Semana decisiva no Caso Mateus | Relvado

Semana decisiva no Caso Mateus

 


Semana decisiva no Caso Mateus
A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) entrega nesta segunda-feira no Tribunal Administrativo de Lisboa uma comunicação de Interesse Público para assegurar a continuidade dos campeonatos profissionais. É mais um desenvolvimento no âmbito do "Caso Mateus" que permite garantir a realização na íntegra da segunda jornada dos campeonatos profissionais. Nesta semana a FIFA deve também tornar público o aviso de suspensão do futebol português se até 14 de Setembro os gilistas não desistirem do recurso aos tribunais civis. O processo entra assim numa semana decisiva, esperando-se ainda a posição dos sócios do emblema de Barcelos.

O Gil Vicente tem agendada para quinta-feira uma Assembleia-Geral Extraordinária de sócios onde estes vão decidir se o clube prossegue com o caso nos tribunais ou se desiste. Com posições divergentes neste âmbito, o professor Marcelo Rebelo de Sousa defendeu na RTP1 que o emblema deve manter a sua luta nos tribunais civis. Esta posição poderá contudo sair cara ao futebol português com a FIFA a ameaçar com a suspensão que poderá atingir nomeadamente os clubes portugueses nas competições europeias.
Aquilo que a FPF pretende conseguir nesta segunda-feira, com a declaração de Interesse Público, é a garantia de realização dos campeonatos profissionais que vão para a segunda jornada. No fim-de-semana devem assim realizar-se o Belenenses-Vitória de Setúbal na primeira Liga e o Gil Vicente-Feirense na Liga de Honra. Ou não... Certo é que o "Caso Mateus" terá importantes desenvolvimentos nesta semana.

Primeira Página:

Comentários [40]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Para mim

O caso ultrapassou o essencial. E o essencial é q o Gil Vicente inscreveu mal um jogador. De seguida ao ter sido informado dessa situação recorreu aos tribunais comuns sem sequer ter esgotado as instancias desportivas. Dizem alguns: "Ahhh e tal mas a FPF deu-lhes o aval." Errado: A FPF deu-lhes o aval para recorrerem aos Tribunais comuns na questão em que o Gil alegava que o Lixa tinha inscrito o jogador como amador para fugir aos impostos. Não na questão do próprio Gil inscrever o jogador. Portanto o tal fax q o Sr. Fiuza insiste em se agarrar não lhe confere legitimidade nenhuma. Este acto demonstra o chico-espertismo do Sr. Fiuza, pois já Paços de Ferreira e Guimarães tinham manifestado interesse no jogador e não o inscreveram por saberem que estavam a cometer uma ilegalidade. O caso extravasou e começou a tornar-se numa guerra contra o poder supra-estatal da FIFA. Mas esse poder decorre do quê? Decorre de ser a única forma de existirem competições nacionais e internacionais viaveis. Imagine-se que os clubes tinham legitimidade para recorrer aos tribunais civis em materias desportivas. Quando se quisesse recorrer de uma agressão, por exemplo, lá teria que dar o processo entrada nos Tribunais e demoraria 2 a 3 anos para ser julgado, acrescido dos recursos que poderiam haver. Ou seja, seria proferida uma sentença irrecorrível, passados 4, 5 ou 6 anos. Por ex. no caso de Rui Costa, já estaria o homem a gozar a sua reforma quando lhe fosse dada ou não razão. Por outro lado em jogos internacionais, imagine-se que o Benfica teria que jogar a Final da Champions e haveria uma agressão. O jogo tinha decorrido no Stade de France contra o Milão. Em que tribunal entraria o caso? França, Itália, Portugal? Com q legislação se julgaria o caso? E caso as legislações dos países fossem diferentes como se chegaria a um consenso? E passado quanto tempo??? Ser dado aos clubes o poder de recorrer a tribunais comuns matérias desportivas aniquilaria por completo qualquer prova que se tentasse organizar. Voltando ao Gil Vicente. Fíuza atira a batata quente para as mãos dos sócios. Curiosamente não pediu a intervenção destes quando decidiu recorrer aos tribunais comuns, sem ter esgotado as instancias desportivas, reafirme-se. Não pediu a intervenção destes quando teve o chico-espertismo de inscrever um jogador cometendo uma ilegalidade, conforme sabia. Depois coloca-se outra questão. Como é possível a situação extremar-se a este ponto??? Como é possível que um presidente de um Clube, que tem a obrigação moral e estatutária de defender os interesses do clube acima de tudo, vir exactamente condenar esse Clube à extinção??? E como é possível que os sócios do Gil equacionem sequer o cenário do seu clube vir a ser destruído por uma guerra que não faz sentido e foi provocada pela pessoa que agora os incita a uma política de terra queimada??!! E se nem sequer o seu próprio clube lhes interessa, como por em causa os outros 6 ou 7 clubes que participam na Europa, já para n falar na Selecção, com a qual vibraram e se orgulharam à 3 meses atrás??? O q me pergunto é como é q esta situação chegou a este ponto? Como é q é possível o prestigio futebolistico português, os milhões de uma Champions, o prestígio de uma UEFA estar nas mãos de um burgesso como o Sr. Fiuza e de um punhado de sócios do Gil, que embora merecendo todo o nosso respeito, estão a ser manipulados e acicatados?! A quem favorece esta situação de insistir num caminho que condena um clube à extinção, à perda de receitas importantissimas por parte de alguns clubes e ao desprestígio brutal do futebol português??? Quem se julga esse Sr. Fiuza??? Acrescento que nada me move contra o Gil, não fora a 1ª filial do Benfica salvo erro, não fora serem um clube honesto que construiu um bonito estádio do seu próprio bolso, não fora despromovido na secretaria em deterimento de um clube que de facto não merece a manutenção. Mas há que admitir que erraram, aliás a sua direcção errou, e deveria ser a esses a quem os sócios do Gil deveriam pedir explicações! Seria uma pena o Gil acabar por teimosia. Seria uma pena ver os Clubes Portugueses arredados das competições europeias nas quais tão boa imagam têm deixado. Seria uma pena ver a nossa Selecção arredada do Euro, portanto pede-se CABECINHA!!!

