Sistema é... | Relvado

Sistema é...

 

Sistema é...
por helder postiga

Está provado. A SAD do Sporting mentiu! O mistério da camisola rasgada
que tanto papel gastou depois do Sporting-Porto da época passada está aos poucos
a chegar ao fim e, como se esperava, ficou provado que os dirigentes da SAD do
Sporting mentiram. Aliás, Bettencourt será sempre lembrado como o mau da fita
deste triste filme que ele também realizou, pois, não contente com as mentiras
que contou, ainda obrigou o delegado ao jogo a mentir! Paulino Carvalho, que
continua a exercer a sua actividade, ao contrário do que seria aconselhável e,
por incrível que possa parecer, a ser convocado para os jogos do Sporting como
já aconteceu esta época em Vila do Conde. E nem terá sido por acaso que o
árbitro desse encontro se chamava... Lucílio Baptista. O mesmo que esteve no
jogo de Alvalade e que validou um dos golos mais vergonhosos que o futebol
português conheceu. Será isto o sistema sr. Dias da Cunha?

Acontece que José Mourinho foi punido com dez dias de suspensão e três mil
euros de multa pela Comissão Disciplinar da Liga de Clubes, quando não existiam
motivos para tal e, caso em Portugal o futebol fosse comandado por gente séria
em vez de estar entregue a fundamentalistas da segunda circular, a SAD do
Sporting, por mentir, e os juízes da CD da Liga, por terem castigado José
Mourinho apenas baseados na palavra do roupeiro do Sporting, teriam que ser
severamente responsabilizados, mas todos já sabemos que isso não vai
acontecer.

Ricardo e Dias da Cunha
Alguns relvas não acharam normal que na Crónica da semana passada não tenha
escrito sobre o Ricardo, nem sobre o presidente do Sporting, pois segundo eles,
depois do desastre com a U.Leiria tinha material suficiente para mais uma vez
fazer valer a minha razão.
Não escrevi por duas razões. Primeiro porque não queria bater mais nos
«ceguinhos» e a segunda porque para as bandas de Alvalade alguns já me começam
a dar razão no que ao Dias da Cunha diz respeito ao pedirem eleições antecipadas
e esta semana o presidente leonino até foi obrigado a pedir à SAD do Estoril
para que meta «chaimites» em volta do estádio com medo do que os energúmenos lhe
possam fazer. Agora imaginem que o Peseiro se lembra de meter o Ricardo no banco
em troca com o Nélson! Era azar a mais. Por isso resolvi que durante uns tempos,
pelo menos até as vozes contestatárias acalmarem um pouco, não voltarei a
criticar o Ricardo nem o Dias da Cunha. Espero que me compreendam e não me levem
a mal, pois é por uma boa causa. E a verdade é só uma. Os relvas que, depois do
jogo de sábado ainda envergonhados pelo que tinham acabado de assistir, tentaram
por todos os meios e mais algum desresponsabilizar o Ricardo , fizeram o
trabalho por mim, pois apenas mostraram como o guarda-redes teve mais uma vez
bastantes culpas no cartório, caso contrário não precisavam de o fazer. Não
estou a querer dizer que o Ricardo foi o único culpado do empate frente ao
Liechtenestein, pois o brasileiro arrogante que, segundo alguns treina a
selecção de Portugal, também tem imensas culpas no cartório, já que depois
destes «frangos» todos ainda não descobriu que Ricardo é apenas o terceiro
melhor guarda-redes português e com esta teimosia está a dar cabo da carreira
dele.
Ricardo, que escreva os livros que escrever, diga os disparates que disser,
sabe que Vítor Baía é o melhor da Europa e quando entra em campo e se dirige
para a baliza de Portugal o complexo de inferioridade que o persegue por todo o
lado rouba-lhe a concentração de que todos os atletas profissionais necessitam.
Conclusão: Ricardo sofre, a selecção sofre e os portugueses também sofrem.
Apenas aqueles que devido à sua clubite querem o Ricardo na baliza a todo o
custo é que acham graça a isto tudo.
Não fosse o empate frente ao Liechtenstein e hoje Portugal estaria com a
qualificação praticamente garantida e nem seria nada de outro mundo, pois não me
lembro de alguma vez termos tido um grupo tão fácil como este. De outro mundo
foi a goleada frente à Rússia que, valendo os mesmos três pontos que uma vitória
pela diferença mínima, sempre dá mais confiança para o futuro, até porque se
desta vez a equipa a atacar esteve impecável, a defender também estiveram muito
bem e apenas deixaram os russos fazerem um único remate perigoso à baliza
portuguesa. O que deu o golo.

