Cunha Leal diz que Valentim já se devia ter demitido | Relvado

Cunha Leal diz que Valentim já se devia ter demitido

 


Cunha Leal diz que Valentim já se devia ter demitido
Cunha Leal considera que Valentim Loureiro já se devia ter demitido do cargo de presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) há muito. O ainda director-executivo da estrutura veio nesta segunda-feira defender em conferência de imprensa que os jogos suspensos por causa do "Caso Mateus" deveriam ter-se realizado com o Benfica-Belenenses e o Leixões-Gil Vicente conforme tinha estipulado a justiça desportiva. Cunha Leal insta agora a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) a resolver o processo de uma vez por todas.

A FPF reúne-se na sexta-feira num encontro extraordinário para discutir o caso e Cunha Leal entende que a estrutura deve impôr definitivamente uma solução e agarrar de vez as rédeas do futebol português. O dirigente da direcção da LPFP, que está ainda em funções devido ao adiamento da tomada de posse dos novos Órgãos Sociais que têm como líder Hermínio Loureiro, assume um tom muito crítico relativamente à Comissão Disciplinar da estrutura, mas sobretudo para com Valentim Loureiro. Cunha Leal diz mesmo que o Major já devia ter deixado há muito o cargo, lamentando que os campeonatos deviam ter decorrido com todos os jogos neste fim-de-semana. A LPFP suspendeu os encontros Benfica-Belenenses e Leixões-Gil Vicente devido ao impasse no "Caso Mateus", mas Cunha Leal constata que «competia à Liga, enquanto Órgão responsável do futebol profissional, assegurar o interesse público mais relevante e prevalecente» que neste caso era, segundo o director-executivo, «a regularidade competitiva».
Cunha Leal diz que expressou esta opinião na sexta-feira, antes da suspensão dos encontros, com um fax enviado para a sede da LPFP, mas que nunca terá sido publicado no sítio oficial da estrutura, conforme lamenta. O responsável diz de resto que o Gil Vicente «nunca foi admitido à competição» e que portanto os campeonatos deviam ter-se realizado conforme tinham definido
os Órgãos da justiça desportiva.


Foto: Agência Lusa

Primeira Página:

Comentários [45]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

ÉS mesmo um...

Palhaço Sr Cunha Leal! Já devias era estar fora do planeta de futebol a muito. Agora és tu que mandas, que os jogos deviam se ter realizado. Os tribunais não contam?? Deves ser sóçio do belenenses? lol Tem juiso e vai te embora.

Off-Topic - Liga Record

Será que me podem dizer qual é o código da Liga Relvado na Liga Record? Cumprs

Re: Off-Topic - Liga Record

Liga relvado.com Password clones

Re: Re: Off-Topic - Liga Record

Obrigado!

Estafúrdio...

Só falta mais uma "Cunha" ao caso Belenenses, e ser "Leal" aos seus dois amores. Valha...será que não sabe, que por vezes, o silêncio é de oiro e o ruido a ruína ? Parece que não...

este é dos que não fazem falta

...à humanidade canalhas de fato e gravata

tanto celeuma

por causa do homem ser do benfica o pinto de sousa e os outros que foram apanhados nas escutas da pj não tem clube.... ai se o pinto de sousa fosse benfiquista ... ou o pinto da costa fosse presidente do benfica... ou o vice presidente do benfica fosse xulo estes adeptos não teem emenda cumplices enfim...sabem e gostam hipocritas snobs e cobardolas

Re: tanto celeuma

Tu, noko, que tanto falas em meninas acreditas mesmo que os dirigentes do Benfica não frequentam essas casas de respeito, jejejeje... Olha que nos meandros da bola sempre constou que a Margarida Prieto ( lembras-te da capela da Luz? ) também era "empresária" como a ex-do Pinto da Costa.

Nem brinques...

Não sabia que a profissão de striper (prostituta encaputada) podia ser chamada de empresaria, pois essa era a profissão da Carolina... Da Margarida Pietro é a primeira vez que ouço (leio) tal coisa. Que abria as pernas a tudo o que é cromo de revista cor de rosa... Cumps

Re: Nem brinques...

Não estou a brincar...a Carolina era sempre citada nas revistas cor de rosa como empresária ou manequim...quanto à Margarida Prieto era voz corrente nos meandros da bola tb ser paelidada de empresária. Aliás para compôr o ramalhete a carolina tinha uma irmã que toda a gente no Porto sabia que era amante do Dr. Dias da Cunha...