Re: Para mim

e que tal tentar culpar a FPF e a Liga por criarem esta situação( que tal classificar este caso como não estritamente desportivo, também é uma solução). Acho engraçado que até agora ninguém se importou com esta situação e a maior parte até dava razão ao Gil, agora porque "pode" afctar os grandes e a selecção já toda a gente tem opinião....triste interesse do futebol português...

Guerra Norte/Sul

É disto que se trata. O Norte numa luta desbravada com os tipos-de-Lisboa-que-só-querem-lixar-a-gente. "Foi tudo uma cabala montada para arredar mais um clube do Norte da I Liga em favor de um clube de Lisboa; depois de terem despromovido os nossos bébés com a política de encerramento das maternidades ainda nos querem despromover no futebol! Querem abafar-nos mas a gente não se cala! Nós não somos parvos!! Se o Gil afundar eles todos afundam connosco!" -> até parece que os estou a ver na Assembleia (Municipal)do Clube ... Um país tão pequeno com ódios (incitados e bem carburados) tão grandes.. ou alguém discorda que isto ultrapasse os interesses do Clube Gil Vicente? Neste caso, tem de haver algo a alguém a beneficiar com esta história, resta-nos por enquanto especular quem ou o quê.

Marcelo diz que o Gil Vicente tem razão

Já que há alguns relvas que ainda pensam que o Gil Vicente recorreu ilegalmente aos tribunais por não conseguirem distinguir matéria estritamente desportiva da restante, ficam aqui as palavras de Marcelo Rebelo de Sousa. Tirado de "O Jogo": "Marcelo Rebelo de Sousa incentiva Gil a prosseguir" O professor defendeu na RTP que, de acordo com todas as leis, os minhotos tinham direito a recorrer aos tribunais no caso Mateus. Marcelo Rebelo de Sousa sugeriu ontem ao Gil Vicente que continue com o processo judicial responsável pelo alegado ultimato da FIFA, decisão que, na sua opinião, "poderá dar-lhe uma compensação indemnizatória". Na análise que fez na RTP, o professor afirmou-se ainda "seguro" de que o recurso aos tribunais para contestar a decisão "do caso Mateus" não tem nada de irregular. "À luz da Constituição, da Lei de Bases, do regulamento da Liga e do regulamento da Federação, não tenho dúvidas de que NÃO era matéria estritamente desportiva", defendeu, antes de deixar um conselho aos órgãos que gerem o futebol nacional: devem declarar, em conjunto ("tem de ser"), o interesse público o mais tarde possível, ou seja, em cima da próxima jornada ("quinta ou sexta-feita"), para que o tribunal não possa pronunciar-se, a pedido do Gil, antes de o Belenenses ter feito um jogo, o que criará "um acto consumado". Marcelo Rebelo de Sousa tirou mais conclusões: o despacho federativo que o clube de Barcelos interpretou como um conselho para que avançasse para tribunal é "equívoco" e "está mal redigido"; a Federação e a Liga "nunca contestaram" essa decisão do Gil e a FPF portou-se pior do que o seu organismo autónomo porque "o major é um finório". Ficaram ainda elogios para o advogado do Gil Vicente ("Cruz Vilaça é o que há de melhor em direito comunitário") e juízos a respeito das verdadeiras intenções da FIFA. O professor considera o ultimato ao futebol útil para resolver o problema mas sobretudo "um bluff", ou não fosse o alegado prazo estipulado pela FIFA (14 de Setembro) posterior à realização dos jogos da Champions. Marcelo mostrou também sérias dúvidas a respeito do singular poder da FIFA sobre os Estados, incomparável com o de qualquer outra multinacional e deixou a pergunta: "Quem deve mandar no futebol português?" Sobre o próximo passo, não há o que saber, segundo Marcelo: a declaração de interesse público permitirá contornar a providência cautelar dlo Gil, mas FPF e Liga precisam de jogar com os "timings" .

