquer teorias da conspiração. Cumprimentos

Re: Resposta da Edição

Cara Susana, Penso que levantar suspeitas sobre um elemento que sempre participou de forma correcta e coerente, como o GVF, era evitável. O Sr. Ciclone não poderá ter... Ele tem com toda a certeza clones e só quem não quer ver é que não vê. Já agora, muito triste dar a impressão que os relvas de qualidade como o GVF não fazem falta e que a opção a tentar mudar algo é sair deste fórum. Se não interessa a qualidade mas a quantidade, este fórum não vai no bom caminho... Cumprimentos, Not_me

Susbscrevo totalmente

só alguém que mete aqui os pés para apenas editar artigos é que diz uma barbaridade dessas acerca de um user que tem constribuido e muito para este espaço. Cumprimentos

Re: Susbscrevo totalmente

E a antiguidade é um posto também aqui... Sinceramente, que resposta mais desinteressante e negativa por parte da edição. Cumprimentos, Not_me

Re: Susbscrevo totalmente

A antiguidade não é um posto, mas é um factor de peso na definição do prestígio de um relvinha e da sua credibilidade dentro do site. Quando fiz referência à antiguidade do GVF pretendia notar que, não estando integrado na dinâmica do fórum há muito tempo, não poderia fazer uma "análise" comparativa relativamente ao que já foi.

Re: Susbscrevo totalmente

lolol Alguém com -122315 pontos de prestígio (ainda não recebi os vales para trocar por gasolina nos postos aderentes), mas com o número de inscrição, suponhamos, "2", é, com certeza, alguém bastante útil a este espaço... D. Susana, pare, escute e olhe: não se envergonhe mais

Re: Susbscrevo totalmente

Não é pela antiguidade que um user tem valor, mas sim pela relação que tem com os outros e pela maneira como escreve. Se assim for, todos os utilizadores que colocam apenas os resultados como os oliveiras e afins têm muito mais valor que utilizadores que todos os dias comentam e enviam artigos para este fórum, apenas porque são mais antigos e utilizam esse método do envio de resultados para estar no top prestígio. A avaliação da qualidade de um relva não pode ter em conta apenas a antiguidade e o prestígio, não pode ser tão objectiva. Quem aqui anda todos os dias e lê os comentários dos utilizadores sabe bem quem são os relvas que têm valor e sabe também que muitos deles nem são muito antigos nem estão no top prestígio.

Re: OFF-TOPIC: carta à edição.

Ó meu caro, Até me custa estar a ver-te a "atirar com pérolas a porcos" (encare-se apenas o sentido metafórico da expressão popular, não a sua leitura à letra). Boa parte da lixeira que por aqui está "aterrada" (derivação de "aterro") não se preocupa minimamente sequer em ler a tua comunicação até ao fim, uma outra parte simplesmente não a entende e uma diminuta fatia encolherá os ombros... Por acaso, e curiosamente, nunca fui insultado pelo user em questão. Que foi no mínimo esquisita a suspeita lançada aqui há tempos - e ainda mais a sua (falta de) reacção -, foi... Aconselho-te a um outro tipo de postura interior (atenção, apenas para o bem da tua sanidade mental!), de relativização das coisas. Porque senão, estarás sempre na iminência de abandonar qualquer espaço virtual, cada vez mais à mercê da voragem de certas personalidades doentias e desfasadas da saudável e aconselhável regra da convivência humana. Mas compreendo que existam limites para tudo... Espero que obtenhas dividendos deste teu pedido de satisfações, porque, no fundo, e apesar da tal relativização de que falei, não somos meros robots, nem convém que nos reduzamos a tal. Um abraço! P.S.: É pena estares longe geograficamente - amanhã vai haver "francesada" aqui entre poucos mas bons relvas tripeiros... ;)

Re: OFF-TOPIC: carta à edição.

Bom dia, meu caro... E eu não mando nada a ninguém...apesar de aqui o termo "porcos" poder ser entendido um bocadinho para além do figurativo. Apenas fiz questão de manifestar, de forma limpa e ao abrigo das ferramentas que este espaço nos disponibiliza, a minha indignação perante a constante repetição e tolerância face a uma situação desagradável: desagradável para mim, para outros...e para a salubridade do fórum. Já disse isto ao user Ervado: uma vez um gajo ignora. Quando são muitas...e quando nos atingem directamente, ficamos por demais chateados. E a edição não pode aceitar isto, em função do seu comportamento e posturas relativamente a outros. Atenção, que a minha sanidade mental não está aqui em risco. :) Mal seria se fosse um espaço de discussão virtual a atentar contra isso. Tão facilmente como comecei a comentar, deixo de o fazer. Teria certamente pena que chegasse a tal, até porque, e como já disse, isto acabou por fazer parte de uma rotina diária que me agrada, distrai-me, mantém-me ocupado e já me proporcionou conhecimentos e experiências bastante interessantes. Mas, e se somos de facto nós, enquanto utilizadores, o sustento do fórum, gostava de saber quem é que gere, e de que forma é que o gere. De resto, a França perdeu, o Pinto da Costa já fez uso da sua fina ironia outra vez, o Maniche está no clube do coração, o Di Maria está vendido...e o Queiroz continua a irritar-me. Siga a marinha. Grande abraço. P.S: Tenho acompanhado o desenvolvimento na combinação dessa petiscada. Era bom, era...mas iremos lá chegar, amigo. :)