Re: Cunha Leal diz que Valentim já se devia ter demitido

Já se deviam ter demitido há muito tempo era os dois. Óbvio.

Eu a pensar que o Fiuza era o maior

mas afinal é este. Sim senhor...espectáculo.

A sua posição já a sabíamos!

Não traz nada de novo o senhor Cunha Leal que, diga-se, sempre foi um acérrimo defensor da tese belenense. Prova-se mais uma vez! Passados 3 meses do "Caso" ser espoletado pelo jornal A BOLA, só hoje esse jornal, publica o faxe emitido pela FPF que o Gil Vicente sempre alegou ter! Há dias, não sabiam dele na FPF, agora apareceu! Apareceu, mas, segundo o jornal A BOLA e a FPF, o que diz o faxe não era para ter em conta! Percebe-se que tenham escondido o conteúdo do faxe, a conspiração anti-Gil está a ruir... Ridículo é tentarem agora dizer que, o que diz o faxe, não é aquilo que lemos! Excerto: «(...) Na verdade, esta é uma competência dos tribunais e das demais entidades judiciais. (...) deve a parte lesada accionar os meios judiciais tendentes à protecção do seu direito. (...)» Há dúvidas?? O "Caso" nunca existiu! Esconderam tudo de todos à espera que o Gil se calasse e fosse para a Honra borrado de medo do papão FIFA. Ai que eles vêm aí!! Controlaram tudo até ao CJ da FPF! Compreende-se, agora, o desespero do senhor Cunha Leal! Como diz António Fiúza,digno e lutador mas, admito, pouco eloquente, desculpem-lhe isso... «VAMOS ATÉ AO FIM DO MUNDO PELA VERDADE!»

Re: A sua posição já a sabíamos!

Por acaso sabes como começou toda esta questão?

Re: Re: A sua posição já a sabíamos!

Sim, tenho este caso documentado, com recortes de jornais - todos. Tudo começou quando o Gil contratou o Mateus ao Lixa como profissional, algo que o presidente do Lixa nunca negou na altura de negociar o passe do atleta. Ao tentar inscrever o jogador Mateus como profissional, para surpresa do Gil, o jogador que iniciara a época como profissional, que tinha visto de atleta de alta competição para poder estar no país, tinha mudado para o estatuto de amador. É obvio que nunca foi amador, sempre fez o que sabia -jogar à bola. É óbvio que nunca foi contínuo do lixa, isso apenas serviu para esse clube ocultar o salário real do jogador, evitando assim, com o contrato fictício de contínuo, fugir a uma carga elevada de impostos. Daí o Gil tentar que a FPF reconhecesse que ele sempre foi profissional; a FPF reconheceu ser incompetente para avaliar tal situação e, aconselhou o GVFC a clarificar isso em tribunal e voltar para inscrever o jogador. Simples. Onde está o "Caso"? Quem está de má fé?

Re: A sua posição já a sabíamos!

o gil na segunda. o leixões na primeira. os pasteis na segunda. o loureiro na relação. o leal na rua. o pinto casa com o vieira. e no final aumenta-se a 1ª divisão

Re: Re: A sua posição já a sabíamos!

És juiz? Também queres decidir em causa própria? As pessoas quando não têm nada a dizer, que se calem... Centrem as opiniões no concreto, agora, mandar patelas para o ar sem sentido nenhum, não vale a pena... Desculpa lá...

Porque não recorre o Gil... mas para a FIFA!

Se a FPF e a Liga só metem os pés pelas mãos, o que o Gil já devia ter feito há mais tempo era recorrer à FIFA.

Re: Porque não recorre o Gil... mas para a FIFA!

Mais um a falar sem saber... O Gil já recorreu para a FIFA, caso não se saiba; foi elaborado um relatório para a FIFA com todos os atropelos feitos pela LPFP e FPF. A providência cautelar visa apenas impedir a execução da "injustiça" deliberada pelo CJ da FPF dando tempo à FIFA para analisar o "Caso". Quando a FIFA reconhecer a razão do Gil Vicente no "Caso", o clube desiste automaticamente do recurso para o tribunal civil.