é falso: Marcelo ñ diz q o Gil Vicente tem razão

O seu a seu dono... e sem alarvidades por favor!!! O que o Professor ontem disse é que o Gil tem legitimidade para colocar a Liga em Tribunal pela questão Laboral, deixando (e separando muito bem as águas entre o que é laboral e o que foi uma decisão desportíva). Nas palavras do Professor o Gil Vicente poderá pedir uma indeminzação por ter sido vitima de equivoco num procedimento administratívo. Nunca falou, sequer, da possibilidade do Clube maior de Barcelos ter legitimidade para contestar a decisão que o relega para o segundo escalão do Futebol Português. Areia nos olhos, por favor, não!!!

Re: Percebes português?

Vou voltar a citar: Na análise que fez na RTP, o professor afirmou-se ainda "seguro" de que o recurso aos tribunais para contestar a decisão "do caso Mateus" não tem nada de irregular. "À luz da Constituição, da Lei de Bases, do regulamento da Liga e do regulamento da Federação, não tenho dúvidas de que NÃO era matéria estritamente desportiva"... Para despois de leres isto conseguires dizer o que disseste, ou estava desantento(a) ou escreveste de má fé. Se calhar havias de te retratar não achas?

Ainda participei numa assemblei com o Vale Tudo...

e aquilo é tudo menos um local onde se consiga esclarecer alguma coisa pois a "malta" vai com a onda se uns disserem mata os outros dizem logo esfola. Parece-me que o Gil não têm o minimo de razão ainda na ultima entrevista ficou esclarecido o Fax da Federação aquele que o Sr.Fiuza andava a dizer que a federação estava a dar autorização para recorrer aos tribunais. O sr. Fiuza tira o paragrafo fora do contexto e não lê o que está antes. Por experiência propria sei que a decisão vai ser continuar com o processo , infelizmente para o Gil pois deste modo caminha a passos largos para o desaparecimento. PS: O que é grave são as acusações que o Sr. Fiuza fez a juizes de Direito e que se são verdade devem ser investigadas e castigados.

Re: Por acaso o Gil Vicente tem razão

O Gil Vicente recorreu a um tribunal cívil por uma questão laboral. Lê o meu comentário mais abaixo onde transcrevi a entrevista do Marcelo Rebelo de Sousa, que dá razão ao Gil Vicente.

Olha que não !! Segundo o que li

O Tribunal de Braga não deu razão ao Gil por dizer que era uma questão desportiva. Agora juristas de um lado e de outro é o que vamos vendo. A questão moral é que o jogador não podia ser inscrito o Gil sabia e quiz aldrabar o sistema.

Re: Olha que não !! Segundo o que li

O Gil Vicente foi aconselhado enquanto parte lesada a ir a tribunal proteger os seus direitos. O jogador Mateus, internacional por Angola, deixou o ano passado de ser jogador de futebol profissional para ser contínuo. O horário de trabalho era igual ao de um futebolista, e trabalho de contínuo fazia 0 - zero. Um contrato feito para fugir aos impostos, fraudulente, logo ilegal. Por que é dizes que o Gil Vicente quis aldrabar o sistema? Por defender os seus direitos, inclusivamente aconselhados pela FPF?