Clones da edição

duvidas que muitos desses clones são da edição para incendiar ou ter muitos clicks e acessos ao site? Eu não caro amigo, só assim se compreende o silencio e apatia e mostra que os editores deste site não tem "tomates" para dar o corpo ás balas, fazem apenas aquilo que lhes mandam fazer. Abraço

Re: Clones da edição

Só quero é perceber se são. Caso se confirme...não quero comentar aqui. O tal espaço de liberdade e afins...seria manietado por princípios nos quais não me revejo...e nem sequer compreendo. Abraço.

Re: Clones da edição

O que eu não compreendo é como é que no meio de tantos entendidos nas mais diversas áreas que por aqui há, não há ninguém que saiba criar uma alternativa a este site... Cumps

Re: Clones da edição

Não estão para isso, como é óbvio. Eu acredito que gerir isto ainda deva de dar algumas dores de cabeça...mas lá que uma "competição saudável" com outro site deste género levaria a um acréscimo de qualidade, lá isso levava... Abraço. P.S: Estou com um cabeção. Apetece-me trabalhar mas é os tomates...

Re: Clones da edição

Se assim for este site é, sem qualquer dúvida, repugnante. O dia em que houver certezas disso será o dia em que saio daqui sem sequer olhar para trás.

Re: Clones da edição

Se calhar por isso é que nunca temos resposta nem acabam com os clones. Repugna-me não banirem clones por causa dos cliques e comentários(para dar a ideia que este site tem muitas mais pessoas), o que revelei acerca dos clones da edição é apenas uma opinião minha que justifica o seu silencio constante, é no minimo comprometedor. Abraço

Re: OFF-TOPIC: carta à edição.

"Após o respectivo envio, recebi no meu mail, duas respostas a um comentário meu no artigo sobre o "Dia de Portugal". Numa dessas respostas, dadas por um utilizador de seu nome "comentador9" (personagem que nunca vi aqui), sou inclusivamente ameaçado...e quando tentei ver o resto da resposta (só tive acesso a uma linha através do link do mail), acedo a uma página do relvado.com que não existe. A outra resposta, igualmente do mesmo "user", acede à referido artigo de Portugal mas, curiosamente, não me permite vê-la na totalidade, por razões que desconheço, tendo inclusive desaparecido." Boas GVF. Acho estranhas essas respostas ofensivas que dizes que recebeste a um comentário teu num artigo que até já nem estava na página principal do site. Estranhas porque, segundo o que dizes, aconteceram precisamente após o envio deste email à edição e também porque foram feitas por um user com o nick comentador9, um tanto ou quanto parecido com o nick comentaor1 que dizes desconfiar ser mais um clone do palhacito. Será que esse comentador9 teve acesso ao email que apenas deveria ser lido pela edição? Se sim, será clone de quem? Se for do mesmo user que fez o clone comentador1 estamos conversados... Abraço.

Re: OFF-TOPIC: carta à edição.

Boas, Jonas. Pessoalmente, e como já disse, não quero acreditar que isto são manobras da edição para puxar ao clique. Esse tal comentador9 respondeu-me para um artigo sem nome, simplesmente identificado com uma infinidade de 0´s. Quando carregava no link, ia parar a uma página em branco do relvado.com. Epá, não sei o que se passa aqui...mas gostava de saber... Até ao momento, nada de resposta da edição ao que escrevi. Lamentável... Abraço.

"O golo mais estranho de sempre"...

Vícios jornalísticos...

lol onde ta o video?

off-topic -Para os amigos relvinhas

Entrem no site em baixo e terão há vossa disposição não uma, não duas, não dez, não cem, mas sim, 1000 dos melhores êxitos musicais dos últimos 30 anos para ouvir enquanto está ligado ao seu computador. Está também incluido no pacote, os nomes da música que está a tocar assim como o seu interprete. Agora digam que o polo não é bonzinho para os amigos. P.S.Sartor, a tua lista ainda vai demorar uns dias a sair, pois eu tive a sorte de encontrar uma Pen que tem 1000 músicas do meu agrado da altura que tu pediste e também alguma dos anos 90. Junto com a pen, estava os papeis com os nomes dos artistas e as respectivas músicas e, agora,estou a passar tudo para o computas para depois aqui inserir.


www.casasdeapostas-portugal.com