Tens razão, não tenho o conhecimento total... mas

estou a tentar informar-me. E ontem o programa "dia seguinte" da sic notícias, deu para perceber algumas coisas: - O Gil Vicente recorreu ao tribunais civis sem esgotar os tribunais desportivos. A FPF aconselhou mal? Talvez... e aparentemente esse pode ter sido o erro. Mas tal como o Fernando Seara disse e os outros reconheceram, todos os juristas do CJ da Federação são altamente conceituados... e tal como ele disse , são competentes de dia e incompetentes à noite? A decisão final foi deles e segundo sei, por unanimidade. Foram incompetentes, não conseguiram ver aquilo que tu, ou qualquer outro leigo viu? Para quem não conhece as leis na profundamente (como eu) é fácil opinar. Toda a gente erra é verdade, e tudo isto parece uma grande trapalhada. Não digo que o Gil deve descer, pois também considero ridículo que o Belenenses consiga na secretaria, aquilo que não conseguiu no campo através desse "grande" (e arrogante) treinador que é o Couceiro...

Re: Re: Porque não recorre o Gil... mas para a FIFA!

Acontece que a própria FIFA já ameaça punir o futebol Português com sanções se a acção nos tribunais civis não for retirada. Isto está bonito, ai está, está!!

Re: Re: Re: Porque não recorre o Gil... mas para a FIFA!

A FIFA? Muita parra pouca uva! Eles têm o processo, e isso das ameaças é tudo fogo de vista de A BOLA, FPF e de todos os medrosos que se curvam perante quem reconhecem ser superior!

Re: Re: Re: Re: Porque não recorre o Gil... mas para a FIFA!

Sou de Esposende e aqui todos ansiamos pela permanência do Gil Vicente na SuperLiga. No entanto, parece-me que o recurso ao Tribunal Administrativo e Fiscal de Lisboa quando todo o processo já está entregue na Fifa é uma jogada de alto risco e de consequências imprevisiveis para o nosso Futebol. Estando tudo encaminhado para a Fifa não seria mais sensato acatar a decisão dos tribunais desportivos e esperar por uma tomada de decisão da Fifa? É que eles não costumam demorar nas suas decisões e com o processo nas mãos de entidades extra-desportivas vocês, à partida já ficam mal vistos aos olhos internacionais... Pode se tornar prejudicial na decisão final. Boa sorte em todo este processo! Cumps

Re: Re: Re: Re: Re: Porque não recorre o Gil... mas para a FIFA!

Isto é assim: já estamos cheios de ser pisados, já fomos derrotados pelos burocratas hipócritas várias vezes... Agora, segundo o presidente, e generalidade dos gilistas, não nos curvaremos! Isto tem de dar tábuas ou casqueiras! Saudações para Esposende.

?????

fala o rôto ao nú...

Nojento

Faz bem relembrar que o valentim Loureiro teve e continua a ter o apoio incondicional do Luis Felipe Vieira o mesmo que está sempre a apelar ao caso "apito doirado"