Então 1º

teria de anular o contrato entre o Mateus e o Lixa , nem sei se podia ser o Gil a colocar essa questão em tribunal.Penso que deveria ter sido o Mateus , quando o contrato fosse nulo a Federação devia anular o contrato amador com o Lixa. Uma pergunta mas o Gil não sabia da questão do contrato antes de contratar o jogador? Ele não sabia que o jogador estava como Amador na FPF ? O Paços sabia e não quiz o jogador onde está a justiça se o jogador não podia jogar pelo Paços e depois mais tarde foi utilizado pelo Gil. Quem aconselhou o Gil devia agora vir explicar nos conselhos que deu disse que o Gil hipoteticamente poderia descer de divisão e se assim foi o unico culpado é o presidente do Gil.

Re: Então 1º

1º Está cada vez menos claro que o Gil Vicente tenha desrespeitado as leis desportivas; 2º O Gil Vicente foi de facto despromovido à 2ª Liga, mas falta ainda saber se o foi legitimamente ou não. 3º Os tribunais civis são o orgão máximo de justiça em qualquer país, só abaixo do Presidente da República. Não é que eu confie muito nos tribunais civis, mas em relação aos desportivos confio e muito. A ver vamos qual a resolução destes casos.

bacalhau com natas

1. Coza as postas de bacalhau em leite. 2. Corte a cebola em rodelas finas e refogue em azeite até estar mole e transparente. 3. Escorra o bacalhau e desfaça-o em lascas e junte à cebolada. Deixe refogar lentamente. Polvilhe com farinha, mexa e regue com leite coado, onde cozeu antes o bacalhau. Deixe engrossar, mexendo de vez em quando. 4. Descasque e corte as batatas em cubos e frite em óleo não quente, de forma a deixá-las mais cozidas que fritas. Escorra as batatas e junte-as ao bacalhau. Tempere com sal, pimenta e noz-moscada. 5. Deite tudo num tabuleiro untado de ir ao forno, espalhe por cima as natas e polvilhe com queijo ralado. Leve ao forno até estar gratinado. Sirva com uma salada fresca de alface e tomate. para acompanhar ,aconselho um adega de pegões colheita selecionada tinto.

Re: bacalhau com natas

es cozinheiro? cumprimentos.

Re: Re: bacalhau com natas

sou,mas amador,geralmente só cozinho para engatar gajas.faço uma salada russa de lagosta que despe as gajas em segundos.

Re: Re: Re: bacalhau com natas

Tu por aqui? Com esse nick?! Confesso que pensava que já tinha visto tudo...

Ambas as partes julgam que têm razão...

Esta decisão da FPF de invocar o interesse nacional era uma das formas de permitir a continuação dos campeonatos. A outra seria dar razão ao Gil Vicente. O problema é que se o Gil Vicente ganhar este processo em tribunal esta jogada da FPF não terá sido mais do que "fuga para a frente" e então colherá as consequências... Quanto a se o Gil Vicente deve ou não continuar com a acção judicial, vou-me citar a mim mesmo - o que já escrevi noutro comentário: O Gil Vicente deve continuar com a contestação em tribunal civil. O que se está a passar é extremamente grave mas não é o Gil Vicente o (único) prevaricador. Para os adeptos mais desatentos eu vou relembrar o seguinte: 1. O que o Gil Vicente pediu em tribunal foi o reconhecimento da situação do jogador Mateus como sendo profissional e não amador pois tinha um contrato amador forjado para poupar impostos. Logo é uma questão laboral/administrativa e não estritamente desportiva. A FPF enviou um fax ao Gil Vicente a reconhecer isso mesmo e aconselhou-os a recorrer aos tribunais civis pois eram os únicos competentes. 2. se o Gil Vicente tivesse ido a tribunal civil por uma questão estritamente desportiva, o tribunal cível de Lisboa nunca tería aceite a providência cautelar. Como aceitaram é porque reconheceram que o caso poderia não ser desportivo - mais tarde vamos ver qual a sentença. 3. O juiz do tribunal civel de Lisboa disse que foi facílimo tomar a decisão de manter o Gil na 1ªLiga pois o processo que remetia o Gil à 2ª Liga estava cheio de irregularidades. Por isso não venham para aqui falar com o coração e dizer que o Gil havia de estar caladinho, e que não tem razão, e blah blah blah. O Gil deve exigir justiça, doa a quem doer. Na entrevista que o Fiuza deu à RTP fiquei pela primeira vez a saber de uma situação escandalosa: fora elaborado um dossier acerca do caso Mateus com mais de 500 páginas durante mais de um mês, e esse dossier deveria ser estudado pelos juristas para depois reunirem e tomarem uma decisão sobre o caso. Pois segundo o Fiuza, o caso foi decidido por apenas metade dos juristas da CD Liga, reunidos em um hotel à rebelia dos outros juristas, e pasme-se, antes sequer de o dossier ter sido entregue. O Fiuza mostrou documentos da Liga datados e carimbados comprovando a data em que as coisas aconteceram. Isto é que eu conheça a maior falcatrua de sempre do futebol em Portugal, quanto a mim ainda pior do que os carimbos do Guimarães. Por isso o Gil Vicente que vá para a frente com isto e que consiga desmascarar os autores desta farsa. Para além dos interesses do Gil Vicente estão também os interesses nacionais: prender os corruptos e impedir que continuem a "estragar" o futebol. Por isso, mesmo que isso implique que os clubes portugueses sejam afastados das competições europeias o Gil Vicente deve continuar a sua luta (digo isto e sou portista, logo potêncial prejudicado). Primeiro nem a Fifa faria tal coisa depois da FPF fazer retomar os campeonatos, nem teria grande sorte com isso pois mais tarde iria pagar grandes indeminizações aos clubes portugueses. Para eles uns 100 milhões de euros são trocos, mas que iriam ter de pagar iriam. Segundo, é preferível ficar sem jogar na Europa algum tempo e conseguir reduzir a máfia que há no futebol, do que ver a máfia aumentar ano após ano e verificar que futebol jogado há cada vez menos.