Clubite no Bonfim e em Alvalade?
Se em ambos os jogos o púbico não esteve em força, no dos Sub-21 foi uma
autêntica vergonha o facto de terem estado cerca de 2 mil adeptos num estádio
com capacidade para 30 mil e desses apenas menos de metade tenham pago bilhete.
E provavelmente a grande parte dos presentes nem foram ver a selecção, mas sim o
Varela, caso contrário não tinham passado uma grande parte do encontro a
assobiar o Ricardo Quaresma que até foi o melhor jogador em campo e lhes
respondeu com um grande golo. Talvez estivessem com alguma azia por saberem que
ele foi vendido ao Barcelona ao preço da uva mijona, mas não havia
necessidade.
Varela entrou aos 87 minutos e pouco depois fez um passe para o Hugo
Almeida, que mais uma vez marcou um golo ao serviço da selecção, e até ao fim do
encontro viu os adeptos gritarem o seu nome como se o jogo a partir dessa altura
fosse entre a selecção do Varela e a selecção da Rússia.

Deco quando ainda representava o FC Porto sempre foi tratado como um estrangeiro
ao serviço da selecção. No entanto, esta quarta-feira teve direito a vénia por
parte do público de Alvalade e o seu nome ouviu-se várias vezes por todo o
estádio! Fiquei contente pelo Deco e nem sequer posso dizer que tenha ficado
admirado por ver que as mentalidades de alguns mudaram apenas porque o jogador
trocou um clube português por um espanhol, pois tinha a certeza que mais dia
menos dia isso ia acontecer.

Primeira derrota encarnada
Parece que os dirigentes benfiquistas queriam estar orgulhosamente sós no
estádio da Luz no próximo domingo. Felizmente para o futuro do futebol em
Portugal tal não vai acontecer e o FC Porto já conseguiu a primeira vitória,
pois vai ter bastante apoio, mas agora esses senhores estão com um problema
grave entre mãos caso os adeptos portistas fiquem espalhados por todo o estádio,
pois serão responsabilizados se vierem a acontecer desacatos. E também serão
responsabilizados se esses desacatos forem provocados pelo desejo fascista da
SAD benfiquista em querer proibir os adeptos portistas de entrarem equipados com
as cores do clube, contrariando a vontade das forças da ordem. Meus senhores,
acordem, já não estamos no tempo da outra senhora!

Sobre o jogo, não estou preocupado com a táctica que o Álvaro Magalhães de um
lado e o Victor Fernandez do outro possam apresentar, pois penso que não é por
aí que algo se vai decidir, já que estou convencido de que a magia dos valores
individuais do FC Porto independentemente dos que estiverem em campo, será
suficiente para levar de vencida esta equipa encarnada. O problema é que outros
poderes podem não deixar o Porto ganhar como aconteceu na época passada em que a
equipa de arbitragem não viu em plena área encarnada dois atropelamentos do
Argel ao Jorge Costa. Mas seja qual for o resultado, nada ficará resolvido pois
ainda estamos no começo. Não nos podemos esquecer que na época passada o
campeonato da segunda circular decidiu-se apenas nas últimas três jornadas e
quando todos já davam como garantida a vitória do Sporting.

Frase da semana:
Pedro Barbosa: «Por vezes corremos de mais, mas não de forma organizada».
Tinha que ser o Pedro Barbosa a dizer que os jogadores do Sporting correm de
mais! LOL

____________________________
Outras crónicas:
- Crónica da Semana
- A negação do futebol, por Tó Natário

Primeira Página:

Comentários [2]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

A camisola é só mais um exemplo

...de como não há dirigentes diferentes. São todos iguais.

Na altura, após Bettencourt ter a sua intervenção em directo, ficou gravado na mente das pessoas que aquilo não tinha como não ser verdade.

Bettencourt era um homem tido como vertical e de uma seriedade insuspeitável e portanto se ele disse aquilo com tanta convicção, num estado de nervos aparentemente compreensível e conhecendo o feitio do Mourinho....era verdade.

Mas afinal não era, ou por outras, Bettencourt não teve nem nunca poderia ter essa certeza e muito menos o direito de - em directo com todo o país a assistir - fazer o que fez. Tornou-se outro Pinto da Costa, outro LF Vieira, outro Mano Nunes, outro Pimenta Machado, etc...

Lá se foi a postura diferente.

Passado o tempo que já está sobre isso, ao lembrar-me do episódio só me dá para rir...

...da mesma forma que me dá para rir quando me lembro das pessoas que tinham amigos ou conhecidos que já «tinham visto as imagens» e era tudo verdade, sem sombra de dúvida.

* PLO *

Perigo!

Cão com raiva. Não aproximar sob risco de contágio. Apresentar-se na farmácia mais próxima afim de se conseguir vacina.

Re:Perigo!

Já liguei para a Sociedade Protectora dos Animais, não tarda muito e estão aí para te levar.