Re: Cunha Leal diz que Valentim já se devia ter demitido

FACTO: O Gil Vicente recorreu aos tribunais civis de forma a poder inscrever um jogador. FACTO: O Regulamento diz que quem recorre aos tribunais civis para resolver assuntos desportivos é penalizado com a descida de divisão. FACTO: O mesmo regulamento prevê o seguinte: Se um Clube ou mais Clubes da SuperLiga não reunirem os requisitos legais e regulamentares estabelecidos para essa competição serão relegados para a competição inferior ou delas excluídos caso não preencham os pressupostos exigíveis, sendo as vagas preenchidas pelos Clubes da SuperLiga melhor classificados na época anterior nos termos do n.º 2, ou, na sua ausência, pelos Clubes da Liga de Honra melhor classificados. CONCLUSÕES: O Gil Vicente desce de divisão - recorreu a tribunais civis. O Belenenses permanece na I Liga O Leixões não sobe de divisão - Subiria apenas SE o Belenenses (15º), o Rio Ave (16º), o V. Guimarães (17º) e o Penafiel (18º), todos eles, não reunissem condições de permanecer na I liga Leis do País FACTO: Em Portugal, todos têm o direito de recorrer à Justiça. FACTO: A Justiça portuguesa considera a profissão de futebolista, uma profissão como qualquer outra e, como tal, dá razão à entidade patronal - Gil Vicente - por forma a que esta possa contar com o seu trabalhador - Mateus. CONCLUSÃO: O funcionário pode exercer a actividade, ou por outras palavras, o atleta Mateus pode jogar futebol. Contradição Como é óbvio, e como já todos percebemos, chegamos a uma contradição. Segundo a FIFA, o Gil Vicente deverá descer de divisão. Segundo as leis que regem o país, o Gil Vicente deverá permanecer na I Liga. Quem tem razão? A FIFA - organismo máximo do futebol? Ou as leis do País - perante as quais todos os cidadãos se devem reger? A FIFA tem razão! Para quem acha que as leis da FIFA têm de prevalecer, pensem no seguinte exemplo, levado ao extremo propositadamente: Exemplo: Eu crio uma Instituição e estabeleço que os meus associados podem matar sem isso seja considerado crime. Todos os meus associados concordam. O que acham que deverá ser feito caso um dos meus associados cometa um homicídio? Segundo as leis da minha instituição, nada de errado foi feito. Segundo as leis do País, o indivíduo deverá ser julgado. Quanto a mim não restam dúvidas. Devemos julgar o indivíduo! A lei do País está acima de qualquer instituição! As leis do país devem ser cumpridas! Pois bem, para quem acha que as leis do país devem ser cumpridas, imaginem este exemplo, também ele levado ao extremo propositadamente: Exemplo: Num jogo de futebol entre as equipas A e B, o jogador da Equipa A marca um golo numa posição duvidosa... Depois de terminado o jogo e após visualizar as imagens televisivas chega-se à conclusão que de facto existiu fora-de-jogo. O golo deveria ter sido invalidado. O que acham que deve ser feito? De acordo com as leis da FIFA, a equipa de arbitragem deveria ser penalizada com uma má nota e até poderia ser suspensa por uns jogos. Mas, e se a Equipa B decidir apresentar uma queixa em tribunal contra os árbitros do jogo, alegando que a sua equipa foi penalizada? Podem perfeitamente fazê-lo! Afinal, vivem num Estado de Direito! Caso provem que tiveram prejuízo, seja de que natureza for, os árbitros terão de os pagar. A mim parece-me que, neste caso, deve prevalecer a justiça desportiva. Não acho necessário nem justo julgar estes árbitros em tribunais civis. Em que ficamos? Sinceramente não sei responder. Estará a FIFA acima da lei? Não me parece. Devem ser apresentadas queixas nos tribunais civis acerca de questões desportivas? Não. Com o tempo que a justiça demora, e não é só em Portugal, o próprio futebol estaria em risco. Estamos perante um caso bicudo... Voltando ao Caso Mateus Não me parece que haja uma solução à vista. Vejamos: 1. A FIFA dirá que o Gil tem de ser penalizado. 2. A FPF castiga o Gil. 3. O Gil recorre aos tribunais civis, que lhe dão razão. 4. Voltamos ao ponto 1... e está criado um ciclo vicioso.

Re: O Gil podia recorrer ao tribunal civil

Já te respondi aqui o porquê do artigo que invocaste não se aplicar (isto de escrever o mesmo em dois sítios dá nisto). Acerca do recurso ilegal ao tribunal sugiro que leias o seguinte, escrito pelo colega filipecelos: (filipecelos, 1 ponto , hoje às 0:30) Sim, tenho este caso documentado, com recortes de jornais - todos. Tudo começou quando o Gil contratou o Mateus ao Lixa como profissional, algo que o presidente do Lixa nunca negou na altura de negociar o passe do atleta. Ao tentar inscrever o jogador Mateus como profissional, para surpresa do Gil, o jogador que iniciara a época como profissional, que tinha visto de atleta de alta competição para poder estar no país, tinha mudado para o estatuto de amador. É obvio que nunca foi amador, sempre fez o que sabia -jogar à bola. É óbvio que nunca foi contínuo do lixa, isso apenas serviu para esse clube ocultar o salário real do jogador, evitando assim, com o contrato fictício de contínuo, fugir a uma carga elevada de impostos. Daí o Gil tentar que a FPF reconhecesse que ele sempre foi profissional; a FPF reconheceu ser incompetente para avaliar tal situação e, aconselhou o GVFC a clarificar isso em tribunal e voltar para inscrever o jogador. Simples. Onde está o "Caso"? Quem está de má fé?

Re: Re: O Gil podia recorrer ao tribunal civil

Pelo que ouvi ontem na sic notícias, no programa "dia seguinte", qualquer dos intervenientes, especialistas na matéria (advogados) reconheceram que no momento da inscrição o Gil Vicente não esgotou todas as hipóteses nos tribunais desportivos, partindo logo para os tribunais civis... e aí é que está o problema... foi induzido pela FPF? Talvez...

Re: Re: Re: O Gil podia recorrer ao tribunal civil

Realmente... Os tribunais desportivos dizem que não tem competência para julgar o caso e aconselham os tribunais civis, e o Gil deveria continuar a insistir nos desportivos porque não havia esgotado as hipóteses... Eu até hoje pensava que percebia português mas afinal parece que estava enganado. Mesmo que um tribunal declare incompetência para julgar um caso ainda há "outras" hipóteses de este o fazer... Inacreditável.