Re: Ambas as partes julgam que têm razão...

O problema é que o gil quando levou a Federação e a Liga a tribunal, não levou indicando que o contracto era nulo. Levou a tribunal o facto de o jogador não poder jogar como profissional na mesma época em que era amadador.

Re: Ambas as partes julgam que têm razão...

Onde leste isso? É que não é isso que o Gil Vicente diz, nem li em lado nenhum que a FPF o tivesse dito.

Re: Re: Ambas as partes julgam que têm razão...

Podes ler isso no acordão de justiça nos dados provados. Pesquisa "50/CJ-05-06" no Google.

Re: Ambas as partes julgam que têm razão..

Não encontrei qual o pedido que o Gil fez ao tribunal mas apenas que a FPF recebeu indicação do tribunal para inscrever o jogador. Não podes indicar a página do documento? É que tal decisão pode resultar de vários outros pedidos do denunciante que não apenas o que invocas.

Neste momento, a situação é clara...

A Federação obedecerá à FIFA e, normalmente, a Liga fará o mesmo. O Gil terá duas opções, acatar o ultimato e competir na Liga de Honra ou, então, seguir as passadas de Bosman e ser impedido de competir oficialmente. Ao ver esta decisão ser entregue aos sócios, observo, Fiúza opta, definitivamente, pela passada demagógica e populista. Esquece-se, sobretudo, que arrisca o futuro de um clube digno do nosso futebol. Terão os sócios a serenidade suficiente para equilibrar esta balança tão vilipendiada? Endhoscopy

Re: Vamos tentar fazer uma analogia...

Se te roubassem metade do teu dinheiro e te dissessem que te roubariam o resto se não desistisses de tentar rehaver a metade que te roubaram em tribunal o que farias? Desistias e contentavas-te com a metade que te ficou ou continuarias a tentar rehaver tudo? Quem são os cobardes aqui? O Gil Que mesmo ameaçado de mil e uma sanções, e amordaçado pela comunicação social não se encolhe e exige que seja feita justiça, ou a FPF que suspende os jogos de cerca de 300 miúdos das camadas jovens do Gil Vicente apenas para fazer pressão e tentar amedrontar o clube? Ser pedida a opinião dos sócios neste caso em AG faz todo o sentido: vai permitir explicar aos sócios o caso "Mateus" e as consequências das acções que podem ser tomadas pelo clube. Os sócios poderão decidir em consciência.

Re: Re: Vamos tentar fazer uma analogia...

Começo por não subscrever esse ensejo pela Justiça. Ensejo esse de tal forma evidente que permitiu que um familiar dum dirigente gilista votasse, no seio da Liga, num processo no qual, ele próprio, tinha já invocado conflito de interesses. O Belenenses, com razão ou sem ela, interpôs recurso no seio da justiça desportiva. E, à parte do triste episódio protagonizado por Domingos Gomes, as decisões foram, sucessivamente, a favor do clube do Restelo. O recurso aos tribunais civis foi o passo seguinte de Fiúza. Uma vez mais os laivos de justiça da decisão da SRA DOUTORA JUÍZA, que não foi mais que aceitar uma providência cautelar... Ou seja, a postura do Gil foi simples: adiar, adiar, adiar. Pessoalmente, estou-me marimbando para este caso. Não tenho qualquer tipo de inclinação clubística, ou outra, nesta matéria. Acredito, ainda, que ,uito menos os dirigentes belenenses são entes angelicais no meio de tudo isto. Uma coisa, no entanto, me parece clara: os dirigentes do Gil não querem a verdade apurada. Querem protelar o mais possível uma decisão que ainda tentaram deturpar, quando puderam. Fuíza é um indivíduo ébrio pela atenção que lhe está a ser dirigida. Os adeptos gilistas vão indo na conversa, até que despertem para um pesadelo que poderá ser infinitamente pior. cmps

o que é triste é que caso o Gil tenha prevaricado

não deveria de ser necessário que outro clube apresentá-se uma acção na Liga para repor a normalidade. Deveria sim, ser a própria Liga em altura própria, e sem deixar dúvidas a efectuar por sua iniciatíva, uma vez que a Liga é tão somente o Organismo Autonomo da Federação Portuguesa de Futebol deveria, pelo menos, tentar comportar-se como tal.

O mais triste, na minha opinião...

É que esses meninos, cuja incompetência é por demais evidente, vão passar ao lado da borrasca, assobiando como se nada fosse com eles... Como vai essa vida Kikas, tudo porreiro? Um abraço end

Re: O mais triste, na minha opinião...

concordo contigo. Espero que a, tão falada, nova Lei de Bases finalmenete saía para o papel e ponha alguma ética e moralidade, senão corremos o rísco de a cada época termos uma confusão deste calibre. Eu tou óptimo, não fora estar com mais 10 kg do que me era normal. Nem quero imaginar como ficaria, nos dias de hoje, de tivesse de fazer um jogo de 90 minutos. enfim... é a vida! Cumps, Kikas

Re: Estás completamente enganado.

O Fiúza explicou na sexta-feira passada as razões pelas quais o familiar do dirigente do Gil decidiu votar (após o tal dirigente do Gil se haver demitido). Também explicou a razão de o presidente da CD se ter demitido. Se não viste, eu digo-te o que ele disse: antes do dossier sobre o caso ter sido concluído e estudado pelos juristas da CD, metade dos elementos da CD reuniram-se secretamente no Hotel Altis com o Cunha Leal para decidir a despromoção do Gil Vicente. No dia seguinte o jornal "A Bola" faz uma manchete com a despromoção do Gil apanhando os restantes elementos da CD de surpresa. Como era tudo uma farsa para levar o Gil à 2ª Liga o jurista com ligações ao dirigente do Gil Vicente decidiu tomar parte na decisão a sério. Mais tarde o próprio presidente da CD, também um dos enganados apresentou demissão. Se foi assim que tudo aconteceu, se fosse comigo eu faria a mesma coisa. Tu não o farias? Lê o meu comentário logo no inicio desta página, e a entrevista de Marcelo Rebelo de Sousa que vais achar interessante. A postura do Gil foi sempre a de procurar justiça, ou achas que o Gil não correu um risco muito grande ao interpôr uma providência cautelar num tribunal civil? Para o fazer é porque estão convictos de que têm razão. E o tribunal se aceitou a providência cautelar é porque admitiu que o Gil pudesse ter recorrido aos tribunais da primeira vez por questões não desportivas. Para além disso foi dito que o processo que levava o Gil à 2ªLiga estava cheio de irregularidades. No final disto e se o Gil continuar com o recurso aos tribunais civis vamos a ver quem tinha razão.

Re: Re: Estás completamente enganado.

O facto do tribunal ter aceitado a providencia cautelar não quer dizer que o gil tenha qualquer razão. Alias como foi provado mais tarde quando o tribunal deu razão a Liga e a federação.

Isso, para mim, é parcialidade

Como referi, é-me indiferente que fiquem Belenenses ou Gil, não posso é ficar indiferente perante os factos. 1- um dos membros do CJ, afecto ao Gil, denuncia conflito de interesses, pedindo escusa; 2- Sob pretexto duma presumível reunião secreta e de uma capa de jornal, lol; esse conflito de interesses fica, de repente sanado e toca de participar na votação... Isso é a tua definição de Justiça? Do meu ponto de vista, foi cometida uma ilegalidade. Alegas que estou "completamente enganado". Interessa-me essa posição , sobretudo, quando te limitas a fazer copy-paste de Fiúza. Endhoscopy